A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Quarta- feira de Cinzas ABERTURA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Quarta- feira de Cinzas ABERTURA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012."— Transcrição da apresentação:

1

2 Quarta- feira de Cinzas

3 ABERTURA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012

4 “FRATERNIDADE E SAÚDE PÚBLICA”

5 A Campanha da Fraternidade, celebrada na quaresma, intensifica o

6 convite à conversão. Neste ano, o tema proposto é

7 “Fraternidade e Saúde Pública” com o lema “Que a saúde se difunda

8 sobre a terra” (Eclo 38,8). O objetivo geral é refletir sobre a realidade da

9 saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito

10 comunitário das pessoas na atenção aos enfermos e

11 mobilizando melhorias no sistema público de saúde.

12 Entoemos o canto de entrada.

13

14 Canto de Abertura

15

16 Saudação

17 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

18 O Deus da esperança,

19 que nos cumula de toda alegria e paz em nossa fé,

20 pela ação do Espírito Santo,

21 esteja convosco.

22 Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

23

24 Ato Penitencial (Omite-se. Será substituído pela distribuição das cinzas)

25

26 Hino de Louvor (Omite-se)

27

28 Oração da Coleta

29 Concedei-nos, ó Deus todo- poderoso,

30 iniciar com este dia de jejum o tempo da Quaresma,

31 para que a penitência nos fortaleça

32 no combate contra o espírito do mal.

33 Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,

34 na unidade do Espírito Santo.

35 Amém.

36

37 Na vivência da Campanha da Fraternidade 2012, renovaremos a consciência da responsabilidade,

38 na promoção humana, em vista de uma sociedade justa e solidária e aprenderemos que,

39 ao longo da história, a oração, o jejum e a esmola sempre foram atitudes

40 fundamentais no relacionamento com Deus e os irmãos.

41

42 PRIMEIRA LEITURA Jl 2,12-18

43 Leitura da Profecia de Joel

44 12 “Agora, diz o Senhor,

45 voltai para mim com todo o vosso coração,

46 com jejuns, lágrimas e gemidos;

47 13 rasgai o coração, e não as vestes;

48 e voltai para o Senhor, vosso Deus;

49 ele é benigno e compassivo,

50 paciente e cheio de misericórdia,

51 inclinado a perdoar o castigo”.

52 14 Quem sabe, se ele se volta para vós e vos perdoa,

53 e deixa atrás de si a bênção,

54 oblação e libação

55 para o Senhor, vosso Deus?

56 15 Tocai trombeta em Sião,

57 prescrevei o jejum sagrado,

58 convocai a assembleia;

59 16 congregai o povo,

60 realizai cerimônias de culto,

61 reuni anciãos, ajuntai crianças e lactentes;

62 deixe o esposo seu aposento,

63 e a esposa, seu leito.

64 17 Chorem, postos entre o vestíbulo e o altar,

65 os ministros sagrados do Senhor, e digam:

66 “Perdoa, Senhor, a teu povo,

67 e não deixes que esta tua herança sofra infâmia

68 e que as nações a dominem”.

69 Por que se haveria de dizer entre os povos:

70 “Onde está o Deus deles?”

71 18 Então o Senhor encheu- se de zelo por sua terra

72 e perdoou ao seu povo.

73 Palavra do Senhor. Graças a Deus!

74

75 SALMO RESPONSORIAL Sl 50

76 Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos.

77

78 1. Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia!

79 Na imensidão de vosso amor, purificai-me!

80 Lavai-me todo inteiro do pecado,

81 e apagai completamente a minha culpa!

82 Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos.

83 2. Eu reconheço toda a minha iniquidade,

84 o meu pecado está sempre à minha frente.

85 Foi contra vós, só contra vós, que eu pequei,

86 pratiquei o que é mau aos vossos olhos!

87 Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos.

88 3. Criai em mim um coração que seja puro,

89 dai-me de novo um espírito decidido.

90 Ó Senhor, não me afasteis de vossa face,

91 nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!

92 Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos.

93 4. Dai-me de novo a alegria de ser salvo

94 e confirmai-me com espírito generoso!

95 Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar,

96 e minha boca anunciará vosso louvor!

97 Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos.

98

99 SEGUNDA LEITURA 2Cor 5,20-6,2

100 Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios

101 Irmãos, 20 somos embaixadores de Cristo,

102 e é Deus mesmo que exorta através de nós.

103 Em nome de Cristo, nós vos suplicamos:

104 deixai-vos reconciliar com Deus.

