A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão de Fornecedor Ágil de Software: O Novo Desafio das OrganizaçõesFevereiro/2013 Professor: Rômulo César Dias de Andrade |

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão de Fornecedor Ágil de Software: O Novo Desafio das OrganizaçõesFevereiro/2013 Professor: Rômulo César Dias de Andrade |"— Transcrição da apresentação:

1 Gestão de Fornecedor Ágil de Software: O Novo Desafio das OrganizaçõesFevereiro/2013 Professor: Rômulo César Dias de Andrade | FACULDADE DOS GUARARAPES Workshop – Gestão de TI

2 Workshop – GTI – Faculdades dos Guararapes Palestra Adaptada da Dissertação Mestrado – Rômulo César Adaptação do Gerenciamento de Fornecedor Aplicado nas Metodologias Ágeis com ênfase em ITIL, SCRUM e MPS.BR Adaptação do Gerenciamento de Fornecedor Aplicado nas Metodologias Ágeis com ênfase em ITIL, SCRUM e MPS.BR Maiores Informações: FACULDADE DOS GUARARAPES

3 Palestrante Nome: Rômulo César Dias de Andrade Nome: Rômulo César Dias de Andrade Mini CV: Mini CV: - Mestre em Ciência da Computação na Universidade Federal de Pernambuco CIN-UFPE na área de Engenharia de Software. - Pós-Graduado em Gestão da Tencologia da Informação pela FIR - Faculdade Integrada do Recife (2010). - Possui Graduação em Tecnologia de Sistema da Informação pela FAPE – Faculdade Pernambucana (2007). - Atualmente trabalha na Innovo Group como Consultor de Processos Pleno. - Tem 7 anos de experiência de mercado na área de Ciência da Computação, com ênfase em engenharia de software e melhoria de processos. - CV Completo: disponível em - Áreas de Interesse: Engenharia de Software, Análise de Projetos e Sistemas,Gerência de Projetos baseado na metodologias Ágeis (SCRUM), Engenharia de Requisitos e Modelagem/Automação de Processos com BPM.

4 Roteiro Motivação Motivação Problemática Problemática Contextualização Contextualização Justificativa Justificativa Gerenciamento de Fornecedor Gerenciamento de Fornecedor Proposta Proposta Guidelines Guidelines Pesquisa Pesquisa Conclusão Conclusão Trabalhos Futuros Trabalhos Futuros FACULDADE DOS GUARARAPES

5 Motivação A necessidade de controlar o gerenciamento dos serviços, demandando uma gestão com alta qualidade e buscando uma maior produtividade das partes envolvidas em projetos de software (Sommerville, 2011). Falhas em serviços de TIC já causaram grandes prejuízos financeiros para muitas empresas, onde 80% da inatividade são decorrentes de problemas de um mal acompanhamento dos serviços prestados (Magalhães e Pinheiro,2007); FACULDADE DOS GUARARAPES

6 Análise da Pesquisa em Campo Empresas que possuem uma gestão de fornecedor FACULDADE DOS GUARARAPES

7 Problemática Métodos ágeis funcionam bem para as empresas de desenvolvimento de software, porém atendem a necessidade de acompanhamento por parte do cliente contratante do serviço? Quais são as boas práticas de gestão ágil que devem ser adotadas pelo cliente em um desenvolvimento de software terceirizado e os problemas que devem ser evitados nesta terceirização? ClienteFornecedor Visibilidade? FACULDADE DOS GUARARAPES

8 Contextualização O papel da TIC nas empresas, segundo Magalhães e Pinheiro (2007), passou de simples ferramenta de automatização de tarefas para área de investimentos e instrumento de vantagem competitiva; Segundo Kaplan & Norton (1997), tradicionalmente, as corporações estão tratando suas unidades de serviços terceirizados como centros de despesas distintos, o que pouco contribui para alinhá-las, de modo a melhorar as unidades de negócio e a corporação. A importância da TIC é cada vez mais relevante devido às necessidades impostas pela concorrência. O conhecimento do negócio da empresa e um fluxo rápido de informações são fundamentais para a tomada de decisão (BALLONI, 2006). FACULDADE DOS GUARARAPES

