A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Observatório Nacional de Clima e Saúde

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Observatório Nacional de Clima e Saúde"— Transcrição da apresentação:

1 Observatório Nacional de Clima e Saúde
Projeto Observatório Nacional de Clima e Saúde Christovam Barcellos, Fiocruz Antonio Miguel Vieira Monteiro, INPE VIGIDESASTRES - 3° Seminário Nacional sobre Saúde em Desastres, 5, 6 e 7 de outubro de 2011, Brasília/DF.

2 Clima e Saúde nas Visões do Gestor e da Mídia: Qual a nossa parcela de Responsabilidade ?
Slide: Xris Barcellos

3 Clima e Saúde no Debate Científico: Qual a nossa parcela de Responsabilidade ?

4

5 Na saúde, as mudanças climáticas podem potencializar...
Mortes por impacto direto (causas externas) de ondas de calor, ventos, inundações e secas; [??] [Como e Onde e com que Intensidade] Furacão Catarina, RS e SC, 2004

6 Na saúde, as mudanças climáticas podem potencializar...
A expansão das áreas de transmissão de doenças relacionadas a vetores; [??] [Em que Condições] Área de transmissão de dengue no Brasil

7 Slides de Luisa Iñiguez Rojas.
Clima e Saúde: O lugar como determinante. Um passado com Mapas Distribuir, localizar e associar. Malária em Nápoles, Vento e Mangue Lancisi, 1711 Associou a ocorrência da malária mas não identificou o processo de produção da doença. (Localização) Slides de Luisa Iñiguez Rojas. Centro de Estudios de Salud y Bienestar Humanos. Universidad de La Habana. Cuba

8 Na saúde, as mudanças climáticas podem potencializar...
Aumento dos riscos de incidência de doenças de veiculação hídrica; [??] [Como e Onde e com que Intensidade] Manancial de água de Angra dos Reis, 2007

9 Na saúde, as mudanças climáticas podem potencializar...
Potencialização do efeito da poluição atmosférica sobre a saúde. [??] [Em que Condições] ; Queimadas na Amazônia e doenças respiratórias

10 Uma conversa em uma cidade do país...
(22/02/2011) PREFEITO: As pessoas da comunidade ajudariam a prefeitura “não fazendo casas ondem não devem” MORADORA DE ÁREA DE RISCO: “Mas a gente está aqui porque não tem condição de ter uma moradia digna.” Fonte: Blog A Identidade Bentes:,Publicado em 22/2/2011: PREFEITO: “Minha filha, então morra, morra!” Fonte:Transcrição de Matéria Jornalítica GloboNews postada em YouTube: 10

11 Muitas incertezas Poucos estudos Algumas expectativas
Algumas regiões vão ficar mais secas Outras mais úmidas Vai aumentar a variabilidade É preciso monitorar e informar

12 No mesmo ano (2005), o Acre viveu sua maior cheia e a maior seca.

13 Republicado em Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, 2009, 18(3):285-304
Christovam Barcellos, Antonio Miguel Vieira Monteiro, Carlos Corvalán, Helen C. Gurgel, Marilia Sá Carvalho, Paulo Artaxo, Sandra Hacon, Virginia Ragoni; Mudanças climáticas e ambientais e seus efeitos na saúde: cenários e incertezas para o Brasil. OPAS –Organização Pan-Americana da Saúde/MS-Ministério da Saúde, Série: Saúde Ambiental, n. 1, Brasília, 2008, 40p. [http://www.saude.gov.br/bvs]

14 RELACIONES, ASOCIACIONES CAMADAS, ESTADÍSTICAS.
Mudanzas Teóricas. En la búsqueda de factores etiológicos, no se trata de más de ir detrás de la causa, sino de la trama de causas, de los contextos y de perfeccionar la interpretación de las localizaciones RELACIONES, ASOCIACIONES CAMADAS, ESTADÍSTICAS. Luisa Iñiguez Rojas. Centro de Estudios de Salud y Bienestar Humanos. Universidad de La Habana. Cuba

15 Mudanzas tecnológicas
Mudanzas tecnológicas. Velocidad, manejo de grandes volúmenes de datos, capacidad de análisis, mapas ... Luisa Iñiguez Rojas. Centro de Estudios de Salud y Bienestar Humanos. Universidad de La Habana. Cuba

