A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Monteiro Lobato (1882 – 1948). Aluga-se (Raul Seixas/Cláudio Roberto) A solução pro nosso povo eu vou dar Negócio bom assim ninguém nunca viu Tá tudo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Monteiro Lobato (1882 – 1948). Aluga-se (Raul Seixas/Cláudio Roberto) A solução pro nosso povo eu vou dar Negócio bom assim ninguém nunca viu Tá tudo."— Transcrição da apresentação:

1 Monteiro Lobato (1882 – 1948)

2 Aluga-se (Raul Seixas/Cláudio Roberto) A solução pro nosso povo eu vou dar Negócio bom assim ninguém nunca viu Tá tudo pronto aqui é só vir pegar A solução é alugar o Brasil! Nós não vamos pagar nada É tudo free, Tá na hora Agora é free, Vamo embora Dar lugar pros gringo entrar Esse imóvel tá pra alugar Os estrangeiros, eu sei que eles vão gostar Tem o Atlântico, tem vista pro mar A Amazônia é o jardim do quintal E o dólar deles paga o nosso mingau Nós não vamos pagar nada É tudo free, Tá na hora Agora é free, Vamo embora Dar lugar pros gringo entrar Esse imóvel tá pra alugar Nós não vamos pagar nada Agora é free Tá na hora É tudo free, Vamo embora Dar lugar pros outro entrar Pois esse imóvel tá pra alugar

3 Vida Moralista e doutrinador, aspirava ao progresso material e mental do povo brasileiro; Denunciou a exploração dos recursos naturais brasileiros por empresas estrangeiras;

4 Criou a Monteiro Lobato & Cia., a primeira editora nacional, e mais tarde a Companhia Editora Nacional e a Editora Brasiliense; Foi preso pela ditadura de Getúlio Vargas.

5 Obra Descontente com as queimadas realizadas pelos caboclos nas redondezas da fazenda onde morava, escreveu Velha praga, texto que denunciava essa prática e enviou-o ao jornal O Estado de S. Paulo; A partir daí deu início à sua carreira literária, publicando seu primeiro livro, intitulado Urupês; Não tinha pretensão de renovar a literatura, pois ainda se prendia a certas características da escola realista;

6 Literatura infantil Foi um dos primeiros autores desse gênero no Brasil e na América Latina; Sua obra mais conhecida nesse gênero é O Sítio do Pica-pau Amarelo; Nessa obra, aproveita para transmitir às crianças valores morais, conhecimentos sobre nosso país, nossas tradições, nossa língua etc.

7 A Cuca te pega (Dori Caymmi /Geraldo Casé) Cuidado com a Cuca Que a Cuca te pega E pega daqui e pega de lá. A Cuca é malvada e se fica irritada A cuca é zangada Cuidado com ela A cuca é matreira e se fica zangada Cuca é danada Cuidado com ela Cuidado com a Cuca Que a cuca te pega E pega daqui e pega de lá. A Cuca é malvada e se fica irritada A cuca zangada Cuidado com ela Cuidado com a Cuca Que a cuca te pega A cuca é danada Ela vai te pegar.

8 Valorização da variedade linguística brasileira - Do Carmo! Venha abraçar o teu noivo! O escrevente piscou seis vezes e, enchendo-se de coragem, corrigiu o erro. - Laurinha, quer o coronel dizer... O velho fechou de novo a carranca. - Sei onde trago o nariz, moço. Vassuncê mandou este bilhete à Laurinha dizendo que ama-lhe. Se amasse a ela deveria dezer amo-te. Dizendo amo-lhe declara que ama a uma terceira pessoa, a qual não pode ser senão a Maria do Carmo. Salvo se declara amor à minha mulher... - Oh, coronel ou a preta Luzia, cozinheira. Escolha! O escrevente, vencido, derrubou a cabeça com uma lágrima a escorrer rumo à asa do nariz. Silenciaram ambos, em pausa de tragédia. Por fim o coronel, batendo- lhe no ombro paternalmente, repetiu a boa lição da gramática matrimonial. - Os pronomes, como sabe, são três: da primeira pessoa - quem fala, e neste caso vassuncê; da Segunda pessoa - a quem fala, e neste caso Laurinha; da terceira pessoa - de quem se fala, e neste caso do Carmo, minha mulher ou a preta. Escolha! Não havia fuga possível. Trecho de O colocador de pronomes

9 Combate à cobrança abusiva de impostos "Horas depois o fiscal aparecia em casa de Pedrinho com o pequeno pelo braço. Bateu. O pai estava, mas quem abriu foi a mãe. O homem nesses momentos não aparecia, para evitar explosões. Ficou a ouvir do quarto o bate-boca.O fiscal exigia o pagamento da multa. A mulher debateu-se, arrepelou-se. Por fim, rompeu em choro." Trecho de O fisco

10 Retrato de vilarejos decadentes e as populações do Vale do Paraíba Jeca só queria beber pinga e espichar-se ao sol no terreiro. Ali ficava horas, com o cachorrinho rente; cochilando. A vida que rodasse, o mato que crescesse na roça, a casa que caísse. Jeca não queria saber de nada. Trabalhar não era com ele. (...) Um dia um doutor portou lá por causa da chuva e espantou-se de tanta miséria. Vendo o caboclo tão amarelo e chucro, resolveu examiná-lo. - Amigo Jeca, o que você tem é doença. - Pode ser. Sinto uma canseira sem fim, e dor de cabeça, e uma pontada aqui no peito que responde na cacunda. - Isso mesmo. Você sofre de anquilostomiase. (...) O doutor receitou-se o remédio adequado; depois disse: "E trate de comprar um par de botinas e nunca mais me ande descalço nem beba pinga, ouviu?" - Ouvi, sim, senhor! Jeca ficou cismando. Não acreditava muito nas palavras da ciência, mas por fim resolveu comprar os remédios, e também um par de botinas ringideiras. Nos primeiros dias foi um horror. Ele andava pisando em ovos. Mas acostumou-se, afinal... Quando o doutor reapareceu, Jeca estava bem melhor, graças ao remédio tomado. O doutor mostrou-lhe com uma lente o que tinha saído das suas tripas. Trecho de Urupês


Carregar ppt "Monteiro Lobato (1882 – 1948). Aluga-se (Raul Seixas/Cláudio Roberto) A solução pro nosso povo eu vou dar Negócio bom assim ninguém nunca viu Tá tudo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google