A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIP_CON n o 1 / 40 CONCEITOS DE DIP: DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE PRODUTOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIP_CON n o 1 / 40 CONCEITOS DE DIP: DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE PRODUTOS."— Transcrição da apresentação:

1 DIP_CON n o 1 / 40 CONCEITOS DE DIP: DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE PRODUTOS

2 DIP_CON n o 2 / 40 Alto nível de sinergia: produtos simples INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE PRODUTOS - DIP

3 DIP_CON n o 3 / 40 desafio Produtos complexos: alto nível de sinergia  desafio

4 DIP_CON n o 4 / 40 Limitação da taxa de aprendizado Tempo Conhecimento ADQUIRIDO GERADO DIP: INTRODUÇÃO

5 DIP_CON n o 5 / 40 Departamentalização das etapas do processo de desenvolvimento de produtos  Vários especialistas  Localizados em departamentos distintos  Pouca interação ABORDAGEM SERIAL DE PROJETO FUNCIONALIDADE MANUFATURA MONTAGEM MANUTENÇÃO

6 DIP_CON n o 6 / 40 Postura típica do projeto serial ABORDAGEM SERIAL DE PROJETO

7 DIP_CON n o 7 / 40 ABORDAGEM SERIAL DE PROJETO Postura típica do projeto serial

8 DIP_CON n o 8 / 40 ABORDAGEM SERIAL DE PROJETO ANÁLISE DO MERCADO PROJETO DO PRODUTO MANUFATURA PROJETO DOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO VENDAS E DISTRIBUIÇÃO

9 DIP_CON n o 9 / 40  Projeto é dirigido por datas limites de cada fase, gerando pressão para liberação de desenhos e especificações. Poucas alternativas são avaliadas.  O processo é caracterizado por uma rígida seqüência de decisões. O objetivo final é sempre o menor custo sob uma ótica localizada.  A produção não é considerada até os últimos estágios do projeto, onde as modificações são mais custosas. Características negativas do projeto serial ABORDAGEM SERIAL DE PROJETO

10 DIP_CON n o 10 / 40 ABORDAGEM SERIAL DE PROJETO Defeito encontrado no: Custo para a empresa: Impacto para a empresa: Próprio processo Pequeno Próximo processo Pequeno atraso Final da linha Retrabalho, Rescalona- mento Inspeção final Grande retrabalho, Atraso na entrega Inspeção adicional Mãos do consumidor Custo de garantia, Custo administrativo Reputação Perda de mercado

11 DIP_CON n o 11 / 40 ABORDAGEM SERIAL DE PROJETO 75% EspecificaçãoProjetoProtótiposFabricaçãoMontagemOperacional Custo do Desenvolvimento Custo da Modificação Facilidade de Modificação Comprometimento do Custo Fases de Desenvolvimento do Produto

12 DIP_CON n o 12 / 40  O planejamento da produção, manutenção pós vendas e confiabilidade são etapas excluídas na fase de projeto.  Os dados do projeto são fragmentados. Arquivos CAD, modelos de sólidos 3D, desenhos de processos e especificações técnicas perdem consistência ao longo do tempo. Características negativas do projeto serial ABORDAGEM SERIAL DE PROJETO

13 DIP_CON n o 13 / 40 DIAGNÓSTICO DO PROJETO SERIAL DE PRODUTOS

14 DIP_CON n o 14 / 40 PROPOSTA DIP

15 DIP_CON n o 15 / 40 Detalhamento do Projeto Protótipo e mudanças no Projeto Projeto conceitual DILEMA GERENCIAL DO DIP Projeto Serial Projeto Simultâneo Tempo Lead time

16 DIP_CON n o 16 / 40  Desde o princípio do projeto, incluir os todos os domínios de conhecimentos pertinentes como participantes ativos;  Otimização contínua do produto e do processo de produção;  Identificar componentes de fabricação simples;  Reduzir o número de partes;  Aumentar a intercambiabilidade entre modelos; OBJETIVOS DO DIP

17 DIP_CON n o 17 / 40  Antecipar problemas de fabricação e montagem;  Incorporar técnicas DFM & DFA;  Aumentar a robustez do produto e dos processos;  Identificar sub-montagens;  Identificar áreas de testes. OBJETIVOS DO DIP

18 DIP_CON n o 18 / 40 Anteciparatividadescomplementares de fases posteriores Trazercompetênciascomplementares para a fase atual OBJETIVOS DO DIP

19 DIP_CON n o 19 / 40 DIFERENÇAS ENTRE DESENVOLVIMENTO SERIAL E INTEGRADO DE PRODUTOS SERIAL E INTEGRADO DE PRODUTOS Serial Funcionalidade Integrado Manufatura (DFM) Montagem (DFA) Qualidade Assistência Técnica Reciclagem (DFR)

