A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dificuldades financeiras e mentalidades em confronto – a Questão Coimbrã e o seu significado. 1865 / 1867 – Perturbações Internas 1 2013 / 04 / 03.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dificuldades financeiras e mentalidades em confronto – a Questão Coimbrã e o seu significado. 1865 / 1867 – Perturbações Internas 1 2013 / 04 / 03."— Transcrição da apresentação:

1 Dificuldades financeiras e mentalidades em confronto – a Questão Coimbrã e o seu significado / 1867 – Perturbações Internas / 04 / 03

2 1865 – / 04 / 03 2 Agravam-se algumas das dificuldades que se vinham fazendo sentir desde meados dos anos cinquenta - Desenvolvimento económico lento - Endividamento agravado Agudizam-se discordâncias políticas internas - Constituem-se novos grupos políticos, pondo em causa o modelo rotativista Mantêm-se mais fáceis os contactos com o mundo exterior - Comunicações mais fáceis e rápidas – navegação a vapor, comboio, estradas. Alteram-se mentalidades e gostos estéticos - A Questão Coimbrã, também conhecida por ´Questão Bom Senso e Bom Gosto Governo de Fusão

3 Questão Coimbrã – Localização espácio- temporal 2013 / 04 / Desenrola-se entre Novembro de 1865 e Julho de 1866; - Na sua origem não está um confronto … … entre facções políticas; … entre governo e cidadãos; - Na sua origem está um confronto … … entre dois grupos de intelectuais, um deles, temporariamente radicado em Coimbra, o outro em Lisboa - Pela repercussão que tem na imprensa a polémica terá eco por todo o País.

4 A Questão Coimbrã – Os chefes de fila – do grupo de Lisboa 2013 / 04 / 03 4 António Feliciano de Castilho ( )

5 Questão Coimbrã – Os chefes de fila - do grupo de Coimbra 2013 / 04 / 03 5 Antero de Quental ( ) 1ª edição publicada em 1865

6 2013 / 04 / 03 6 Questão Coimbrã – duas posições em confronto 1ª posição – numa linha tradicional (aceite pelo grupo em torno de Castilho) - Afirmavam-se herdeiros dos valores do romantismo, subjacente à construção do liberalismo, a saber … … a exaltação da liberdade … a exaltação do sentimento e da análise subjectiva … a exaltação do indivíduo e dos seus direitos... a exaltação da Nação e o Estado- nação … a exaltação da Natureza

7 2013 / 04 / 03 7 Questão Coimbrã – duas posições em confronto 2ª posição – uma nova atitude mental (defendida pelo grupo de Coimbra) …os objectivos, temáticas e processos literários devem reflectir as novas doutrinas filosóficas e científicas e as novas realidades sociais. … não esteve atento à evolução mental e social… …limita-se a exaltar a sentimentali- dade... acusam o romantismo de se ter tornado uma estética estagnada... … não adquiriu novos valores, próprios do tempo... … não valoriza a dimensão social. … tornou-se um ultra-romantismo.

8 Questão Coimbrã – como se desencadeou 2013 / 04 / Antero de Quental Manuel Pinheiro Chagas - Publicou a obra Poema da Mocidade - Dedicou-a a António Feliciano de Castilho - Publicou a obra Odes Modernas - É reveladora de novos objectivos e procura caminhos novos

9 Manuel Pinheiro Chagas - Invocação da Mocidade 2013 / 04 / 03 9 Manuel Pinheiro Chagas ( ) Sonhos da mocidade! ardentes devaneios, que me afagais gentis quando esmorece o sol! Frescas visões de amor! suavíssimos gorjeios, que desprende em meu peito ignoto rouxinol! Vagas aspirações! poemas indizíveis, que na fragrante balsa e no rosal colhi! Vago e meigo cismar damores impossíveis com virgens ideais, fantasmas que entrevi!

10 Antero de Quental 2013 / 04 / Conquista pois sozinho o teu futuro, Já que os celestes guias te hão deixado, Sobre uma terra ignota abandonado, Homem – proscrito rei – mendigo escuro! Se não tens que esperar do Céu (tão puro, Mas tão cruel!) e o coração magoado Sentes já de ilusões desenganado; Ergue-te, então na majestade estoica Duma vontade solitária e altiva, Num esforço supremo de alma heroica! Faze um templo dos muros da cadeia, Pretende a imensidade eterna e viva No círculo de luz da tua Ideia!

11 Questão Coimbrã – como se desencadeou 2013 / 04 / Numa carta, dirigida ao editor de Pinheiro Chagas e que foi publicada como posfácio à obra, Castilho … … faz o elogio do Poema da Mocidade … deixa cair críticas aos autores modernos cuja estética é reveladora de falta de bom senso e bom gosto" …propõe que seja dada a Pinheiro Chagas a Cátedra de Literatura Moderna, do Curso Superior de Letras, a que se candidatara Teófilo Braga

12 Questão Coimbrã – como evoluiu 2013 / 04 / Antero ripostou com o folheto Bom Senso e Bom Gosto Teófilo Braga faz a defesa das novas concepções estéticas no folheto Teocracias Literárias Ramalho Ortigão escreverá A Literatura de Hoje Não é lisonjeando o mau gosto e as péssimas ideias das maiorias, indo atrás delas, tomando por guia a ignorância e a vulgaridade, que se hão de produzir as ideias, as ciências, as crenças, os sentimentos de que a humanidade contemporânea precisa Antero

13 Questão Coimbrã – como evoluiu 2013 / 04 / Em apoio às posições estéticas defendidas por Castilho também surgem … … artigos em jornais e folhetos, da responsabilidade de … … Júlio de Castilho … Teixeira de Vasconcelos … Pinheiro Chagas … do próprio António Feliciano da Castilho

14 Questão Coimbrã – apresentação esquemática das posições em confronto 2013 / 04 / A corrente tradicional entendia que … … cabe ao artista o papel de educador do povo para isso a sua mensagem tem de ser … … facilmente inteligível … … apelando ao sentimento, à beleza, ao indivíduo … … desligada de intensões de propaganda política. Na linha das novas propostas literárias entende-se que… … cabe ao artista o papel de mentor das transformações sociais para o progresso da humanidade … … como tal aa literatura tem de fazer-se eco das novas … … teorias filosóficas ( Hegel, Comte) … doutrinas sociais (Proudhon)

15 2013 / 04 / O que foi a Janeirinha? Conjunto de manifestação de carácter sociopolítico, organizadas, em simultâneo, em várias cidades do país, por associações comerciais e industriais, com provável apoio de grupos políticos – como foi o caso dos Penicheiros - e com forte adesão popular. Os manifestantes tinham protestavam contra o projecto de reforma da administração local, proposto pelo ministro Martens Ferrão, e contra o imposto sobre o consumo, lançado pelo ministro Fontes Pereira de Melo. Ao mesmo tempo, exigia-se do rei a demissão do Governo de Fusão.

16 Como se desenrolou a Janeirinha 2013 / 04 / Tinha como objectivo fundamental Derrubar o Governo Trazer para o plano governativo as novas correntes políticas Desencadeado por … Agremiações comerciais e industriais Camadas populares Eclodiu em várias cidades do País Lisboa; Porto Braga; Viana do Castelo; Leiria; Vila Real, etc Movimento de agitação social e contestação política… 1 de Janeiro de 1868 … … até 4 do mesmo mês


Carregar ppt "Dificuldades financeiras e mentalidades em confronto – a Questão Coimbrã e o seu significado. 1865 / 1867 – Perturbações Internas 1 2013 / 04 / 03."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google