16 TODOS MENTIMOS COM MAPAS
Mas… TODOS MENTIMOS COM MAPAS

17 Mudança Política. Acesso a Dados e Informações e seu Compartilhamento Possibilidade de Criar seus próprios mapas! Projeto

18 Projeto Precisamos... Reunir, Disponibilizar e Analisar dados sobre clima, ambiente e saúde; Manter um sistema de informações para alertas, estudos e debates; Ouvir o cidadão e suas preocupações; Estimular pesquisas e promover o retorno dos resultados para a população;

19 Observatório Nacional de Clima e Saúde
Projeto Observatório Nacional de Clima e Saúde

20 O Observatorium se constrói em etapas
Projeto SIA Sistemas de Informações Ambientais SIS Sistemas de Informações de Saúde SIC Sistemas de Informações Climatológicas SISE Sistemas de Informações Sócio-econômicas Migração, População, Vulnerabilidade Dados brutos (precipitação, temperatura) Previsões Notificações, Internações, Mortalidade. Séries históricas Imagens. Queimadas, Uso e cobertura do solo Dados Modelos de previsão e de risco Teorias Experiências Análise Comunicação Gestores Alerta Cidadãos Informação permanente Especialistas Dados, ferramentas Evidências Eventos Fotografias Depoimentos

21 Habeas Data !!! Habeas Knowledge !!! Projeto Observatorium: Fase 1

22 Desejo: Recuperar dados para Questões como estas
"Retorne a incidência de dengue, precipitação acumulada e queimadas para esta região em fevereiro de 2008". “Retorne os eventos de desmatamento que ocorreram entre fevereiro de e maio de 2008 dentro de uma área retangular escolhida” “Retorne a Incidência de Malária, a precipitação acumulada e o desmatamento para Boca do Acre entre outubro de e janeiro de 2009”

23 Projeto Premissas [1]-Acesso único as Bases Distribuídas Acesso aos Dados Espaciais e não a Desenhos. [2]-Base Viva: Posssibilidade de Interação direta com o Observatorium. [3]-O Produtor do Dado deve ser impactado minimamente nos seus processos. [4]-Além de um Portal tradicional

24 Projeto Soluções no Mundo Hoje Dois Modelos

25 Modelo [1]: Alta Gastronomia
Chef Adria Ferran, El Bulli Cardápio Único, Consistência

26 Os Dados no Modelo [Alta Gastronomia]
Saúde INPE Fiocruz MS Ambientais Tempo&Clima Indicadores de Saúde Indicadores de Saúde -socioeconomia

27 Modelo [2]: Fast Food Vários Chefs Anônimos
Replicação, Disponibilidade Vários Chefs Anônimos

28 Modelo [2]: Tecnologias
Projeto Modelo [2]: Tecnologias Custo x Consistência x Durabilidade x Disponibilidade x Desempenho Voltado para: grandes bases de dados (PB de dados com alta taxa de crescimento) distribuídos entre milhares de nós espalhados em diferentes data centers (formando clusters) e com necessidade de acesso instantâneo

29 Os Dados no Modelo [Fast Food]
Dado é mantido em guarda da Corporação. O Dado é reprocessado para operar neste ambiente não relacional Saúde Indicadores de Saúde Ambientais Tempo&Clima Saúde Fiocruz Indicadores de Saúde -socioeconomia

30 Projeto Decisão (viável) de TI neste Momento
Acesso  Modelo de Acesso por Serviços [+] Inovação  Consulta Distribuída

31 Definição do problema

32 Com nova tecnologia O Observatorium se constrói... Projeto
Incidência de malária, precipitação acumulada e desmatamento para uma dada região em uma determinada data 32 32

33 Incidência de malária, precipitação acumulada e desmatamento para uma dada região em uma determinada data 33 33

34 Sistemas com acesso a fonte de dado proprietária
Observatório – acesso a várias fontes de dados distribuídas independentes através de serviços

35 Estratégia: Acesso Distribuído as Fontes de Dados
Serviço

36 Para Além do Acesso… José
Passa nessa região e vê uma madeireira abrindo picada na floresta para a extração de madeira Possui o celular Nokia N95 Câmera de 5 MP Filmadora GPS Tira uma foto e coloca essa informação num sistema do INPE, via Internet

