A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA PROVÍNCIA 2009 - 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA PROVÍNCIA 2009 - 2012."— Transcrição da apresentação:

1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA PROVÍNCIA

2 VISÃO Responder ao amor de Deus, com os olhos fixos em Jesus e comprometidos com as crianças, adolescentes e jovens empobrecidos e suas famílias, caminhando alegres como irmãos, fiéis ao carisma de Murialdo, numa comunhão de vocações.

3 MISSÃO Testemunhar e anunciar o amor misericordioso de Deus, comprometidos com a vida e a dignidade, principalmente das crianças, adolescentes e jovens empobrecidos e sua família, segundo a pedagogia e a mística de Murialdo, em comunhão com a Igreja.

4 1. FORMAÇÃO E ANIMAÇÃO VOCACIONAL 2. MISSIONARIEDADE 3. PASTORAL JOSEFINA 4. FAMÍLIA DE MURIALDO 5. COMUNICAÇÃO 6. RECURSOS FINANCEIROS Prioridades

5 1. FORMAÇÃO E ANIMAÇÃO VOCACIONAL Prioridades Animação Vocacional Formação Inicial Formação contínua Espiritualidade Vida Fraterna

6 2. MISSIONARIEDADE Prioridades

7 3. PASTORAL JOSEFINA Prioridades Pastoral Social Pastoral Paroquial Pastoral Escolar Setor Juventude

8 4. FAMÍLIA DE MURIALDO 5.COMUNICAÇÃO 6.RECURSOS FINANCEIROS Prioridades

9 1. Seguimento de Jesus Cristo na mística de São Leonardo Murialdo 2. Atenção às crianças, adolescentes e jovens pobres e suas família 3. Compromisso com a formação contínua. 4. O exercício da pedagogia do amor e educação do coração. 5. Abertura à missionariedade. 6. Bem unida família na Família de Murialdo. 7. A atenção aos sinais dos tempos com respeito às culturas. 8. Vivência da comunhão de bens Princípio / Valores

10 1 - FORMAÇÃO E ANIMAÇÃO VOCACIONAL Área Temática: Animação Vocacional Prioridade: Comprometimento com o Serviço de Animação Vocacional (SAV). EstratégiasAções 1.Promoção e Acolhida Vocacional 1. Dinamizar o SAV mantendo um confrade liberado; 2. Produção e distribuição de material vocacional; 3. Veicular propaganda vocacional no MCS 4. Formar e acompanhar as Equipes Vocacionais de leigos, AMA e confrades nas Obras e Paróquias. 5. Acompanhar os vocacionados com visitas, encontros, retiros e outros; 6. Acolhida de vocacionados nas comunidades para convivência. 7. Criar uma consciência vocacional nas comunidades eclesiais e nas famílias. 8. Escolher em cada comunidade um confrade responsável pelo SAV 9. Participar e integrar-se com os movimentos, pastorais, catequese, escolas, universidades e outros ambientes. 10. Integrar-se com os Institutos de Pastoral de Juventude e aos organismos afins em âmbito regional e nacional. 11. Promover, em parceria com a Pastoral da Juventude, uma formação planejada e continua, com encontros para a formação da Juventude. 12. Seguir quadro de referência com perfil necessário para admissão de candidatos à VR. (LFJ) Objetivo 1: Intensificar o SAV nas comunidades e obras em âmbito eclesial: província e dioceses.

11 1 - FORMAÇÃO E ANIMAÇÃO VOCACIONAL Área Temática: Animação Vocacional Prioridade: Comprometimento com o Serviço de Animação Vocacional (SAV). EstratégiasAções 2. Dinamizar a Vida Fraterna 1.Abertua e integração da comunidade religiosa com a comunidade externa; 2. Aprimorar, aprofundar e intensificar a vida de oração. 3. Equilibrar a vida de trabalho com outros momentos de convivência (leituras, estudo, lazer, descanso...). 4. Testemunhar a alegria de ser josefino. 3. Promover protagonismo Juvenil. 1. Apresentar a proposta vocacional na agenda da JAMUR inclusive no Festival da Canção Murialdina. 2. Convidar os jovens para uma experiência vocacional especifica. 3. Oferecer aos jovens cursos e encontros para formação no carisma de São Leonardo Murialdo. Na modalidade de manhãs ou tardes, aberto a um público mais genérico (FZS). Objetivo 1: Intensificar o SAV nas comunidades e obras em âmbito eclesial: província e dioceses.

