A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Luiz Marins Anthropos Consulting

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Luiz Marins Anthropos Consulting"— Transcrição da apresentação:

1

2 Luiz Marins Anthropos Consulting

3 Atenção: Antes de começar Depois de ter aberto o seu arquivo em Powerpoint não se esqueça de clicar em Exibir e Apresentação de slides; Este curso contém lâminas que você deve ir abrindo uma a uma, linha a linha, clicando o teclado do seu computador - Enter ou setas (para ir e voltar use as setas); Você fará o curso em seu próprio ritmo. Poderá parar quando quiser e poderá imprimir o seu conteúdo. ©Anthropos Consulting

4 Conheça o autor: Luiz Almeida Marins Filho Antropólogo, tendo estudado antropologia na Austrália, História, Direito e Contabilidade no Brasil, o Professor Marins vem se dedicando ao estudo das empresas e desenvolvendo a Antropologia Empresarial; Através da Anthropos Consulting, presta consultoria a empresas nacionais e multinacionais em planejamento estratégico, marketing e principalmente na adequação dos processos estratégicos e táticos da empresa em situação de mudança de ambiente de negócios, competitividade, qualidade e produtividade; O Professor Marins é empresário nos ramos do agronegócio, marketing e educação. Realiza conferências no Brasil e no exterior, tem vários livros publicados e fitas de vídeo e DVDs sobre temas de gestão empresarial, marketing e motivação. ©Anthropos Consulting

5 Luiz Marins Anthropos Consulting bbb

6 Uma sociedade em mudança Estamos vivendo numa sociedade na qual a única certeza estável é a certeza de que tudo vai mudar; Vivemos hoje, um século, num mês, segundo os dados do avanço da tecnologia. Para você ter uma idéia, a fotografia demorou 112 anos entre a descoberta e sua aplicação no mercado e do computador 486 ao Pentium apenas 1 mês! ©Anthropos Consulting

7 Ainda a mudança A grande pergunta é: Como viver numa sociedade em mudança sendo que o ser humano é o mesmo dos tempos em que o mundo era menos louco? Quais instrumentos mentais e culturais tem o homem para fazer face aos desafios do mundo contemporâneo? ©Anthropos Consulting

8 Em busca de novos caminhos Estes são os temas que discutiremos neste curso. Este curso é baseado nos estudos e pesquisas que a Anthropos Consulting vem fazendo ao longo dos anos com pessoas e empresas de sucesso no mundo inteiro. Bom curso! ©Anthropos Consulting

9 O Ser Humano O que mais distingue o ser humano dos outros animais são duas coisas básicas: A INTELIGÊNCIA A INTELIGÊNCIA A VONTADE A VONTADE ©Anthropos Consulting

10 A Inteligência Na nossa sociedade ocidental contemporânea somos todos “vidrados” ou “badalamos muito” a Inteligência; Queremos ser “inteligentes” Ter filhos “inteligentes” As mães (corujas) vivem dizendo que seus filhos são os “mais inteligentes” da classe, e assim por diante... ©Anthropos Consulting

11 A Inteligência Só que, como diziam os gregos e até os filósofos pré-socráticos, a inteligência sozinha, não nos faz vencer na vida; Todos nós conhecemos parentes, amigos, colegas de classe (que só tiravam nota 10) e que são pessoas “inteligentíssimas” segundo nós próprios e que vivem hoje em situação de extrema dificuldade ou mesmo fracasso; ©Anthropos Consulting

12 A Inteligência A Inteligência é apenas um “farol” que ilumina o caminho. Ela não me faz caminhar. Ela apenas “indica” o caminho e me dá a capacidade de discernir e distinguir entre o bem e o mal e entre o que devo e não devo fazer. ©Anthropos Consulting

13 A Diferença está na... VONTADE VONTADE ©Anthropos Consulting

14 A Vontade Na verdade, enquanto temos mecanismos para a educação da inteligência, não temos mecanismos culturais para a educação da VONTADE! Somos “fracos de vontade”! ©Anthropos Consulting

15 A Vontade Veja quantos de nós começamos a Aprender inglês; Fazer regime para emagrecer; Ler um livro; Parar de fumar; Etc. etc. ©Anthropos Consulting

16 A Vontade O que nos falta não é “SABER” o que devemos ou não fazer. Todos “sabemos”! O que nos falta é “QUERER”! O que nos falta é:“VONTADE”! ©Anthropos Consulting

