A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS LXXIV EVANGELIZAÇÃO NO TERCEIRO MILÊNIO MUNDO ESCURO, POR ONDE ANDA DEUS?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS LXXIV EVANGELIZAÇÃO NO TERCEIRO MILÊNIO MUNDO ESCURO, POR ONDE ANDA DEUS?"— Transcrição da apresentação:

1 PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS LXXIV EVANGELIZAÇÃO NO TERCEIRO MILÊNIO MUNDO ESCURO, POR ONDE ANDA DEUS?

2 MINHA ALMA SUPLICA PELO SEU SENHOR

3 Meu caro Iracerdo, tens razão ao afirmar que vivemos um tempo confuso e violento, com ameaças de todos os lados inibindo nossa capacidade de ação, como se estivéssemos andando às apalpadelas sob densa escuridão. Uma sensação de desconforto, insegurança e pavor domina nossa existência. Os relacionamentos humanos debilitam-se e rompem-se, mas o bom senso clama que nos portemos com prudência para atravessar essa situação, caso contrário o desgaste que advirá pode empurrar-nos para o brejo do ceticismo, onde o contigente dos insensatos não pára de aumentar. Por que chegamos a este ponto?...

4 A verdade é que, no afã de satisfazer nossos sentidos na caminhada por uma vida mais emocionante, somos bombardeados por todo tipo de informações. Os efeitos da molecula DNA, as façanhas do telescopio Hubble no espaço sideral, a produtividade da internete a produtividade da internete em nossa vida social e familiar, por exemplo, são acontecimentos que enchem nosso ego de orgulho e esperança alterando significativamente nosso comportamento, muitas vezes contrariando nossos valores, impondo outros.

5 Compara algo que era ontem, com o que é hoje e o que pode ser amanhã. Verás que o tempo dá a impressão de que ficou mais rápido e as distâncias encurtaram. Perdemos a noção da naturalidade das coisas e assumimos sua artificialidade. O promotor de tudo passou a ser o homem. A verdade é que se não entendermos o processo integral de nossa vida real, somos apenas uma coisa que pensa.

6 Para enfrentar essa explosão de transformações, que se potencializa inexoravelmente, temos de conhecer a nossa função no mundo e como a desempenhamos. Somos passivos ou ativos? Será que vivemos nós ou vivemos uma vida a nós impostas através de manipulações científicas, psicológicas e religiosas, com consequências sociais danosas? Se fazemos o que não queremos e não fazemos o certo que queremos, então, passamos a ser aquilo que não somos simplesmente porque as normas de alguns determinam. O pior disso é que tudo vem acompanhado de sentimentos nefastos, como o medo...

7 Sim, hoje, o medo é o virus que domina o coração dos homens. Se o medo está no coração do homem para onde foi o espírito divino que nos acalentava? Portanto, Iracerdo, tomemos uma posição contra esse estado de indigência a que estamos submetidos devido à nossa vida imprudente.

8 Concordo contigo quando dizes que até mesmo nas instituições paradigmáticas a coisa está feia. Verdade nua e crua seja dita! Tornaram-se paradoxais, de propósitos materialistas e recheadas de negatividades. Todos os indivíduos parecem conviver bem, mas não se conhecem verdadeiramente, são estranhos entre si, desconfiados, cada um por si. Ajudam-se, é verdade, mas ajudam-se sem o calor e o sabor do amor, da caridade, da fraternidade... Fazem-no para obedecer uma etiqueta socio-comunitária. Isto é ruim, muito ruim...

9 Esse comportamento grassa em todas as instituições, até mesmo nas igrejas, o que é deplorável, porque são quem deve ser o exemplo de amor... Assim, além da escuridão sob a qual vivemos, somos perseguidos por monstros que corroem nossa dignidade.

10 Dizes também que tudo isto está acontecendo porque os diabinhos que vagavam pelo mundo acharam guarida dentro de nós, onde se estabeleceram. Nossa alma, não satisfeita com a presença desses intrusos, suplica incessantemente: Quero meu Deus! Quero meu Senhor de volta!...

11 NÓS, MENDICANTES DE DEUS

12 Nossa alma quer seu Senhor de volta! Nossa alma sabe que seu Senhor está no meio de nós vagando como um rejeitado. Nossa alma sabe que seu Senhor é Luz descida do céu que brilha em todos os ambientes, mas nós não o vemos porque nossa visão está empanada pelas perfídias do mundo. O Senhor de nossa alma é o Amor. Só Ele é capaz de iluminar nossos passos e acalmar nossa alma...

13 Reencontrar o Amor, eis o objetivo principal de nossa vida e, sempre com Ele, tomar consciência da nossa realidade como parte da Criação, questionando-nos a nós mesmos, e a tudo o que nos rodeia. Por que de noite tudo é escuro e de dia, colorido e brilhante? Cor, luz, som, sentimentos, que significado tem na claridade do dia e qual no da negritude de noite? Vida! O que é a vida? Eu, quem sou? Tu, Iracerdo, o que significas para mim, para a sociedade, para o mundo?... Temos de assenhorear-nos de nossa humanidade e isto só será possível se reencontrarmos o Amor. Sem Amor tudo é árido, insípido, mecânico, escuro...

14 Sim, temos de reconstruir nossa humanidade com o Amor sendo o principal protagonista. Esta é a exigência do futuro dos homens. A beleza, a alegria, a paz, a esperança, a justiça, devem ser comuns a todos os homens. A realidade que vivemos é artificial, ilusória, falsa, caótica... Não podemos ser felizes sozinhos. Individualmente felizes é impossível, pois viver feliz é estar em comunhão. Comunhão com Deus, com todos os homens e com a Criação!...