12 1 - FORMAÇÃO E ANIMAÇÃO VOCACIONAL Área Temática: Formação Inicial Prioridade: Experenciar Deus a partir do carisma de São Leonardo Murialdo EstratégiasAções 1. Assumir a formação inicial como necessidade e tempo de discernimento 1-Aprofundamento sistemático da vida, carisma e espiritualidade de SLM 2 -Ter claro e praticar os conteúdos e (espiritualidade) de cada etapa e os critérios para passar para a etapa seguinte; 3- Favorecer a integração dos membros da Equipe de Formação da Província 4-Formar para a missionariedade, favorecendo o intercâmbio cultural; 5-Valorizar a presença de leigos e religiosos especialistas no acompanhamento dos formandos nas dimensões da pessoa; 6- Formar para novas áreas de acordo com os sinais dos tempos; 7- Realizar encontros de formandos favorecendo o protagonismo dos mesmos. 8- Valorizar as orientações das Linhas de Formação Josefina, dando destaque para o estudo sobre Jesus Cristo, Igreja, Murialdo e a Realidade; 9- Favorecer experiências pastorais com os pobres; Objetivo 1: Conhecer Jesus Cristo como discípulo missionário testemunhando na Igreja a mística de Murialdo

13 1 - FORMAÇÃO E ANIMAÇÃO VOCACIONAL Área Temática: Formação Contínua Prioridade: Aprofundar a experiência de Deus a partir do carisma de São Leonardo Murialdo. EstratégiasAções 1- Aprofundar um processo constante de formação 1. Ser testemunha alegre do carisma; 2. Participação em cursos de formação com tempo mais prolongado em cursos de especializações; 3. Estudo e aprofundamento do Documento de Aparecida, Diretrizes e Documentos da CNBB e CRB; 4. Formar para a gratuidade e generosidade, voluntariado e à missionariedade; 5. Aprofundar a vida e a mística de SLM; 6. Em âmbito de comunidade aprofundamento de temas do carisma e espiritualidade de SLM, conforme a atividade própria da obra; 7. Oportunizar aos diretores, párocos e ecônomos formação própria para o exercício da função. Objetivo 1: Seguir Jesus Cristo como discípulo missionário testemunhando na Igreja a mística de Murialdo.

14 1 - FORMAÇÃO E ANIMAÇÃO VOCACIONAL Área Temática: Espiritualidade Prioridade: Vivência de uma maior intimidade com Deus e com os irmãos. EstratégiasAções 1- Testemunhar a VR como dom consagrado 1. Cultivar as virtudes da humildade e da caridade, no abandono à Providência de Deus, refletindo o exemplo de São José; 2. Aprofundar a experiência do amor de Deus em nossa vida e anunciá-la com a vivência; 3. Pautar a vida pessoal e comunitária pela simplicidade e sobriedade; 4. Assumir o trabalho com fé, alegria e profissionalismo; 5. Manifestar bondade e delicadeza, nas relações internas e externas; 6. Priorizar tempo e momentos de espiritualidade comunitária; 7. Tornar a Palavra de Deus norteadora do processo contínuo de formação do discípulo missionário (Leitura Orante); Semanal 8. Criar espaços de espiritualidade com leigos de nossas obras; 9. Valorizar o trabalho e ação apostólica como expressão da consagração e meios de santificação; Objetivo 1: Realizar nossa entrega total a Deus a exemplo de São José na Família de Nazaré.

15 1 - FORMAÇÃO E ANIMAÇÃO VOCACIONAL Área Temática: Vida Fraterna Prioridade: Responder ao chamado através da vida fraterna EstratégiasAções 1. Ser fraterno para viver em comunidade 1. Celebrar bem a Eucaristia e o momento comunitário da Liturgia das Horas encarnando o cotidiano; 2. Valorizar os encontros comunitários das refeições, comemorações, da conferência semanal e momentos de lazer; 3. Ser testemunho de caridade e reconciliação praticando a correção fraterna; 4. Acolher os confrades com gestos de abertura, respeito à pessoa e às diferenças culturais; 5. Colocar à disposição dos confrades os dons, os frutos do trabalho, doações e outros proventos; 6. Partilhar em comunidade as experiências, critérios e as opções de vida apostólica pessoal; 7. Testemunhar o vede como eles se amam no apostolado diário; 8. Adequar a OSE como Casa de Repouso (estudo) Objetivo 1: Compromisso de fazer da vida comunitária o primeiro campo do apostolado