17 A Liberdade E a “Liberdade” é um atributo da VONTADE; Se eu colocar a mão no fogo e experimentar (pela sensação e percepção) que fogo queima, a minha inteligência vai sempre me dizer que fogo queima, diziam os sofistas; Porém se eu QUISER eu coloco a mão no fogo e deixo queimá-la. Assim a Liberdade é um atributo da Vontade! ©Anthropos Consulting

18 A Inteligência e a Vontade Este é o primeiro conceito que gostaria de passar a você neste curso: Somos seres inteligentes e livres; Somos livres pela Vontade! ©Anthropos Consulting

19 Inteligência

20 Vontade

21 Quando? Os filósofos, no entanto, nos fazem uma pergunta: Quando somos livres? Quando somos “inteligentes”? ©Anthropos Consulting

22 O Passado E essa pergunta tem muito sentido pelo seguinte raciocínio: Aquilo que eu fiz, falei, comi há um minuto atrás, não me pertence mais. É passado! Seja um segundo, um minuto, uma hora, 20 anos, o passado não me pertence. Eu não posso modificar meu passado! Assim, não sou livre no meu passado. ©Anthropos Consulting

23 O Futuro Da mesma forma, não sou “livre”, nem “inteligente” daqui a meia-hora ou daqui a dois anos. O futuro, seja ele um segundo à frente, uma hora ou vinte anos, não me pertence ainda. ©Anthropos Consulting

24 Então “Quando” sou livre? Na verdade eu só sou livre e inteligente no MOMENTO PRESENTE ©Anthropos Consulting

25 O Aqui e o Agora! AQUI E AGORA! Eu só existo AQUI E AGORA! ©Anthropos Consulting

26 As Pesquisas E pasme você, as pesquisas dizem que nós passamos: 70% do tempo vivendo e pensando no PASSADO; 25% do tempo vivendo e pensando no FUTURO; ©Anthropos Consulting

27 E o Presente? E só... 5% do tempo vivendo o PRESENTE! ©Anthropos Consulting

28 O sentimento de não- realização Daí o nosso sentimento de não- realização ou de frustração com a vida; Ou estamos vivendo o Passado ou o Futuro; Quase nunca estamos vivendo (no sentido filosófico) o PRESENTE que é, na verdade, o único momento real da nossa existência! ©Anthropos Consulting

29 O Momento Presente Veja quantas pessoas falam com você e não estão prestando atenção no que você está dizendo... Veja quantas pessoas não conseguem “ouvir”; Veja quantas pessoas não conseguem se “concentrar” no que estão fazendo no momento presente! ©Anthropos Consulting

30 Passado (História)

31 Futuro (Prospecção)

32 Momento Presente

33 O Momento Presente

34 O Pêndulo do Relógio... Fique olhando para o pêndulo de um relógio: Qual o movimento que o pêndulo faz? A maioria das pessoas dirão que ele “vai e volta” Só que a verdade é que um pêndulo de relógio nunca “volta”. Ele só “vai” para um lado e para outro, pois a cada movimento será um novo tempo que nunca mais voltará e pelos movimentos de rotação e translação da terra, o próprio espaço que o pêndulo ocupa, nunca mais será o mesmo! ©Anthropos Consulting

35 O Pêndulo do Relógio...

36 Conta e Tempo Frei Antônio das Chagas ( ) Deus pede hoje estrita conta do meu tempo. E eu vou, do meu tempo dar-Lhe conta. Mas como dar, sem tempo, tanta conta. Eu, que gastei, sem conta, tanto tempo?

37 Para ter minha conta feita a tempo O tempo me foi dado e não fiz conta. Não quis, tendo tempo fazer conta, Hoje quero fazer conta e não há tempo. ©Anthropos Consulting

38 Oh! vós, que tendes tempo sem ter conta, Não gasteis vosso tempo em passa-tempo. Cuidai, enquanto é tempo em vossa conta. Pois aqueles que sem conta gastam tempo, Quando o tempo chegar de prestar conta, Chorarão, como eu, o não ter tempo. ©Anthropos Consulting

39 Para que serve a Inteligência? Afinal: Para que serve a Inteligência? A inteligência serve para distinguirmos o que seja: ESSENCIAL ESSENCIAL IMPORTANTE IMPORTANTE ACIDENTAL ACIDENTAL ©Anthropos Consulting

40 Essencial Essencial é aquilo que devo fazer imediatamente já! É aquilo que mais me leva em direção aos meus objetivos naquele momento presente ©Anthropos Consulting

