A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 3- Impacto Ambiental da Conversão e Transporte da Energia 1 Profª Drª Maria de Fátima Ribeiro Raia - 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 3- Impacto Ambiental da Conversão e Transporte da Energia 1 Profª Drª Maria de Fátima Ribeiro Raia - 2012."— Transcrição da apresentação:

1 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 3- Impacto Ambiental da Conversão e Transporte da Energia 1 Profª Drª Maria de Fátima Ribeiro Raia

2 Tipos de Transporte de Energia e seus Impactos ao Meio Ambiente 2

3 3 1- Linhas de transmissão aberturas de estradas de acesso; implantação de um canteiro de obras; desobstrução da faixa de segurança e desmatamento para início das obras; escavações para fundações; montagem das estruturas; o acesso constante de pessoas estranhas para manutenção. estas atividades interferem na vida da população local, que muitas vezes não é beneficiada pela energia transportada

4 4 1.1 Efeitos dos campos elétricos e magnéticos o a existência de campos elétricos e magnéticos podem criar indução de tensão e corrente em objetos metálico próximos à rede elétrica; o estas tensões induzidas podem vir a causar a morte de animais e pessoas; o a presença destes campos podem produzir interações nocivas com organismos vivos expostos por muito tempo aos seus efeitos, quando são intensos na faixa de segurança; o o estudo da possível causa de câncer em seres humanos que vivem próximos à LTs (exposição prolongada), sob a ação de campos eletromagnéticos de baixa frequência, não chegou, ainda, a uma conclusão definitiva;

5 5 o o projeto deve respeitar condições de segurança, a uma distância mínima da linha, para garantir a ausência de perigo no manuseio de tais objetos metálicos. Exemplo cercas de arame farpado próximas às LTs devem ser seccionadas em pequenos trechos aterrados, sem ligação metálica entre si, impedindo a formações de tensões induzidas que podem causar a morte de pessoas e animais

6 6 1.2 Efeito corona o fenômeno relativamente comum em linhas de transmissão com sobrecarga. Devido ao campo elétrico muito intenso nas vizinhanças dos condutores, as partículas de ar que os envolvem tornam-se ionizadas e, como consequência, emitem luz quando da recombinação dos íons e dos elétrons. o produz ozônio e óxidos de nitrogênio quando uma corrente alternada de alta voltagem é descarregada no ar (ionização do ar), e podem contribuir para a redução da camada de ozônio; LT

7 7 o o efeito corona produz ruído sibilante audível, luz azulada, gerando insegurança e também; o gera uma perda de energia na LT. o efeito corona aparece na superfície dos condutores de uma LT

8 8 o é uma fonte de interferência eletromagnética de rádio frequência que pode gerar problemas de recepção em aparelhos de rádio e TV, causando incômodo para os moradores da região afetada; o efeito corona pode diminuir com o aumento do diâmetro dos condutores, e com a distância entre eles.

9 9 1.3 Transferências de potencial o as LTs e subestações estão sujeitas à ocorrências de curto circuito do tipo fase-terra, ocasionando elevação de potencial próximo às torres de transmissão e subestações; o potencial de toque, e o potencial de passo. o a corrente que flui para a terra no momento do curto circuito pode atravessar o corpo humano, podendo ocasionar a morte; o o efeito é relacionado com a resistividade do solo, a distância da pessoa até o lugar da falta e o dimensionamento do aterramento.

10 10 o projeto de LTs e de subestações deve considerar a segurança de pessoas que podem, por qualquer motivo, estar próximas às unidades energizadas no momento do curto circuito ou de descargas atmosféricas.

