A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tabagismo Escola Secundária de Vagos Práticas de Acção Social 2006/07 11ºAno.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tabagismo Escola Secundária de Vagos Práticas de Acção Social 2006/07 11ºAno."— Transcrição da apresentação:

1 Tabagismo Escola Secundária de Vagos Práticas de Acção Social 2006/07 11ºAno

2 Decidimos trabalhar o tema TABAGISMO, porque achamos que cada vez mais existem pessoas a fumar, principalmente jovens e adolescentes, não conhecendo ou ignorando os efeitos negativos deste vício maligno. Embora o marketing das tabaqueiras costume associar o acto de fumar ao fascínio e à sedução, ao divertimento e à beleza, a realidade é muito diferente dessa fantasia alimentada em espectáculos de moda, nos editoriais de revistas e na publicidade ao tabaco. A realidade nua e crua é que o tabaco pode arruinar a saúde, a felicidade e as relações pessoais. Um motivo para o optimismo reside no facto de deixar de fumar se revelar inegavelmente benéfico. Introdução….

3 O que é o Tabagismo? O Tabagismo é uma toxicomania caracterizado pela dependência psicológica do consumo de tabaco.

4 Constituição do Tabaco: O tabaco é constituído por: nicotina, monóxido de carbono e alcatrão. Quando um cigarro é aceso algumas substâncias são inaladas pelo fumador e outras difundem-se pelo ambiente. Essas substâncias são nocivas à saúde. O fumo do cigarro é constituído por quase 5 mil substâncias tóxicas, dessas substâncias 80 são cancerígenas, a nicotina, o monóxido de carbono e o alcatrão são algumas dessas substâncias.

5 Efeitos do Tabaco no ser humano: – No aparelho respiratório, 90% dos cancros são devidos ao tabaco. – No aparelho circulatório, a angina de peito, o enfarte do miocárdio, a hipertensão arterial e o acidente vascular cerebral são algumas das doenças mais frequentes. – Na área otorrinolaringologia, 65% dos cancros da boca são devidos ao tabaco bem como a diminuição do olfacto e tendência para rouquidão. – No aparelho urinário, o tabaco pode provocar cancro da bexiga. – Ao nível sanguíneo, provoca alterações da coagulação. – Na mulher o tabaco aumenta o risco de cancro do colo do útero e em combinação com a toma da pílula contraceptiva, aumenta o risco de trombose venosa. – No recém nascido o tabagismo da mãe aumenta o risco de malformações do feto, parto prematuro, baixo peso ao nascer e síndrome de morte súbita.

6 Prevenção: A equipa tem aqui um papel importante na prevenção pois o ideal é não começar a fumar. A promoção da saúde deve começar cedo na escola e nos locais de trabalho. É pouco frequente o hábito de fumar durante a infância. A prevenção primária durante a infância e a adolescência será essencial para reduzir o número de fumadores. Os jovens treinados para resistirem à pressão social, os que sabem das dificuldades em deixar de fumar e os que conhecem as consequências do tabagismo para a saúde, têm maior probabilidade de não começar a fumar. A prevenção contra o tabagismo inclui a prevenção da iniciação ao hábito de fumar, a eliminação das fontes de exposição involuntária ao fumo do tabaco, e o apoio/promoção aos programas de abandono do tabaco. Isto implica que, para além do médico, têm responsabilidades nesta área as forças culturais, sociais e políticas.

7 O tabagismo é a principal causa de impotência sexual entre os jovens, pois provoca uma diminuição do fluxo de sangue ao pénis e pode danificar as válvulas que contribuem para a manutenção da erecção. O tabagismo parece ter profundos efeitos nas hormonas sexuais, responsáveis pelas diferenças sexuais entre homens e mulheres. Ao que tudo indica, as toxinas presentes no fumo do tabaco alteram o metabolismo das hormonas sexuais. Está provado que o fumo do tabaco é igualmente prejudicial aos testículos, os órgãos responsáveis pela produção do esperma. Os homens fumadores, em comparação com os não fumadores, apresentam um maior número de espermatozóides com deficiências e malformações, além de que a qualidade do esperma dos primeiros é inferior à dos segundos. Os homens e o tabagismo:

8 Nas mulheres fumadoras, o equilíbrio entre hormonas femininas e masculinas parece sofrer alterações. Em consequência, as fumadoras têm maior propensão a desenvolverem um corpo masculinizado, com armazenamento de gordura a nível do abdómen, mais do que nas ancas e no busto. Este afastamento das formas femininas clássicas está associado a um maior risco de diabetes e doenças cardíacas. A diminuição dos níveis de actividade das hormonas femininas pode trazer ainda outras consequências. Aparentemente, as jovens fumadoras têm períodos menstruais mais dolorosos ou irregulares. Existe também um risco acrescido de menopausa precoce: em média, as fumadoras entram na menopausa dois anos mais cedo do que as não fumadoras. As mulheres e o tabagismo Se bem que a maioria das pessoas esteja ciente do facto de que fumar provoca o cancro do pulmão, poucas jovens fumadoras sabem que correm maiores riscos de desenvolver um tumor do colo do útero, o canal que une o útero à vagina. A investigarão indicou que, entre as fumadoras, as células infectadas por este vírus são três vezes mais propensas a evoluir para um carcinoma cervical maligno, a forma mais mortal desta doença. Um motivo para optimismo é que deixar de fumar se revela inegavelmente benéfico. Nas mulheres que ainda não sofrem de cancro, o nível de risco volta rapidamente à normalidade, enquanto naquelas às quais foi diagnosticado um cancro, o mais provável é que o tratamento alcance êxito se deixarem de fumar.

9

10 Fumar provoca envelhecimento prematuro tanto nos homens como nas mulheres. Os fumadores são propensos a desenvolver mais precocemente rugas na face e vincos à volta dos lábios, bem como os chamados pés-de-galinha, pois quando inalam o fumo do cigarro franzem o rosto, na tentativa de evitar que o fumo lhes irrite os olhos. Com o tempo, as extremidades que protegem os cromossomas, os quais contêm os materiais genéticos das células, vão-se degradando e entrando em erosão. Embora este processo esteja associado ao decurso normal do envelhecimento, um estudo recente demonstrou que é muito mais rápido nos fumadores. É provável que tal envelhecimento acelerado afecte globalmente o organismo de um fumador. Homens, mulheres... e tabagismo Ao constituírem família, os fumadores são igualmente mais propensos a depararem com problemas. As mulheres fumadoras demoram mais tempo a engravidar e a infertilidade é duas vezes mais frequente entre as fumadoras do que entre as não fumadoras. Também para os casais de fumadores que têm problemas de fertilidade e necessitam de recorrer a tratamentos de reprodução assistida, as notícias não são animadoras: tanto nos homens como nas mulheres, as taxas de sucesso são inferiores às dos não fumadores.

11 Diário de Noticias:

12 Tabaco aumenta 80% nos próximos quatro anos Diário de Noticias > Quarta-feira, 1 de Junho de 2005 > Sociedade Em 2009, o custo de um maço de cigarros será quase o dobro daquele que é pago hoje pelos fumadores. Segundo adiantou ontem o ministro da Saúde, o aumento do tabaco será gradual, chegando aos 80% daqui a quatro anos um maço que custa hoje 2,40 euros passará a ser vendido por 4,32 Tabaco aumenta 80% nos próximos quatro anos Diário de NoticiasQuarta-feira, 1 de Junho de 2005Sociedade Produto cancerígeno detectado em cigarros 'SG Ventil' e 'SG Filtro' Diário de Noticias > Quinta-feira, 18 de Novembro de 2004 > Sociedade As marcas SG Ventil e SG Filtro podem conter um pesticida potencialmente cancerígeno, segundo um estudo realizado pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP). Em resposta, a Tabaqueira responsável pela sua comercialização recusa responsabilidades, porque não Produto cancerígeno detectado em cigarros 'SG Ventil' e 'SG Filtro' Diário de NoticiasQuinta-feira, 18 de Novembro de 2004Sociedade Fumadores querem largar o tabaco Diário de Noticias > Segunda-feira, 7 de Março de 2005 > Sociedade A maioria dos fumadores regulares quer deixar de fumar, mas apenas três dos sete por cento que tentam fazê-lo sem ajuda profissional conseguem uma abstinência a longo prazo. Os números foram divulgados num estudo elaborado por Sofia Ravara, assistente de pneumologia do Hospital Fumadores querem largar o tabaco Diário de NoticiasSegunda-feira, 7 de Março de 2005Sociedade 500 Mil portugueses sofrem dos pulmões Diário de Noticias > Quarta-feira, 3 de Novembro de 2004 > Sociedade Há já quem lhe chame a «doença das sociedades industriais», ou «da civilização», por estar fortemente relacionada com a degradação das condições ambientais e, sobretudo, com o tabagismo. Conhecida vulgarmente pela sigla DPOC (doença pulmonar obstrutiva crónica), afecta 500 mil portugueses. 500 Mil portugueses sofrem dos pulmões Diário de NoticiasQuarta-feira, 3 de Novembro de 2004Sociedade

