A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tratamento das Varizes dos Membros Inferiores: Cirúrgico, Escleroterápico e Fisioterapêutico.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tratamento das Varizes dos Membros Inferiores: Cirúrgico, Escleroterápico e Fisioterapêutico."— Transcrição da apresentação:

1 Tratamento das Varizes dos Membros Inferiores: Cirúrgico, Escleroterápico e Fisioterapêutico

2 VARIZES = TRATAMENTO CIRÚRGICO

3 idade avançada membros isquêmicos infecção doenças graves associadas diabetes descompensada Contra-indicações

4 1.Métodos não-invasivos: duplex scan fotopletismografia ressonância nuclear magnética 2. Métodos invasivos:flebografia 3. Exames laboratoriais Exames complementares pré-operatório

5 Demarcação pré-operatória com o paciente em ortostase Anestesia Planejamento da Cirurgia

6 Técnicas Cirúrgicas 1.Fleboextração 2.Fleboextração com safenectomia 3.Ligadura de perfurantes

7 Fleboextração

8 Fleboextração com safenectomia

9 Orientação Pós-operatória Uso de meias compressivas Evitar ortostase e posição sentada por tempo prolongado Posicionamento com MMII elevados Higiene dos membros Evitar exposição ao sol

10 Principais complicações pós-operatória 1.Hematoma 2.Edema, linfocisto e linforréia 3.Neurites 4.Necrose das bordas das incisões cirúrgicas 5.Trombose venosa profunda e embolia pulmonar 6.Cicatrizes inestéticas 7.Varizes residuais e recidivantes 8.Infecções

11 Escleroterapia x Teleangiectasias

12 Mecanismo de ação da Escleroterapia Liquido esclerosante Lesa endotélio Oclui pequeno vaso Reação fibrótica parietal Cor da pele RESULTADO ESTÉTICO DESEJADO

13 Substâncias Esclerosantes 1.glicose hipertônica (hiperosmatica) 2.polidocanol (detergente) 3.olesato de etanolamina (detergente) 4.glicerina (corrosivo)

14 Material seringas 3ml agulhas descartáveis 30G1/2

15 Contra-indicações - alérgicos - infecção - idosos - insuficiência arterial periférica - diabetes descompensado - doenças graves associadas

16 Efeitos colaterais - tromboembolia venosa - anafilaxia - urticária e choque pirético - embolia gasosa - lipotímia - alterações neurológicas transitórias Complicações gerais Complicações locais -pruridos e irritação cutânea -periflebite e induração -injeção intra-arterial -escaras -manchas hipercrômicas

17 Tratamento Fisioterapêutico Objetivos do tratamento - reduzir edema - reforçar a musculatura ativadora da circulação - normalizar alterações sensitivas - melhorar a sintomatologia - estimular atividades físicas - orientações gerais

18 1 – Posicionamento adequado erradocerto

19 2 – Cinesioterapia

20 3 – Massoterapia { Retorno venoso + Drenagem linfática manual

21 4 – Compressão pneumática { intermitente sequencial

22 5 – Orientações gerais - Evitar ficar em pé ou sentado por tempo prolongado - Evitar excesso de calor - Combater o excesso de peso corporal - Uso diário de meias elásticas de compressão - Cuidados adequados com a pele e higiene - Evitar cintas ou ligas apertadas, sapatos inadequados - Prática de atividade física

23 Tratamento Pós-operatório - Pernas enfaixadas e elevadas - Exercícios de bombeamento do pé e tornozelo - Cinesioterapia joelhos e quadril - Deambulação precoce (pernas enfaixadas) - Alta hospitalar após efeito anestésico (orientação para casa)


Carregar ppt "Tratamento das Varizes dos Membros Inferiores: Cirúrgico, Escleroterápico e Fisioterapêutico."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google