A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENCONTRO ESTADUAL DO ENSINO MÉDIO “Juventude, Educação e Trabalho: desafios contemporâneos do Ensino Médio” Formação de Professores: Disciplinas ou Áreas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENCONTRO ESTADUAL DO ENSINO MÉDIO “Juventude, Educação e Trabalho: desafios contemporâneos do Ensino Médio” Formação de Professores: Disciplinas ou Áreas."— Transcrição da apresentação:

1 ENCONTRO ESTADUAL DO ENSINO MÉDIO “Juventude, Educação e Trabalho: desafios contemporâneos do Ensino Médio” Formação de Professores: Disciplinas ou Áreas de Conhecimento Francisco Aparecido Cordão Conselheiro da CEB/CNE

2 Estrutura da Educação Nacional Observações: * Vide Emenda Constitucional nº. 59/2009 (Educação obrigatória dos 04 aos 17 anos) * Vide Lei nº /2008, que altera dispositivos da LDB sobre Educação Profissional e Tecnológica, em especial a Educação Profissional Técnica de Nível Médio. E d u c a ç ã o a D is t â n ci a

3 Competências essenciais a serem garantidas como desafios aos Professores Organizar e dirigir situações de desenvolvimento da aprendizagem. Administrar a progressão contínua da aprendizagem dos estudantes. Administrar a heterogeneidade e a diversidade dos alunos. Ampliar os espaços educativos para além da sala de aula. Motivar e envolver os estudantes em suas aprendizagens. Trabalhar em equipe: propósito didático propósito social Participar da Administração da Escola (Conselhos da Escola) Participar da concepção, elaboração, execução e avaliação do Projeto Político Pedagógico da Escola e elaborar seu Plano de Trabalho. Informar e envolver os pais e responsáveis no processo. Utilizar novas tecnologias instrucionais e de comunicação. Enfrentar os deveres e dilemas éticos da profissão de ensinar. Administrar a própria formação e o seu desenvolvimento pessoal e profissional, para garantir a Aprendizagem Permanente própria e dos seus educandos.

4 Desafios atuais da ação Docente Orientar e mediar o ensino para a aprendizagem dos educandos; Comprometer-se com o sucesso da aprendizagem dos estudantes; Assumir e saber lidar com a diversidade existente entre os alunos; Incentivar atividades de enriquecimento curricular e cultural; Desenvolver práticas investigativas – laboratório de aprendizagem; Utilizar a pesquisa como principio pedagógico essencial à aprendizagem; Elaborar e executar projetos de ensino para desenvolver a aprendizagem; Utilizar inovadoras metodologias, estratégias e materiais de apoio; Desenvolver hábitos de colaboração e de trabalho em equipe; Contribuir para o desenvolvimento pessoal e social dos estudantes; Ajudar a compreender e dominar o fenômeno da globalização; Favorecer a coesão social entre os educandos e a comunidade; Ação intencional dos docentes para: - Despertar a curiosidade dos alunos; - Desenvolver a autonomia pessoal; - Valorizar o compromisso com o rigor intelectual; - Beneficiar-se dos avanços das ciências e das Tecnologias.