41 Essencial

42 Importante Importante é aquilo que eu “devo” fazer, porém só depois que eu tiver feito aquilo que eu havia considerado como Essencial. ©Anthropos Consulting

43 Essencial Importante ©Anthropos Consulting

44 Acidental Acidental é aquilo que eu “devo” fazer, porém só depois que eu tiver feito o que eu havia antes considerado como Essencial e como Importante. ©Anthropos Consulting

45 Essencial Importante Acidental ©Anthropos Consulting

46 Viver para o Essencial Como a minha vida é Momento Presente eu na verdade não tenho tempo nem para o Importante, nem para o Acidental. Só tenho tempo para o ESSENCIAL! Há pessoas que vivem “acidentalmente” porque fazem tudo o que é Acidental primeiro, nunca fazem coisas Importantes e jamais têm tempo para o ESSENCIAL. Vivem de cabeça para baixo... ©Anthropos Consulting

47 Essencial Importante Acidental ©Anthropos Consulting

48 Os conceitos fundamentais: Estes são os conceitos que gostaria de lhe passar: Somos inteligentes e livres pela vontade; Só somos inteligentes e livres no Momento Presente; No Momento Presente só tenho tempo para o ESSENCIAL! ©Anthropos Consulting

49 Um pequeno teste Faça a seguir este pequeno teste, escrevendo “Verdadeira” (V) ou “Falsa” (F) para as seguintes afirmações:  Não vejo o tempo passar. Não vi meus filhos crescerem!  Quando falo com alguém evito olhar nos olhos da pessoa;  Quando alguém está falando comigo, fico imaginando o que vou responder a ela;  Faço uma lista de coisas para fazer e vou fazendo primeiro as coisas mais fáceis;  Já comecei mais de dez regimes para emagrecer;  Não consigo deixar de fumar;  Eu não consigo aprender inglês;  Eu não consigo ler um livro até o fim. ©Anthropos Consulting

50 O teste Se você colocou “V” (Verdadeira) para a maioria das afirmações, você precisa rever os seus conceitos e a sua vida. Você é alguém que precisa “dominar a vontade”, preocupar- se com o “essencial” e concentrar-se no “momento presente”. Se você colocou “F” (Falsa) para a maioria das afirmações, parabéns! Você é alguém que tem domínio sobre si próprio e sabe o que é Essencial para ter sucesso pessoal e profissional. ©Anthropos Consulting

51 Convicção e Sensibilidade Mas ninguém no mundo é uma “linha reta”. Ninguém é todo dia igual - alegre, feliz, etc.. Temos uma “linha da sensibilidade” que nos faz estar eufóricos hoje e deprimidos amanhã. Só que pessoas dominadas pela linha da sensibilidade (as chamadas ciclotímicas) são aquelas pessoas horríveis com as quais somos obrigados a conviver no nosso dia-a-dia. Pessoas que hoje cumprimentam você e amanhã viram a cara, etc. Chefes, patrões com os quais antes de falarmos com eles temos que perguntar à secretária: “- Como está o chefe hoje?” ©Anthropos Consulting

52 A linha da Convicção É preciso ter uma “Linha de Convicção” que equilibre a minha linha da sensibilidade. Faça com que quando eu esteja eufórico demais consiga “descer à realidade” e caminhar. Quando esteja deprimido faça “subir à realidade” e novamente caminhar. ©Anthropos Consulting

53 Ninguém é uma linha reta

54 Linha da Sensibilidade

55 Equilíbrio = Convicção e Sensibilidade

56 A grande pergunta: Afinal, o que é VIVER? Viver não é simples, nem complexo. Viver não é fácil, nem difícil... Viver é concentrar a Inteligência e a Vontade no Essencial no Momento Presente, sem se economizar! Viver é concentrar a Inteligência e a Vontade no Essencial no Momento Presente, sem se economizar! ©Anthropos Consulting

57 Utilizar toda a Inteligência e toda a Vontade para o Essencial no Momento Presente Utilizar toda a Inteligência e toda a Vontade para o Essencial no Momento Presente VIVER:

58 O Momento Presente E aqui é preciso que eu dê uma explicação. Há situações em que o meu “momento presente” é “planejar” uma coisa que eu não sei se irei realizar ou concretizar no futuro. Assim, não tem cabimento eu chegar no aeroporto e dizer à recepcionista da companhia de aviação: “- Quero ir para Nova York agora!” Ela por certo me perguntará: “- O senhor viu em que vôo deseja ir? Comprou um bilhete? Reservou seu lugar?” E eu respondo: “- Não! Minha vida é o ‘momento presente’ e quero ir agora! Ao que, com certeza, a recepcionista me dirá: “- Sinto muito. O senhor me parece ‘louco’ pois primeiro não há vôo para Nova York hoje e segundo que para viajar o senhor tem que comprar um bilhete, reservar, etc. etc.” ©Anthropos Consulting

