A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Software Livre Elenilson Vieira Graduando em Ciência da Computação – UFPB Membro do Programa de Educação Tutorial - PET.Com João Pessoa, 28 de março de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Software Livre Elenilson Vieira Graduando em Ciência da Computação – UFPB Membro do Programa de Educação Tutorial - PET.Com João Pessoa, 28 de março de."— Transcrição da apresentação:

1 Software Livre Elenilson Vieira Graduando em Ciência da Computação – UFPB Membro do Programa de Educação Tutorial - PET.Com João Pessoa, 28 de março de 2008

2 2 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Roteiro da Apresentação Definição de Software Livre Definição de Software Livre Soft Livre x Gratuito Soft Livre x Gratuito Por que usar? Por que usar? Problemas em usar Software Proprietário Problemas em usar Software Proprietário Software Livre x Código Aberto Software Livre x Código Aberto Movimento Software Livre Movimento Software Livre Projeto GNU e a GNU GPL Projeto GNU e a GNU GPL GNU/Linux GNU/Linux Formas de lucrar com Soft Livre Formas de lucrar com Soft Livre Motivações para manter o código aberto Motivações para manter o código aberto

3 3 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 O que é software livre? É qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído sem nenhuma restrição (FSF) É qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído sem nenhuma restrição (FSF) A liberdade de tais diretrizes é central ao conceito A liberdade de tais diretrizes é central ao conceito Se opõe a outro conceito, o de software proprietário, mas não ao software que é vendido almejando lucro (software comercial). Se opõe a outro conceito, o de software proprietário, mas não ao software que é vendido almejando lucro (software comercial).

4 4 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 A maneira usual de distribuição de software livre é anexar a este uma licença de software livre, e tornar o código fonte do programa disponível A maneira usual de distribuição de software livre é anexar a este uma licença de software livre, e tornar o código fonte do programa disponível SL Notáveis: Linux, Open Office, GCC, KDE, Programas do Sistema GNU, Firefox, Konqueror, Java, PHP, Samba, Apache, etc. SL Notáveis: Linux, Open Office, GCC, KDE, Programas do Sistema GNU, Firefox, Konqueror, Java, PHP, Samba, Apache, etc. O que é software livre?

5 5 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Software Livre x Gratuito O fato de ser gratuito não implica em ser livre O fato de ser gratuito não implica em ser livre O gratuito é apenas um soft que você não precisa pagar (freeware) e o código fonte não está disponível O gratuito é apenas um soft que você não precisa pagar (freeware) e o código fonte não está disponível Usar o termo Software Livre somente para designar o fato de ser gratuito é um erro grosseiro Usar o termo Software Livre somente para designar o fato de ser gratuito é um erro grosseiro

6 6 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Por que usar Software Livre? É grátis! É grátis! É seu! É seu! Código fonte disponível para possíveis modificações pelo usuário Código fonte disponível para possíveis modificações pelo usuário Falhas são encontradas com mais facilidade e corrigidas quase que imediatamente, tornando-os mais confiáveis. Graças ao código aberto! Falhas são encontradas com mais facilidade e corrigidas quase que imediatamente, tornando-os mais confiáveis. Graças ao código aberto!

7 7 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Problemas em usar Soft Proprietário? Extremamente caros! Extremamente caros! Não é seu Não é seu Adquire-se apenas uma licença de uso e não o software em si Adquire-se apenas uma licença de uso e não o software em si O código fechado o deixa propício a falhas que não serão encontradas nem tão cedo e só o proprietário pode fazer modificações O código fechado o deixa propício a falhas que não serão encontradas nem tão cedo e só o proprietário pode fazer modificações Tantos outros que já conhecemos!!! Tantos outros que já conhecemos!!!

8 8 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Software Livre x Código aberto Não significam o mesmo? Não significam o mesmo? Quais as diferenças? Quais as diferenças? O que realmente O que realmente significam? significam?

