A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COLEÇÃO VIVER, APRENDER 12 E 13 DE MARÇO MINAS GERAIS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COLEÇÃO VIVER, APRENDER 12 E 13 DE MARÇO MINAS GERAIS."— Transcrição da apresentação:

1 COLEÇÃO VIVER, APRENDER 12 E 13 DE MARÇO MINAS GERAIS

2 PAUTA Curso de dois dias, 16 horas, com o objetivo de conhecer a coleção Viver, aprender, os principais conceitos que a fundamentam e as possibilidades de trabalho com o material – manhã: apresentação, breve histórico, alfabetização e letramento. - tarde: conhecendo o material – manhã: desenvolvimento de seqüência didática – Ciências Naturais e Matemática. - tarde: projeto de Ciências Naturais e Matemática- interdisciplinaridade; avaliação do encontro.

3 COLEÇÃO VIVER, APRENDER MATERIAIS DIDÁTICOS Coleção 2o segmento Parceria Ação Educativa e Global Editora

4 COLEÇÃO VIVER, APRENDER Reformas educativas – Ministério da Educação – Distribuição de subsídios pedagógicos a estados e municípios; – Financiamento de projetos de formação de educadores; – Impressão de materiais; Coleção elaborada pela ONG Ação Educativa, impressa e distribuída pelo MEC

5 AÇÃO EDUCATIVA Organização não-governamental sem fins lucrativos, fundada em 1994, em São Paulo; – Desenvolve projetos educacionais que promovem a justiça social, a democracia participativa e o desenvolvimento sustentável no Brasil; – Realiza atividades de assessoria, pesquisa e formação, além de divulgar materiais e subsídios a educadores, jovens e agentes sociais

6 AÇÃO EDUCATIVA Três áreas de atuação: – Educação – Juventude – Espaço de cultura e ação social

7 AÇÃO EDUCATIVA Área de Educação: – Atuação junto a escolas e programas na área de Educação; – Intervenção nas políticas públicas amplas; – Larga tradição de trabalho na área de Educação de Jovens e Adultos; – Atuação na assessoria a programas educativos, participação e apoio a redes e fóruns, salas de aula experimentais, formação de educadores e elaboração de subsídios e materiais pedagógicos.

8 COLEÇÃO VIVER, APRENDER Coleção elaborada pela Ação Educativa a pedido do Ministério da Educação a partir de 1997, sob a coordenação de Cláudia Lemos Vóvio; Sistematiza e incorpora avanços das pesquisas nas diferentes áreas do conhecimento das dinâmicas sociais e suas implicações no âmbito escolar; Projeto de acordo com a proposta curricular para a educação de jovens e adultos.

9 A coleção Conta com 11 livros e busca abranger problemas e assuntos que correspondem aos interesses e necessidades educativas de jovens e adultos e das comunidades em que estão inseridos; É um projeto construído coletivamente, no qual princípios educativos e propostas pedagógicas dão sustentação aos textos, às atividades e aos projetos de trabalho sugeridos.

10 Livros disciplinares Seis livros partem de temas relativos às principais formas de participação na sociedade contemporânea; Cinco livros tratam de conhecimentos lingüísticos e matemáticos; Aprendizagens fundamentais para ação efetiva na sociedade de cultura escrita: dois de Linguagem, dois de Matemática e um de Língua Estrangeira Moderna

11 Arquitetura dos livros – Cada livro é formado por três partes: Livro do estudante Roteiro de atividades Livro de professores – Propõe ao professor a criação e o desenvolvimento de projetos coletivos de trabalho;

12 Arquitetura dos livros Objetivo: Oferecer condições aos estudantes para: – Desenvolver novas habilidades e adquirir conhecimentos para tomada de decisões; – Aprender a investigar a realidade; – Reconhecer as desigualdades sociais e econômicas e sociais; – Ter acesso a bens culturais

13 Estrutura dos materiais Guia do educador n Orientações didáticas n Explicações sobre temas tratados n Definição de objetivos de aprendizagens n Descrição das atividades n Sugestões de atividades complementares n Textos informativos para educadores Livro do educando n Organizados em módulos temáticos e unidades de estudo n Abordam articuladamente as áreas curriculares em projetos didáticos

14 Seis Focos de Atenção...

15 Foco 1 A continuidade do processo educativo Programas viáveis e compatíveis às necessidades dos envolvidos; A criação de oportunidades para que pessoas ampliem conhecimentos 15

16 Foco 2 Diversidade cultural Implica conhecer os educandos e: produtores eportadores de cultura – Reconhecê-los como produtores e portadores de cultura e que essa bagagem é diversa e relacionada às suas biografias e ciclos de vida, aos grupos a que pertencem, ao contexto em que vivem, entre outros. – Identificarintegrar – Identificar e integrar os conhecimentos, valores, representações, expectativas e habilidades que possuem; mudançasidentitárias – Considerar que a alfabetização provoca mudanças identitárias; projetoseducativos – Organizar projetos educativos em função dessa bagagem e necessidades dos grupos. 16

