A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

George Bernard Shaw Nobel 1925 “Atrocidades não deixam de ser atrocidades quando cometidas em laboratórios e chamadas de pesquisa médica”. Música: Balade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "George Bernard Shaw Nobel 1925 “Atrocidades não deixam de ser atrocidades quando cometidas em laboratórios e chamadas de pesquisa médica”. Música: Balade."— Transcrição da apresentação:

1

2 George Bernard Shaw Nobel 1925 “Atrocidades não deixam de ser atrocidades quando cometidas em laboratórios e chamadas de pesquisa médica”. Música: Balade Pour Adelline Intérprete: Richard Clayderman Fotos: Internet Texto: Rildo Silveira Rildo Silveira Criado por

3 São vários os experimentos realizados com animais nas universidades e entre as suas finalidades, está o estudo da miografia, sistema nervoso, cardiorrespiratório, psicológico, habilidades cirúrgicas, anatomia, farmacologia, dentre outros. Estes experimentos são comuns em diversos cursos universitários, na área das ciências biológicas.

4 Entretanto, essas práticas vêm recebendo críticas e uma resistência por parte de muitos educadores, onde argumentos de ordem ética e, algumas vezes, técnica, são levantados em favor de uma educação mais humanitária e ecológica, já que boa parte dos experimentos possui alternativas.

5 Simulações em computadores, modelos anatômicos, vídeos interativos, pesquisas de campo em voluntários humanos, culturas de células, modelos químicos de pele e de borracha. Natura Geral Assunto: Natura Geral Nome do veículo: O GLOBO - RJ Data da publicação: 03/01/2005 Página e Seção: 12 / RAZÃO SOCIAL Título da notícia: Uma brutalidade que resiste a desaparecer

6 A ciência tem provado que a maioria dos medicamentos testados em animais não surtem o efeito desejado no homem. Natura Geral Assunto: Natura Geral Nome do veículo: O GLOBO - RJ Data da publicação: 03/01/2005 Página e Seção: 12 / RAZÃO SOCIAL Título da notícia: Uma brutalidade que resiste a desaparecer

7 Também, um número crescente de estudantes brasileiros vem se opondo a esses experimentos, por considerá-los cruéis e invasivos, já que muitos animais são mantidos durante toda sua vida em condições de experimentos.

8 São condicionados à fome e sede, queimados, envenenados, eletrocutados, afogados, privados de sua alimentação e comportamento natural.

9 Também são forçados a ingerir substâncias tóxicas e são sacrificados devido às condições extremas de estresse ou quando se tornam “inúteis” não podendo mais ser reutilizados. A eutanásia é uma prática comum após os experimentos.

10 Joseph Mengele, o médico nazista alemão também fazia, em nome da “ciência”, experiências em humanos, aplicando com seringa, substâncias nos olhos das pessoas. Nos países desenvolvidos, como nas universidades alemãs, já não utilizam a vivissecção como técnica didática. Nos Estados Unidos as principais escolas também já aboliram estas práticas e na Itália os estudantes têm o direito de negarem-se a participar de procedimentos vivisseccionistas assegurado por Lei. Na Inglaterra já foram abolidos por lei.

11 A busca de soluções para os problemas humanos deve continuar e é imprescindível, no entanto, deve passar necessária e conjuntamente pela busca de novas alternativas ao uso de animais.

12 Se na sua Escola ou Faculdade existirem laboratórios de experimentação animal, fale com seus colegas, professores, coordenadores e diretores sobre o respeito à vida e as alternativas existentes.

13

14

15

16

17

18 Faça sua parte. Divulgue esta mensagem. Envie para seus amigos. A NATUREZA AGRADECE !!!

19 V I S I T E


Carregar ppt "George Bernard Shaw Nobel 1925 “Atrocidades não deixam de ser atrocidades quando cometidas em laboratórios e chamadas de pesquisa médica”. Música: Balade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google