16 2 - MISSIONARIEDADE Área Temática: Compromisso Missionário Prioridade: Fortalecer a cultura missionária como compromisso com o Evangelho de Jesus no carisma de S.L.Murialdo EstratégiasAções 1. Tornar o tema da missionariedade transversal em todos os projetos e ações da Província 1. Tornar nossos locais de ação pastoral em centros de irradiação da missionariedade. 2. Criar a equipe missionária na Província. 3. Apresentar a missionariedade Josefina em todas as etapas da formação. 4. Realizar em cada obra campanhas de solidariedade e de mobilização missionária. 5. Comprometer todas as comunidades da província com a manutenção das novas comunidades missionárias (desta missão. Comunidades irmãs) 6. Criar e/ou apoiar a Infância, adolescência e juventude Missionárias 7. Fazer um cronograma com locais e datas de possíveis missões populares nas nossas paróquias e colégios, com a participação de formandos e missionários Josefinos e da Família de S.L. Murialdo, como momento forte de animação vocacional. Objetivo 1: Dinamizar a cultura missionária nos formandos e confrades e nos destinatários de nossa ação carismática.

17 2 - MISSIONARIEDADE Área Temática: Compromisso Missionário Prioridade: Fortalecer a cultura missionária como compromisso com o Evangelho de Jesus no carisma de S. L. Murialdo EstratégiasAções 1. Formar rede de missionariedade com os membros da Família de Murialdo, leigos de nossas obras e pastorais sociais afins 1. Preparar leigos de nossas obras e da Família de S.L. Murialdo no planejamento e atuação da missionariedade. 2. Constituir a comunidade integrada em nossas frentes missionárias. 3. Concretizar a abertura missionária na periferia de São Luiz do Maranhão 4. Oportunizar aos agentes leigos e a família de murialdo formação para o compromisso missionário 5. Preparar e enviar agentes leigos da Família de Murialdo para experiências missionárias, em outras comunidades ou obras josefinas a partir do planejamento 6. Preparar jovens voluntários para as missões Objetivo 2: Envolver a Família de S. L. Murialdo no espírito da missionariedade

18 3 - PASTORAL JOSEFINA Área Temática: Pastoral Paroquial Prioridade: Aprofundar a formação contínua e permanente dos agentes de pastoral, segundo o Doc. De Aparecida, na pedagogia e mística de Murialdo EstratégiasAções 1. Dinamizar a ação pastoral com a formação de evangelizadores e novas lideranças: 1. Selecionar pessoas com perfil de liderança. 2. Promover cursos de formação para lideranças focando a Pedagogia do amor e educação do coração numa metodologia participativa. 3. Dinamizar atividades que testam o nível de compromisso na ação evangelizadora. 4. Oportunizar espaço e momentos para que os leigos possam atuar o seu protagonismo. 5. Favorecer a manifestação da criatividade e a identidade própria dos leigos na evangelização. 6. Apoio e incentivo financeiro para formação teológica dos leigos. 7. Incentivar a participação de lideranças em encontros e cursos da igreja local. 2. Rede Murialdo de Evangelização 1. Garantir a participação de Leigos na Rede das paróquias Josefinas; 2. Desenvolver práticas na ação pastoral que valorizem as crianças, adolescentes e jovens. 3. Atuação de uma catequese rica em vivências de espiritualidade Murialdina. 4. Divulgação da mística do amor misericordioso de Deus, nos mais diversos momentos celebrativos. 5. Visibilização e dinamização dos serviços e das pastorais sociais. 6. Programação, execução e avaliação da ação pastoral através do conselho de pastoral paroquial 7. Atender as escolas públicas no seu aspecto religioso. 3. Garantir na ação pastoral das paróquias os fundamentos da Pastoral Urbana no atual contexto 1. Realização do I Seminário nac. das Paróquias Josefinas. 2. Promover estudo sistemático do Doc. de Aparecida e das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja do Brasil (DGAEB). 3. Definir e concretizar o perfil da paróquia missionária josefina (Guia Pastoral Paroquial Josefino) Objetivo 1: Unificar linguagem e ação evangelizadora, expressando o conteúdo da Nova Evangelização na mística de Murialdo.