59 O Momento Presente Assim, muitas vezes, o meu “momento presente” é planejar o futuro que eu sei (pela inteligência) que poderá não ocorrer. Se eu quero viajar a Nova York eu tenho que escolher o vôo, comprar o bilhete, etc. embora saiba que poderei não viajar. Assim, “viver o momento presente” não é fazer as coisas loucamente no momento em que queremos, sem planejamento. ©Anthropos Consulting

60 Viver é Trabalhar? E os filósofos contemporâneos dizem que o maior desafio deste Século XXI é justamente transformar o trabalho num tempo de crescimento, desenvolvimento pessoal, alegria, etc. Isto porque passamos no trabalho as 8 melhores horas de cada dia, vezes os melhores anos da nossa vida! O desafio é portanto transformar as 08 horas de trabalho nas melhores horas do dia (é o horário nobre - das 08 às 18) e os anos de trabalho nos melhores anos da vida (são os anos mais nobres da vida). E não em horas e anos de tensão, ansiedade, fofoca, etc. Por isso, viver é... Trabalhar! Por isso, viver é... Trabalhar! ©Anthropos Consulting

61 Viver é Trabalhar... O dia tem 24 horas para todas as pessoas 08 horas de repouso 08 horas de repouso 08 horas de trabalho 08 horas de trabalho 08 horas restantes 08 horas restantes

62 Credibilidade e Debilidade Outro conceito é o que vem da “Contabilidade” - das chamadas partidas dobradas de “Débito e Crédito”; O que falta no mundo é “Credibilidade”. O que falta aos políticos? Credibilidade! O que falta às empresas? Credibilidade! O que falta às pessoas? Credibilidade! ©Anthropos Consulting

63 Credibilidade e Debilidade Tenho Crédito quando tenho alguma coisa a receber; Tenho Débito quando tenho alguma coisa a pagar; E só terei Crédito se tiver dado alguma coisa a alguém ou alguém tiver dado alguma coisa em meu nome a alguém. ©Anthropos Consulting

64 Credibilidade versus Debilidade ©Anthropos Consulting

65 O Conselho... O conselho aqui é o seguinte: Numa sociedade competitiva como a nossa esteja sempre CREDOR! Deixe sempre o outro Devedor! E para que isso seja realidade... ©Anthropos Consulting

66 Seja Credor! Faça mais do o outro espera que você faça por ele! Faça mais do o outro espera que você faça por ele! ©Anthropos Consulting

67 Conselhos adicionais... A seguir você verá alguns conselhos adicionais que coletamos em nossas pesquisas com pessoas de sucesso! Preste atenção nesses conselhos! Coloque-os em prática! ©Anthropos Consulting

68 Defina Seus Objetivos Saiba o que é Essencial Saiba o que é Essencial Queira o Essencial Queira o Essencial

69 Não basta “saber” Não basta “saber” o que seja Essencial. Isso a maioria das pessoas “sabe”. Nós “sabemos” o que devemos fazer para manter nosso casamento. Sabemos o que devemos fazer para evitar acidentes do trabalho. O problema não é “saber” o Essencial O problema é “QUERER” o Essencial! O conselho é justamente o de que você além de saber passe a “querer” aquilo que você deve fazer no momento presente. ©Anthropos Consulting

70 “O Homem vai longe, depois de estar cansado” Vá além! Passe por cima do cansaço Não desista! Faça de novo!

71 Vá além! Tem gente que parece que nasceu cansada! Fica se economizando o tempo todo. Vive reclamando! O “tanque de combustível” do homem, tem um tanque adicional que tem o dobro do combustível do tanque original. Se você souber abrir a sua “reserva” verá que irá longe mesmo depois de estar cansado. Nós, antropólogos, analisamos seres humanos em situações de extremo estresse - guerras, doenças, etc. O que vemos é a incrível capacidade do ser humano de vencer seus próprios limites! ©Anthropos Consulting