20 DIP_CON n o 20 / 40 MODELO DE PROJETO INTEGRADO, SIMULTÂNEO OU CONCORRENTE ANÁLISE DO MERCADO VENDAS E DISTRIBUIÇÃO MANUFATURA PROJETO DO PRODUTO PROJETO DO SISTEMA DE PRODUÇÃO

21 DIP_CON n o 21 / 40 MANUFATURA TIMES MULTIFUNCIONAIS DE PROJETO ASSISTÊNCIA TÉCNICA MONTAGEM DESEMPENHO FUNCIONAL INSPEÇÃO MARKETING VENDAS EMBALAGENS COORDENADOR DO PROJETO

22 DIP_CON n o 22 / 40 TÉCNICAS PARA ESTIMULAR A PRÁTICA DIP  PROJETO AXIOMÁTICO  PROJETO PARA FABRICAÇÃO - DFM  PROJETO PARA MONTAGEM - DFA  PROJETO ROBUSTO - TAGUCHI  TECNOLOGIA DE GRUPO  ENGENHARIA DO VALOR  DESDOBRAMENTO DA FUNÇÃO QUALIDADE-QFD

23 DIP_CON n o 23 / 40 TIMES DE PROJETO Time é um pequeno número de pessoas com habilidades complementares que estão comprometidas com um propósito, conjunto de metas de desempenho e abordagens comuns para os quais elas se consideram mutuamente responsáveis.

24 DIP_CON n o 24 / 40 TIMES DE PROJETO Líder Missão Comprometimento Habilidades

25 DIP_CON n o 25 / 40 TIMES DE PROJETO HABILIDADES Produção Engenharia MarketingSuprimentos

26 DIP_CON n o 26 / 40 ORGANIZAÇÃO FUNCIONAL GERENTE DE MARKETING GERENTE DE FABRICAÇÃO GERENTE DE ENGENHARIA ASSITÊNCIA TÉCNICA GERENTE DE VENDAS

27 DIP_CON n o 27 / 40 ORGANIZAÇÃO MATRICIAL

28 DIP_CON n o 28 / 40 DEDICADO DESIGNADO FUNCIONAL NENHUM GERENCIAMENTO TIME MATRIZ PROJETO POR FASE FUNCIONAL MÍNIMAGRANDE COORDENAÇÃO LENTA RÁPIDA DECISÃO TIPOS DE ORGANIZAÇÃO

29 DIP_CON n o 29 / 40 TÉCNICAS PARA ESTIMULAR A PRÁTICA DIP  PROJETO AXIOMÁTICO  PROJETO PARA FABRICAÇÃO - DFM  PROJETO PARA MONTAGEM - DFA  PROJETO ROBUSTO - TAGUCHI  TECNOLOGIA DE GRUPO  ENGENHARIA DO VALOR  DESDOBRAMENTO DA FUNÇÃO QUALIDADE - QFD

30 DIP_CON n o 30 / 40 Features Features: entidades de manufatura - furos, ressaltos, rasgos, chanfros,... DBF - DESIGN BY FEATURES

31 DIP_CON n o 31 / 40 Features Features: dificuldade de representação - exigência de uma linguagem não natural por parte do projetista. CSG Representação CSG BREP Representação BREP DBF - DESIGN BY FEATURES

32 DIP_CON n o 32 / 40 Se existe um face (1) de entrada para o furo e a face adjacente (2) à entrada é cilíndrica e a face (2) é convexa e a próxima face adjacente (3) é um plano e este plano (3) é adjacente somente ao cilindro, então as faces 1, 2 e 3 formam um furo FURO Face 1 Face 2 Face 3 DBF - DESIGN BY FEATURES

33 DIP_CON n o 33 / 40 Definição Definição: o projetista seleciona um feature (ex. furo) de uma biblioteca de features e indica o local de inserção no objeto. Biblioteca de furos DBF - DESIGN BY FEATURES

34 DIP_CON n o 34 / 40 Biblioteca de features DBF - DESIGN BY FEATURES

35 DIP_CON n o 35 / 40 Furo Fillet Pocket FEATURES DBF - DESIGN BY FEATURES

36 DIP_CON n o 36 / 40 FURO DBF - DESIGN BY FEATURES

37 DIP_CON n o 37 / 40 FILLET DBF - DESIGN BY FEATURES

38 DIP_CON n o 38 / 40 POCKET DBF - DESIGN BY FEATURES

39 DIP_CON n o 39 / 40 CAPP Árvore do Produto DBF - DESIGN BY FEATURES

40 DIP_CON n o 40 / 40 CAPP Planejamento da Produção Auxiliado por Computador ManufaturaContabilidadeSuprimentos Controle da Produção Projeto de Engenharia Engenharia de Produção Dados de Manufatura Novos Processos Novas máquinas


Carregar ppt "DIP_CON n o 1 / 40 CONCEITOS DE DIP: DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE PRODUTOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google