19 3 - PASTORAL JOSEFINA Área Temática: Pastoral Social Prioridade: Tomar a ação social mais profética e transformadora EstratégiasAções 1. Qualificar a Rede Josefina de Ação Social na proteção e defesa da vida e dos direitos da criança, do adolescente e do jovem em situação de vulnerabilidade pessoal e social. 1. Participar efetivamente dos Conselhos Setoriais, Fóruns DCA e Equipes do Orçamento e das Políticas Públicas 2. Contratar profissionais qualificados e com perfil institucional 3. Criar ou fortalecer o Conselho da Obra 4. Inserir as instituições na Rede desses serviços em suas várias instancias 5. Criar a Central de Captação de Recursos 6. Lançar a cada 2 anos a Revista Relatório Social. 2. Oferecer momentos fortes de capacitação técnica e espiritualidade aos confrades e colaboradores 1. Realizar, a cada três anos, o Seminário da Criança e do Adolescente. 2. Organizar retiros e encontros de formação 3. Oportunizar a participação em cursos de qualificação profissional 3. Ampliar e aprimorar a oferta da Aprendizagem Profissional 1. Captar recursos, através de projetos de Rede, que contemplem os executores. 2. Estudo e diagnóstico junto às comunidades para a criação de cursos profissionalizantes eficazes 3. Criar estratégias legais de captação de recursos junto às empresas Objetivo 1: Intensificar o comportamento com as crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade pessoal e social como fidelidade pessoal e social como fidelidade ao carisma.

20 3 - PASTORAL JOSEFINA Área Temática: Setor Juventude Prioridade: Intensificar a promoção da Pastoral de Juventude EstratégiasAções 1. Priorizar momentos de formação crítica, espiritual e missionária. 1. Realizar dois grandes encontros provinciais com jovens de nossas obras. 2. Disponibilizar espaços físicos e atividades para jovens, oferecendo formação e animação. 3. Em cada obra criar grupo de jovens com formação na Pedagogia de Murialdo em sintonia com a PJ local. 2. Criar e fortalecer grupos de jovens como força renovadora da Igreja e da sociedade. 1. Constituir uma equipe mista (leigos e josefinos) em cada obra para realizar momentos com a juventude. 2. Organizar retiros e encontros de formação. 3. Realizar pesquisa sobre o discernimento vocacional e o melhor acompanhamento dos jovens. 4. Continuar a capacitação de confrades para a Pastoral de Juventude. 5. Promover a formação de grupos culturais/recreativos (coral, teatro, música, dança, artes visuais,...). 6. Promover anualmente eventos culturais (shows, seminários) 7. Promover e formar comunidades virtuais para atuar e divulgar o Carisma, vida de Murialdo e Congregação. Objetivo 1: Priorizar o protagonismo dos jovens em nossas obras como força de renovação social e de evangelização.

21 3 - PASTORAL JOSEFINA Área Temática: Pastoral Escolar Prioridade: Solidificar a formação de educadores e alunos numa pedagogia do amor e da educação do coração, em vista de um diferencial na educação, percebido na boa educação das crianças, adolescentes, jovens e suas famílias. EstratégiasAções 1. Ampliar ações em rede 1. Aumentar tomadas de decisões em rede para que as escolas fiquem cada vez mais amparadas em ações sólidas. 2. Sensibilizar pessoas da instituição para mudança de paradigma da direção escolar de um religioso para uma direção de um leigo. 3. Investimento na infraestrutura antiga para um design moderno e melhor otimização de espaços. 4. Planejar ações econômicas baixando custos dos serviços prestados nas escolas. 5. Criar diretrizes gerais de orientação e controle da administração escolar. 6. Reuniões da equipe de educação para planejar e avaliar as ações em rede (publicidade, propaganda, material diverso e a pastoral). 7. Implantação de um Software integrando todos os sistemas de informatização da Rede de Escolas Murialdo 8. Enfatizar a implantação de cursos técnicos de Ensino Médio; 9. Fortalecer as ações de formação técnica no Instituto São José - OLS Objetivo 2: Solidificar a ação educativa josefina num trabalho em rede.