13 Portugueses são dos povos da UE que fumam menos Diário de Noticias > Sexta-feira, 18 de Novembro de 2005 > Sociedade Portugal é o país da União Europeia com menos fumadores e com a taxa mais elevada de pessoas que nunca fumaram. Para o presidente do Conselho de Prevenção do Tabagismo (CPT), Pais Clemente, estes dados são muito positivos, "mas ainda há muito para fazer. Portugueses são dos povos da UE que fumam menos Diário de NoticiasSexta-feira, 18 de Novembro de 2005Sociedade Descoberta molécula responsável pelo vício do tabagismo Diário de Noticias > Sexta-feira, 5 de Novembro de 2004 > Ultimas Investigadores da Califórnia manipularam um gene para criar ratinhos hipersensíveis à nicotina, descobrindo desse modo uma molécula responsável pelo vício do tabagismo. Descoberta molécula responsável pelo vício do tabagismo Diário de NoticiasSexta-feira, 5 de Novembro de 2004Ultimas Tabagismo Conselho critica nova legislação Diário de Noticias > Quarta-feira, 6 de Abril de 2005 > Sociedade Luís Lopes, membro do Conselho de Prevenção de Tabagismo (CPT), afirmou à Agência Lusa que esta entidade não foi ouvida sobre a nova lei, publicada na segunda feira, em Diário da República, que interdita a venda de tabaco a menores de 16 anos, entre outras medidas.Tabagismo Conselho critica nova legislação Diário de NoticiasQuarta-feira, 6 de Abril de 2005Sociedade Plano nacional de saúde específico para jovens Diário de Noticias > Quarta-feira, 30 de Março de 2005 > Sociedade Os jovens vão ser alvo de um programa específico de saúde pública. O documento começa hoje a ser discutido num seminário promovido pela Direcção Geral de Saúde (DGS) e tem como objectivo prevenir a doença na faixa etária dos 10 aos 24 anos.Plano nacional de saúde específico para jovens Diário de NoticiasQuarta-feira, 30 de Março de 2005Sociedade

14 Estudo diz que fumar em casa é mau exemplo para os filhos Pedro Antunes Pereira O consumo de tabaco pelos pais, particularmente no domicílio, constitui um factor de risco relacionado com o consumo de tabaco pelos filhos. A conclusão é de um estudo efectuado por dois investigadores da Universidade do Minho e um médico do Hospital de S. Marcos, junto de alunos do 3.º Ciclo das EB 2/3 do concelho de Braga. Os dados foram, ontem, apresentados no âmbito do primeiro encontro ibérico de prevenção e tratamento do tabagismo que está a decorrer no Hospital de S. Marcos, em Braga. O estudo pretendia determinar a relação entre o consumo de tabaco dos pais e dos filhos e determinar se o facto dos pais fumarem em casa constituiu um factor de risco acrescido relacionado com o consumo de tabaco pelos filhos.

