A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NIUGARIT. com FastBuyer (Grupo FIAT Auto) Grupo Espirito Santo Inteli CEIIA* FastBuyer (Grupo FIAT Auto) Grupo Espirito Santo Inteli CEIIA* Promoção e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NIUGARIT. com FastBuyer (Grupo FIAT Auto) Grupo Espirito Santo Inteli CEIIA* FastBuyer (Grupo FIAT Auto) Grupo Espirito Santo Inteli CEIIA* Promoção e."— Transcrição da apresentação:

1 NIUGARIT. com FastBuyer (Grupo FIAT Auto) Grupo Espirito Santo Inteli CEIIA* FastBuyer (Grupo FIAT Auto) Grupo Espirito Santo Inteli CEIIA* Promoção e desenvolvimento de actividades industriais em cooperação Lda. * Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel

2 AGENDA 1.A abordagem da INTELI: EMPREENDORISMO 2.A oportunidade da Niugarit 3.Modelo de negócio (actividades) 4.Acções em curso - business e O foco deve residir no business!

3 A Niugarit é uma iniciativa da Inteli, encarada como um PROCESSO DE EMPREENDORISMO à luz do qual: Estruturamos a nossa abordagem (MÉTODO) Estabelecemos PRIORIDADES Aceitamos os PARADOXOS do processo Construímos uma EQUIPA (que emerge da INTELI).

4 FIT & BALANCE Encaixe e equilíbrio (fit & balance) OportunidadeRecursos Equipa Comunicação (ex: business plan) LiderançaCriatividade Equilíbrio: O empreendorismo é um acto de procura constante do equilíbrio, requerendo continuamente: Diagnóstico; Revisão de tácticas e estratégias; Experimentação. Os objectos destas acções são: EQUIPA ; OPORTUNIDADE ; RECURSOS Incerteza Ambiguidade Forças exógenas envolventeenvolvente

5 A Oportunidade Qualquer empreendimento começa com a OPORTUNIDADE. (antes do dinheiro, da estratégia, das redes, da equipa, do plano de negócios, etc.) É fundamental caracterizar completamente a oportunidade! 1. Quanto maior for o tamanho, potencial de crescimento e durabilidade do mercado, melhor. Quanto maior for a margem e o cash-flow melhor. 2. Mercados imperfeitos são melhores que mercados perfeitos. Quanto maiores forem: a mudança, as descontinuidades e o caos, melhor. 3. Quanto maiores forem as inconsistências nos serviços actuais, a falta de qualidade, os tempos de entrega, bem como os défices de informação e conhecimento, melhor a oportunidade.

6 Recursos Considerar o DINHEIRO como primeira preocupação, é um erro! (O dinheiro, aparece para as grandes oportunidades, quando estas são exploradas por equipas fortes!) O dinheiro é a última coisa em que devemos pensar, seja para adquirir imobilizado, recrutar pessoas, start-up capital, etc. Os empreendedores são engenhosos na angariação de recursos. Trabalhar com falta de dinheiro estimula o rigor, a eficácia. Muitos erros foram cometidos por haver dinheiro a mais. Minimizar e controlar os recursos, em vez de os deter e maximizar, é uma estratégia muito aconselhável! Think cash last! Os recursos (a importância do dinheiro)

7 A equipa A EQUIPA é um factor-chave em qualquer processo de empreendorismo! (Os investidores são fortemente cativados pelo brilhantismo das equipas, sendo que,a maioria aposta mais nas equipas, do que nas oportunidades.) Actualmente existem muitos empreendedores, oportunidades, tecnologia e dinheiro. O que falta mesmo são GRANDES EQUIPAS! Leader : Aprende e ensina; enfrenta a adversidade; integro e honesto; concebe e organiza; promove a cultura interna. Equipa : Experiência; motivação para a excelência; compromisso, determinação, tolera o risco, a ambiguidade e incerteza; criativa; controlo; adaptável; focada na(s) oportunidade(s); comunicação. Cultura Crenças Normas e RegrasValores

8 Logística de Entrada OperaçõesLogística de Saída Marketing e Vendas Compras Desenvolvimento Tecnológico Gestão de recursos humanos Infra-estrutura da empresa Serviço Actividades de suporte Actividades primárias Networking banda larga, customização, interactividade vs. conectividade Globalização do comércioeliminação de barreiras políticas, logísticas,... Importância do conhecimentoinformação e ideias Como utilizar estas tendências para reconstruir cadeias de valor ?

