A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

APLICAÇÕES DAS RADIAÇÕES PROFESSOR RODRIGO PENNA

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "APLICAÇÕES DAS RADIAÇÕES PROFESSOR RODRIGO PENNA"— Transcrição da apresentação:

1 APLICAÇÕES DAS RADIAÇÕES PROFESSOR RODRIGO PENNA
A CINTILOGRAFIA APLICAÇÕES DAS RADIAÇÕES PROFESSOR RODRIGO PENNA

2 Professor Rodrigo Penna
AGRADECIMENTO                     Prof. Osvaldo Sampaio Professor Rodrigo Penna

3 Professor Rodrigo Penna
Sítio na internet: Blog: Link para currículo no Sistema Lattes: s

4 INTRODUÇÃO O ramo da imagenologia (ou imageologia)
médica é muito vasto. São vários e diversos os tipos de exames diagnósticos em que se geram imagens. Existem exames bastantes sofisticados, cujas bases Físicas são complexas. Dentre estes, a CINTILOGRAFIA é apenas 1 exemplo. Professor Rodrigo Penna

5 Professor Rodrigo Penna
BASES FÍSICAS - 1 Núcleos instáveis sofrem um processo de DECAIMENTO RADIOATIVO. Neste processo, eles liberam energia sob a forma de radiação. Com isto, tornam-se mais estáveis. Professor Rodrigo Penna

6 BASES FÍSICAS - 2 A radiação  (gama) emitida no decaimento pode ser detectada. Para isto, utiliza-se um cristal cintilador, usualmente iodeto de sódio ativado com tálio NaI(Tl). O cristal emite luz (cintila!) ao incidir radiação. Esta “luz” é amplificada e contada, dando uma medida desta radiação incidente. Professor Rodrigo Penna

7 USOS DO NaI(Tl) – Espectometria 
Figura 1: cristal de NaI(Tl) e fotomultiplicador. Figura 2: um espectro típico de gamametria. Laboratório de Instrumentação Nuclear - UFMG Professor Rodrigo Penna

8 USOS DO NaI(Tl) – Atenuação
Figura 1: cintilador com uma fonte de Amerício. Figura 3: tela com contagens da atenuação para vários materiais. Figura 2: contagem da atenuação com algumas placas de acrílico. Laboratório de Instrumentação Nuclear - UFMG Professor Rodrigo Penna

9 CÂMARA DE CINTILAÇÃO OU GAMA-CÂMARA - 1
Professor Rodrigo Penna

10 Professor Rodrigo Penna
GAMA-CÂMARA - 2 FOTOMULTIPLICADORA Professor Rodrigo Penna

11 GAMA-CÂMARA - 3 Professor Rodrigo Penna

12 Professor Rodrigo Penna
O TRAÇADOR RADIOATIVO Sem dúvida, em Medicina Nuclear, o radioisótopo mais utilizado é o 99mTc. Ele é produzido através de um Reator Nuclear. Outros radioisótopos são produzidos através de um Acelerador de Partículas. No Brasil, o IPEN fornece os radioisótopos às clínicas. Como a meia-vida T1/2 do 99mTc é curta, de apenas 6,01h, sua produção é constante. Professor Rodrigo Penna

13 O ACELERADOR CICLOTRON
Fabricante: Ion Beam Applications (IBA - Bélgica); Tipo: isócrono, compacto e de energia variável; Feixe Externo: prótons até 30 MeV; Corrente de feixe: até 350 µA. Aplicação: produção de radioisótopos. Fabricante: Ion Beam Applications (IBA - Bélgica); Tipo: isócrono, compacto e de energia variável; Feixe Externo: prótons até 30 MeV; Corrente de feixe: até 350 µA. Aplicação: produção de radioisótopos. Professor Rodrigo Penna