105 21 Aquele que não cometeu nenhum pecado,

106 Deus o fez pecado por nós,

107 para que nele nós nos tornemos justiça de Deus.

108 6,1 Como colaboradores de Cristo,

109 nós vos exortamos

110 a não receberdes em vão a graça de Deus,

111 2 pois ele diz: “No momento favorável, eu te ouvi

112 e no dia da salvação, eu te socorri”.

113 É agora o momento favorável,

114 é agora o dia da salvação.

115 Palavra do Senhor. Graças a Deus!

116

117 Aclamação ao Evangelho

118

119 EVANGELHO Mc 6,

120 O Senhor esteja convosco.

121 Ele está no meio de nós.

122 PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus

123 Glória a vós, Senhor!

124 Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:

125 1 “Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens,

126 só para serdes vistos por eles.

127 Caso contrário, não recebereis a recompensa

128 do vosso Pai que está nos céus.

129 2 Por isso, quando deres esmola,

130 não toques a trombeta diante de ti,

131 como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas,

132 para serem elogiados pelos homens.

133 Em verdade vos digo:

134 eles já receberam a sua recompensa.

135 3 Ao contrário, quando deres esmola,

136 que a tua mão esquerda não saiba

137 o que faz a tua mão direita,

138 4 de modo que a tua esmola fique oculta.

139 E o teu Pai, que vê o que está oculto,

140 te dará a recompensa.

141 5 Quando orardes,

142 não sejais como os hipócritas,

143 que gostam de rezar em pé,

144 nas sinagogas e nas esquinas das praças,

145 para serem vistos pelos homens.

146 Em verdade vos digo:

147 eles já receberam a sua recompensa.

148 6 Ao contrário, quando tu orares,

149 entra no teu quarto, fecha a porta,

150 e reza ao teu Pai que está oculto.

151 E o teu Pai, que vê o que está escondido,

152 te dará a recompensa.

153 16 Quando jejuardes,

154 não fiqueis com o rosto triste como os hipócritas.

155 Eles desfiguram o rosto,

156 para que os homens vejam que estão jejuando.

157 Em verdade vos digo:

158 Eles já receberam a sua recompensa.

159 17 Tu, porém, quando jejuares,

160 perfuma a cabeça e lava o rosto,

161 18 para que os homens não vejam

162 que tu estás jejuando,

163 mas somente teu Pai, que está oculto.

164 E o teu Pai, que vê o que está escondido,

165 te dará a recompensa”.

166 Palavra da Salvação.

167 Glória a vós, Senhor!

168 UM JEJUM QUE AGRADE AO SENHOR!

169

170 Bênção das cinzas

171 Caros irmãos e irmãs,

172 roguemos instantemente a Deus Pai

173 que abençoe com a riqueza da sua graça estas cinzas,

174 que vamos colocar sobre as nossas cabeças

175 em sinal de penitência.

176

177 Fórmula 2:

178 Ó Deus, que não quereis a morte do pecador,

179 mas a sua conversão,

180 escutai com bondade as nossas preces

181 e dignai-vos abençoar † estas cinzas,

182 que vamos colocar sobre as nossas cabeças.

183 E assim reconhecendo que somos pó

184 e que ao pó voltaremos

185 consigamos, pela observância da Quaresma,

186 obter o perdão dos pecados

187 e viver uma vida nova,

188 à semelhança do Cristo ressuscitado.

189 Por Cristo, nosso Senhor.

190 Amém.

191

192 Profissão de Fé (Omite-se)

193

194 Oração da Comunidade

195 ORAÇÃO DA CF 2012

196 Senhor Deus de amor, Pai de bondade, nós vos louvamos e agradecemos

197 pelo dom da vida, pelo amor com que cuidais de toda criação.

198 Vosso Filho Jesus Cristo, em sua misericórdia, assumiu a cruz

199 dos enfermos e de todos os sofredores, sobre eles

200 derramou a esperança de vida em plenitude.

201 Enviai-nos, Senhor, o vosso Espírito. Guiai a vossa Igreja, para que ela,

202 pela conversão se faça sempre mais, solidária às dores e enfermidades

203 do povo, e que a saúde se difunda sobre a terra. Amém.

204

205 Apresentação das Oferendas

206

207 Orai, irmãos e irmãs

208 para que o nosso sacrifício

209 seja aceito por Deus Pai todo- poderoso.

210 Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício,

211 para glória do seu nome,

212 para nosso bem e de toda a santa Igreja.