9 Um aspecto...entre muitos outros O quebra-cabeças do procurement Conferência Actualizações Catálogos Disponibilidade Stocks Facturas Crédito Cobranças Transporte Envio das ordens Pagamentos Tarifas AlfândegasQuotações Especificações Colocação das ordens Aprovação Gestão de fornecedores Procura Processo de satisfação da encomenda Negociação Pedidos de quotação Selecção de fornecedores Outsourcing Partilha e integração Desenvolvimento das parcerias Estabelecimento do processo de networking da cadeia Gestão de stocks Planos de produção Entrega e conclusão das encomendas Negociação Critérios Adjudicação

10 eProcurement Supply Chain Management Design, Engineering eCo-operation Benefício Tempo / Complexidade ? b2b na indústria automóvel Evolução prevista

11 Visões A visão de quem tem telescópio... Vislumbro o dia em que um consumidor clicará o rato no seu computador para encomendar o Ford que costumizou on-line, transmitindo a informação ao dealer que o irá entregar e servir, à instituição de crédito que o irá financiar, à seguradora que fará o seguro, bem como à fabrica que o montará, aos fornecedores que fabricam os componentes e aos designers da Ford que concebem os novos modelos. Jack Nasser – Presidente da Ford

12 Visão alternativa: Desculpem lá, mas a internet ainda me parece uma coisa um bocado esotérica... – Gestor de uma empresa Portuguesa a operar na IA, Nov Visões

13 Compras de matéria-prima integradas (nomeadamente, chapa) Logística integrada Projecto e fabrico de ferramentas (plataforma comum,...) Gestão e qualificação dos processos de forma integrada – excelência na produção Centro de desenvolvimento do produto partilhado (concepção de módulos e funções específicas) Acesso a clientes e mercados (deslocalização conjunta da produção e comercialização). Compras de matéria-prima integradas (nomeadamente, chapa) Logística integrada Projecto e fabrico de ferramentas (plataforma comum,...) Gestão e qualificação dos processos de forma integrada – excelência na produção Centro de desenvolvimento do produto partilhado (concepção de módulos e funções específicas) Acesso a clientes e mercados (deslocalização conjunta da produção e comercialização). O que diz a IA nacional ? As empresas têm problemas e necessidades comuns, mas não têm dimensão crítica para os resolver de forma isolada. A solução mais provável reside na implementação de processos de cooperação entre as empresas, em actividades onde existem problemas comuns

14 A Oportunidade da Niugarit A oportunidade reside na convergência de um conjunto de factores de natureza diversa: Emergência a nível global do e-commerce b2b. (dinâmica dos construtores fornecedores 1st tier na área do e-commerce b2b) e-commerce é uma das áreas críticas de desenvolvimento da industria nacional de componentes para automóvel. Perspectivas de crescimento dos e-market places. A complementaridade e convergência de interesses verificada entre os parceiros da iniciativa. A consolidação a nível internacional de sistemas industriais cooperativos, resultantes do reconhecimento da cooperação como instrumento eficaz para a manutenção da competitividade das empresas. Factores críticos de desenvolvimento da IA nacional (a nossa oportunidade vive das ameaças para o sector).

15 Emergência B2B (na indústria automóvel e em Portugal) Processo de Contrapartidas - Fast Buyer Relação com a Unindustria Rede VOH Apetência crescente em Portugal e no estrangeiro para a participação em sistemas industriais cooperativos. Rede INTELI (indústria, agências públicas, empresas de serviços,...) Possibilidade de criar e explorar um e-market place. Desenvolver uma network internacional. Desenvolver um leque de competências exclusivas que trarão novas dinâmicas à indústria automóvel (visão). Competências da INTELI Factores críticos de desenvolvimento da IA nacional. A Oportunidade da Niugarit

16 Evolução da Niugarit P3 VW Alavancagem através dos Projectos A e P3 Alavancagem através do Projecto P3 (a) Complexidade/ Benefício E-procurement Supply chain management Co-operative engineering Alavancagem através da interacção com a Fast-Buyer (b) (a) - Espaço de interacção com a Fast-buyer para as compras de matérias-primas e commodities. (b) - Espaço de interacção com a Fast-buyer para o marketing on-line de empresas de componentes Portuguesas (e-catalogs -> acesso ao mercado -> vendas) A - Utilitário P3 - Nicho