9 Justificativa ABES, 2011 FACULDADE DOS GUARARAPES

10 Justificativa O setor de TIC no Brasil mostrou um crescimento da ordem de 21,3%. Especificamente, os setores de software e serviços cresceram quase 24% (ABES, 2011); Em novembro de 2010, atingiu-se a significativa marca de 250 avaliações MPS realizadas desde setembro de 2005, com prazo de validade de três anos (iMPS, 2010); O Scrum tem-se apresentado como um dos métodos ágeis mais utilizados, o que se observa em pesquisas que apontam sua adoção por cerca de 70% entre empresas que usam metodologias ágeis (Versionone, 2008). FACULDADE DOS GUARARAPES

11 Justificativa Segundo Guia de Aquisição do MPS.BR (SOFTEX, 2011), os principais problemas encontrado na aquisição de software são: Atraso no prazo de entrega; Resultados insatisfatórios; Escopo volátil; Indicadores; Aquisição incompetente; Comunicação ineficiente; Entre outros. FACULDADE DOS GUARARAPES

12 Gerenciamento de Fornecedor O processo de gestão de fornecedor tenta assegurar que os terceirizados cumpram os termos, condições e metas de seus contratos e acordos (OGC, 2007). As reais intenções de um gerenciamento de fornecedor ITILNEWS (2011): Identificar os requisitos de negócios; Avaliar e selecionar novos fornecedores; Gerenciar o desempenho de fornecedores; Categorizar fornecedores; Introduzir novos fornecedores; Entre outra. FACULDADE DOS GUARARAPES

13 Gerenciamento de Fornecedor Tradicional Adaptada do OGC Service Design, Falta de interação com os processos, cerimônias e procedimentos internos adotados pela fábrica de software que utiliza métodos ágeis. FACULDADE DOS GUARARAPES

14 Proposta Fornecer um conjunto de recomendações no formato de guidelines, que podem orientar os clientes a definirem e implantarem uma gestão ágil de fornecedor de software, com o objetivo de aumentar o acompanhamento e controle das equipes terceirizadas nos projetos de desenvolvimento de software. FACULDADE DOS GUARARAPES

15 Proposta Relacionamento entre os assuntos abordados FACULDADE DOS GUARARAPES

16 Proposta : Formato dos Guidelines: Título; Objetivo; Tarefas previstas; Produtos requeridos; Produtos gerados. Guia de Aquisição MPS-BR (SOFTEX, 2011): FACULDADE DOS GUARARAPES

17 Proposta Classificação dos Guidelines: Classificação dos Guidelines: Tipo ( Básico, Intermediário e Avançado); Fase (Aquisição, Seleção, Monitoração e Aceitação). Guia de Aquisição Softex, 2011 FACULDADE DOS GUARARAPES

18 Proposta GuidelineAssuntoTipoFase DEFINIÇÃO DO ESCOPO ÁGILITIL/SCRUMBásico Preparação da Aquisição DEFINIÇÃO DO ANEITILBásico Preparação da Aquisição GERENCIAMENTO DO SERVIÇO ÁGILITILBásico Monitoração do contrato DEFINIÇÃO DOS INDICADORES DE DESEMPENHO ITIL/MPS.BRAvançado Aceitação pelo Cliente GERENCIAMENTO DA INFORMAÇÃOMPS.BRAvançado Monitoração do contrato RISCOS DO PROJETO ÁGIL SCRUM /MPS.BR Básico Monitoração do contrato EVIDENCIAR PROBLEMAS SCRUM /MPS.BR Intermediário Monitoração do contrato GERENCIAMENTO DAS AÇÕES ASSOCIADAS SCRUM /MPS.BR Intermediário Monitoração do contrato Listas dos guidelines FACULDADE DOS GUARARAPES

19 Proposta Relacionamento entre os guidelines FACULDADE DOS GUARARAPES

20 Guideline (1/8) Definição do Escopo Ágil Define o escopo do projeto ágil utilizando o Product Backlog como base, para que seja possível realizar um melhor acompanhamento; Monta cronogramas de entregas regulares; Para adotar este guideline faz necessário realizar uma avaliação e definição das necessidades do projeto. O produto gerado desse guideline é o resultado da avaliação da necessidade do cliente, apoiando a adoção do guideline 4.2 (Definição do ANE). FACULDADE DOS GUARARAPES