213

214 Oração sobre as Oferendas

215 Oferecendo-vos este sacrifício

216 no começo da Quaresma,

217 nós vos suplicamos, ó Deus,

218 a graça de dominar nossos maus desejos

219 pelas obras de penitência e caridade,

220 para que, purificados de nossas faltas,

221 celebremos com fervor a paixão do vosso Filho.

222 Que vive e reina para sempre.

223 Amém.

224

225 Prefácio da Quaresma IV: Os frutos do jejum

226 O Senhor esteja convosco.

227 Ele está no meio de nós.

228 Corações ao alto.

229 O nosso coração está em Deus.

230 Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

231 É nosso dever e nossa salvação.

232 Na verdade, é justo e necessário,

233 é nosso dever e salvação

234 dar-vos graças, sempre e em todo o lugar,

235 Senhor, Pai santo,

236 Deus eterno e todo-poderoso.

237 Pela penitência da Quaresma,

238 corrigis nossos vícios,

239 elevais nossos sentimentos,

240 fortificais nosso espírito fraterno

241 e nos garantis uma eterna recompensa,

242 por Cristo, Senhor nosso.

243 Por ele, os anjos celebram vossa grandeza

244 e os santos proclamam vossa glória.

245 Concedei-nos também a nós associar-nos a seus louvores,

246 cantando (dizendo) a uma só voz:

247 Santo, Santo, Santo,

248 Senhor, Deus do universo!

249 O céu e a terra proclamam a vossa glória.

250 Hosana nas alturas!

251 Bendito o que vem

252 em nome do Senhor!

253 Hosana nas alturas!

254

255 Oração Eucarística III

256 Na verdade, vós sois santo, ó Deus do universo,

257 e tudo o que criastes proclama o vosso louvor,

258 porque, por Jesus Cristo,

259 vosso Filho e Senhor nosso,

260 e pela força do Espírito Santo,

261 dais vida e santidade a todas as coisas

262 e não cessais de reunir o vosso povo,

263 para que vos ofereça em toda parte,

264 do nascer ao pôr-do-sol,

265 um sacrifício perfeito.

266 Santificai e reuni o vosso povo!

267 Por isso, nós vos suplicamos:

268 santificai pelo Espírito Santo

269 as oferendas que vos apresentamos

270 para serem consagradas,

271 a fim de que se tornem

272 o Corpo e † o Sangue de Jesus Cristo,

273 vosso Filho e Senhor nosso,

274 que nos mandou celebrar este mistério.

275 Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

276 Na noite em que ia ser entregue,

277 ele tomou o pão,

278 deu graças, e o partiu

279 e deu a seus discípulos, dizendo:

280 TOMAI, TODOS, E COMEI:

281 ISTO É O MEU CORPO,

282 QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.

283

284 Do mesmo modo,

285 ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos,

286 deu graças novamente,

287 e o deu a seus discípulos, dizendo:

288 TOMAI, TODOS, E BEBEI:

289 ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE,

290 O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA,

291 QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS

292 PARA REMISSÃO DOS PECADOS.

293 FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

294

295 Eis o mistério da fé!

296 Todas as vezes que comemos deste pão

297 e bebemos deste cálice,

298 anunciamos, Senhor, a vossa morte,

299 enquanto esperamos a vossa vinda!

300 Celebrando agora, ó Pai,

301 a memória do vosso Filho,

302 da sua paixão que nos salva,

303 da sua gloriosa ressurreição

304 e da sua ascensão ao céu,

305 e enquanto esperamos a sua nova vinda,

306 nós vos oferecemos em ação de graças

307 este sacrifício de vida e santidade.

308 Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

309 Olhai com bondade a oferenda da vossa Igreja,

310 reconhecei o sacrifício

311 que nos reconcilia convosco

312 e concedei que, alimentando- nos

313 com o Corpo e o Sangue do vosso Filho,

314 sejamos repletos do Espírito Santo

315 e nos tornemos em Cristo

316 um só corpo e um só espírito.

317 Fazei de nós um só corpo e um só espírito!

318 Que ele faça de nós uma oferenda perfeita

319 para alcançarmos a vida eterna

320 com os vossos santos:

321 a Virgem Maria, Mãe de Deus,

322 os vossos Apóstolos e Mártires, N. (o santo do dia ou o padroeiro)

323 e todos os santos,

324 que não cessam de interceder por nós

325 na vossa presença.

326 Fazei de nós uma perfeita oferenda!

327 E agora, nós vos suplicamos, ó Pai,

328 que este sacrifício da nossa reconciliação

329 estenda a paz e a salvação ao mundo inteiro.