72 Faça este teste: Faça a seguir este pequeno teste, escrevendo “Verdadeira” (V) ou “Falsa” (F) para as seguintes afirmações:  Eu poderia dar muito mais do que dou em meu trabalho, mas não acho que valha a pena ou que meu patrão mereça.  Eu cuido muito de mim mesmo para não me estressar. Assim, quando me pedem alguma coisa eu penso muito antes de participar e quase nunca participo pois não quero me aborrecer.  Sou uma pessoa de humor difícil. Isso já vem de família.  Há dias em que não suporto brincadeira de ninguém. Pobre do que fizer uma brincadeira comigo!  Entro no trabalho na hora certa e saio na hora certa. Já deixei claro a todo mundo que ninguém deve contar comigo fora do horário do expediente! ©Anthropos Consulting

73 O teste Se você colocou “V” (Verdadeira) para a maioria das afirmações, você ainda não compreendeu que na vida não faz sentido se economizar. Pessoas que vivem se economizando pelo medo do “estresse” na verdade vivem mais estressadas pela falta de reconhecimento social. Você também é uma pessoa dominada pela linha da “sensibilidade” e não pelo equilíbrio entre “convicção e sensibilidade”. Se você colocou “F” (Falsa) para a maioria das afirmações, parabéns! Você é alguém que compreende que o homem vai longe depois de estar cansado e está sempre disposto a participar e a colaborar. Isso faz uma diferença enorme na auto-estima e no conceito que as pessoas terão de você. ©Anthropos Consulting

74 Preste Atenção! Controle sua atenção Pergunte Questione Doe-se ao momento presente!

75 Preste Atenção! Prestar atenção é um “treino”. Olhe nos olhos de quem está falando. Não fique pensando no que você vai dizer após a pessoa falar, mas sim no que a pessoa está falando. Uma boa fórmula para você aprender a prestar atenção é imaginar que perguntas você pode fazer àquela pessoa sobre o que ela está falando. Perguntar é um hábito de pessoas inteligentes. Saber perguntar é, na maioria das vezes, mais importante do que saber responder. ©Anthropos Consulting

76 Tome a Iniciativa Não espere muito Arrisque a saída heróica Assuma! Não se omita! Decida! Faça Erre!! - Só não erra, quem não faz!

77 Tome a Iniciativa Se você ficar esperando para ver as coisas acontecerem, dificilmente terá sucesso. É preciso tomar a iniciativa. É preciso ser proativo que significa não ser apenas reativo ou reagir aos acontecimentos, significa ir à frente, acreditar na mudança e ter a coragem de ERRAR. Lembre-se “Só não erra, quem não faz!” ©Anthropos Consulting

78 Desenvolva uma Visão Criativa Procure INOVAR Evite só copiar Arrisque para conseguir algo novo!

79 Uma Visão Criativa Como a história, o passado, já não me ensina muito mais, estamos na era da criatividade. Não adianta muito olhar para o passado. O mundo mudou! As pessoas mudaram! Tudo o que deu certo até aqui, nem sempre dará certo daqui para a frente. Criatividade e Inovação são dois fatores essenciais de sucesso. Agora é hora de questionar, cismar, criar, propor coisas novas, tentar o impossível e o que ainda não foi tentado! ©Anthropos Consulting

80 Desenvolva sua Auto-Disciplina Discipline-se em função de seus objetivos Domine o comodismo Faça uma lista de coisas que você precisa vencer em você mesmo

81 Auto-Disciplina Nem sempre a melhor estrada é a que me leva para onde desejo ir. Sempre haverá estradas melhores. A pergunta é se ela vai para onde quero chegar. A chamada inteligência emocional nada mais é do que desenvolver a auto-disciplina. Disciplinar-se em função dos objetivos e metas que traçamos para nossa vida e perseverar. Vejo pessoas que procuram sempre a melhor estrada, a mais fácil a melhor pavimentada. Nem sempre chegarão onde desejam. Se o meu destino é aquele, tenho que “rever os freios, trocar os faróis, trocar os pneus” e tomar a estrada que para lá me leve, apesar de não ser a melhor e a mais fácil. ©Anthropos Consulting

82 Administre bem o seu Tempo Não perca tempo com coisas acidentais Faça uma lista de coisas a fazer diariamente Tenha tempo para o que vale a pena!

