A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SUBSTANTIVO Substantivo é tudo o que nomeia as "coisas" em geral. Substantivo é tudo o que pode ser visto, pego ou sentido. Palavras que dão nomes aos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SUBSTANTIVO Substantivo é tudo o que nomeia as "coisas" em geral. Substantivo é tudo o que pode ser visto, pego ou sentido. Palavras que dão nomes aos."— Transcrição da apresentação:

1 SUBSTANTIVO Substantivo é tudo o que nomeia as "coisas" em geral. Substantivo é tudo o que pode ser visto, pego ou sentido. Palavras que dão nomes aos seres. Substantivo é tudo o que pode ser precedido de artigo. Classificação e Formação Substantivo Comum - é aquele que designa os seres de uma espécie de forma genérica. Ex: pedra, computador, cachorro, homem, caderno.

2 Próprio - é aquele que designa um ser específico, determinado, individualizando-o. Por exemplo Maxi, Londrina, Dílson, Ester. O substantivo próprio sempre deve ser escrito com letra maiúscula. Concreto - é aquele que designa seres que existem por si só ou apresentam-se em nossa imaginação como se existissem por si. Ex: ar, som, Deus, computador, pedra, Ester. Abstrato - é aquele que designa prática de ações verbais, existência de qualidades ou sentimentos humanos. Ex: saída (prática de sair), beleza (existência do belo), saudade.

3 Formação dos substantivos Os substantivos, quanto à sua formação, podem ser: Primitivo - que não se origina de outra palavra existente na língua portuguesa. Ex. pedra, jornal, gato, homem. Derivado - que provém de outra palavra da língua portuguesa. Ex. pedreiro, jornalista. Simples - formado por um único radical. Ex. pedra, pedreiro, jornal, jornalista. Composto - formado por dois ou mais radicais. Ex. pedra- sabão, homem-rã, passatempo.

4 Substantivo Coletivo - é coletivo o substantivo no singular que indica diversos elementos de uma mesma espécie. Ex: abelha - enxame, colmeia acompanhante - comitiva, cortejo. alho - (quando entrelaçados) réstia, enfiada, cambada aluno – classe Gêneros uniforme e biforme Os substantivos, quanto ao gênero, são masculinos ou femininos. Quanto às formas, eles podem ser: Biformes - são os que apresentam duas formas, uma para o masculino, outra para o feminino, com apenas um radical. Ex. menino – menina / traidor – traidora / aluno – aluna.

5 Uniformes - são os que apresentam apenas um forma, para ambos os gêneros. Os substantivos uniformes recebem nomes especiais, que são os seguintes: Comum-de-dois - são os que têm uma só forma para ambos os gêneros, com artigos distintos: Eis alguns exemplos: o / a estudante o / a imigrante o / a porta-voz o / a acrobata o / a mártir o / a intérprete o / a agente o / a patriota o / a médium o / a protagonista o / a puxa-saco o / a lojista Sobrecomum - são os que têm uma só forma e um só artigo para ambos os gêneros: Eis alguns: o cônjuge a criança o carrasco o indivíduo o apóstolo o monstro

6 o algoz o verdugo a vítima o tipo o animal o bóia-fria o cadáver a personagem a criatura Epiceno - são os que têm uma só forma e um só artigo para ambos os gêneros de certos animais, acrescentando as palavras macho e fêmea, para se distinguir o sexo do animal. Eis alguns exemplos: a girafa o tatu o escorpião a águia a arara a andorinha a anta a formiga a cobra o canguru. PARTICULARIDADES Mudança de gênero com mudança de significado. Alguns substantivos, quando mudam de gênero, mudam também de significado. Eis alguns deles:

7 Flexão de Grau do Substantivo Grau é a propriedade que as palavras têm de exprimir as variações de tamanho dos seres. Classificam-se em: Grau Normal - Indica um ser de tamanho considerado normal. Por exemplo: casa Grau Aumentativo - Indica o aumento do tamanho do ser. Classifica-se em: Analítico = o substantivo é acompanhado de um adjetivo que indica grandeza. Por exemplo: casa grande. Sintético = é acrescido ao substantivo um sufixo indicador de aumento. Casarão.

