A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Distribuição do Índice de Massa Corporal em Portugal Continental (Resultados Preliminares) Isabel do Carmo Galvão Teles Luís Medina Lima Reis Mário Carreira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Distribuição do Índice de Massa Corporal em Portugal Continental (Resultados Preliminares) Isabel do Carmo Galvão Teles Luís Medina Lima Reis Mário Carreira."— Transcrição da apresentação:

1 Distribuição do Índice de Massa Corporal em Portugal Continental (Resultados Preliminares) Isabel do Carmo Galvão Teles Luís Medina Lima Reis Mário Carreira José Camolas Osvaldo Santos Lisboa, 29 de Setembro de 2004

2 Introdução Epidemia Global do Séc. XXI

3 Objectivos do estudo Determinar a prevalência de excesso de peso e de obesidade na população de Portugal continental. Determinar a distribuição da relação cintura- anca Estudar a tendência evolutiva do IMC desde o último estudo populacional (Carmo et al., 1995).

4 Método Observacional Transversal Descritivo Entrevista face-a-face estruturada (mediada por questionário)

5 Amostra Amostra aleatória representativa da população nacional continental de adultos ( anos) Estratificada por: Sexo Idade Distrito de residência Procedimento multi-etápico Escolha aleatória da área geográfica Escolha dos agregados por random route Unidade amostral: todos os adultos (18-64) do agregado (Período de recolha de dados: Janeiro 2003 a Junho 2004)

6 Instrumento de Recolha de Dados Variáveis demográficas: Sexo Idade Situação familiar Habilitações literárias Situação profissional Actividade profissional Avaliação de actividade física regular Questionário de Actividade física Habitual de Baecke Hábitos tabágicos

7 Instrumento de Recolha de Dados

8 Peso e altura auto-reportados Medição de indicadores antropométricos Instrumento de Recolha de Dados IMC (kg/m2) Baixo peso 18,5 Normal18,5 – 24,9 Excesso de peso 25,0 Pré obesidade25,0 – 29,9 Obesidade Grau I30,0 – 34,9 Obesidade Grau II35,0 – 39,9 Obesidade Grau III 40,0 Perímetro da cintura Perímetro da anca Peso (balança digital) Altura

9 Hábitos Alimentares Questionário de frequência alimentar Instrumento de Recolha de Dados

10 Características da amostra Mulheres (n=2931), % Homens (n=2192), % Total (N=5124), % Idade 18 – – – – – – (4.8) 30.4 (23.5) 23.9 (22.8) 19.0 (21.4) 14.5 (18.8) 6.9 (8.7) 3.5 (5.1) 24.0 (24.8) 21.3 (23.3) 20.7 (21.2) 18.7 (17.7) 11.9 (7.9) 4.5 (5.0) 27.7 (24.1) 22.8 (23.0) 19.7 (21.3) 16.3 (18.3) 9.1 (8.3) Média Mediana Moda Desvio padrão Situação Familiar Solteiro Casado/em união de facto Divorciado/separado Viúvo (Censos 2001)

11 Características da amostra (1)Nível Baixo: até ao 6 º ano (inclusivé) Nível Médio Baixo: entre o 7º e o 9 º anos Nível Médio Alto: entre o 10º e o 12 º anos Nível Superior: mais do que o 12 º ano % Mulheres (n=2931) Homens (n=2192) Total (N=5124) Habilitações literárias Nível Baixo Nível Médio Baixo Nível Médio Alto Nível Superior Situação profissional A trabalhar Estudante Serv. Militar Obrigatório Reformado/pensionista Dona/o de casa Desempregado/a A tempo inteiro Part-time

12 Cobertura por distrito Bragança Évora Leiria Santarém Beja Aveiro Braga Setúbal Porto Castelo Branco Faro Coimbra Portalegre Lisboa Guarda Viana do Castelo Viseu Vila Real 100.0% 99.6% 92.3% 78.3% 53.2% 52.1% 44.0% 42.7% 40.3% 36.9% 31.8% 30.9% 30.2% 25.0%

13 Índice de Massa Corporal (kg/m 2 ) Mulheres (n= 2931), % Homens (n= 2192), % Total (N= 5124), % IMC Baixo peso Normal Pré-obesidade Obesidade I Obesidade II Obesidade III 3.6 * 50.0 ** 31.9 ** 11.4 ** 2.3 ** ** 40.4 ** ** ** 45.9 ** 37.1 ** 12.1 ** 1.8 * 0.6 IMC subjectivo Baixo peso Normal Pré-obesidade Obesidade I Obesidade II Obesidade III

14 Variação do IMC médio com a idade (N = 5124)

15 Categorias do IMC por grupos etários (N = 5124)

16 Relação Cintura - Anca Mulheres (n= 2931 ), % Homens (n= 2192 ), % Total (N=5124), % Perímetro da cintura: Risco aumentado Risco muito aumentado (80): 41.7 (88): 16.8 (94):47.8 (102): Distribuição ginóide Relação cintura/anca = 1 Distribuição andróide

17 IMCs e idade: aval. subjectiva e objectiva (N = 5124) Diferença peso objectivo e subjectivo MulheresHomensTotal Média Mediana Desvio padrão Mínimo Máximo

18 Prevalência de IMC: 1995 e 2004

19 Discussão Este é o 2º estudo feito a nível nacional em Portugal relativo a prevalência de IMC (replicando o de 1995) Os dados são ainda preliminares – algumas áreas geográficas ainda não suficientemente representadas A prevalência das categorias de IMC não variou muito nos dois momentos de avaliação (1995 e 2004) A prevalência de obesidade continua a ser elevada em Portugal, reforçando a necessidade de definição de estratégias preventivas a nível populacional


Carregar ppt "Distribuição do Índice de Massa Corporal em Portugal Continental (Resultados Preliminares) Isabel do Carmo Galvão Teles Luís Medina Lima Reis Mário Carreira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google