14 Radioisótopos de Ciclotron
Meia-vida (h) Reação Aplicação 67Ga 78,2 68Zn(p,2n)67Ga localização de tumores de tecidos moles e processos inflamatórios 201Tl 73,1 203Tl(p,3n)201Pb=>201Tl diagnóstico do miocárdio 111In 67,4 112Cd(p,2n)111In localização de tumores cancerígenos e marcação de glóbulos vermelhos 18F 1,8 H218O(p,n)18F estudos de viabilidade miocárdio e metabolismo de tumores em lesões malignas 123I 13,2 124Xe(p,2n)123Cs=>123Xe=>123I diagnóstico de tumores tireoidianos e endócrinos Professor Rodrigo Penna

15 Professor Rodrigo Penna
O REATOR NUCLEAR Para produzir 99mTc, Urânio-235 físsil é atingido por um nêutron térmico e no processo de fissão é gerado 99Mo, que decai para o 99mTc. Reação: Professor Rodrigo Penna

16 DIAGRAMA DE DECAIMENTO
Professor Rodrigo Penna

17 Professor Rodrigo Penna
DECAIMENTO DO 99mTc Professor Rodrigo Penna

18 Professor Rodrigo Penna
UM POUCO DE QUÍMICA Por quê 80% dos Radiofármacos são marcados com 99mTc: Alta disponibilidade; Tempo de meia-vida de apenas 6,01h. Fóton de apenas 140KeV→baixa dose no paciente; Metal deficiente em elétrons→reage com vários grupos. Estrutura eletrônica: 1s2,2s2,2p6,3s2,3p6,3d10,4s2,4p6,4d6,5s1 NOX: -1 a +7. Professor Rodrigo Penna

19 Professor Rodrigo Penna www.fisicanovestibular.com.br
MAIS QUÍMICA... Estabilidade: +7 e +4 (TcO4- e TcO2); 99mTcO4- não é reativo (+7)→Redução; Reação de Redução: 3Sn2+3Sn4++6e- 299mTcO4-+16H++3Sn2+299mTc+4+3Sn4++8H2O Professor Rodrigo Penna

20 Professor Rodrigo Penna
O GERADOR Mo-Tc mCi 250 500 750 1000 1250 1500 2000 GBq 9,25 18,50 27,75 37,00 46,25 55,50 74,0 IPEN→ Professor Rodrigo Penna

21 Professor Rodrigo Penna
ESQUEMA DO GERADOR Tc Do reator nuclear, o 99Mo é colocado no interior de uma coluna de Al2O3 (alumina). Fica então sob a forma MoO4-2. O produto é colocado em um recipiente de chumbo e distribuído. Professor Rodrigo Penna

22 Professor Rodrigo Penna
A ELUIÇÃO 99Mo 99mTc. A retirada do 99mTc se dá com o uso de uma solução salina e um tubo de vácuo no gerador. O tecnécio sai como pertecnetato - 99mTcO4-. Professor Rodrigo Penna

23 Professor Rodrigo Penna www.fisicanovestibular.com.br
O RADIOFÁRMACO Radiofármaco=Radioisótopo+Fármaco. Um radioisótopo, sozinho, não realiza o exame. É necessário marcar um fármaco (remédio, droga) para realizá-lo. Cada radiofármaco é específico para um determinado exame (radiodiagnóstico). Na França, são realizados 409! tipos diferentes de exames em Cintilografia. Já existem câmaras de Germânio hiperpuro. Professor Rodrigo Penna