21 Guideline (2/8) Definição do ANE – Acordo de Nível de Entrega. É o contrato que representa um acordo de nível de entrega do produto entre o Cliente e a empresa contratada para o fornecimento de serviços e de desenvolvimento de software; Tem como finalidade principal o alinhamento das entregas das funcionalidades do software com os padrões de qualidade e critérios de aceitações que são exigidos de acordo com cada organização. Tem como tarefas previstas: Identificação dos Responsáveis, Ambiente de Serviço, Revisão Periódica, Responsabilidades do Cliente, Responsabilidades do Fornecedor de Software. Tem como saída a geração do documento de Acordo de Nível de Entregas; FACULDADE DOS GUARARAPES

22 Guideline (3/8) Gerenciamento do Serviço Ágil Tem como objetivo apoiar o ANE no âmbito de serviços com foco em um resultado consistente de manutenção de níveis de entregas das funcionalidades; Tendo como tarefas previstas: Disponibilidade do Serviço de Software, Medição dos Serviços de Software, Solicitações de Serviços de Software, Manutenção dos Serviços de Software, Gestão de Desempenho do Fornecedor ; O produto desse guideline é um relatório do gerenciamento dos serviços ágeis; FACULDADE DOS GUARARAPES

23 Guideline (4/8) Definição dos Indicadores de Desempenho Indicadores de serviços de apoio aos serviços, alinhados com as necessidades do software; Indicadores de disponibilidade do software; Indicadores de mudanças nas questões contratuais disponbilizadas no ANE; Gera relatório gerenciais com as especificações dos indicadores de desempenhos. FACULDADE DOS GUARARAPES

24 Guideline (5/8) Gerenciamento da Informação Informações agrupadas dentro do escopo ágil; Tem como objetivo analisar e identificar informações e seus respectivos relacionamentos relativos aos serviços de apoio criando um portfólio de serviços e informações; Gera relatórios de todas as informações citadas no gerenciamento da informação e seus relacionamentos dentro do projeto. FACULDADE DOS GUARARAPES

25 Guideline (6/8) Gerenciamento dos Riscos do Projeto Ágil É recomendado em toda gestão, o controle e monitoramento dos riscos, independente se o projeto de desenvolvimento de software contempla métodos ágeis ou não; Tem a finalidade de identificação dos riscos bem como avaliar e controlar os riscos que afetam o projeto, processo ou produto de software; Lista os riscos do projeto ágil e as informações pertinentes aos mesmos; FACULDADE DOS GUARARAPES

26 Guideline (7/8) Evidenciar Problemas Registros de problemas identificados e o resultado da análise de questões pertinentes, incluindo dependências críticas, são estabelecidos e tratados com as partes interessadas; Ações para corrigir desvios no Escopo Ágil e para prevenir a repetição dos problemas identificados são estabelecidas, implementadas e acompanhadas até a sua conclusão. Gera um relatório com a lista de problemas encontrados e suas respectivas soluções; FACULDADE DOS GUARARAPES

27 Guideline (8/8) Gerenciamento das Ações Associadas As ações corretivas e preventivas são realizadas para tratar causas especiais, ou de outros tipos de variação; Tem como finalidade de sempre manter o Escopo Ágil do projeto alinhado com desenvolvimento do software; Gera um relatório com o resultado das ações associadas; FACULDADE DOS GUARARAPES

28 Validação Metodologia Metodologia Instrumento de pesquisa: Instrumento de pesquisa: Observaçãodas interações entre uma organização que desenvolve software para empresas que não de TIC; Observação das interações entre uma organização que desenvolve software para empresas que não de TIC; Pesquisa Pesquisa de campo (questionário). Oliveira, 2008 FACULDADE DOS GUARARAPES

29 Metodologia Principais etapas de definição e validação dos guidelines. Duração: 20 dias 113 respondestes Pelo menos 59 empresas FACULDADE DOS GUARARAPES

30 Pesquisa de Campo Objetivo da pesquisaQuestãoGuideline Validar a relevância geral do trabalho, ou seja, se existe alguma relação entre gestão de fornecedor e o aumento do acompanhamento das entregas e dos serviços prestados de desenvolvimento de software. 5, 8 e 94.1 e 4.2 Validar se há relevância em propor uma lista de recomendações para orientar os clientes na definição e implantação do gerenciamento ágil de fornecedor, em organizações que terceirizam o desenvolvimento software. 7- Avaliar o uso de indicadores no gerenciamento ágil de fornecedor para mensurar a qualidade e a produtividade das equipes terceirizadas e dos serviços prestados no desenvolvimento de software.2 e 34.3 e 4.4 Avaliar se uso da gestão do fornecedor ágil impacta na melhoria do controle, comunicação e planejamento dos clientes em relação aos processos internos adotados pelas empresas que prestam o serviço de desenvolvimento de software. 4 e 6 4.5, 4.6, 4.7 e 4.8 FACULDADE DOS GUARARAPES