15 O Hospital de S. Marcos, em Braga, acolhe a partir de hoje o primeiro encontro ibérico de prevenção e tratamento do tabagismo. Com duas associações a combater o vício no terreno, Braga parte para acções em que os números serão analisados, como a duplicação do caso de mulheres fumadoras, registado nos últimos tempos. O debate, propriamente dito, só se inicia amanhã, altura em que estará presente o ministro da Saúde, o presidente da ARS Norte e o director da sub-região de Saúde de Braga. "Consequências da exposição ao fumo passivo", "Tabagismo e asma em crianças e adolescentes" e "Mujer y tabaco" são alguns dos temas das sessões que contarão com especialistas de Portugal e Espanha. Na sexta debatem-se os factores associados ao consumo de tabaco na mulher. Encontro ibérico debate tabagismo

16 Dicas para Deixar de Fumar Os seguintes pontos são úteis a quem esteja considerando parar de fumar.: Tente. 70% das pessoas que, com persistência, procuraram parar de fumar conseguiram o seu intento. Esta é uma experiência internacional; Não desista diante de fracassos transitórios. A maioria das pessoas que conseguiu deixar de fumar não o conseguiu na primeira tentativa. Se tentou e voltou a fumar, tente de novo. Praticamente aqueles que não desistirem acabam sempre conseguindo o seu intento. Parar de fumar é meio como namorar. Quem muito namora acaba por casar. Para ter mais sucesso na tentativa de deixar de fumar, procure ler o que estiver ao seu alcance sobre tabagismo e saúde. O ser humano é inteligente e argumentos objectivos como os que hoje existem ilustrando a destruição da saúde pelo fumo, suscitam no seu interior uma reacção altamente desejável rumo à cessação procurada. Assista a conferências sobre o tema. Não tente parar progressivamente. Pare de uma só vez. Não há nenhum risco na cessação abrupta da prática tabagista. Por outro lado, a experiência com os que tentaram parar progressivamente é muito pouco alentada. Marque um dia que lhe seja conveniente. Avise a sua esposa, familiares, os seus amigos, companheiros de trabalho que a partir daquele dia não irá mais fumar. Isto cria um ambiente solidário que lhe vai seu útil. Dicas para Deixar de Fumar

17 Ao iniciar a abstinência, procure ingerir uma quantidade acima da média de líquidos. Evite bebidas estimulantes como café, chá preto e certamente o álcool. Aumente o número de banhos e procure engajar-se num programa regular de actividade física. O melhor exercício é a caminhada. A actividade física, além de neutralizar o desejo de fumar, é um excelente componente para manter a boa forma aeróbia. Não se preocupe com algum ganho de peso nas semanas subsequentes ao início da abstinência. Este pequeno aumento é normal e tende a desaparecer, ao natural, num prazo de seis meses. A regularidade dos exercícios físicos, mencionados no item anterior, é muito útil dentro da política de manutenção de um bom peso. 95% das pessoas que param de fumar conseguem o seu intento sem fazer uso de nenhum medicamento. Se já tentou várias vezes e não conseguiu poderá fazer uso de chicletes ou discos contendo nicotina. Eles ajudam a resistir à tentação de voltar a fumar, especialmente nas primeiras semanas depois da cessação. No caso de usar estes medicamentos, procure orientação médica. Eles não são úteis e são até por vezes arriscados se utilizados sem a presença do médico. Prof. Dr. Mário Rigatto Fonte: Página da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia Terapias Anti-fumo

18 Mensagens dirigidas aos jovens: Aprende a resistir às pressões para fumar; Recusar uma oferta é um direito; Fumar tem um impacto negativo (directo e indirecto) no ambiente; Não fumar é que está na moda; São várias as alternativas ao tabaco: conversar, ouvir música, passear, ler, namorar…

19 Gostámos muito de realizar este trabalho, apesar do quadro estar longe de ser tranquilizador quando o tabagismo lança a sua sombra sobre a vida e o amor que une as pessoas. Fumar prejudica quase todos os aspectos da nossa aparência, saúde e relações pessoais. Um motivo para optimismo é que, entre os jovens, muitos destes malefícios podem ser evitados ou mesmo vencidos. BASTA DEIXAR DE FUMAR! Este trabalho é dedicado às pessoas que gostamos muito, mas que são muito casmurras por não deixarem este vício e por continuarem a matar-se a elas próprias. Contudo, como amigas que somos, estamos aqui para vos apoiar nos bons e maus momentos! Encontramo-nos por aí…… Conclusão

20 – imagens Bibliografia

21 Trabalho realizado por: Adriana Reis nº1 Ana Santos nº 3 Tânia Cipriano nº12 11ºE


Carregar ppt "Tabagismo Escola Secundária de Vagos Práticas de Acção Social 2006/07 11ºAno."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google