83 Tempo! O homem mais rico do mundo não pode comprar, alugar ou fazer um leasing de cinco minutos sequer do tempo de outra pessoa. Neste século XXI vencerá a pessoa que fizer mais e melhor em menos tempo. Vencerá a concorrência, conquistará e manterá clientes fidelizados a empresa que fizer o seu cliente ganhar tempo. Tempo é hoje o bem de maior valor justamente porque ele não tem valor pois não pode ser comprado, nem vendido. ©Anthropos Consulting

84 Discuta suas Idéias O ser humano é um ser gregário Não viva isolado!

85 Um Ser Social O Ser Humano é um ser social. Viver isolado, fechado, solitário é um comportamento anti-humano. Trocar idéias, perguntar, trabalhar em grupos, fazer reuniões de sociais ou de trabalho são atitudes e comportamentos próprios do ser humano. Os ermitões, eremitas, são pessoas sociopatas. Pessoas que não conseguem conviver com as outras em seus trabalhos ou famílias são igualmente sociopatas. O ser humano foi feito para conviver, isto é, “viver com” seus semelhantes. ©Anthropos Consulting

86 Aprenda com os Insucessos De um fracasso, faça um sucesso! Analise as causas e os erros cometidos Recomece!

87 Viver é Recomeçar! Há pessoas que ficam “presas”, “travadas” por causa de erros que cometeram no passado. Não conseguem se livrar de sentimentos de culpa. Ficam remoendo dentro de si o que fizeram e não se perdoam jamais. Essas são realmente as pessoas mais infelizes! É preciso lembrar que se a vida é o “momento presente”, a grande verdade é que “Viver é Recomeçar Sempre!”. ©Anthropos Consulting

88 Não deixe uma idéia fugir... Tenha sempre um lápis e papel ao lado da sua cama

89 Quando Tiver uma Idéia Boa... Temos boas idéias em três situações: Dormindo; No banheiro; Dirigindo o automóvel. A explicação é que nessas situações o nosso subconsciente fica liberado e a tal idéia vem ao consciente. Essa é a hora de agir! Pegue um lápis e um papel e escreva a sua idéia em seus mínimos detalhes. Não deixe para depois! Se você deixar para escrever no dia seguinte, a idéia que parecia ser grande e importante, lhe parecerá pequena e sem importância. Você que de madrugada era um “leão” e iria modificar tudo, na manhã seguinte é o mesmo “rato” que acha melhor se acomodar e deixar as coisas como sempre estiveram. O momento da percepção é o momento da ação! ©Anthropos Consulting

90 Mantenha boa Saúde Física e Mental Faça exercícios Periódicas revisões de saúde Saiba descansar e “relaxar” Curta a Vida!!

91 A Saúde Mental! A saúde física é importante mas não me preocupa muito. Temos boa consciência dela. Sabemos quase tudo o que precisamos para manter nossa saúde física. Conhecemos todas as regras de prevenção da saúde física. O que mais me preocupa nos dias de hoje é a Saúde Mental. Tem muito “louco” solto! É o chamado “fronteiriço”. É aquele que como está fora do hospício, você não tem como interná-lo, mas a verdade é que se estivesse lá dentro não teria alta! ©Anthropos Consulting

92 A Saúde Mental São aquelas pessoas negativas e negadoras! “- Vamos fazer um piquenique domingo?” E elas respondem de imediato: “- Vai chover!!” Essas pessoas azinhavram maçanetas de porta quando as tocam. Azedam baldes de sal-de-frutas! Se você tiver uma idéia não conte a elas porque elas lhe dirão: “- Não vai dar certo!” Elas “sugam” a energia que temos com a sua negatividade. Elas só enxergam a metade vazia do copo. ©Anthropos Consulting

93 A Saúde Mental Se você tem tendência a ser uma pessoa negativa, cuidado! Se você convive, no trabalho ou em sua casa com pessoas negativas, duas vezes cuidado! O mundo de hoje exige que sejamos positivos. Não significa ser “Alice no País das Maravilhas” e não ser capaz de enxergar a dura realidade das coisas e da vida. Trata-se de ver, enxergar e entender que também existe sempre um lado positivo que pode ser melhorado, aumentado, incrementado nas pessoas e nas coisas. ©Anthropos Consulting

94 A “Pneumonia Mental” Ninguém toma banho quente e sai na chuva fria sem camisa. Sabemos que poderemos pegar um resfriado, uma gripe e até uma pneumonia e morrer! Porém, não temos o mesmo cuidado com a prevenção do que eu chamo de “Pneumonia Mental”. Essa pneumonia pegamos no contato com pessoas negativas e negadoras, depressivas e invejosas. É preciso que tenhamos consciência de que a prevenção da saúde mental é tão responsabilidade nossa quanto a prevenção da saúde física. Assim, temos que nos afastar de pessoas negativas e negadoras, evitando pegarmos “pneumonia mental”. Da mesma forma devemos evitar a exposição demasiada a notícias ruins, a programas de televisão que só mostram a desgraça e assistir filmes depressivos. ©Anthropos Consulting