37 Fontes de dados

38

39 Uso Direto Sobre Base da ANA e DATASUS:
Sem Recuperação de Dados

40 Consultas sobre Bases Geograficamente Distribuídas:
Com Visualização e Recuperação de Dados

41

42 descentralizado O Observatorium se constrói... Sítios sentinela
Manaus: Doenças relacionadas ao saneamento Semi-árido: Seca e Doenças relacionadas ao saneamento Cuiabá, Porto Velho e Rio Branco: Doenças respiratórias e queimadas Rio de Janeiro: Doenças transmitidas por vetores Santa Maria: Eventos extremos e causas externas

43 Sobrepondo camadas interoperáveis
Projeto O Observatorium se constrói... Sobrepondo camadas interoperáveis Estabelecimentos de saúde (CNES) Incidência de doenças (SINAN, SIM e SIH) Base cartográfica

44 Encontro de produtores e usuários de dados
Projeto O Observatorium se constrói... Com participação Encontro de produtores e usuários de dados Dias 19 e 20 de maio de 2009, Brasília.. Representantes do IBGE, do Datasus, da Agência Nacional das Águas (Ana), dos ministérios da Saúde (MS), do Meio Ambiente (MMA) e da Ciência & Tecnologia (MCT), além da Saúde (SVS e Fiocruz). Objetivos: Lançamento do projeto, organização de fontes de dados e discussão de mecanismos de gestão.

45 Queimadas e doenças respiratórias
Projeto O Observatorium se constrói... Com resgate do conhecimento existente Queimadas e doenças respiratórias 1ª Oficina de seleção de indicadores de agravos a saúde de doenças respiratórias e cardiovasculares para compor o Observatorio Porto Velho, 8 e 9 de setembro de Objetivo: Discutir a qualidade dos dados disponíveis no Brasil a respeito de tais agravos, bem como, identificar melhores indicadores a serem disponibilizados pelo Observatorium.

46 O rio e as doenças relacionadas à água em Manaus
Projeto O Observatorium se constrói... Com resgate do conhecimento existente O rio e as doenças relacionadas à água em Manaus Oficina vulnerabilidade e as previsões dos efeitos das mudanças climáticas na saúde pública no município de Manaus Manaus, Junho de Objetivo: Descrever as vulnerabilidades à saúde devido às mudanças ambientais e climáticas; e identificar os possíveis riscos à saúde atuais e futuros, bem como as medidas de adaptação e intervenções necessárias, com a finalidade de reduzir vulnerabilidade das populações.

47 Doenças Transmitidas por Vetores
Projeto O Observatorium se constrói... Com resgate do conhecimento existente Doenças Transmitidas por Vetores Oficina de seleção de Indicadores de Exposição e para Doenças Transmitidas por Vetores para compor o Observatorium Dias 29 e 30/11, no Rio de Janeiro, Objetivo: selecionar os indicadores ambientais, climáticos, sociais e de saúde que possam ser usados para o monitoramento das doenças transmitidas por vetores (dengue, febre amarela, leishmaniose e malária) em função das mudanças climáticas e ambientais.

48 Queimadas e transporte de poeiras a longa distância
Projeto O Observatorium se constrói... Modelos de previsão Queimadas e transporte de poeiras a longa distância

49 Tecnologia de Informação livre e aberta
Projeto O Observatorium se constrói... Tecnologia de Informação livre e aberta

50 Geotecnologias Estratégicas
aRT

51 Tecnologia de Informação livre e aberta ...
Projeto O Observatorium se constrói... Tecnologia de Informação livre e aberta ... Com convergência .. aRT

52 Representantes da Sociedade Civil
Projeto O Observatorium se constrói... Participação Representantes da Sociedade Civil COEP – Rede Nacional de Mobilização Social FBMC - Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas FBOMS - Fórum Brasileiro de ONG’s e Movimentos Sociais para o Desenvolvimento Sustentável e o Meio Ambiente Saúde e Alegria - PSA

53 Observatório Nacional de Clima e Saúde
Projeto Observatório Nacional de Clima e Saúde

54 Laboratório TerraME-Galileu
INPE, São José dos Campos 645 m2 de Área Construída 54

55


Carregar ppt "Observatório Nacional de Clima e Saúde"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google