17 Grandes áreas de actividade Brokerage estruturado Matérias-primas Contrapartidas B2B I.A. Gestão das cadeias de fornecedores de empresas nacionais Marketing on-line de empresas nacionais Independent marketplace Many to many – a large network of buyers and sellers. Industry sponsered marketplace ABC Consult. Tec – Comerc. Consultoria técnico-comercial Focus: Projectos com forte componente de transferência de tecnologia

18 Niugarit Interveniente Nacional Potenciais Intervenientes Internacionais Potenciais Intervenientes Internacionais Potenciais Intervenientes Nacionais Potenciais Intervenientes Nacionais Site Niugarit ( marketing on-line de empresas nacionais ). Rede informal Niugarit. Fast Buyer Rede VOH Outros Interveniente Internacional negociação finalização de contratos assistência logística Outros serviços... Parcerias Intermed. Trading/ procurement Intermed. Trading/ procurement Transf. tecnologia Sub-contratação Comércio electrónico ? B2B convencional ? Mix ? Brokerage

19 MERCADO POTENCIAL junto das empresas de componentes para automóvel (injecção de plástico e estampagem) entre outros sub-sectores de actividade. Empresas negoceiam e compram através de ACÇÕES INDIVIDUAIS: forte concorrência e secretismo – se o meu concorrente compra mais caro do que eu, então eu fico em vantagem. não há parcerias para actividades de aprovisionamento, incluindo negociação, logística, partilha de informação, intelligence, forecast, etc. fraco poder negocial. consciência crescente da importância dos relacionamentos-chave das empresas (cooperação). AUMENTO DO PREÇO DAS MATÉRIAS-PRIMAS, gera movimentos especulativos e abre novas oportunidades de negócio. O acesso à network da Fast Buyer de Turim permite obter vantagens comparativas relativamente às empresas (enquanto compradoras individuais), traduzidas no aumento do poder negocial (e consequente aumento de valor para o cliente), acesso à informação e prestação de serviços inexistentes em Portugal (intelligence & forecast). Matérias-primas

20 volume e grupagem selecção e ranking de fornecedores negociação procurement finalização de contratos Serviços de logística controlo de qualidade acordos de cooperação homologações Procura Informação Oferta Informação ClienteCliente FornecedorFornecedor Rede Niugarit Rede Uninfdustria / Fast Buyer Matérias-primas

21 Consult. Tec – Comerc. Brokerage estruturado Consultoria técnico-comercial Parcerias Matérias-primas Contrapartidas Promoção parcerias Intermed. Trading/ procurement B2B I.A. Representações (TT) Transf. tecnologia Gestão das cadeias de fornecedores de empresas nacionais On-line catalogs Sub-contratação Marketing on-line de empresas nacionais Marketing de empresas nacionais Trading não estruturado Serviços de apoio procurement Procurement On-line catalogs On-line auctions Modelo Operacional Preliminar Independent marketplace Many to many – a large network of buyers and sellers. RFQ

22 Parceiros 1. Inteli (Winteli)30% 2. Grupo Espirito Santo20% 3. CEIIA20% 4. Fastbuyer30% Capital social: contos

23 Intercâmbio de RH.s com os nossos parceiros (troca de know-how). Diagnóstico das necessidades do mercados-alvo Induzir/Construir o e-market place (acções de marketing - temos de destruir a visão alternativa) Desenvolvimento de conceitos e modelo de negócio (serviços a disponibilizar). Identificação e selecção de parceiros (tecnologia; logística) Observação da evolução dos outros portais. Acções em curso

24 1.Mercado suficientemente fragmentado por forma a que nenhum comprador ou fornecedor detenha o monopólio do mesmo. 2.Adesão suficiente para garantir a liquidez do portal. 3.Conceber e disponibilizar um leque de serviços nos quais a indústria nacional reconheça um valor efectivo (ir alem da disponibilização de um espaço para a realização de transacções comerciais). 4.Disseminar o e-business (cultura) no seio dos mercados-alvo. 3. Garantir que o negócio é rentável no prazo de 2 anos. 5. Explorar sinergias com os actuais parceiros. Factores críticos de sucesso


Carregar ppt "NIUGARIT. com FastBuyer (Grupo FIAT Auto) Grupo Espirito Santo Inteli CEIIA* FastBuyer (Grupo FIAT Auto) Grupo Espirito Santo Inteli CEIIA* Promoção e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google