A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Repensando a Logística Alessandra 09-40003 Marcelo 09-46354 Mayara 09-13561 Michelle 09-46958 Renata 09-15319 053.03.08 Data: 03/05/09.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Repensando a Logística Alessandra 09-40003 Marcelo 09-46354 Mayara 09-13561 Michelle 09-46958 Renata 09-15319 053.03.08 Data: 03/05/09."— Transcrição da apresentação:

1 Repensando a Logística Alessandra Marcelo Mayara Michelle Renata Data: 03/05/09

2 Empresa que utiliza a logística: Integração e coordenação das atividades ao longo da cadeia logística; Coordenação com outras funções da empresa e com outros fatores externos; Como resultado tem-se diminuição dos custos e melhoria da qualidade do produto; Cliente recebe o produto correto,no tempo e quantidade que deseja. Empresa que não utiliza a logística : Tarefas são realizada nas empresas de forma separada e funcional: Falta de foco no cliente; Níveis de serviço abaixo do desejado; Custos de logística elevados; Capital empregado em estoques; Ciclos longos de produção e pouca flexibilidade.

3 Competição externa: diferentes fatores competitivos implicam diferentes objetivos de desempenho. Ciclo de vida do produto :devido ao desenvolvimento tecnológico,o ciclo de vida dos produtos diminuiu.É necessário inovação contínua da linha de produtos. Cliente mais exigente e informado :cada vez mais criteriosa a análise de qual opção mais lhe convém. Fatores de pressão da mudança o papel da logística

4 Racionalização da base de fornecedores : empresas estão reduzindo o número de fornecedores e construindo uma relação de confiança e parceria com esses fornecedores. Papel mais restrito dos distribuidores :as empresas necessitam replanejar suas estratégias de distribuição,de modo a depender menos dos distribuidores. Demanda por parcerias :aperfeiçoamento da relação simbiótica,em que há integração em todo o processo.Essa integração começa fechando elos com clientes e fornecedores e otimizando oportunidades de negócio.

5 Foco no futuro: - é agregar maior valor ao cliente por meio de melhorias das características e funções que atendam a suas necessidades, rápido tempo de resposta desde o atendimento do pedido até a integra do produto, flexibilidade para lidar com lotes pequenos e variados, disponibilidade do produto e um preço justo. Existe uma oportunidade real que é integrar processos por meio das fronteiras funcionais. Elo entre os dois Fornecedor Cliente As áreas de vendas, marketing, manufatura e logística deveriam participar da integração do elo com o cliente, assim como as áreas de suprimento, pesquisa e desenvolvimento, manufatura e logística deveriam trabalhar na integração do elo com os fornecedores.

6 Supply Chain: - É todo esforço envolvido nos diferentes processos e atividades empresariais que criam valor na forma de produtos e serviços para o consumidor final. O desempenho do supply chain depende de 4 fatores: Capacidade de resposta às demandas dos clientes; Qualidade de produtos e serviços; Velocidade, qualidade e timing da inovação nos produtos; efetividade dos custos de produção e entrega e utilização de capital. A gestão do supply chain se inicia na saída das matérias-primas dos fornecedores, passa pela produção, montagem e termina na distribuição dos produtos acabados aos clientes finais. As empresas líderes esperam com o supply chain grandes saltos em custos e produtividade e na qualidade dos serviços prestados.

7 Efficient Consumer Response (ECR) ou “Resposta Eficiente ao Consumidor” O ECR é uma iniciativa em que os fabricantes de produtos alimentares e não alimentares, varejo, atacado e demais facilitadores trabalham em conjunto para reduzir custos dessa cadeia logística integrada e trazer maior valor ao consumidor de supermercados (elo final dessa cadeia). O sistema que sustenta a ECR é um misto entre o sistema pull e o sincrônico. A relação entre fornecedor e cliente no ECR deve evoluir do tipo parceria para o tipo simbiótico marcado por relacionamento de confiança e unidade.

8 Estratégias do ECR: Introdução eficiente de produtos; Sortimento eficiente da loja; Promoção eficiente de produtos; Reposição eficiente de produtos. Ferramentas do ECR: Gerenciamento de categoria (para maximizar a eficiência e a lucratividade); Reposição contínua (metodologia just in time); Custeio baseado em atividade ( entender os custos e a rentabilidade); Benchmark das melhores práticas (comparação de performances entre empresas); Pedido acompanhado por computador (automação da emissão de pedidos e da movimentação das mercadorias).

9 ● Introdução eficiente do produto: 1º) Distribuidor e fornecedor concordam quanto ao produto a ser testado para a introdução; 2º) Preparação do teste; 3°) Implementação do teste; 4º) Avaliação; 5º) Decisão.

10 ● Sortimento eficiente da loja ▪ Ferramenta utilizada por estratégia é o Gerenciamento de Categoria. ▪ Visa reduzir o espaço que não agrega valor e o uso não comprovado do espaço da área de vendas. ▪ Objetivo final: aumentar a rotação de estoque dos produtos e incrementar o volume de vendas por metro quadrado. Perfil do cliente/ Tipo de produto Horário de compra (manhã, tarde, noite) Dia da semana de compra 2ªf.,3ªf.,4ªf. Congelados Frios Alimentos matinais Produtos de limpeza Bebidas

11 ● Promoção eficiente ► Para ser eficiente necessita: ▪ Ser simples ▪ Ser de fácil compreensão pelas pessoas que vão participar dela ▪ Início e final determinado ▪ Ser de curta duração ▪ Sustentar as vendas de uma linha de produtos ou de um produto ► Visa simplificar os acordos promocionais entre os integrantes da cadeia de distribuição e negociar um preço, chamado de desconto contínuo

12 ● Reposição eficiente ▪ Recebimento eletrônico na loja ▪ Sistema de inventário perpétuo ▪ Leitura por código de barra, no ponto-de-venda ▪ Pedido emitido por computador

13 Impedimentos à implantação rápida das práticas de ECR : ▪ Falta de comprometimento da cúpula das empresas em estimular mudanças nas práticas de negócios ▪ Falta de conhecimento dos parceiros e integrantes em potencial a respeito de oportunidades, benefícios e princípios do ECR ▪ Necessidade de investimento de tempo e recursos para levar cada novo parceiro à curva de aprendizado ▪ Tempo e custos altos para desenvolver e/ou adaptar versões de sistemas de informações ▪ Falta de gente com especialização técnica ▪ Sistemas de contabilidade e custos utilizados nas empresas que não medem os benefícios das práticas ECR

14 ABC : Custeio baseado em atividades O ABC é utilizado no ECR para: ▪ Entender o custo real do produto e serviço; ▪ Determinar a rentabilidade dos produtos, serviços, canais, clientes e fornecedores ▪ Analisar processos para entender os custos das atividades e ser capaz de eliminar ou reduzir as atividades que não agregam valor


Carregar ppt "Repensando a Logística Alessandra 09-40003 Marcelo 09-46354 Mayara 09-13561 Michelle 09-46958 Renata 09-15319 053.03.08 Data: 03/05/09."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google