95 Lembre-se: “Uma grande obra é sempre, aos olhos do mundo, uma imprudência” Lebret

96 A Imprudência sadia! Leia as biografias das pessoas de sucesso. Você verá que em quase todas elas há um momento em que a pessoa toma uma decisão fundamental para o seu futuro de sucesso. E em quase todas essa decisão é questionada pelas outras pessoas como sendo um ato de “imprudência”. Seja deixar um emprego para começar o seu próprio negócio. Seja voltar a estudar depois de adulto. Seja abrir uma filial. Seja o que for, alguém dirá que o melhor seria “ficar quieto”, “não fazer”! Não estou advogando que você seja “imprudente”. Mas que um pouco de “imprudência” é às vezes necessário, não tenha dúvida! Essa “sadia imprudência” é que faz a diferença entre vencedores e vencidos. Os vencedores arriscam mais, acreditam mais, têm uma “sadia imprudência” que os impulsiona para o sucesso! ©Anthropos Consulting

97 “Não é preciso esperar saber tudo para agir. Ninguém nunca sabe tudo e é a própria ação que nos permite progredir no saber”

98 Ninguém Sabe Tudo! Se o Pelé fosse esperar o Maracanã para jogar, talvez nunca tivesse sido o “Pelé”, nem jogado no Maracanã. Pelé começou a jogar num campo qualquer em Bauru, SP - Um dia chegou ao Maracanã e aos maiores estádios do mundo. Não começou “por cima”! Da mesma forma, se você esperar ter todas as condições para depois agir, nunca fará nada! Se você não tem o melhor computador, faça o possível com o que tem. Se você não tem os melhores funcionários, treine-os! Se você não tem o “ideal” faça com aquilo que você tem no momento. Um dia você chegará no seu “Maracanã”. O importante é “começar a jogar!” ©Anthropos Consulting

99 “Mais vale se sujar um pouco andando, que morrer sentado!”

100 O Melhor... Um dos ditados mais famosos entre os latinos era: “O Melhor é o Maior Inimigo do Bom” O que isto quer dizer? Simplesmente que ânsia de fazer o “melhor” (que nem sempre podemos ou conseguimos) deixamos de fazer o “bom” (que poderíamos fazer ou conseguir). Assim, o “melhor” acaba sendo o maior inimigo do “bom”. Na ânsia de fazermos só o “melhor” acabamos por nada fazer. Nem o “bom” que poderíamos fazer! ©Anthropos Consulting

101 Passe do Plano do Choro ao Plano da Ação! É preciso Agir! (Do it Now!) Faça Já!!

102 Faça Já! Você já percebeu como nós reclamamos de tudo! Do emprego, do salário, da família, dos amigos.... Ficar reclamando não resolve! É preciso passar do Plano do Choro ao Plano da Ação. Se você está insatisfeito com alguma coisa, a hora de mudar é agora! Faça já! Há pessoas que vivem “chorando” e quando ficam velhas se arrependem de não terem tomado nenhuma atitude que pudesse mudar a realidade. Chorar é fácil! Reclamar é fácil! É preciso AGIR!! ©Anthropos Consulting

103 E Fazer Tudo Com...

104 Entusiasmo e Otimismo Nós não precisamos de pessoas “Otimistas”. O “otimista” é um reativo! Ele diz: “- Ouvi o discurso do presidente ontem à noite, fiquei otimista. Li os jornais hoje cedo, fiquei pessimista de novo.” As condições externas é o que fazem um “otimista”, um “pessimista” ou um “realista” como dizem os “pessimistas” de plantão... ©Anthropos Consulting

105 O Entusiasmo! A palavra ENTUSIASMO tem uma etimologia muito bonita. Ela vem de THÉOS (Deus em Grego). Os gregos eram além de panteístas, politeístas, isto é, acreditavam em muitos deuses. E a vidente de Delphos ao dar os oráculos sentia-se entusiasmada, isto é, com um deus dentro dela. E uma vez entusiasmada ela era capaz de transformar a realidade e fazer as coisas acontecerem apesar das adversidades aparentes. Por isso, diziam os gregos, íamos a Delphos, para que entusiasmados pela vidente fôssemos capazes de fazer a colheita ocorrer, apesar das adversidades do tempo. A batalha ser vencida apesar das forças do inimigo... ©Anthropos Consulting