11 Comunidades sem atendimento o as LTs cruzam grandes distâncias e muitas vezes, regiões bastante carentes, onde, ainda, não existe energia elétrica; o as populações dessas regiões arcam com os impactos gerados pelas obras e não recebem os benefícios dessa energia. Exemplo comunidades próximas ao lago da Usina de Tucuruí além dos impactos do reservatório, as LTs passam próximas de suas casas, que continuavam até a pouco tempo, sem energia elétrica

12 Restrições em áreas agrícolas o as LTs e as subestações podem utilizar áreas produtivas, restringindo a utilização da terra; o isto é importante quando atinge pequenas propriedades submetidas à desapropriação de terras; o deslocando seus proprietários para outros locais, onde as condições de vida anteriores dificilmente serão reproduzidas; o com relação às subestações, também, existem outros impactos possíveis, como: o vazamento de óleos de transformadores; o ruídos audíveis; o efeitos estéticos, etc.

13 13 conjunto habitacional Nova Matinha Tucuruí - PA ocupação desordenada de Palmares/ Tucuruí/PA Geradoras de energia transformam a vida de comunidades próximas a lagos de hidrelétricas Projetos sociais melhoram a qualidade de vida dos moradores das regiões alagadas para a construção de reservatórios

14 14 vista aérea de Altamira (PA), próximo à construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu. empreendimentos de grande porte devem ser aproveitados como oportunidades únicas de alavancar o desenvolvimento nas localidades onde são implantados.

15 15 Belo Monte: Altamira espera pela criação de 10 mil empregos cidade na margem do Rio Xingu com cerca de 100 mil habitantes deve concluir Belo Monte com pelo menos o dobro da sua população

16 16 ver filme: Belo Monte Série Jornal Nacional Rede Globo Parte 2

17 17 2- Transporte de petróleo o os principais impactos causados pelo transporte de petróleo são devidos à vazamentos de petroleiros nos mares e oceanos; o esses vazamentos causam impactos negativos na fauna e na flora marítima, provocando a morte de muitos animais e vegetais. explosão em um petroleiro em águas sul- coreanas

18 18 o os vazamentos oriundos de dutos, apesar de menos impactantes, também, geram problemas ao meio ambiente; o existe o impactos causado pela construção do duto, tais como escavações e desmatamento das áreas a serem utilizadas; o para que os impactos causados por petroleiros sejam minimizados, os terminais marítimos devem possuir equipamentos, tais como: o barreiras de contenção; o barcos recolhedores de óleo; o coletores de óleo. o as operações de carga e descarga devem ser feitas por pessoal especializado e sujeito a constante treinamento;

19 19 o equipes de emergências devem estar prontas para qualquer chamado; o os dutos devem ser dotados de dispositivos de segurança, como válvulas de bloqueio, que impeça a passagem do óleo em caso irregular; o os dutos devem receber constante inspeção. para maior segurança das comunidades próximas, os dutos que passam por áreas urbanas, devem receber em seu projeto e construção um tratamento de prevenção redundante. superando as próprias normas que regulamentam este tipo de instalação

20 20 vazamento de óleo da Chevron na bacia de Campos em 2011 equipes trabalhando na limpeza das regiões afetadas

21 21 impacto positivo - dutos de petróleo viram viveiros de peixes acidente foi causado por uma perfuração nos dutos da estatal de petróleo mexicana, provocada por ação de ladrões em Texmelucan, a 90 quilômetros da Cidade do México 10/2010

22 22 3- Transporte de gás natural o os impactos causados pelo transporte de gás natural deve-se, principalmente, à escolha do traçado das redes de transporte e de distribuição; o são necessárias escavações e desmatamentos para abrir as áreas necessárias à construção do gasoduto, provocando impactos: o na fauna e flora locais; o alterações na paisagem; o nos recursos hídricos; o no patrimônio arqueológico; o possível deslocamento de pessoas.

23 23 o o transporte, também, pode ser feito em navios no estado liquido (-163ºC) a baixa pressão, o que representa um risco para a fauna e flora marinha, em caso de acidentes; o impacto causado pelo acesso das pessoas e dos materiais necessários ao processo, bem como para a manutenção do gasoduto; o impactos resultantes da possível alteração da qualidade do ar; o possíveis explosões. o impacto causado ao meio ambiente do transporte de gás natural pode ser considerado, em comparação aos demais como um dos menores

24 24 o gás natural também é transportado em navios no estado liquido (-163ºC) a baixa pressão

25 25 4- Transporte de hidrogênio o não há registros de impactos relacionados com a liberação do hidrogênio para atmosfera durante seu transporte, sendo ele um gás abundante na natureza, um recurso renovável e não poluente; o o maior problema refere-se, seja qual for o meio, na possibilidade de grandes vazamentos que podem resultar em explosões, expondo as pessoas a riscos.

