A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

II - A Evolução Recente da Economia Portuguesa. II - A Evolução da Economia Portuguesa 1) Os choques políticos e internacionais em 1973-74 e os Acordos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "II - A Evolução Recente da Economia Portuguesa. II - A Evolução da Economia Portuguesa 1) Os choques políticos e internacionais em 1973-74 e os Acordos."— Transcrição da apresentação:

1 II - A Evolução Recente da Economia Portuguesa

2 II - A Evolução da Economia Portuguesa 1) Os choques políticos e internacionais em e os Acordos de Estabilização Económica com o FMI. 2) A adesão à CEE e as políticas de convergência nominal e real no período pré-adesão à União Monetária. 3) O período pós-adesão à União Monetária.

3 1)Os choques políticos e internacionais em e os Acordos de Estabilização Económica com o FMI. -Década de 60: maior abertura da economia Portuguesa (EFTA), emigração, guerra colonial -Choques económicos e políticos: - Choque do petróleo (1973) - Revolução (1974) - Descolonização -AEE com o FMI / /84

4 Década de 60: factores mais relevantes EFTA Guerra colonial Emigração Liberalização das trocas comerciais; Padrões mais exigentes de produção Aumento da quantidade e qualidade das exportações. Custo financeiro => redução de investimento em infra-estruturas; Impacto demográfico Remessas de emigrantes => entrada de divisas; Desenv. sistema financeiro => capitalismo fin. Impacto demográfico

5 Década de 60 e início de 70 Crescimento do PIB: média de 8% SPA saldo positivo Salários baixos Remessas de emigrantes Saldo BTC positivo Défice comercial começou a aumentar Poupança nacional > Investimento =» acumulação de reservas => início de um processo de inflação Taxas de juro reais negativas

6 Choque do petróleo Subida do preço do petróleo e recessão internacional:  Agravamento da inflação e do défice da BTC  Abrandamento da actividade económica  Diminuição da emigração (e remessas)  Aumento de desemprego

7 Revolução 25 de Abril Perturbações no normal funcionamento do sistema produtivo Nacionalizações Descolonização Redistribuição do rendimento a favor dos salários  Aumento do défice orçamental, quebra de produção, desemprego, inflação, défice corrente, redução de divisas  Impossibilidade de obtenção de crédito externo  Fuga de capitais, especulação contra o escudo

8

9 Acordo de estabilização económica – FMI Crédito ao abrigo do FMI Condicionalidade: AEE Facilidade na obtenção de crédito externo

10 Objectivos: Redução défice BTC Controlo da inflação Estabilização crescimento e do desemprego Principais políticas: Cambial: desvalorização programada do escudo ‘crawling-peg’ e sobretaxa de importações; Monetária: subida de taxas de juro; limites de crédito e maior selectividade; aumento da taxa de reservas obrigatórias; Preços e salários: liberalização e aumento de alguns preços administrativos; fixação de um tecto para aumentos salariais. Orçamental: contenção de despesas (subsídios e investimento publico)

11 Principais Resultados: Desvalorização cambial Reequilíbrio BTC Competitividade exportações baixa de salários e subida de taxas de juro Atenuar da inflação Limites de credito Endividamento externo Pouco restritivos Política orçamental Não cumprido no total Défice elevado Efeito negativo

12 Início anos 80: Nova subida dos preços do petróleo e abrandamento da procura externa Défice da BTC Crescente recurso ao endividamento externo Relativo abandono das medidas de contenção Inflação Forte especulação contra o escudo

13

14

15

16 (a) Taxas de juro activas; (b) Taxas de juro passivas

17 Novo Acordo FMI: Objectivos: Redução défice BTC Redução do endividamento externo Principais políticas: Orçamental: aumento de impostos (directos e indirectos) contenção de despesas (subsídios e investimento pub.), aumento do auto- financiamento das EPs Monetária: subida e flexib. de taxas de juro; limites de crédito e maior selectividade; limites ao crédito estrangeiro; limites ao credito SPA Preços e salários: liberalização e aumento de alguns preços administrativos; redução salarial do sector público. Cambial: desvalorização (12% em Junho de 83) e continuação do ‘crawling-peg’

18 Resultados: Redução défice da BTC Redução do défice orçamental Ajustamento mais restritivo (PIB diminui) Inflação

19 2) A Adesão à CEE e as políticas de convergência nominal e real para adesão à União Monetária

20 Início dos anos 80: Desequilíbrios macroeconómicos Economia pouco competitiva Distorções nos mercados de bens e serviços Elevado peso do sector público na economia Défice financiado com recurso a financiamento do Banco Central Política monetária assente em controlos de crédito e taxas de juro administradas Mercado financeiro pouco sofisticado Política cambial assente no crawling-peg Acordo do FMI: equilíbrio da BTC O crescimento económico sustentado implicava uma alteração de regime que conduzisse à estabilidade macroeconómica e a realização de reformas estruturais CEE proporcionava os incentivos adequados (integração no mercado comunitário, ajudas comunitárias)

21 Convergência PORTUGAL– INDICADORES ECONÓMICOS PIB per capita PPC EU PIB (tv em %) Inflação Desemprego (em %) BTC % PIB Défice Adm. Pública % PIB Dívida Pública % PIB

22

23

24 Estabilidade cambial Crawling-peg Managed floating Mecanismo de taxas de câmbio do SME

25 Reformas estruturais: Privatizações Liberalização dos movimentos de capitais Instrumentos de gestão da política monetária

26

27

28

29

30

31

32

33


Carregar ppt "II - A Evolução Recente da Economia Portuguesa. II - A Evolução da Economia Portuguesa 1) Os choques políticos e internacionais em 1973-74 e os Acordos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google