106 O Entusiasmo! Assim, o entusiasmado acredita... Menos no presidente... Menos no governo... E mais em si próprio e na sua capacidade de vencer obstáculos e fazer as coisas acontecerem! Ele é um proativo! Ele é um proativo! ©Anthropos Consulting

107 A Paixão! E Entusiasmo sem PAIXÃO não existe! Paixão significa colocar a “alma” naquilo que se faz. Paixão significa acreditar nas pessoas e colaborar com elas. Paixão significa fazer as coisas com “sentimento de fazer”. Paixão significa emocionar-se frente ao belo, o inusitado. Paixão significa “apaixonar-se” por alguém e desejar ardentemente fazê-lo(a) feliz! ©Anthropos Consulting

108 A Grande Verdade! Estamos num novo MILÊNIO! Não é apenas um novo século! Imagine quantas pessoas na história da humanidade tiveram o privilégio de virar um MILÊNIO. Você já pensou nisso? A grande verdade é que hoje... ©Anthropos Consulting

109 Século XXI

110 O Fim da Mediocridade! Ser Medíocre é: Pensar “Pequeno”; Acreditar “Pequeno”; Tentar “Pequeno”; Fazer “Pequeno” Ser “Pequeno” ©Anthropos Consulting

111 Pensar Grande! Agora é hora de: Pensar Grande! Querer Grande! Agir Grande! ©Anthropos Consulting

112 A União E para tudo isso é preciso reconhecer o valor da UNIÃO! Só venceremos se formos unidos: Pessoas com pessoas; Empresas com fornecedores, clientes, comunidade; Estamos no tempo da Unidade na Diversidade! ©Anthropos Consulting

113 Um sermão... E para concluir este curso, gostaria de tomar a liberdade de mostrar a você um trecho de um sermão sobre a União. Leia com atenção; Medite sobre ele. Pense! SUCESSO! SUCESSO! Você Merece! ©Anthropos Consulting

114 A União: “Toda a vida (ainda das coisas que não têm vida) não é mais que uma união. Uma união de pedras é edifício: uma união de tábuas é navio: uma união de homens é exército. “E sem essa união, tudo perde o nome e mais o ser. ©Anthropos Consulting

115 A União: “O edifício sem união é ruína: o navio sem união é naufrágio: o exército sem união é despojo. “Até o homem (cuja vida consiste na união de alma e corpo) com união é homem, sem união é cadáver. ©Anthropos Consulting

116 A União: “Por mais alta que esteja a cabeça, se não está unida é pés. Por mais ilustre que seja o ouro, se não está unido é barro. Nobreza e desunida, não pode ser, porque em sendo desunida, logo deixa de ser nobreza, logo é vileza. ©Anthropos Consulting

117 A União: “Para derrubar um reino e muitos reinos onde há desunião, não são necessárias baterias; não são necessários canhões; não são necessários trabucos; não são necessárias balas, nem pólvora. Basta uma pedra: o lápis. ©Anthropos Consulting

118 A União: “Para derrubar um reino e muitos reinos onde falta a união não são necessários exércitos, não são necessárias campanhas, não são necessárias batalhas, não são necessários cavalos, não são necessários homens, nem um homem, nem um braço, nem uma mão. ©Anthropos Consulting

119 A União: “Nós temos muito boas mãos e o sabem muito bem os nossos competidores. “Mas se não tivermos união, nem eles haverão mister mãos para nós, nem a nós nos hão de valer as nossas.” Padre Antônio Vieira Sermão do Santíssimo Sacramento Pregado em Santa Engrácia no ano de 1662 ©Anthropos Consulting

120 PARABÉNS !! Você concluiu um curso rápido, eficaz e moderno e se auto- avaliou; Se desejar um Certificado envie seus comentários para o Professor Marins: Você poderá optar por dois tipos de Certificado: Em papel especial (vergé) e com moldura; R$49,90 Papel simples, sem moldura; R$29,90 Pagamento através do cartão VISA ou depósito bancário; Maiores informações pelo telefone (15) ou

121 AGUARDE O SEU CERTIFICADO Caso você tenha optado por receber um Certificado, aguarde que ele será enviado para o seu endereço. Mais uma vez, PARABÉNS !!

122 Faça outros cursos a distância pelo computador como este pela Anthropos Consulting Os Desafios do Século XXI Os Desafios do Século XXI Vencendo o Medo de Vencer! Vencendo o Medo de Vencer! Invista em Você! A Hora é Agora!

123 Tel.: (15) Fax: (15)


Carregar ppt "Luiz Marins Anthropos Consulting"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google