A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RESPIRAR, DE NOVO Restauração do Cheonggyecheon Seul, Coréia do Sul, 2002/2005 aU, setembro, 2013 Peter G. Rowe, texto Jean Chung, fotos Conforto Térmico.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RESPIRAR, DE NOVO Restauração do Cheonggyecheon Seul, Coréia do Sul, 2002/2005 aU, setembro, 2013 Peter G. Rowe, texto Jean Chung, fotos Conforto Térmico."— Transcrição da apresentação:

1 RESPIRAR, DE NOVO Restauração do Cheonggyecheon Seul, Coréia do Sul, 2002/2005 aU, setembro, 2013 Peter G. Rowe, texto Jean Chung, fotos Conforto Térmico – Clima Urbano – 2ª AED Prof. António Manuel Fernandes

2 Conforto Térmico – Clima Urbano – 2ª AED Estendendo-se por 6 km pelo centro da cidade, os trabalhos começaram em 1958 – e significavam, essencialmente, sepultar o rio. (...) Entre 1967 e 1976, então, a Via Expressa Elevada Cheonggyecheon foi construida. (...) No período de pico de utilização, as vias chegavam a receber cerca de 120 mil veículos diariamente (estima-se que passem 80 mil pelo Minhocão em São Paulo) De 2000 a 2001, ficou claro que a via expressa era insustentável. Com discussões periódicas que datavam desde os anos de 1990, a ideia de demolir toda a via e restaurar o Cheonggyecheon como um córrego aberto, uma via de recreação e uma grande oportunidade de melhorias de meio ambiente, além de uma área de conservação histórica e uma engrenagem para a revitalização econômica, ganhou impulso Restauração do Cheonggyecheon

3 Prof. António Manuel Fernandes Conforto Térmico – Clima Urbano – 2ª AED Oito anos depois: a história e os efeitos da derrubada de vias elevadas e de leitos carroçáveis que chegaram a transportar 120 mil veículos diários, e soterravam o córrego Cheonggyecheon. Aberto, hoje o córrego é atração turística, passou a ser uma área de lazer aos habitantes e fez diminuir a temperatura no centro da cidade. O medo inicial de um tráfego insuportável nunca se materializou. Restauração do Cheonggyecheon

4 Conforto Térmico – Clima Urbano – 2ª AED Prof. António Manuel Fernandes Para poder implantar o projeto (reduzindo de 12 para 4 pistas de rolamento) o planejamento do sistema de circulação automóvel foi essencial: reconfiguração do sistema de ônibus, melhorias da circulação de carros e pedestres, maximização dos acessos ao metrô. Além disso também foi feita a consolidação do sistema de esgoto. Restauração do Cheonggyecheon

5 Prof. António Manuel Fernandes Conforto Térmico – Clima Urbano – 2ª AED Para evitar o tráfego maior, o governo proveu mais transporte público, metrô e um ônibus especial no centro – as linhas e estações de metrô estão sempre a menos de 1 km de distância uma da outra Restauração do Cheonggyecheon

6 Antes......depois! Sequência de implantação Conforto Térmico – Clima Urbano – 2ª AEDProf. António Manuel Fernandes temperatura média 38,2 °Ctemperatura média 32,3 °C Restauração do Cheonggyecheon

7 Prof. António Manuel Fernandes Conforto Térmico – Clima Urbano – 2ª AED Restauração do Cheonggyecheon Foram demolidas tanto as vias elevadas quanto o leito carroçável que encobria o rio, todos construidos durante o século 20 em governos seduzidos pela era do autmóvel. Abriu-se, em seguida, 20% a mais de espaço em largura para o córrego, levando em conta as cheias históricas em um período de 200 anos. O projeto demorou 27 meses e custou 280 milhões de dólares.

8 Prof. António Manuel Fernandes Conforto Térmico – Clima Urbano – 2ª AED Restauração do Cheonggyecheon O projeto transformou as condições climáticas do local, baixando o nível de poluição e a temperatura em até cinco graus durante o verão. Também estimulou o uso do espaço público, criou um local de interesse turístico e de conexão entre regiões antes separadas pela via expressa: teceu pontes históricas e novas, passagens para pedestres e vias que atravessam o parque e entram no tecido urbano da cidade, restaurando não apenas itens ambientais, mas também sociais.

9 Prof. António Manuel Fernandes Conforto Térmico – Clima Urbano – 2ª AED O efeito em rede do projeto de rastauração foi definitivamente positivo. Pesquisas confirmam uma grande aprovação pública da contribuição do Cheoggyecheon para a qualidade embiental da cidade, além de ter criado oportunidades de encontro e um novo estilo de vida. Pesquisas de monitoramento também mostram uma significante diminuição do efeito de ilha de calor na cidade, ao lado de habitats mais diversificados e fortes. Restauração do Cheonggyecheon A atividade econômica tem sido revivida, pelo menos em torno do distrito central de negócios (o Central Business District), e extremo leste, e a área de Dongdaemun, na parte central do projeto, nas quais uma vida noturna renovada e atrações levaram as pessoas de volta à cidade.


Carregar ppt "RESPIRAR, DE NOVO Restauração do Cheonggyecheon Seul, Coréia do Sul, 2002/2005 aU, setembro, 2013 Peter G. Rowe, texto Jean Chung, fotos Conforto Térmico."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google