A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CAUSAS Pelo quadro clínico: Parestesias Fraqueza muscular Oligúria (IRA não oligúrica) Poliúria (IRC e IRA não oligúrica) Arritmias (T pontiguda, alargamento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CAUSAS Pelo quadro clínico: Parestesias Fraqueza muscular Oligúria (IRA não oligúrica) Poliúria (IRC e IRA não oligúrica) Arritmias (T pontiguda, alargamento."— Transcrição da apresentação:

1 CAUSAS Pelo quadro clínico: Parestesias Fraqueza muscular Oligúria (IRA não oligúrica) Poliúria (IRC e IRA não oligúrica) Arritmias (T pontiguda, alargamento de P e QRS, BAV total) TRATAMENTO CORREÇÃO DO DISTÚRBIO PRIMÁRIO Gluconato de cálcio a 10%: 10 ml EV em 2 a 3 minutos, repetir em 5 minutos SN (para antagonizar o efeito eletrofisiológico da hipercalemia). ação imediata; duração 1 hora. Em pacientes que tomam digitálicos: diluir 10 ml de gluconato da cálcio a 10% em 100 ml de SG5% e infundir em 20 a 30 minutos MEDIDAS QUE PROMOVEM A ENTRADA DE K NA CÉLULA Glicose 50% 100 ml + Insulina simples 10 U EV 5-10 min. início de ação 30 min. pico de ação em 60 min. duração de 4 a 6 horas. Cuidado: hipoglicemia. Bicarbonato de sódio: Peso x 0,3 x (24-HCO3) EV 15 a 20 min. (metade da dose) início de ação 5-10 min, duração 2 horas cuidado com edema pulmonar, convulsão e tetaniahipocalcemia β2-adrenérgico: inalação 10 mg de salbutamol em 5 ml de SF, pico de ação em 90 min. 0,5 mg de salbutamol em 100 ml SG 5% EV, em 15 minutos, pico de ação em 30 min. Cuidados: taquicardia, arritmia, angina. MEDIDAS DE ESPOLIAÇÃO DE K Diuréticos Florinef (mineralocorticóide) 0,1 a 0,2 mg/dia VO Cuidado com a retenção de sódio (hipertensão e edema) Sorcal (resina que troca cálcio por potássio) 15 a 30 gr VO 6/6hs início de ação 1-2 horas, duração 6 horas DIÁLISE IATROGÊNICA: Transfusão de sangue estocado Altas doses de penicilina potássica, citrato de potássio, KCl (em pacientes c/ insuficiência renal) Soluções de preservação de órgãos para transplante TIPO HIPERCALEMIA POR EXCESSO DE OFERTA Insuficiência renal aguda Insuficiência renal crônica Hipoaldosteronismo: Doença de Addison Hipoaldosteronismo hiporreninêmico: Nefropatia diabética, Anemia falciforme,Lupus Acidose tubular renal tipo IV drogas: inibidores da ECA, antagonistas do receptor de angiotensina II,antiinflamatórios Diuréticos retentores de potássio Trimetoprim CsA HIPERCALEMIA DE CAUSA RENAL DIAGNÓSTICO HIPERCALEMIA POR REDISTRIBUIÇÃO Pelo quadro laboratorial K plasmático > 5,0 mEq/L (p/ definição) Causa renal IRC: GTTK* <5 Induzido por drogas e hipoaldosteronismo GTTK<3 Redistribuição GTTK>8 (se função renal normal) Osmol. urina/Osmol. plasma Acidose metabólica Deficiência insulínica Uso de beta-bloqueadores Síndrome do esmagamento ( crush syndrome ) Rabdomiólise Hemólise Quimioterapia de neoplasias Pesquisar também: Aumento de uréia e creatinina no plasma (possível insuficiência renal) Acidose metabólica (Addison, insuf renal) Hemoglobina livre (hemólise) Rabdomiólise (mioglobina) FISIOPATOLOGIA O extracelular (EC) está aumentado, enquanto o intracelular (IC) está normal ou pouco aumentado. A excreção renal pode estar normal ou aumentar após algumas horas, se a função renal estiver preservada Tanto o extracelular (EC) quanto o intracelular (IC) estão aumentados. Há uma tendência à retenção renal de K (excreção de K normal em face de uma hipercalemia ou até mesmo excreção de K diminuída) O extracelular (EC) está aumentado, enquanto o intracelular (IC) pode estar discretamente diminuído. A excreção renal pode estar normal ou aumentar após algumas horas, se a função renal estiver preservada * GTTK = K urina/K plasma


Carregar ppt "CAUSAS Pelo quadro clínico: Parestesias Fraqueza muscular Oligúria (IRA não oligúrica) Poliúria (IRC e IRA não oligúrica) Arritmias (T pontiguda, alargamento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google