26 26 5- Transporte de urânio o esta ligado a riscos para a saúde de pessoas em movimento nos arredores das cargas; no caso de exposições externas, mesmo que moderadas, à radiação; o o que podem resultar em aumento no risco de câncer; o no caso de um acidente com liberação de hexafluoreto de enxofre (UF 6 ), os risco para a saúde estariam relacionados à inalação de ácido fluorídrico (HF), e fluoreto de urânio (UF 4 ), produzidos pela reação do UF 6 com a umidade do ar; o a inalação de tais substâncias pode causar lesões nos rins ou até a morte. o o transporte de resíduos, provenientes do processamento do minério de urânio, da onde se extrai o óxido de urânio U 3 O 8 (yelowcake) e da operação de usinas nucleares, para depósito de lixo radioativo, pode causar grandes impactos, no caso de acidentes;

27 27 o o transporte do óxido de urânio U 3 O 8 (yelowcake), urânio processado (hexafluoreto de urânio UF 6 ) e resíduos radioativos quando feito por navios, gera riscos de poluição marinha, para a fauna marinha e a saúde humana afetando as vítimas pelos irreversíveis efeitos químicos. não existe ocorrência, mundialmente, de qualquer fatalidade envolvendo o transporte de material radioativo ou nuclear

28 28 carretas com urânio ver filme o transporte de urânio ocorrências com o transporte de urânio ( não foram consideradas como fatalidade)

29 29 ver filme: O Ciclo do Urânio - Capítulo 2 - Transporte

30 30 5- Transporte de carvão o os impactos devido à necessidade de redes rodoviárias e ferroviárias para o transporte de carvão são fatores decisivos na degradação ambiental; o o transporte de carvão da mina de beneficiamento e depois para o mercado consumidor ocorre por meio de teleféricos, correias transportadoras e caminhões; o tais etapas constituem fontes de poluição, com emissão de poeira (material particulado; o também, pode ser do transporte de rejeitos das usinas de beneficiamento para os depósitos. acidente envolvendo um caminhão que transportava carvão no Pará em 05/2011 esteira transportadora de minério de carvão do Porto do Pecém - CE até a Termelétrica Energia Pecém

31 31 a esteira que é responsável por levar o carvão até a fábrica de processamento, mede aproximadamente 16 km e tem a capacidade de transportar 1750 toneladas por hora. a mina de carvão Zibulo, África do Sul, tem a mais longa esteira transportadora do continente africano, que é acionada por conversores de frequência, um projeto da WEG

32 32 5- Transporte de biomassa o o impacto está relacionado ao seu impacto até as unidades geradoras; o para evitar a poluição do caminho do transporte: o é preferível que as unidades geradoras estejam no mesmo local de geração da biomassa; o se a biomassa é urbana, a geração deve ser feita no ambiente urbano; o evitando o transporte dos resíduos urbanos para áreas rurais, que ainda estão relativamente despoluídas. o do mesmo modo, que os resíduos urbanos, os resíduos rurais, usados como biomassa para a geração de energia, devem ser convertidos na mesma área de produção da biomassa;

33 33 o no caso de unidades geradoras situadas longe da fonte de biomassa, existirá os danos causados às estradas, quando o transporte é feito por caminhões no caso de acidentes e perdas pelo caminho. caminhão carregado de bagaço de cana tombou em Maringá – PR (03/2011) caminhão carregado com bagaço de cana tombou perto de Araraquara - SP


Carregar ppt "CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 3- Impacto Ambiental da Conversão e Transporte da Energia 1 Profª Drª Maria de Fátima Ribeiro Raia - 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google