22 3 - PASTORAL JOSEFINA Área Temática: Pastoral Escolar Prioridade: Entrar no ensino superior oferecendo qualidade nos cursos de graduação, pós-graduação e tecnológica EstratégiasAções 1. Buscar assessoria qualificada para superação dos processos de aprovação e iniciação da Faculdade Murialdo 1. Contratação de técnico para elaboração, acompanhamento e execução de implantação. 2. Realização de reuniões com as equipes diretivas da Rede de Escolas Murialdo. 3. Reunião com lideranças locais para ouvir opiniões, demandas, Pesquisa de cenário do E.Superior, 5. Apresentação e aprovação da proposta da instituição da FAMUR na Assembléia Geral do ILEM. 6. Definição dos cursos e sedes 7. Elaboracão dos PDI,PPI, PPC, Estatuto, Regimento e Orçamento Econômico-Financeio. 8. Credenciamento do ILEM e autorização dos cursos. 9. Definir equipe diretiva da instiuição para a FAMUR. 10. Definir quadro de pessoal e funções. 11. Elaboracao dos programas de cursos. 12. Programa de marketing e propaganda. 13. Aquisição de acervo bibliográfico e equipamentos. O bjetivo: Ampliar e qualificar nossa ação na pastoral educacional instituindo a Faculdade Murialdo

23 3 - PASTORAL JOSEFINA Área Temática: Pastoral Escolar Prioridade 2: Entrar no ensino superior oferecendo qualidade nos cursos de graduação, pós-graduação e tecnológica EstratégiasAções 2. Estabelecer parcerias com outras instituições. 1. Aproximação de Instiuições afins para buscar estratégias de crescimento e fortalecimento 2. Ações junto aos colégios da região para consolidar esta estratégia 3. Visitar empresas do setor para ofertar cursos da FAMUR. 3. Usar espaços físicos das Escolas Murialdo para estruturação da FAMUR 1. Apoiar reformas físicas nas Escolas de Ana Rech, Centro de Caxias do Sul e Porto Alegre com vistas ao ensino superior. 2. Viabilizar a sede da FAMUR no colégio do centro de Caxias do Sul. 3. Estabelecer os critérios de aulas teóricas para a sede e de campo experimental para Ana Rech. 4. Realizar cursos de pós-graduação nos quatro colégios de nossas obras. O bjetivo 1: Ampliar e qualificar nossa ação na pastoral educacional instituindo a Faculdade Murialdo

24 3 - PASTORAL JOSEFINA Área Temática: Pastoral Escolar Prioridade 2: Solificar a formação de educadores e alunos numa pedagogia do amor e da educação do coração, em vista de um diferencial na educação, percebido EstratégiasAções 1. Atuar de acordo com o Projeto Educativo da Rede de Escolas Murialdo. 1. Realizar encontros formativos com os profissionais da comunidade educativa inclusive nas reuniões pedagógicas a partir da pedagogia e espiritualidade de São Leonardo Murialdo. 2. Possibilitar avaliação interna da instituição e sua prática pedagógica dando ênfase para a Pedagogia do Amor. 3. Selecionar e capacitar novos educadores segundo o perfil do Projeto Educativo Josefino. 4. Promover Retiros e encontros formativos para professores; 2. Criar relações fraternas que expressam a educação com a responsabilidade social. 1. Refletir com os educadores sobre a prática diária da pedagogia do amor em sala de aula e seu comprometimento com a inclusão social. 2. Sensibilizar e comprometer os estudantes quanto à necessidade de um novo mundo nas relações sociais. 3. Incluir Crianças, adolescentes e jovens empobrecidos em nossas salas de aula. 4. Apresentar exercícios de ajuda fraterna e solidária junto aos segmentos excluídos da sociedade. 5. Manter diálogos freqüentes de orientação com os pais de alunos que apresentam dificuldades nos estudos e no relacionamento. 3. Fortalecer na escola um lugar de evangelização 1. Introduzir leigos no setor administrativo dos colégios para que os josefinos estejam mais liberados para a pastoral escolar. 2. Organizar uma agenda que dê destaque aos momentos de espiritualidade como: abertura e encerramento de ano, Festa de São Leonardo Murialdo, Páscoa, Natal, Dia de Ação de Graças. 3. Aprofundar, na comunidade escolar, através de aulas, palestras e imprensa sobre valores e princípio em favor da família. 4. Difundir, nos mais variados momentos da vida da comunidade escolar, nossos ideais sobre a ética, a justiça, a solidariedade e a ecologia. O bjetivo 1: Zelar pela qualidade da educação na ótica da Pedagogia do Amor