8 Grau Diminutivo - Indica a diminuição do tamanho do ser. Pode ser: Analítico = substantivo acompanhado de um adjetivo que indica pequenez. Por exemplo: casa pequena. Sintético = é acrescido ao substantivo um sufixo indicador de diminuição. Por exemplo: casinha. DICAS Alguns sufixos utilizados na formação do grau sintético: Grau diminutivo - -inho, -zinho, -ebre, -im, -acho, -ejo, -eta, -ote... Ex.: amorzinho, riacho, lugarejo

9 Aumentativo Sintético - Forma-se com sufixos aumentativos, sendo os mais comuns: ça -aço -alha -ão - alhão -arão -zarrão -arrão -eirão -zão -arra -ázio -ona -orra - uça -aréu. /// barcaça, barbaça, polpulaça, caraça... balaço, calhamaço, volumaço... muralha, gentalha, fornalha... motão, povão, gatão... Aumentativo Analítico - Forma-se com o auxílio do adjetivo grande, ou outro do mesmo sentido. Ex: letra grande, pedra enorme, estátua colossal, obra gigantesca, planície imensa. Diminutivo Sintético - Forma-se com sufixos diminutivo. Eis os mais comuns. -acho -riacho, fogacho, penacho... / -ebre casebre... / -eco livreco, jornaleco, boieco... -ejo lugarejo, animalejo, vilarejo... / -elho rapazelho, artiguelho... / -eto poemeto, livreto.. / -eta saleta, maleta... / -ete filete, diabrete...

10 Diminutivo Analítico - Forma-se com o adjetivo pequeno, ou outros de igual sentido. Ex; chave pequena, casa pequenina, semente minúscula, lembraça ínfima... Observação !... Em geral, os aumentativos e diminutivos, juntamente com a ideia de grandeza ou pequenez, exprimem também deformidade, desprezo ou troça. Dizemos, por isso, que têm sentido pejorativo" ou "depreciativo". Exêmplos:(gentalhão, narigão, beiçorra, livreco, musiqueta, papelucho, gentinha, povinho...) !... As formas diminutivas exprimem, frequentemente, carinho, ternura, afetividade. Exêmplos:(filhinho, avozinha, mãezinha, Carlito, Antoninho...) !.

11 PLURAL DOS SUBSTANTIVOS SIMPLES Na pluralização de um substantivo simples, há de se analisar a terminação dele, a fim de acrescentar a desinência nominal de número. Vejamos, então, as possíveis terminações de um substantivo na Língua Portuguesa e sua respectiva pluralização: Terminados em Vogal- acrescenta-se a desinência nominal de número S. Ex. saci = sacis chapéu = chapéus

12 Terminados em ão - fazem o plural em ões: Ex. gavião = gaviões / formão = formões / folião = foliões fazem o plural em ães: Ex. escrivão = escrivães / tabelião = tabeliães / capelão = capelães / sacristão = sacristães Fazem o plural em ãos: Ex. artesão = artesãos / cidadão = cidadãos cristão = cristãos / pagão = pagãos / todas as paroxítonas terminadas em ão. Por exemplo bênçãos, sótãos, órgãos. Admitem mais de uma forma para o plural: aldeão = aldeões, aldeães, aldeãos / ancião = anciões, anciães, anciãos / ermitão = ermitões, ermitães, ermitãos / peão = peões, peães / cirurgião = cirurgiões, cirurgiães.

13 Substantivos terminados em L - terminados em -al, -el, -ol ou -ul: troca-se o L por IS: Ex. vogal = vogais / animal = animais / papel = papéis anel = anéis / paiol = paióis /. Cuidado: mal = males / cal = cais ou cales / aval = avais. Terminados em –il palavras oxítonas - troca-se a terminação L por S. Ex. cantil = cantis / canil = canis / barril = barris. Palavras paroxítonas ou proparoxítonas- troca-se a terminação IL por EIS Ex. fóssil = fósseis Cuidado: projetil (oxítona) = projetis / projétil (paroxítona) = projéteis / reptil (oxítona) = reptis / réptil (paroxítona) = répteis

14 Terminados em M - troca-se o M por NS: Ex. item = itens nuvem = nuvens/ álbum = álbuns. Terminados em N - soma-se S ou ES: Ex. hífen = hifens ou pólen = polens. Substantivos terminados em R ou Z - acrescenta-se ES: Ex. carácter ou caráter = caracteres sênior = seniores júnior = juniores Substantivos terminados em X - ficam invariáveis. Ex. o tórax = os tórax / a fênix = as fênix. Substantivos terminados em S -palavras monossílabas ou oxítona. acrescenta-se ES. Ex. ás = ases / deus = deuses / ananás = ananases