330 Confirmai na fé e na caridade a vossa Igreja,

331 enquanto caminha neste mundo:

332 o vosso servo o papa N.,

333 o nosso bispo N.,

334 com os bispos do mundo inteiro,

335 o clero e todo o povo que conquistastes.

336 Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja!

337 Atendei às preces da vossa família,

338 que está aqui, na vossa presença.

339 Reuni em vós, Pai de misericórdia,

340 todos os vossos filhos e filhas

341 dispersos pelo mundo inteiro.

342 Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

343 Acolhei com bondade no vosso reino

344 os nossos irmãos e irmãs que partiram desta vida

345 e todos os que morreram na vossa amizade.

346 Unidos a eles, esperamos também nós

347 saciar-nos eternamente da vossa glória,

348 por Cristo, Senhor nosso.

349 A todos saciai com vossa glória!

350 Por ele dais ao mundo

351 todo bem e toda graça.

352 Por Cristo, com Cristo, em Cristo,

353 a vós, Deus Pai todo-poderoso,

354 na unidade do Espírito Santo,

355 toda a honra e toda a glória,

356 agora e para sempre. Amém.

357

358 Rito da Comunhão

359 Antes de participar do banquete da Eucaristia,

360 sinal de reconciliação

361 e vínculo de união fraterna,

362 rezemos, juntos, como o Senhor nos ensinou:

363 Pai nosso que estais nos céus,

364 santificado seja o vosso nome;

365 venha a nós o vosso reino,

366 seja feita a vossa vontade,

367 assim na terra como no céu;

368 o pão nosso de cada dia nos dai hoje;

369 perdoai-nos as nossas ofensas,

370 assim como nós perdoamos

371 a quem nos tem ofendido;

372 e não nos deixeis cair em tentação,

373 mas livrai-nos do mal.

374 Livrai-nos de todos os males, ó Pai,

375 e dai-nos hoje a vossa paz.

376 Ajudados pela vossa misericórdia,

377 sejamos sempre livres do pecado

378 e protegidos de todos os perigos,

379 enquanto, vivendo a esperança,

380 aguardamos a vinda do Cristo Salvador.

381 Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre!

382 Senhor Jesus Cristo,

383 dissestes aos vossos Apóstolos:

384 Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz.

385 Não olheis os nossos pecados,

386 mas a fé que anima vossa Igreja;

387 dai-lhe, segundo o vosso desejo,

388 a paz e a unidade.

389 Vós, que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo.

390 Amém.

391 A paz do Senhor esteja sempre convosco.

392 O amor de Cristo nos uniu.

393 Como filhos e filhas do Deus da paz,

394 saudai-vos com um gesto de comunhão fraterna.

395

396 Cordeiro de Deus,

397 que tirais o pecado do mundo,

398 tende piedade de nós.

399 Cordeiro de Deus,

400 que tirais o pecado do mundo,

401 tende piedade de nós.

402 Cordeiro de Deus,

403 que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

404 Eu sou o Pão vivo, que desceu do céu:

405 se alguém come deste Pão,

406 viverá eternamente.

407 Eis o Cordeiro de Deus,

408 que tira o pecado do mundo.

409 Senhor, eu não sou digno(a)

410 de que entreis em minha morada,

411 mas dizei uma palavra e serei salvo(a).

412

413 Canto da comunhão

414

415 Oração depois da Comunhão

416 Ó Deus, fazei que sejamos ajudados

417 pelo sacramento que acabamos de receber,

418 para que o jejum de hoje vos seja agradável

419 e nos sirva de remédio.

420 Por Cristo, nosso Senhor.

421 Amém.

422

423 Bênção e Despedida

424 O Senhor esteja convosco.

425 Ele está no meio nós.

426 Deus, Pai de misericórdia,

427 conceda a todos vós,

428 como concedeu ao filho pródigo,

429 a alegria do retorno à casa.

430 Amém.

431 O Senhor Jesus Cristo,

432 modelo de oração e de vida,

433 vos guie nesta caminhada quaresmal

434 a uma verdadeira conversão.

435 Amém.

436 O Espírito de sabedoria e fortaleza

437 vos sustente na luta contra o mal,

438 para poderdes com Cristo

439 celebrar a vitória da Páscoa.

440 Amém.

441 Abençoe-vos Deus todo- poderoso,

442 Pai e Filho † e Espírito Santo.

443 Amém.

444 Ide em paz, e o Senhor vos acompanhe.

445 Graças a Deus.

446

447 Canto Final

448


Carregar ppt "Quarta- feira de Cinzas ABERTURA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google