24 Professor Rodrigo Penna
A MARCAÇÃO Professor Rodrigo Penna

25 Principais Radiofármacos - 1
131I - MIBG (Metaiodobenzilguanidina) Solução límpida, incolor e injetável, Concentração radioativa de 100 a 800 MBq/mL, Utilizado na terapia de tumores da supra-renal, neuroblastomas e feocromocitomas. 131I e/ou 123 I - MIBG (Metaiodobenzilguanidina) Solução límpida, incolor e injetável, Concentração radioativa de 37 MBq/mL, Utilizado no diagnóstico de tumores da supra renal, neuroblastomas e feocromocitomas e em estudos do miocárdio. 131 I - SAH (Soro Albumina Humano) Solução límpida, levemente opalescente e injetável, Concentração radioativa de 37 MBq/mL, Utilizado na determinação de volume plasmático. 131I - Hippuran (o-iodo-hipurato de sódio) Solução límpida, incolor e injetável, Concentração radioativa de 37 MBq/mL, Utilizado no estudo da função renal. 131I - Lipiodol Solução límpida, levemente amarelada e injetável, Concentração radioativa de 37 MBq/mL, Utilizado para diagnóstico e terapia do sistema linfático. 125 I - SAH (Soro Albumina Humano) Solução límpida, transparente e injetável, Concentração radioativa de 37 MBq/mL, Determinação de volemia. Professor Rodrigo Penna

26 Principais Radiofármacos - 2
51 Cr - EDTA (Sal de Crômio III do Ácido Etilenodiaminotetracético) Solução límpida, cor azul e injetável, Concentração radioativa de 37 MBq/mL, Utilizado na determinação da taxa de filtração glomerular. 51Cr - SAH (Soro Albumina Humano) Solução límpida, cor levemente amarelada e injetável, Concentração radioativa de 37 MBq/mL, Utilizado no estudo da perda da proteína gastrointestinal. 153 Sm - EDTMP (ácido etilenodiaminotetrametilenfosfônico) Solução límpida, levemente amarelada e injetável, Concentração radioativa de 1000 a 1300 MBq/mL, Utilizado em terapia como paliativo da dor causada por metástases ósseas. 18 F - FDG (2- Flúor - 2 dioxi - D - Glicose) Solução límpida, incolor e injetável, Concentração radioativa de 200 a 500 MBq/mL, Estudo do metabolismo cerebral de glicose, viabilidade miocárdica e diagnóstico em oncologia. Professor Rodrigo Penna

27 Principais Radiofármacos - 3
99mTc - DTPA · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Ácido Dietilenotriaminopentacético: 10 mg; SnCl2.2H2O: 1 mg; Ácido p-Aminobenzóico: 2,0mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução límpida, incolor, estéril e apirógena, · Utilizado em cintilografia renal e cerebral. 99mTc - DMSA · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Ácido Dimercaptosuccínico: 1 mg; SnCl2.2H2O: 0,41 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução límpida, incolor, estéril e apirógena, · Utilizado em cintilografia renal. 99mTc - GHA · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Glucoheptonato de Cálcio: 100 mg; Ascorbato Estanoso: 2mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução límpida, incolor, estéril e apirógena, · Utilizado em cintilografia renal e cerebral. 99mTc - DISIDA · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Ácido Diisopropiliminodiacético: 20 mg; SnCl2.2H2O: 0,5 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução límpida, incolor, estéril e apirógena, · Utilizado em cintilografia hepato-biliar. 99m Tc - MDP · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Ácido Metilenodifosfônico: 5 mg; SnCl2.2H2O: 1,0 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução límpida, incolor, estéril e apirógena, · Utilizado em cintilografia óssea. 99mTc - Pirofosfato de Sódio · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Pirofosfato de Sódio (Na2P2O7.10H2O): 10 mg; SnCl2.2H2O: 2,0 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução límpida, incolor, estéril e apirógena, · Utilizado em cintilografia óssea, no diagnóstico do infarto agudo do miocárdio e na marcação de hemácias "in vivo". 99mTc - SAH · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Soro Albumina Humano: 10 mg; SnCl2.2H2O: 0,04 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução límpida, opalescente, injetável e apirógena, · Utilizado em estudos circulatórios e na cintilografia de placenta. 99m Tc - DEXTRAN · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: DEXTRAN-500: 100 mg; SnCl2.2H2O: 1,5 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução coloidal, estéril e apirógena, · Utilizado no estudo do sistema linfático. 99m Tc - DEXTRAN - 70 · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: DEXTRAN-70: 50 mg; SnCl2.2H2O: 0,75 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução coloidal, estéril e apirógena, · Utilizado no estudo do sistema linfático. Professor Rodrigo Penna