5 Egressos preparados para se tornar um cidadão trabalhador competente, capaz de ver e atuar no mundo com perspicácia

6 FOCO NO ENSINO. PROFESSOR DIVULGADOR DE INFORMAÇÕES. ALUNO OUVINTE E REPETIDOR FOCO NA APRENDIZAGEM. PROFESSOR FACILITADOR DA APRENDIZAGEM. ALUNO CONSTROI CONHECIMENTOS E RESOLVE PROBLEMAS FOCO NO DESENVOLVIMENTO RACIONAL E DA MEMÓRIA FORMAÇÃO DO SER HUMANO COMPLETO, CORPO, MENTE, CORAÇÃO, CÉREBRO E INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS. CURRÍCULO FUNDAMENTADO EM DISCIPLINAS, DEFININDO CONTEÚDOS QUE O DOCENTE VAI ENSINAR E COBRAR CURRICULO FUNDAMENTADO EM ÁREAS DO CONHECIMENTO E EM COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER. PROPÕE TEMÁTICAS GLOBAIS MULTIDISCIPLINARES E CONTEXTUALIZADAS. MÉTODO ÚNICO. AULA EXPOSITIVA. PROFESSOR ATIVO E FALANTE. ALUNO PASSIVO E OUVINTE ENSINO DEVERSIFICADO. APRENDIZAGEM COOPERATIVA. ALUNOS ATIVOS, EM GRUPOS, CRIAM E ESTUDAM JUNTOS, APRENDENDO A APRENDER. DE PARA TENDÊNCIAS NA EDUCAÇÃO

7 SALA FECHADA EM 04 PAREDES. LAYOUT PADRONIZADO. PROFESSOR NA FRENTE, ALUNOS EM CARTEIRAS, UNS ATRÁS DOS OUTROS. GIZ, CADERNO, LÁPIS, QUADRO E LIVROS DIDÁTICOS. AMBIENTES DE APRENDIZAGEM VARIADOS. VÁRIOS LAYOUTS. PROFESSORES ATUAM EM DIVERSOS LOCAIS. CIRCULARIDADE NA DISPOSIÇÃO DOS ALUNOS. RECURSOS TECNOLÓGICOS DIVERSIFICADOS TESTAGEM QUANTITATIVA. PROVAS, NOTAS E REPROVAÇÃO. ERRO / CULPA DO ALUNO. CLASSIFICA OS ALUNOS AVALIAÇÃO QUALITATIVA. APRESENTAÇÕES ESCRITAS, ORAIS E GRÁFICAS. APRENDIZADO DE TODOS, CRESCIMENTO COLETIVO. PROGRESSÃO CONTÍNUA NA APRENDIZAGEM. GESTÃO AUTORITÁRIA E CENTRALIZADA. PROFESSOR MANDA - ALUNO OBEDECE. POUCA ALEGRIA E MUITO TÉDIO. EDUCAÇÃO BANCÁRIA NOS ATOS DE ENSINAR E AVALIAR A APRENDIZAGEM DOS EDUCANDOS GESTÃO DEMOCRÁTICA E PARTICIPATIVA. PROFESSOR GERENCIA AS ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM. ALUNO CO-RESPONSÁVEL POR SUA APRENDIZAGEM. PARCERIA. ALEGRIA NO APRENDER E ENSINAR. DEPARA TENDÊNCIAS ( Daniel S. Silva – SEDUC/ RS )

8 Competências a serem desenvolvidas na formação de docentes para a Educação Básica Comprometimento com os valores da sociedade democrática. Compreensão do papel social da Escola na formação do cidadão. Domínio dos conteúdos a serem socializados, dos seus significados em diferentes contextos e de sua articulação interdisciplinar (diálogo entre as especialidades). Domínio dos conhecimentos pedagógicos para ensinar e orientar os estudantes em seu caminhar nas trilhas da aprendizagem. Conhecimento dos processos de investigação, que possibilitem o aperfeiçoamento contínuo da prática pedagógica. Gerenciamento do próprio desenvolvimento profissional e pessoal. Cultura geral e profissional atualizada, criativa e contextualizada. Conhecimento sobre a aprendizagem de crianças, jovens e adultos. Conhecimento sobre a dimensão cultural, social, política e econômica da educação do cidadão trabalhador em um mundo globalizado e competitivo. Domínio dos conteúdos das áreas de conhecimento que são objeto de ensino. Valorização do conhecimento advindo da experiência pessoal e de ensino para a promoção da aprendizagem permanente, para poder continuar aprendendo.