9 9 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 O Movimento de Software Livre é um movimento social e o Movimento de Código Aberto é um Movimento voltado ao mercado O Movimento de Software Livre é um movimento social e o Movimento de Código Aberto é um Movimento voltado ao mercado Para o M.S.L. não é ético aprisionar conhecimento científico, que deve estar sempre disponível Para o M.S.L. não é ético aprisionar conhecimento científico, que deve estar sempre disponível O Código Aberto prega que o software desse tipo traz diversas vantagens técnicas e econômicas O Código Aberto prega que o software desse tipo traz diversas vantagens técnicas e econômicas Software Livre x Código Aberto

10 10 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Software Livre x Código Aberto A discordância básica do Open Source com a Free Software Foundation é a condenação que esta faz do software proprietário A discordância básica do Open Source com a Free Software Foundation é a condenação que esta faz do software proprietário Para a Open Source, existem muitos programadores que usam e contribuem para software livre, mas que ganham dinheiro desenvolvendo software proprietário e não consideram suas ações imorais Para a Open Source, existem muitos programadores que usam e contribuem para software livre, mas que ganham dinheiro desenvolvendo software proprietário e não consideram suas ações imorais

11 11 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Movimento de Software Livre Não tem um ponto de início, pois esse movimento já vem desde da época do Unix e do BSB Não tem um ponto de início, pois esse movimento já vem desde da época do Unix e do BSB Tem o que poderíamos chamar concretização, que foi em 1984, com a criação do Projeto GNU Tem o que poderíamos chamar concretização, que foi em 1984, com a criação do Projeto GNU

12 12 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Richard Stallman, criador do Projeto GNU Richard Stallman, criador do Projeto GNU Deixou seu emprego na AT&T para produzir um Sistema Operacional totalmente livre Deixou seu emprego na AT&T para produzir um Sistema Operacional totalmente livre

13 13 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Projeto GNU Acrônimo recursivo: GNU is Not Unix Acrônimo recursivo: GNU is Not Unix Tem seu inicio em 1984 onde seu líder abraçou a causa de produzir um Sistema Operacional totalmente livre Tem seu inicio em 1984 onde seu líder abraçou a causa de produzir um Sistema Operacional totalmente livre Inicialmente desenvolveram peças principais, como um compilador de C, editor de texto, etc. Inicialmente desenvolveram peças principais, como um compilador de C, editor de texto, etc.

14 14 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Daí surge uma pergunta a Stallman: Eu escrevo o código, deixo-o aberto, vem um esperto patenteia e diz que é dele, mas então, e ai? O que fazer? Daí surge uma pergunta a Stallman: Eu escrevo o código, deixo-o aberto, vem um esperto patenteia e diz que é dele, mas então, e ai? O que fazer? Surge a GNU GPL Surge a GNU GPL Projeto GNU

15 15 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 GNU GPL GNU General Public License (Licença Pública Geral GNU). GNU General Public License (Licença Pública Geral GNU). Permite que os programas sejam distribuídos e reaproveitados Permite que os programas sejam distribuídos e reaproveitados Mantém os direitos do autor por forma a não permitir que essa informação seja usada de uma maneira que limite as liberdades originais Mantém os direitos do autor por forma a não permitir que essa informação seja usada de uma maneira que limite as liberdades originais Não permite, por exemplo, que o código seja apoderado por outra pessoa, ou que sejam impostos sobre ele restrições que impeçam que seja distribuído da mesma maneira que foi adquirido Não permite, por exemplo, que o código seja apoderado por outra pessoa, ou que sejam impostos sobre ele restrições que impeçam que seja distribuído da mesma maneira que foi adquirido

16 16 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 As quatro liberdades da GPL Liberdade nº 0: A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito Liberdade nº 0: A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito Liberdade nº 1: A liberdade de estudar como o programa funciona e adaptá-lo para as suas necessidades. O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade Liberdade nº 1: A liberdade de estudar como o programa funciona e adaptá-lo para as suas necessidades. O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade

17 17 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 As quatro Liberdade da GPL liberdade nº 2: A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo liberdade nº 2: A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo liberdade nº 3: A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie deles. O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade liberdade nº 3: A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie deles. O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade

18 18 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Copyleft da GPL "Copyleft" é um trocadilho com o termo copyright" e cuja tradução aproximada significa deixamos copiar ou cópia permitida "Copyleft" é um trocadilho com o termo copyright" e cuja tradução aproximada significa deixamos copiar ou cópia permitida Um projeto (softwares ou outros trabalhos livres) sob a licença Copyleft requer que suas modificações, ou extensões do mesmo, sejam livres, passando adiante a liberdade de copiá-lo e modificá-lo novamente Um projeto (softwares ou outros trabalhos livres) sob a licença Copyleft requer que suas modificações, ou extensões do mesmo, sejam livres, passando adiante a liberdade de copiá-lo e modificá-lo novamente

19 19 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Copyleft da GPL Uma das razões mais fortes para os autores e criadores aplicarem copyleft é porque desse modo esperam criar as condições mais favoráveis para que um alargado número de pessoas se sintam livres de contribuir com melhoramentos e alterações a essa obra, num processo continuado Uma das razões mais fortes para os autores e criadores aplicarem copyleft é porque desse modo esperam criar as condições mais favoráveis para que um alargado número de pessoas se sintam livres de contribuir com melhoramentos e alterações a essa obra, num processo continuado Popularizado em 1988 quando Stallman associou-o a GPL Popularizado em 1988 quando Stallman associou-o a GPL

20 20 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 GPLv3 Edição revisada da GPL e publicada em 29 de junho de 2007, 16 anos após a publicação da versão 2 Edição revisada da GPL e publicada em 29 de junho de 2007, 16 anos após a publicação da versão 2 É uma forma de deixar mais explicito os termos da GPL É uma forma de deixar mais explicito os termos da GPL Distribuir software e depois limitar seus usos através de patentes nele implementadas é uma restrição adicional que, pela lei norte-americana, a GPLv2 já proibia de forma implícita Distribuir software e depois limitar seus usos através de patentes nele implementadas é uma restrição adicional que, pela lei norte-americana, a GPLv2 já proibia de forma implícita

21 21 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 GPLv3 Na GPLv3, a licença de patente passou a ser explícita Na GPLv3, a licença de patente passou a ser explícita O uso de patentes para impor restrições adicionais às liberdades viola a licença O uso de patentes para impor restrições adicionais às liberdades viola a licença O uso de assinaturas digitais para impedir a execução de versões modificadas do software GPL que acompanha dispositivos como o vídeo-cassete digital TiVo também é restrição adicional O uso de assinaturas digitais para impedir a execução de versões modificadas do software GPL que acompanha dispositivos como o vídeo-cassete digital TiVo também é restrição adicional

22 22 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 A GPLv3 esclarece que o usuário deve receber, juntamente com o código fonte, informação de instalação necessária para o pleno gozo das liberdades A GPLv3 esclarece que o usuário deve receber, juntamente com o código fonte, informação de instalação necessária para o pleno gozo das liberdades Terceirização não exime as partes do cumprimento das obrigações da GPL. Novell e Microsoft fecharam um acordo em que uma distribui o software e a outra impõe restrições, através do licenciamento restritivo de supostas patentes Terceirização não exime as partes do cumprimento das obrigações da GPL. Novell e Microsoft fecharam um acordo em que uma distribui o software e a outra impõe restrições, através do licenciamento restritivo de supostas patentes GPLv3

23 23 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Outras licenças Licença BSD Licença BSD MPL ou Mozilla Public License MPL ou Mozilla Public License Apache License Apache License

24 24 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Linux Não há como falar em software livre sem falar do mais famoso de todos.