28 Principais Radiofármacos - 4
99m Tc - Sn col. · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Fluoreto de Sódio: 1 mg; Fluoreto de Estanho: 0,125 mg; PVP-40: 0,5 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução coloidal, estéril e apirógena, · Utilizado em cintilografia hepato-esplênica. 99m Tc - MAA · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Soro Albumina Humana Desnaturada: 2,2 mg; SnCl2.2H2O: 22 µg; Glicose: 18,7 mg; Ácido Ascórbico: 4,6 mg; Acetado de Sódio: 22 mg; NaCl: 45,0 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução opalescente, estéril e apirógena, · Utilizado em cintilografia pulmonar. 99m Tc - ECD · Um frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Etilenodicisteina Dietil éster (ECD): 1,0 mg; EDTA: 0,36 mg; Manitol: 24 mg; SnCl2.2H2O: 0,41 mg; outro frasco contém: tampão Fosfato 0,02 Mol/L com pH 7,0 - 8,0: 1,5 mL, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução límpida, incolor, estéril e apirógena, · Utilizado no estudo de perfusão cerebral. 99m Tc - Fitato · Cada frasco contém sob forma liofilizada, estéril e apirógena: Fitato de Sódio:20 mg; SnCl2.2H2O:1 mg, · Produto reconstituído com Na99mTcO4, se apresenta na forma de solução límpida, opalescente, estéril e apirógena, · Utilizado em cintilografia hepática. Professor Rodrigo Penna

29 Professor Rodrigo Penna www.fisicanovestibular.com.br
O EXAME Administração do Radiofármaco: em geral, endovenosa, mas também pode ser ingerido ou inalado. São raros efeitos colaterais ou alérgicos (Obs: gravidez). Geração das imagens: o paciente é posicionado na gama-câmara. Pode ser necessário se esperar horas ou até dias! Análise das imagens: feita por um médico especialista, que dá um laudo. Professor Rodrigo Penna

30 Professor Rodrigo Penna
NA GAMA-CÂMARA Professor Rodrigo Penna

31 Professor Rodrigo Penna
GAMA-CÂMARAS Professor Rodrigo Penna

32 CUIDADOS DE RADIOPROTEÇÃO
COMO EM QUALQUER PROCEDIMENTO COM A UTILIZAÇÃO DE MATERIAL NUCLEAR, DEVE-SE SEMPRE ESTAR ATENTO ÀS NORMAS VIGENTES, EVITANDO RISCOS DESNECESSÁRIOS E ACIDENTES GRAVES. Professor Rodrigo Penna

33 RADIOSENSIBILIDADE DOS TECIDOS
Alguns tecidos são mais radio sensíveis comparado a outros e isto deve ser levado em conta nos exames a serem realizados pela técnica da Cintilografia. Professor Rodrigo Penna

34 Professor Rodrigo Penna
EXEMPLOS DE IMAGENS TIREÓIDE IODO-131 Professor Rodrigo Penna

35 METÁSTASES – Câncer de Tireóide
A- homem, 23 anos, externo. B- mulher, 22 anos, cérebro. C- mulher, 65 anos, pulmão e ossos. Professor Rodrigo Penna

36 VANTAGEM DA CINTILOGRAFIA
E- Radiografia normal após tratamento com 131I. D- Micronódulos em cintilografia. Professor Rodrigo Penna

37 Professor Rodrigo Penna www.fisicanovestibular.com.br
TRATANDO A METÁSTASE 131I A- 3GBq B- 5,5GBq C- 14GBq Professor Rodrigo Penna

