A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tecnologia Bélica na Atualidade Professor: João Claudio Alcantara dos Santos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tecnologia Bélica na Atualidade Professor: João Claudio Alcantara dos Santos."— Transcrição da apresentação:

1 Tecnologia Bélica na Atualidade Professor: João Claudio Alcantara dos Santos

2 Um conflito gera negócios, seja na aquisição de novas armas, na reconstrução da região destruída. Os conflitos regionais assumem caráter de lucro para as empresas do setor bélico.

3 O contexto global atual é marcado por diversos conflitos de interesses e rivalidades, considerando irreal o fim do investimento em tecnologia bélica. A indústria bélica passou a ser denominada de ´´indústria da morte``.

4 Eixo do Mal e Doutrina Bush Após os ataques de 11 de setembro de 2001, os EUA defini novas estratégias militares promovendo ataques a países acusados ou suspeita de promoção terrorista. Utilizando desse argumento Bush fez diversas intervenções militares, com destaque a invasão do Iraque em 2002.

5 Invasão e ocupação do Iraque Justificativa: Saddam Hussein, o líder do pais, era um ditador e o Iraque teria armas de destruição em massa escondidas. Após invasão e ocupação do pais nenhuma arma de destruição em massa foi encontrada.

6 A Coreia do Norte Com o fim da Segunda Guerra Mundial e a derrota japonesa, a península coreana obteve sua soberania. Os soviéticos ocuparam a parte norte, enquanto os norte-americanos a parte sul.

7 Com a criação do partido comunista em 1048 e com o apoio da China em 1950 a Coreia do Norte invadiu a porção sul com a justificativa de unificar e criar um só pais. Os EUA interviu ao lado do Sul, sendo que em 1953 foi assinado uma suspensão bélica.

8 A tensa coexistência entre as Coreias Após o acordo de interromper os confrontos armados, ambos países estabeleceram uma estreita faixa desmilitarizada ocupadas pelos EUA. A Coreia do Sul fez uma intensa reforma agraria eliminando a miséria no campo e o acumulo de problemas sociais nas cidades. Já a Coreia do Norte se fechou em um regime socialista extremamente fechado, e passa por dificuldades em alimentar sua população.

9 O fato da Coreia do Norte por diversos anos ter elaborado um plano nuclear levou o pais entrar no conhecido Eixo do Mal na época do governo Bush. Em 2011 com a morte de Kim Jong II e a posse do seu filho Kim Jong I, o pais continua em uma ditadura apresentando baixos níveis sociais.

10 Irã A revolução islâmica em 1979 derrubou xá Reza Pahlevi para dar lugar a aiatolá Khoemi. Em meio a instabilidade iraniana Saddan Hussein decidi atacar o Irã, dando inicio a uma sangrenta batalha de 8 anos ( ). Os Estados Unidos venderam armas para o Irã por meio de contatos com Israel.

11 Em 2005, foi eleito Mahmoud Ahmadinejad, que possui um perfil conservador e defende o programa nuclear iraniano para fins pacíficos, e sendo duramente criticado pelos EUA.

12 Israel Em 1948 a ONU cria o estado de Israel. Definiram o estado Palestino, porem não foram respeitadas, iniciando assim o conflito histórico entre árabes e judeus. Guerra dos Seis Dias (1967), Israel ocupa a região do Sinai e avança seu território.

13 ( Uel 2009) Leia o texto a seguir: "As religiões, que em princípio, deveriam servir para aperfeiçoar o ser humano, aproximando-o da divindade têm sido responsáveis por manifestações acabadas de fanatismo. Massacres, torturas, guerras, perseguições, intolerância e outras atitudes e práticas deploráveis têm testemunhado o que de pior o ser humano apresenta, e muitas vezes tais atrocidades são feitas em nome de Deus." (PINSKY, J.; PINSKY, C. Orgs. "Faces do fanatismo". São Paulo: Contexto, p.15.) Sobre os conflitos históricos e religiosos que ocorrem no período contemporâneo, é correto afirmar: a) A derrubada pelos aiatolás xiitas da monarquia iraniana protegida do governo estadunidense, reacendeu na região uma série de conflitos de caráter religioso, político e cultural, tendo se desdobrado em um conflito contra o Iraque. b) Os cristãos ortodoxos radicados em Istambul são resultantes da diáspora árabe e utilizam-se de sua concepção política e religiosa para combater, ao lado dos aliados, a presença militar sionista que ocupou a Cisjordânia para explorar os poços de petróleo da região. c) No período da Guerra Fria, a URSS, aliada dos Talebans, infiltrou-se no Afeganistão com uma ideologia religiosa e, ao dominarem o país, construíram um corredor de transporte seguro para o escoamento de sua produção de petróleo para o Golfo Pérsico. d) A concepção religiosa politeísta da Índia traduziu os textos divinos, "Devas", em ensinamentos apreendidos por cristãos e muçulmanos que os utilizaram na realização de uma guerra de cisão interna, levando à criação dos estados do Paquistão e do Sri Lanka. e) No conflito da Bósnia-Herzegovina, os sérvios, em sua maioria muçulmanos entraram em guerra contra os albaneses, por estes terem ocupado militarmente a região da Eslovênia e realizado um massacre contra os habitantes que professam o islamismo.


Carregar ppt "Tecnologia Bélica na Atualidade Professor: João Claudio Alcantara dos Santos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google