25 25 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Criado por um jovem finlandês, Linus Tolvards Criado por um jovem finlandês, Linus Tolvards Chega a rede mundial de computadores em primeiro de setembro de 1991, as 0:01 horas, publicado pelo seu criador Chega a rede mundial de computadores em primeiro de setembro de 1991, as 0:01 horas, publicado pelo seu criador Linux

26 26 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Linux Tolvards pensou em Freax (Free), depois em Freak (sem o X do Unix), que significa raro, diferente. Enfim, decidiu- se por Linux! Tolvards pensou em Freax (Free), depois em Freak (sem o X do Unix), que significa raro, diferente. Enfim, decidiu- se por Linux! Em um primeiro momento, Linus não quis distribuí-lo gratuitamente, mas após muito pensar, decidiu por liberar seu código. Em um primeiro momento, Linus não quis distribuí-lo gratuitamente, mas após muito pensar, decidiu por liberar seu código.

27 27 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Linus Tolvards, criador do kernel Linux, e o seu representante, Tux. Linus Tolvards, criador do kernel Linux, e o seu representante, Tux.

28 28 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Linus decidiu usar a licença GNU GPL, para ele a mais adequada, até pelo fato de usar o compilador C distribuído pela empresa, a FSF (Free Software Foundation). Linus decidiu usar a licença GNU GPL, para ele a mais adequada, até pelo fato de usar o compilador C distribuído pela empresa, a FSF (Free Software Foundation). Em 1992 é lançada a versão 1.0. Em 1992 é lançada a versão 1.0. Linux

29 29 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Como dito anteriormente, Richard Stallman estava a produzir um Sistema Operacional totalmente livre, e em 1991, estava praticamente terminado, mas faltava uma parte extremamente importante, o Kernel Como dito anteriormente, Richard Stallman estava a produzir um Sistema Operacional totalmente livre, e em 1991, estava praticamente terminado, mas faltava uma parte extremamente importante, o Kernel Foi um casamento perfeito entre o Sistema GNU desenvolvido por Stallman e o kernel Linux desenvolvido pro Linus Foi um casamento perfeito entre o Sistema GNU desenvolvido por Stallman e o kernel Linux desenvolvido pro Linus Surge o GNU/Linux Surge o GNU/Linux GNU/Linux

30 30 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 GNU/Linux Mas seus usuários tornaram o Sistema GNU/Linux, como foi batizado pelo seu criador em apenas Linux, o que desagradou Stallman Mas seus usuários tornaram o Sistema GNU/Linux, como foi batizado pelo seu criador em apenas Linux, o que desagradou Stallman Ele acha que após tantos esforços de fazer um S.O. totalmente livre, chamá-lo apenas de Linux esconde seus verdadeiros criadores Ele acha que após tantos esforços de fazer um S.O. totalmente livre, chamá-lo apenas de Linux esconde seus verdadeiros criadores Linus acha que não há problemas em chamá-lo de Linux apenas, e assim segue a discórdia até os dias atuais Linus acha que não há problemas em chamá-lo de Linux apenas, e assim segue a discórdia até os dias atuais Os projetos deram-se bem, seus criadores não! Os projetos deram-se bem, seus criadores não!

31 31 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Como ganhar dinheiro com software livre? Com tantas restrições, como farei para lucrar? Com tantas restrições, como farei para lucrar? Após tanto trabalho desenvolvendo o código, coloco-o em aberto e ai? Após tanto trabalho desenvolvendo o código, coloco-o em aberto e ai? O que eu ganho com isso? O que eu ganho com isso?

32 32 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 O que ocorre em caso de problemas? O que ocorre em caso de problemas? É possível a correção imediata desses problemas com softwares proprietários? É possível a correção imediata desses problemas com softwares proprietários? A empresa RedHat obteve uma valorização fantástica no primeiro dia em que teve suas ações comercializadas na bolsa de valores A empresa RedHat obteve uma valorização fantástica no primeiro dia em que teve suas ações comercializadas na bolsa de valores Dois de seus proprietários são hoje bilionários (em dólares) devido a esta valorização fantástica. Dois de seus proprietários são hoje bilionários (em dólares) devido a esta valorização fantástica. Como ganhar dinheiro com software livre?