38 REINCIDÊNCIA DO CÂNCER
Após o tratamento com 131I os médicos recomendam atenção especial ao surgimento de neoplasias, nos 5 primeiros anos como o maior risco. E- scan após 3GBq de 131I. D- 4 meses após, com 370 MBq de 131I, mostrando a eficiência do tratamento. Professor Rodrigo Penna

39 Professor Rodrigo Penna
Gálio-67 67Ga Meia-vida: 78,3 horas Três fotopicos: 93, 185, 300 KeV Principal emissão de energia : 93 KeV Professor Rodrigo Penna

40 Professor Rodrigo Penna
Índio-111 111In Meia-vida: 2,8 dias Dois fotopicos: 172 e 245 KeV Professor Rodrigo Penna

41 Professor Rodrigo Penna
Tálio-201 201Tl Meia-vida: 73,1 horas Dois fotopicos: 135 e 167 KeV Professor Rodrigo Penna

42 Professor Rodrigo Penna
Outros radiofármacos Professor Rodrigo Penna

43 OSTEOARTROPATIA HIPERTRÓFICA
Professor Rodrigo Penna

44 FRATURA DE STRESS TÍBIA
ANTES E DEPOIS DO TRATAMENTO - UM ANO DEPOIS. Professor Rodrigo Penna

45 Cintilografia pré e pós stent em CD
Professor Rodrigo Penna

46 Cintilografia renal com 99mTc - DMSA
Professor Rodrigo Penna

47 Cintilografia renal com 99mTc - DTPA
Professor Rodrigo Penna

48 Cintilografia para pesquisa de refluxo gastro esofágico
Professor Rodrigo Penna

49 Professor Rodrigo Penna
67Ga - Linfoma abdominal Professor Rodrigo Penna

50 Professor Rodrigo Penna www.fisicanovestibular.com.br
Embolia Pulmonar Professor Rodrigo Penna

51 Controle de Embolia Pulmonar
Professor Rodrigo Penna

52 Linfocintilografia Fluxo -15 min 15 min 2h e 30 min 4h 6h
Linfedema secundário de membro inferior direito       Professor Rodrigo Penna

53 Professor Rodrigo Penna www.fisicanovestibular.com.br
Bibliografia Guia Prático de Medicina Nuclear, tem na biblioteca. Radiações Ionizantes para Médicos, Físicos e Leigos, tem na biblioteca. The Essential Physics of Medical Imaging, Bushberg, Seibert, Leidholdt e Boone, Ed. Lippincott Williams & Wilkins - tem na biblioteca da escola. Química Nuclear, revista eletrônica, UFSC, site em 26/10/04. Disciplina Instrumentação Nuclear ministrada pelo Professor Doutor Clemente Cardoso Silva, Departamento de Engenharia Nuclear, UFMG, site em 26/10/04. Fundamentos de Radiodiagnósticos por Imagem, UFRGS, site em 26/10/04. IPEN (Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares), site acessado em 26/10/04. Disciplina Radiofármacos ministrada pelo Professor Doutor Valbert do Nascimento Cardoso, Departamento de Engenharia Nuclear, UFMG. Tabela de Nuclídeos, site em 31/10/04. Home page do Professor Osvaldo Sampaio, Médico Especialista em Medicina Nuclear, Mestre e Professor da UCB, site em 31/10/04. Radioproteção e Dosimetria: Fundamentos, Luiz Tauhata, Ivan P. A. Salati, Renato Di Prinzio e Antonieta R. Di Prinzio, IRD, CNEN. Baixei na internete, site (ou e procurar no site) em 08/08/2004. Creio haver uma cópia na biblioteca. Centro de Medicina Nuclear do ABC, site em 31/10/04. Professor Rodrigo Penna


Carregar ppt "APLICAÇÕES DAS RADIAÇÕES PROFESSOR RODRIGO PENNA"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google