31 Pesquisa de Campo # Questão # Questão Questão 1: É possível controlar o escopo de um projeto de software terceirizado, com o objetivo de avaliar a produtividade e qualidade do fornecedor que utiliza metodologias ágeis e sempre se adaptando as mudanças que surgem no decorrer do desenvolvimento? Questão 2: Normalmente o sucesso de um projeto é avaliado utilizando as dimensões tradicionais custo, escopo, prazo e qualidade. Você acha que é possível avaliar o sucesso de um projeto terceirizado de software com indicadores ágeis predefinidos? (Ex.: Quantidade de sprints, Números aceitáveis de bugs por sprint, número de release etc.)? Questão 3: Para o sucesso de um projeto é fundamental estabelecer quais os indicadores serão avaliados. Você acha importante definir indicadores de desempenho dos seus fornecedores e medir o projeto com base em diversos parâmetros: tamanho da equipe, disponibilidade do software, entrega de versões, entre outros? Questão 4: A gestão de fornecedor de software (ex.: entregas de releases, correções de bugs, treinamentos, riscos, problemas, ações etc.) são úteis para melhorar o controle e planejamento dos clientes que contratam projetos de desenvolvimento de software? FACULDADE DOS GUARARAPES

32 Pesquisa de Campo #Questão #Questão Questão 5: Há algum gerenciamento de fornecedor de software (ex.: entregas de releases, correções de bugs, treinamentos etc.) implantado na empresa onde você trabalha? Questão 6: A comunicação é um fator chave para o sucesso dos projetos. Você acha importante ter um plano de gerenciamento da informação para melhor gerir a comunicação entre cliente e o fornecedor de software? Questão 7: É importante existir uma lista de recomendações/guias sobre como orientar os clientes a definir e implantar uma gestão de fornecedor ágil nas organizações? Questão 8: É importante para o cliente a existência de um gerenciamento de entregas de versões e funcionalidades alinhadas com o escopo do projeto ágil (Ex. Controle da Sprint e Backlog)? Questão 9: A utilização de um gerenciamento de fornecedor de software ágil pode influenciar para a melhoria do compromisso nas entregas do produto e dos serviços prestados? FACULDADE DOS GUARARAPES

33 Análise de Perfil Papel do Entrevistado Região Geográfica da Empresa FACULDADE DOS GUARARAPES

34 Análise de Perfil Tamanho da Empresa Tempo de Mercado da Empresa FACULDADE DOS GUARARAPES

35 Análise da Pesquisa em Campo FACULDADE DOS GUARARAPES

36 Conclusão (1/2) O gerenciamento de fornecedor tem recebido uma grande atenção devido a preocupação das organizações em aumentar o acompanhamento das equipes terceirizadas; O acompanhamento do fornecedor e a gestão dos indicadores dos serviços prestados, influenciam para uma melhor produtividade e a melhoria qualidade dos serviços prestados; Para obter sucesso na implantação de uma Gestão Ágil de Fornecedor as partes envolvidas precisam se comprometerem a trabalhar em conjunto, resultando em um maior controle do projeto. FACULDADE DOS GUARARAPES

37 Conclusão (2/2) A pesquisa realizada em campo oferece indícios que os guidelines são válidos; Devem ser adaptados de acordo com o fornecedor e sua metodologia; Devem ser adaptados de acordo com o fornecedor e sua metodologia; Deve ter o apoio da alta administração Deve ter o apoio da alta administração Podem ser consideradas outras estratégias para gestão de fornecedor. FACULDADE DOS GUARARAPES

38 Trabalhos Futuros Aplicar a solução proposta neste trabalho em uma organização, com a finalidade de medir a relevância e aplicabilidade dos guidelines propostos. Definição de um processo de implantação de gestão ágil de fornecedor de software. Definição de uma ferramenta que possa auxiliar a organização na implantação e acompanhamento da gestão de fornecedor ágil. FACULDADE DOS GUARARAPES

39 FIM Obrigado ! FACULDADE DOS GUARARAPES


Carregar ppt "Gestão de Fornecedor Ágil de Software: O Novo Desafio das OrganizaçõesFevereiro/2013 Professor: Rômulo César Dias de Andrade |"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google