33 33 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Motivações em manter em código aberto Você obterá reconhecimento por ser o desenvolvedor de um programa importante Você obterá reconhecimento por ser o desenvolvedor de um programa importante Muitos o farão uso muito rapidamente, corrigindo falhas e tornando seu programa ainda melhor Muitos o farão uso muito rapidamente, corrigindo falhas e tornando seu programa ainda melhor Manter seu código proprietário pode trazer insatisfação em caso de problemas, você não pode não dá conta de tanta assistência necessitada, fazendo que seu programa caia em desuso Manter seu código proprietário pode trazer insatisfação em caso de problemas, você não pode não dá conta de tanta assistência necessitada, fazendo que seu programa caia em desuso

34 34 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Motivações em manter em código aberto Linus atualmente mora no conhecido Vale do Silício nos EUA e com certeza, tem muito dinheiro, entretanto, manteve o Linux em código aberto Linus atualmente mora no conhecido Vale do Silício nos EUA e com certeza, tem muito dinheiro, entretanto, manteve o Linux em código aberto Para Tolvards deu certo, por que não para mim? Para Tolvards deu certo, por que não para mim?

35 35 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Um dos pontos mais importantes para mim é que qualquer um pode fazer a sua própria versão do Linux Um dos pontos mais importantes para mim é que qualquer um pode fazer a sua própria versão do Linux O melhor de manter em código aberto é que, daqui a cinco, dez, cinqüenta anos, o melhor Sistema Operacional do momento poderá tirar proveito do código fonte do Linux O melhor de manter em código aberto é que, daqui a cinco, dez, cinqüenta anos, o melhor Sistema Operacional do momento poderá tirar proveito do código fonte do Linux Linus Tolvards

36 36 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Filmes Recomendados The Code, Linux The Code, Linux Revolution OS Revolution OS Piratas do Vale do Silício Piratas do Vale do Silício

37 37 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 ENSOL II Encontro de Software Livre da Paraíba

38 38 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 ENSOL Organizado pelo grupo G/LUG-PB (www.glugpb.org.br) Organizado pelo grupo G/LUG-PB (www.glugpb.org.br)www.glugpb.org.br "Interatividade no Extremo", o ENSOL visa mostrar como as diversas comunidades criadas em torno do Software Livre interagem colaborativamente por um objetivo em comum "Interatividade no Extremo", o ENSOL visa mostrar como as diversas comunidades criadas em torno do Software Livre interagem colaborativamente por um objetivo em comum Público Alvo: Estudantes, Gerentes de Tecnologia da Informação, Acadêmicos, Secretarias Público Alvo: Estudantes, Gerentes de Tecnologia da Informação, Acadêmicos, Secretarias Realizar-se-a dias 2, 3 e 4 de maio de 2008 Realizar-se-a dias 2, 3 e 4 de maio de 2008

39 39 PET.Com - Elenilson Vieira Software Livre - Copyleft 2008 Bibliografia – AJEITAR - Software Livre: Bom, bonito e barato. Software Livre: Bom, bonito e barato. Por que usar software livre? Por que usar software livre? Pesquisa e desenvolvimento com software livre. Pesquisa e desenvolvimento com software livre. Software Livre no mundo globalizado. Penetração no mercado: Situação atual e tendências. Software Livre no mundo globalizado. Penetração no mercado: Situação atual e tendências. Por: Eduardo Marcel Macan e Rubens Queiroz de Almeida Por: Eduardo Marcel Macan e Rubens Queiroz de Almeida

40 A ciência em si não gera dinheiro, o sucesso vem como conseqüência de suas aplicações! Elenilson Vieira e o PET.Com agradecem a todos!


Carregar ppt "Software Livre Elenilson Vieira Graduando em Ciência da Computação – UFPB Membro do Programa de Educação Tutorial - PET.Com João Pessoa, 28 de março de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google