9 Paradigma Antigo: Matérias definidas como mínimos curriculares a serem ensinados e cobrados dos alunos (perspectiva da educação bancária). Paradigma Novo: O currículo é meio para desenvolver competências cognitivas, profissionais, civis e socioemocionais. Compromisso da Escola e de sua organização curricular com os resultados de aprendizagem e desenvolvimento de competências para a cidadania e para o trabalho, assumidos como princípios educativos essenciais. O negócio do Professor não é dar aulas, mas é orientar os seus alunos na trilhas da aprendizagem, com eficiência (processos) e eficácia (resultados). O Projeto Pedagógico é a expressão de autonomia da Escola e dos seus professores no zelo pela aprendizagem permanente dos estudantes. Avaliação de ensino pelos resultados de aprendizagem e aplicação. Avaliação progressiva exige avaliação contínua dos conhecimentos aprendidos, para utilizá-los como alavanca para novas aprendizagens. Necessidade de migrar da situação de escola auditório da informação e da avaliação pela repetência para a situação de escola laboratório da aprendizagem, com avaliação e progressão contínua. Novo paradigma curricular comprometido com o desenvolvimento de competências

10 UNESCO e OIT: Os pilares da educação na sociedade do conhecimento UNESCO:Relatório Jaques Delors Aprender a conhecer Aprender a fazer Aprender a conviver Aprender a ser OIT: Resolução nº 195/2004 (compromissos a serem assumidos por governos, empresários e trabalhadores para desenvolvimento de RH) Capacidade de aprendizagem permanente Compromissos com a qualificação para o trabalho e o desenvolvimento da competência profissional; Educação Básica de qualidade, formação profissional inicial adequada e aprendizagem permanente.

11 O Projeto Pedagógico é a maior expressão de autonomia da Escola Projeto Pedagógico como expressão da autonomia da escola deve contar com a efetiva participação dos docentes (Artigos 12 e 13 da LDB). Direito e dever do docente em relação ao Projeto Pedagógico. O currículo é meio básico para o desenvolvimento da capacidade de aprender e para a constituição de competências pelos estudantes. Alterar a referência curricular: das disciplinas estanques para as áreas de conhecimento e para o desenvolvimento integrado dos saberes interdisciplinares e contextualizados: conhecer, fazer, conviver e ser. Ao aprender, autonomia intelectual para aprender a aprender. A Escola deve migrar da tradicional posição de auditório da informação para a nova posição de laboratório da aprendizagem e constituição de competências cognitivas, profissionais e socioemocionais. Atividades de ensino avaliadas pelos resultados de aprendizagem e pela constituição de competências cognitivas, profissionais e socioemocionais.

12 Incumbências das Escolas Elaborar e executar sua proposta pedagógica; Administrar seu pessoal e seus recursos materiais e financeiros; Assegurar o cumprimento dos dias letivos e horas-aula estabelecidas; Zelar pelo cumprimento do plano de trabalho de cada docente; Prover meios para a recuperação dos alunos de menor rendimento; Articular-se com as famílias e a comunidade, criando processos de integração da sociedade com a escola; Informar pai e mãe, conviventes ou não com seus filhos, e, se for o caso, os responsáveis legais, sobre a frequência e rendimento dos alunos, bem como sobre a execução da proposta pedagógica da escola; Notificar ao Conselho Tutelar do Município, ao juiz competente da Comarca e ao respectivo representante do Ministério Público a relação dos alunos que apresentem quantidade de faltas acima de cinquenta por cento do percentual permitido em lei.

13 Incumbências dos Docentes Participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino; Elaborar e cumprir plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino; Zelar pela aprendizagem dos alunos; Estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento; Ministrar os dias letivos e horas-aula estabelecidos, além de participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional; Colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade.

14 O êxito nas pistas aqui apresentadas exige muito e complexo trabalho, mas... “ o único lugar onde sucesso vem antes de trabalho é no dicionário”. (Einstein)


Carregar ppt "ENCONTRO ESTADUAL DO ENSINO MÉDIO “Juventude, Educação e Trabalho: desafios contemporâneos do Ensino Médio” Formação de Professores: Disciplinas ou Áreas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google