A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Crescimento, desenvolvimento e maturação – implicações para o desenvolvimento motor Profa. Dra. Fabiana Andrade Machado 1º. Semestre/2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Crescimento, desenvolvimento e maturação – implicações para o desenvolvimento motor Profa. Dra. Fabiana Andrade Machado 1º. Semestre/2008."— Transcrição da apresentação:

1 Crescimento, desenvolvimento e maturação – implicações para o desenvolvimento motor Profa. Dra. Fabiana Andrade Machado 1º. Semestre/2008

2 Descrevendo e explicando o desenvolvimento motor Teoria desenvolvimentista é descritiva e explicativa. Teoria desenvolvimentista é descritiva e explicativa. Descreve como o indivíduo é em certas faixas etárias e quais são suas características. Descreve como o indivíduo é em certas faixas etárias e quais são suas características. Explica o que faz com que estas características ocorram. Explica o que faz com que estas características ocorram.

3 Fases do desenvolvimento motor Todo indivíduo está envolvido no processo permanente de aprender a mover-se com controle e competência em relação aos desafios enfrentados diariamente em um mundo de constantes mudanças. Todo indivíduo está envolvido no processo permanente de aprender a mover-se com controle e competência em relação aos desafios enfrentados diariamente em um mundo de constantes mudanças. Fatores que afetam o desenvolvimento motor. Fatores que afetam o desenvolvimento motor. 3 categorias de movimentos. 3 categorias de movimentos.

4 Fase motora reflexa 1º.s movimentos fetais = REFLEXOS Involuntários. 1º.s movimentos fetais = REFLEXOS Involuntários. A partir da atividade reflexa bebê obtém informações imediatas do ambiente. A partir da atividade reflexa bebê obtém informações imediatas do ambiente. Ex: reações ao som, luz, toque = reflexa! Ex: reações ao som, luz, toque = reflexa! Movimentos relacionados ao instinto de sobrevivência!!! Movimentos relacionados ao instinto de sobrevivência!!!

5 Fase motora reflexa Reflexos primitivos Reflexos primitivos Agrupadores de informação: auxiliam a estimulação da atividade cortical e o desenvolvimento (identificação); Agrupadores de informação: auxiliam a estimulação da atividade cortical e o desenvolvimento (identificação); Caçadores de alimentação e reações protetoras: auto-preservação; proteção para a sobrevivência. Caçadores de alimentação e reações protetoras: auto-preservação; proteção para a sobrevivência. Ex: sugar e procurar pelo olfato = mecanismos primitivos de sobrevivência. Ex: sugar e procurar pelo olfato = mecanismos primitivos de sobrevivência.

6 Fase motora reflexa Reflexos posturais Reflexos posturais 2ª. forma de movimentos involuntários! 2ª. forma de movimentos involuntários! Porém, semelhante ao voluntários posteriores = servem de preparação para movimentos futuros. Porém, semelhante ao voluntários posteriores = servem de preparação para movimentos futuros. Ex: reflexo da 1ª. marcha; reflexo palmar. Ex: reflexo da 1ª. marcha; reflexo palmar.

7 Fase motora reflexa Estágio de codificação de informações: período fetal/4º. mês pós natal; atividade motora involuntária; aquisição e grupamento de informações; partes inferiores cerebrais estão no comando; esta fase serve para o bebê reunir informações, buscar alimento e encontrar proteção. Estágio de codificação de informações: período fetal/4º. mês pós natal; atividade motora involuntária; aquisição e grupamento de informações; partes inferiores cerebrais estão no comando; esta fase serve para o bebê reunir informações, buscar alimento e encontrar proteção.

8 Fase motora reflexa Estágio de decodificação: início no 4º. mês de vida; processamento de informações; reflexos diminuem gradativamente com desenvolvimento dos centros cerebrais superiores (córtex). Estágio de decodificação: início no 4º. mês de vida; processamento de informações; reflexos diminuem gradativamente com desenvolvimento dos centros cerebrais superiores (córtex).

9 Fase dos movimentos rudimentares 1ª.s formas de movimentos voluntários; surgem até 2 anos; aparecimento desses movimentos determinado pela maturação, com seqüência de aparecimento previsível e resistente a alterações em condições normais; porém o ritmo varia de criança para criança; depende de fatores biológicos, ambientais e da tarefa. 1ª.s formas de movimentos voluntários; surgem até 2 anos; aparecimento desses movimentos determinado pela maturação, com seqüência de aparecimento previsível e resistente a alterações em condições normais; porém o ritmo varia de criança para criança; depende de fatores biológicos, ambientais e da tarefa.

10 Fase dos movimentos rudimentares Bebê: formas básicas de movimentos voluntários necessários à sobrevivência; envolve movimentos estabilizadores (controle da cabeça, do pescoço, dos mm...); manipuladores (alcançar, agarrar, soltar...) e locomotores (arrastar-se, engatinhar, caminhar...). Bebê: formas básicas de movimentos voluntários necessários à sobrevivência; envolve movimentos estabilizadores (controle da cabeça, do pescoço, dos mm...); manipuladores (alcançar, agarrar, soltar...) e locomotores (arrastar-se, engatinhar, caminhar...).

11 Fase dos movimentos rudimentares Estágio de inibição de reflexos: início ao nascimento; à medida que córtex se desenvolve os reflexos e os movimentos voluntários (ainda que no início sejam descontrolados e grosseiros). Estágio de inibição de reflexos: início ao nascimento; à medida que córtex se desenvolve os reflexos e os movimentos voluntários (ainda que no início sejam descontrolados e grosseiros).