25 4 - FAMÍLIA DE MURIALDO Área Temática: Família de Murialdo numa Comunhão de Vocações. Prioridade: Viver em comunhão de vocações com a Família de Murialdo. EstratégiasAções 1.Estimular a criação de comunidades integradas 1. Reunir dirigentes da FdM para apresentar proposta de constituir uma comunidade integrada em S.Luís do Maranhão; 2. Realizar projetos e atividades conjuntos na missão; 3. Preparar e formar reciprocamente os religiosos e os leigos. 4. Incentivar programas de voluntariado. 2. Criar ou fortalecer o núcleo dos LAM em cada obra 1. Criar e fortalecer um núcleo de LAM em cada obra; 2. Oferecer momentos de formação na mística de Murialdo 3. Seguir as diretrizes nacionais da ANALAM. 4. Encontros para apresentar possibilidades reais e visíveis de apoio e solidariedade a crianças e adolescentes que vivem em situação de risco pessoal e social. 5. Preparar e formar para a promessa; 6. Apoiar técnica-espiritualmente o Conselho Formativo da ANALAM p/ produção de material 3. Manter viva e dinâmica a Família de Murialdo 1. Reunir periodicamente os coordenadores destes componentes 2. Definir perfil que fortaleça essa pertença 3. Realizar encontros entre os diversos membros para fortalecer o sentido de Família de Murialdo 4. Apresentar e convidar membros para envolvimento com experiências missionárias. 5. Celebrar a vida valorizando momentos festivos ou de dor através de intercâmbios solidários. Objetivo 1: Fortalecer a comunhão entre religiosos e leigos também formando comunidades.

26 5 - COMUNICAÇÃO Área Temática: Comunicação Prioridade: Qualificar o sistema de comunicação EstratégiasAções Profissionalizar a comunicação interna 1. Criar o site do Instituto Leonardo Murialdo, com janelas interativas entre as comunidades através do uso de senhas. Província 2. Revitalizar o informativo interno Presença. 3. Definir o papel específico dos diretores e orientá-los quanto ao repasse das notícias da Congregação. 4. Fortalecer as reuniões semanais da comunidade também como estratégias de comunicação da Família Josefina. 5. Definir e otimizar os momentos de visita do Conselho Provincial às comunidades. 6. Organizar e sistematizar a comunicação eletrônica da mantenedora com as filiais ( s) e meios comuns de comunicação Objetivo 1: Tornar a comunicação interna mais ágil e eficaz

27 5 - COMUNICAÇÃO Área Temática: Comunicação Prioridade: Qualificar o sistema de comunicação EstratégiasAções 1. Implantar plano de divulgação e definição de conteúdos e mensagens da missão institucional. 1. Assegurar legalmente o uso da marca para atividades próprias do apostolado josefino. 2. Ampliar a oferta de produtos da grife Murialdo. 3. Inserir convite vocacional em jornais, revistas e rádios nos locais de presença josefina. 4. Criar equipe de comunicação e marketing com a assessoria de leigos especializados. 5. Manter duas edições anuais de Agir e Calar com qualidade editorial. 6. Manter a edição da revista Relatório Social a cada dois anos e fazer com que chegue ao público destinatário. 7. Utilizar o site da Província Brasileira com atualização constante e janelas interativas. Objetivo 2: Aumentar a visibilidade e o reconhecimento da marca instituicional Murialdo

28 6 - RECURSOS FINANCEIROS Área Temática: Recursos Financeiros Prioridade: Assegurar a saúde financeira da instituição EstratégiasAções 1. Desenvolver política de recursos financeiros. 1. Criar Equipe de Finanças garantindo calendário próprio de reuniões sistemáticas. 2. Implantar sistema de contabilidade que garanta eficiência, unidade e controle por parte da coordenação geral da província. 3. Implantar na Rede de Colégios modelo de gestão e controle das ações que garantam padrões de atendimento e sucesso econômico-financeiro. 4. Implantar o Serviço Nacional de Captação de Recursos para atender à demanda de nossa ação social. 5. Pautar agenda específica para definições sobre a Fazenda Estrela. 6. Criar uma nova filial do Instituto para a Gráfica Murialdo. 7. Implantar política de investimento em imóveis urbanos. 8. Criar sistema de implantação das decisões da Instituição quanto à manutenção da mesma e da Congregação através da participação das atividades das comunidades. 9. Definir e implantar com clareza política de assistência previdenciária e de Planos de saúde. 10. Elaborar comunitariamente planos de atividades plurianuais encaminhando para aprovação da Província. Objetivo 1: Garantir recursos financeiros que atendam às necessidades das ações da Província e da Congregação.

29

30

31


Carregar ppt "PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DA PROVÍNCIA 2009 - 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google