15 Mas como encontrar Deus se não sabemos por onde Ele anda, Zeca perguntou-me certa vez. Respondi-lhe: Jesus Cristo é o único Caminho que leva até Ele, ninguém chega a Deus se não for através dele. Ora, Deus é o Pai de Jesus Cristo...

16 Para conhecer Deus, Jesus deu-nos esta dica: Quem me vê, vê quem me enviou. Logo, quem conhece Jesus conhece também Deus, que é o seu Pai, o Amor encarnado no meio de nós. Assim, o caminho para chegar-se ao Amor é conhecer Jesus Cristo.

17 Viu como é facílimo encontrar Deus? Nestes tempos de escuridão em que vivemos, é Jesus quem sussurra constantemente em nossos ouvidos, nos templos, nas feiras, nos postos de saúde, nos shoppings, nas beiras dos igarapés, lagos e brenhas de matas e campos da Amazônia: Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para vossas almas. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve...

18 Quando Zeca me fez essa pergunta, ele nunca tinha aberto uma Bíblia, nem sequer tinha uma em sua casa. Então, como conhecer Jesus Cristo? Dei-lhe uma Bíblia. Quando Zeca leu-a pela primeira vez, literalmente não mais parou de lê-la, pois o Amor se lhe revelou em sua forma mais nobre, bela e romântica. Hoje, ele só sai de casa depois que medita a mensagem evangélica do dia, conforme a liturgia diária da Igreja, e está envolvido nos movimentos eclesiais da arquidiocese cuidando de comunidades.

19 A Bíblia revela o que levou Jesus a sacrificar-se por nós tão radicalmente. O Amor. O Amor pelo seu Pai, por nós e pela Criação! Jesus é a encarnação do próprio Amor. O Pai que se doa pelos filhos através do Filho unigênito. Por isso, uma comunidade sem Amor vive na escuridão, às apalpadelas, violentando-se... Nossa alma tem razão, temos de reencontrar o Amor, pedir-Lhe perdão, e suplicá-Lo para reassumir seu trono em nosso coração.

20 ELE ESTÁ NO MEIO DE NÓS!

21 Segundo Jesus Cristo, a Felicidade está na prática deste dois mandamentos: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. O que isto quer dizer? Que na comunidade humana não deve haver injustiça, nem opressão, nem qualquer tipo de violência, pois todos somos irmãos, membros da Família de Deus, o Criador de todas as coisas...

22 Quem ama a Deus acima de tudo e ao próximo como a si mesmo vive no reino do Amor. O reino do Amor é a própria Felicidade! Mas o que é Felicidade? É Alegria, Humildade, Desprendimento, Confiança, Compreensão, Caridade, Paz, Justiça, Paciência, Esperança, Fidelidade...

23 A vida de Jesus encarnado é um plano do Amor para a libertação do homem, sua mais perfeita obra, das garras do maligno, e de orientação para seu retorno ao reino dos céus. Este retorno é a libertação de si mesmo e doação aos irmãos. Jesus sabe disso e assim caminha no meio de nós.

24 Para dar cumprimento ao plano divino, com tudo em mãos na terra, Jesus prefere a humildade, ser pobre. Prefere ser um sem- nada, um andarilho, mas um homem feliz e completo em dignidade, porque faz o que ama, mesmo sob chicotadas, espetadas na cabeça dos espinhos de sua coroa, deboches dos algozes pregado na cruz, abandono dos medrosos discípulos...

25 Jesus sabe que sua missão na terra está completa e seu gozo está em que tudo se cumpriu como planejado. O caminho para o retorno dos seus irmãos está revelado, fato que se concretiza quando ressuscita dos mortos.

26 Reencontrado Jesus Cristo no meio de nós e expulsos os diabinhos que nos afligiam, fazendo estrupício de nossa existência, temos de policiar-nos para evitar que retornem e nos tornemos piores. Temos de permanecer sempre atentos. Nada de ódio, ressentimentos, orgulho, mentira, inveja. Tudo isto é passado. Agora o mundo é outro, visto com novos olhos, tratado com carinho, respeito, humildade, com o Espírito Santo a estimular-nos como luz de nossa alma.

27 As palavras de Jesus são confortadoras e expressam sua autoridade de Mestre dos mestres. O que ele fala, fala porque viu e ouviu diretamente do Pai. Por isso, sabe das coisas e quem o procura alivia-se dos tormentos e se torna seu amigo.

28 Jesus Cristo sabe tudo a respeito de tudo, pois é a origem de todas as coisas. Foi quem nos criou. O Filho de Deus, que é o próprio Amor encarnado no meio de nós, que constantemente se torna nosso irmão. Portanto, Pai, Filho, Espírito Santo, e nós, um só, uma só família. Ele está no meio de nós!

29 Iracerdo, sei que assim como o Zeca, e também como eu, eras um devasso. Mas, pelo que dizes no , vejo que uma luz te ilumina, que chega a relembrar-me de quando por isso passei. Posso te garantir que este teu relacionamento é intercâmbio divino, tua intimidade de Deus conosco... Parabéns, no firmamento de tua alma a Luz já brilha...

30 O homem foi criado para viver feliz, porem, só assim vive quem ama. Sem amor, o homem apenas pensa e vive como as demais criaturas. O amor é o fundamento de tudo, harmoniza o homem com seus irmãos e a Criação. Procurar Deus é querer viver no Paraíso, encontrá-Lo é vivê-lo já. Eliezer de Oliveira Martins Diácono da Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão-Pará, Amazônia do Brasil CONHEÇA-SE, CONHECENDO A BÍBLIA


Carregar ppt "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS LXXIV EVANGELIZAÇÃO NO TERCEIRO MILÊNIO MUNDO ESCURO, POR ONDE ANDA DEUS?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google