12 Fase dos movimentos rudimentares Estágio de pré controle: por volta de 1 ano de idade criança começa ter maior precisão e controle dos movimentos; aprende obter e manter equilíbrio, manipular objetos e locomover-se nos ambientes com notável grau de controle. Estágio de pré controle: por volta de 1 ano de idade criança começa ter maior precisão e controle dos movimentos; aprende obter e manter equilíbrio, manipular objetos e locomover-se nos ambientes com notável grau de controle.

13 Fase dos movimentos fundamentais Movimentos fundamentais na 1ª. infância são conseqüência dos movimentos rudimentares neo-natais; fase de exploração e experimentação da capacidade motora de seus corpos; período de descobertas; movimentos combinados (correr, pular, arremessar, apanhar, andar com firmeza e equilíbrio); participação maturacional e ambiental importantes!!! Movimentos fundamentais na 1ª. infância são conseqüência dos movimentos rudimentares neo-natais; fase de exploração e experimentação da capacidade motora de seus corpos; período de descobertas; movimentos combinados (correr, pular, arremessar, apanhar, andar com firmeza e equilíbrio); participação maturacional e ambiental importantes!!!

14 Fase dos movimentos fundamentais Estágio inicial: criança faz primeiras tentativas orientadas tendo como objetivo desempenhar uma habilidade fundamental (movimentos sem ritmo, sem coordenação, uso exagerado ou limitado do corpo). Estágio inicial: criança faz primeiras tentativas orientadas tendo como objetivo desempenhar uma habilidade fundamental (movimentos sem ritmo, sem coordenação, uso exagerado ou limitado do corpo).

15 Fase dos movimentos fundamentais Estágio elementar: envolve maior controle e melhor coordenação rítmica dos movimentos, sincronia de tempo e espaço (movimentos ainda são restritos ou exagerados); participação da maturação. Estágio elementar: envolve maior controle e melhor coordenação rítmica dos movimentos, sincronia de tempo e espaço (movimentos ainda são restritos ou exagerados); participação da maturação. Obs: muitas crianças, e também adultos, não vão além do estágio elementar para muitos padrões de movimento. Obs: muitas crianças, e também adultos, não vão além do estágio elementar para muitos padrões de movimento. Ex: dançar! Ex: dançar!

16 Fase dos movimentos fundamentais Estágio maduro: deverá ser atingido entre 5-6 anos; desempenho mecanicamente eficiente, coordenado e controlado (com exceção dos manipulativos que amadurecem mais tarde porque exigem controle/coordenação visual). Estágio maduro: deverá ser atingido entre 5-6 anos; desempenho mecanicamente eficiente, coordenado e controlado (com exceção dos manipulativos que amadurecem mais tarde porque exigem controle/coordenação visual).

17 Fase dos movimentos especializados Totalmente dependente de fases anteriores; movimento como ferramenta que se aplica a muitas atividades diárias; movimentos básicos estão refinados, combinados e elaborados para situações de maior exigência. Totalmente dependente de fases anteriores; movimento como ferramenta que se aplica a muitas atividades diárias; movimentos básicos estão refinados, combinados e elaborados para situações de maior exigência. Ex: pular em 1 pé só pode ser usado em brincadeiras, exercícios, modalidades esportivas...). Ex: pular em 1 pé só pode ser usado em brincadeiras, exercícios, modalidades esportivas...).

18 Fase dos movimentos especializados Estágio transitório: 7-8 anos, criança começa combinar e aplicar habilidades motoras fundamentais ao desempenho especializado. Estágio transitório: 7-8 anos, criança começa combinar e aplicar habilidades motoras fundamentais ao desempenho especializado. ATENÇÃO: há apenas aplicação dos movimentos fundamentais de forma mais específica e complexa! ATENÇÃO: há apenas aplicação dos movimentos fundamentais de forma mais específica e complexa! Crianças estão muito ativas = NÃO RESTRINGIR MOVIMENTOS! Crianças estão muito ativas = NÃO RESTRINGIR MOVIMENTOS!

19 Fase dos movimentos especializados Estágio de aplicação: anos; mudanças interessantes! Há maior sofisticação cognitiva, indivíduo pode tomar decisões/fazer escolhas de aprendizado; escolher ou evitar praticar habilidades esportivas; possibilidade de fazer auto-exame de forças e fraquezas, oportunidades e restrições = definir escolhas! Estágio de aplicação: anos; mudanças interessantes! Há maior sofisticação cognitiva, indivíduo pode tomar decisões/fazer escolhas de aprendizado; escolher ou evitar praticar habilidades esportivas; possibilidade de fazer auto-exame de forças e fraquezas, oportunidades e restrições = definir escolhas!

20 Fase dos movimentos especializados Estágio de utilização permanente: 14 em diante; auge do processo de desenvolvimento motor caracterizado pelo uso do repertório de movimentos adquiridos pelo indivíduo ao longo de toda sua vida. Estágio de utilização permanente: 14 em diante; auge do processo de desenvolvimento motor caracterizado pelo uso do repertório de movimentos adquiridos pelo indivíduo ao longo de toda sua vida. Outros fatores afetarão! Outros fatores afetarão!

21

22

23


Carregar ppt "Crescimento, desenvolvimento e maturação – implicações para o desenvolvimento motor Profa. Dra. Fabiana Andrade Machado 1º. Semestre/2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google