A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Materiais e Forças de Atrito Luiz Antônio Righi. Modelagem do veículo Formas de projeto: – Tentativa e erro – Projeto pré-determinado – Modelagem e experimentação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Materiais e Forças de Atrito Luiz Antônio Righi. Modelagem do veículo Formas de projeto: – Tentativa e erro – Projeto pré-determinado – Modelagem e experimentação."— Transcrição da apresentação:

1 Materiais e Forças de Atrito Luiz Antônio Righi

2 Modelagem do veículo Formas de projeto: – Tentativa e erro – Projeto pré-determinado – Modelagem e experimentação científica Os três tipos se aplicam no EVE Vamos destacar a metodologia científica Começa pela quantificação das forças e propriedades dos materiais

3 Materiais e técnicas Ferro, alumínio, madeira, bambu, plástico … Resistência dos materiais Propriedades: densidade, opacidade … Técnicas de trabalho – Corte – Furos, parafusos e rebites – Soldagem …. – Nós, emendas e colagens ….

4 Pesagem do EVE Pode-se pesar um EVE de duas maneiras: – Após construir e término do projeto; ou, – Antes de iniciar a construir o protótipo. A pesagem de projeto é a mais importante, e pode ser feita com uma tabela, que pode ser de conhecimento de toda a equipe, pois quanto mais cabeças pensando, maior é a chance de obter um bom resultado!tabela

5 Arraste Aerodinâmico (Aerodinamic Resistance) Hummer H2 SUV, C D =0,64 C D = 0,07

6 Fundamentos de mecânica dos fluidos Força = pressão x área Força de sustentação L Força de arraste D (drag) C D =coef. de arraste

7 Arraste aerodinâmico Objeto CDCD Aerofólio0,05 Toyota Camry0,28 Ford Focus0,32 Honda Civic0,36 Ferrari Testarossa0,37 Dodge Ram pickup0,43 Esfera0,45 Hummer H2 SUV0,64 Bicicleta0,90 Pára-quedas (horizontal)1,0 Placa Plana Circular1,12

8 Simulação no ANSYS:

9 Sobre o arraste: Dependente dos acabamentos e detalhes Podem ser feitos Maquetes ou Mock-ups para ensaios em túneis de vento Podem ser feitos testes de campo (+ eficaz) Considerou-se o modelo em que a força é dependente do quadrado da velocidademodelo

10 Atrito de Rolagem (Rolling Resistance) Pneu Verde: Por oferecer menor resistência à rolagem, ele contribui, em média, para uma redução de 5% no consumo e de até 15% na emissão de gás carbônico (CO2). A diferença principal está na aplicação de sílica na borracha, no lugar do costumeiro negro de carbono. No aspecto ecologicamente correto, esta sílica é extraída da casca do arroz. (http://extra.globo.com/noticias/economia/atrito-de- leve html#ixzz31poks9kp)http://extra.globo.com/noticias/economia/atrito-de- leve html#ixzz31poks9kp

11 Sobre o atrito nos pneus: Como é possível que um pneu tendo apenas 30 lb/pol² de pressão consiga suportar um carro com mais de 1 tonelada? Qual a força necessária para que um pneu role na rodovia? Qual é a perda num pneu? Por que os pneus esquentam quando o carro se movimenta, e quais os problemas decorrentes disto?

12 Força que um carro necessita para impulsionar seus pneus na estrada? Se a massa do carro for 1814 kg e os pneus tenham um coeficiente de atrito de rolamento igual a 0,015, – a força é igual a 1814 x 0,015, ou seja 27,21 kgf. A potência correspondente a esta força é igual à força vezes a velocidade. – A 121 km/h os pneus estão usando 11,8 cv – A 89 km/h os pneus consomem 8,7 cv. Toda esta potência está sendo transformada em calor. A maioria vai para os pneus, mas parte dela vai para a estrada (o pavimento também se deforma um pouco quando o carro rola sobre ele). É uma das maiores perdas de um EVE.perdas de um EVE

13 Contato pneu-solo Examine os pneus de um carro, e note que eles, de fato, não são perfeitamente arredondados. Existe um lugar plano na base onde os pneus se apoiam na pista. Este local plano é denominado contato pneu-solo. O pneu com pouca pressão, ou sobrecarregado, é menos arredondado do que o pneu inflado adequadamente.

14 Coeficiente de atrito de rolamento Tipo de pneu Coeficiente de atrito de rolamento Pneus com baixa resistência de rolamento 0, ,01 Pneus comuns para automóveis 0,015 Pneus de caminhão0, ,01 Roda de trem0,001 Pneu comum bicicleta BMX 0,0055 Pneus PAC CAR II (6 bar)0,00081

15 Rolling resistance of bike tires

16 Medição do atrito de rolagem Fazer algum protótipo bem simples (sem motor, sem carenagem...) Colocar e testar os freios, de preferência! Pesar o veículo com piloto (massa bruta) Escolher uma trajetória ( descidinha ) qualquer Monitorar o percurso (tempo x distância), com reed switch e microproc. Simular e ajustar o gráfico para o C r. Simular e ajustar o gráfico para o C r Este teste já inclui geometria!!


Carregar ppt "Materiais e Forças de Atrito Luiz Antônio Righi. Modelagem do veículo Formas de projeto: – Tentativa e erro – Projeto pré-determinado – Modelagem e experimentação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google