15 Palavras paroxítonas ou proparoxítonas - ficam invariáveis. Ex. os lápis. os tênis os atlas. Cuidado: Cais é invariável. Substantivos só usados no plural. as calças / as costas / os óculos / os parabéns / as férias / as olheiras / as núpcias / as trevas / os arredores. Substantivos terminados em ZINHO - Ignora-se a terminação -zinho, coloca-se no plural o substantivo no grau normal, ignora-se o s do plural, devolve-se o -zinho ao local original e, finalmente, acrescenta-se o s no final. Ex. pãozinho: ignora-se o -zinho (pão); coloca-se no plural o substantivo no grau normal. (pães); ignora-se o s (pãe); devolve-se o -zinho (pãezinho); acrescenta-se o s (pãezinhos).

16 Substantivos terminados em INHO, sem Z - Acrescenta-se S. Ex. lápisinho = lapisinhos / patinho = patinhos / chinesinho = chinesinhos. PLURAL DO SUBSTANTIVOS COMPOSTOS Para se pluralizar um substantivo composto, os elementos que o formam devem ser analisados individualmente. Ex: o substantivo composto couve-flor é composto por dois substantivos pluralizáveis, portanto seu plural será couves- flores; já o substantivo composto beija-flor é composto por um verbo, que é invariável, quanto à pluralização, e um substantivo pluralizável, portanto seu plural será beija-flores. Estudemos, então, os elementos que formam um substantivo composto e sua respectiva pluralização.

17 Substantivo/ Adjetivo / Numeral - são elementos pluralizáveis, portanto, quando formarem um substantivo composto, normalmente irão para o plural. Ex. aluno-mestre = alunos-mestres / erva-doce = ervas- doces / alto-relevo = altos-relevos / gentil-homem. Verbo / Advérbio / Interjeição - são elementos invariáveis, em relação à pluralização, portanto, quando formarem um composto, ficarão invariáveis. Ex. pica-pau = pica-paus / beija-flor = beija-flores / alto- falante = alto-falantes / abaixo-assinado = abaixo-assinados salve-rainha = salve-rainhas / ave-maria = ave-marias. Casos especiais Substantivo + Substantivo - ambos irão para o plural, porém, quando o último elemento estiver indicando tipo ou finalidade do primeiro, somente este irá para o plural.

18 Ex. banana-maçã = bananas-maçã / navio-escola = navios- escola / salário-desemprego = salários-desemprego. Cuidado: laranjas-baianas e salários-mínimos, pois é a soma de substantivo com adjetivo. Três ou mais palavras – se o segundo elemento for uma preposição, só o primeiro irá para o plural. Ex. pé-de-moleque = pés-de-moleque / pimenta-do-reino = pimentas-do-reino / mula-sem-cabeça = mulas-sem-cabeça. Cuidado: Se o primeiro elemento for invariável, o substantivo todo ficará invariável. P. ex. fora-da-lei, fora-de-série. Se o segundo elemento não for uma preposição, só o último irá para o plural. Ex. bem-te-vi = bem-te-vis / bem-me-quer = bem-me-queres.

19 Verbo + verbo - se os verbos forem iguais, alguns gramáticos admitem ambos no plural, outros, somente o último. Ex. corre-corre = corres-corres ou corre-corres. Se os verbos possuírem significação oposta, ficam invariáveis. Ex. o leva-e-traz = os leva-e-traz Palavras Repetidas ou Onomatopéia - somente o último irá para o plural. Ex. tico-tico = tico-ticos / tique-taque = tique- taques. Substantivo composto iniciado por Guarda - formando uma pessoa: Ambos irão para o plural. Ex. guarda-urbano = guardas-urbanos / guarda-noturno = guardas-noturnos.

20 Formando um objeto: somente o último irá para o plural. Ex. guarda-pó = guarda-pós / guarda-chuva = guarda-chuvas. Sendo o segundo elemento invariável ou já surgindo no plural: Ficam invariáveis. O mesmo acontece com os substantivos iniciados por porta.Ex. o guarda-costas = os guarda-costas / o porta-jóias = os porta-jóias. Substantivos que admitem mais de um plural - fruta-pão = frutas-pães, fruta-pães, frutas-pão, guarda-marinha = guardas-marinhas, guarda-marinhas padre-nosso = padres- nossos, padre-nossos.


Carregar ppt "SUBSTANTIVO Substantivo é tudo o que nomeia as "coisas" em geral. Substantivo é tudo o que pode ser visto, pego ou sentido. Palavras que dão nomes aos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google