17 Foco 3 Educação não se faz por transferência – Práticasconectam necessidades – Práticas e propostas que se conectam a projetos e necessidades dos grupos atendidos e respondam às exigências sociais; realidadediagnóstico intervenção – A realidade local, o diagnóstico de questões e a busca de soluções e intervenção são tarefas e conteúdos a serem contemplados no processo de alfabetização; – Situaçõesreaissignificativas – Situações reais e significativas, relacionadas à vida; – Situaçõescomunicativas – Situações comunicativas como aquelas que as pessoas falam, lêem e escrevem no mundo social 17

18 Foco 4 Ambiente alfabetizador Organizar os tempos e os espaços de modo a favorecer: diálogonegociação – O diálogo e a negociação entre todos os envolvidos; articulação – A articulação e a mobilização dos grupos que tomam parte do processo educativo e de outros da comunidade; intercâmbio – O intercâmbio de experiências e saberes; 18

19 Foco 5 Alfabetizar e letrar simultaneamente Requer: – Superar a noção de que o foco da alfabetização concentra-se em ler para aprender a ler e em escrever para aprender simplesmente a tecnologia da escrita; gamadiversificadadesituações – Promover uma gama diversificada de situações de: produção de textos (orais, escritos ou em outras linguagens), de leitura e interpretação de textos, de acesso a diversas fontes de informação, de reflexão sobre a linguagem como objeto de estudo; 19

20 Foco 6 A ção dos(as) professores(as) ção Pedagógica; Rever a Ação Pedagógica; sujeitosde aprendizagem; – Conhecer e reconhecer os educandos como sujeitos de aprendizagem; papéisatribuições – Rever e atualizar seus papéis e atribuições; proposição pelos(as) professores(as) – Promover a elaboração, proposição e implementação de ações educativas criadas pelos(as) professores(as). 20

21 COLEÇÃO VIVER, APRENDER Fundamentos da proposta pedagógica da coleção: – Diferenças no modo de operação cognitiva de sujeitos pouco ou não escolarizados; Atividades que contribuem para o desenvolvimento das habilidades cognitivas de jovens e adultos: – Trabalho; – Participação política em movimentos sociais e sindicais.

22 COLEÇÃO VIVER, APRENDER Os percursos de aprendizagem delineados nas propostas pedagógicas da coleção visam a promover ações que favoreçam a tomada de consciência, por parte dos educandos, de seus processos cognitivos, a partir da identificação de seus conhecimentos prévios, fomentando a análise e reflexão sobre o próprio percurso de aprendizagem.

23 COLEÇÃO VIVER, APRENDER Foram traçadas estratégias para a elaboração desta coleção com o sentido de produzir um material flexível, para permitir a utilização criativa pelos educadores; Optou-se pela elaboração de projetos didáticos que articulem diversas áreas curriculares para a resolução de problemas;

24 COLEÇÃO VIVER, APRENDER O uso de situações problema que desencadeiam o estudo dos educandos sobre temas e questões atuais é uma das estratégias para elaborar módulos e unidades em que se organiza o material. Cada livro é composto por módulos, vinculados a um tema, contendo informações e propostas de aprendizagem abrangendo diferentes áreas do conhecimento.

25 COLEÇÃO VIVER, APRENDER As áreas de conhecimento abarcadas nessa coleção tratam de aspectos que visam o desenvolvimento cognitivo, afetivo e social dos educandos. As atividades visam o exercício da linguagem oral e escrita e devem se desenvolver em contextos significativos para os educandos.

26 COLEÇÃO VIVER, APRENDER Três estratégias delineiam a distribuição dos diversos tipos de texto na coleção: – Organizar as atividades de leitura e escrita em torno de variados tipos de texto, articulando-os às temáticas de cada módulo; – Atividades de leitura que favorecem o papel de mediador do educador; – Seleção de textos significativos para os educandos que, ao mesmo tempo, abordem informações substanciais para o tratamento dos eixos temáticos e problematizações propostos nos módulos.

27 COLEÇÃO VIVER, APRENDER Objetivo: – Formação de um leitor autônomo e crítico, através de aprendizagens que proporcionem a compreensão dos textos, o diálogo entre a escrita e o leitor, a recriação de sentidos, o estabelecimento de relações e a mobilização de conhecimentos do leitor para dar coerência àquilo que leu.

28 COLEÇÃO VIVER, APRENDER Guia do educador: – Sugestões de como trabalhar os principais conteúdos; – Descrições das atividades; – Indicações de como desenvolver as atividades em sala de aula; – Textos informativos complementares; – Sugestões de atividades extras.


Carregar ppt "COLEÇÃO VIVER, APRENDER 12 E 13 DE MARÇO MINAS GERAIS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google