A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A vila de Óbidos fica no distrito de Leiria e faz parte da Região de Turismo do Oeste. Esta vila guarda séculos de história dentro das suas muralhas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A vila de Óbidos fica no distrito de Leiria e faz parte da Região de Turismo do Oeste. Esta vila guarda séculos de história dentro das suas muralhas."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 A vila de Óbidos fica no distrito de Leiria e faz parte da Região de Turismo do Oeste. Esta vila guarda séculos de história dentro das suas muralhas. Possui um vasto património arquitectónico religioso e vestígios históricos monumentais.

4 Sendo chamada de a vila das rainhas foi noutros tempos o local de preferência da realeza para descanso ou refúgio das desavenças da corte.

5 Ao contrário do que se pensa, o nome Óbidos não deriva da parónima óbitos, mas sim do termo latino oppidum, significando «cidadela» ou «cidade fortificada».

6

7 A Vila de Óbidos é conquistada por D. Afonso Henriques aos Mouros no século XII (Ano 1147). No entanto mantém-se por parte dos muçulmanos, uma tenaz resistência pelas suas tradições.

8 O Casario Mourisco

9

10 Ruelas Mouriscas

11

12 Só anos mais tarde, já nos finais do século XII cabe a D. Sancho I reconquistar a localidade das investidas almóadas, dotando-a então de condições mais efectivas de povoamento e de organização.

13

14

15 No séc. XII, há já notícia de um castelo em Óbidos e um século depois a vila estava já amuralhada. Ainda hoje o coração de Óbidos está guardado pelas muralhas, as quais se pode percorrer a pé.

16

17 O Castelo e as Muralhas de Óbidos, que evocam a importância que teve a sua localização na Baixa Idade Média.

18

19 Apesar de serem obras inventivas do séc. XX, asseguram a todos os que visitam esta vila, a identidade daquele passado emblemático.

20

21 O ano de 1210 é uma data muito marcante para Óbidos. Nesse ano a vila é doada às rainhas passando a figurar como uma importante localidade para a casa das soberanas nacionais.

22 A partir daí, Óbidos floresce e vai sendo sucessivamente enriquecida por obras de arte, devendo-se principalmente às rainhas D. Leonor e D. Catarina.

23 Com o desenvolvimento da malha urbana da vila para sul, vai dar origem à abertura da chamada rua nova. Actualmente, esta artéria de circulação é designada por rua direita.

24 Assim, a rua nova passou a ser a via mais importante, permitindo a comunicação entre o castelo, a estrada real, o arrabalde, a judiaria e a porta de São Tiago.

25

26

27

28 Sinagoga de Óbidos situada na antiga judiaria terá sido o templo de oração hebraica.

29

30 Junto à sinagoga fica a igreja e cruzeiro da Misericórdia. A igreja de arquitectura maneirista e Barroca foi edificada na segunda metade do séc. XVI. Possui um importante recheio artístico destacando-se o portal e o púlpito (ambos de 1596).

31 Detalhe do Frontão da Igreja da Misericórdia.

32 No século XIV no reinado do rei D. Dinis, Óbidos cresce para fora das muralhas ocupando o espaço em torno da igreja de São Pedro.

33 Igreja de São Pedro. A sua fundação é medieval. Depois de ter sofrido várias reedificações, actualmente, apenas conserva vestígios do antigo portal gótico.

34

35 Igreja de Santa Maria (a Matriz). Remonta aos tempos da ocupação muçulmana tendo sido reedificada no período renascentista.

36

37 Interior da Igreja de Santa Maria.

38 Igreja de São Tiago. Inicialmente era um templo medieval e ligado à Alcáçova. No ano de1186 é mandado reedificar por D. Sancho I, ficando o templo com três naves e com a entrada principal a comunicar directamente com o interior do castelo.

39 Era a igreja de uso da família real. Em 1755 foi totalmente destruída pelo terramoto e novamente reconstruída em 1772.

40 Cruzeiro da Memória. Foi construído em comemoração da tomada de Óbidos aos Mouros pelo rei D. Afonso Henriques, assinala o local onde este montou acampamento antes de conquistar a vila.

41 Padrão Camoniano. Atesta a referência à vila na obra de Camões Os Lusíadas.

42 Pelourinho da vila. Construído em granito apresenta em uma das faces o escudo com as armas reais. Na outra o camaroeiro que a rainha D. Leonor doou à vila, em memória de quando os pescadores lhe trouxeram numa rede o filho morto num acidente de caça.

43 Aqueduto da vila. Com uma extensão de 3 km transportava a água que abastecia os chafarizes de Óbidos. Foi mandado construir em ( 1521 – 1557 ) pela rainha D. Catarina da Áustria, esposa do rei D. João III.

44

45 Chafariz da vila ou de D. Catarina. Ao estilo maneirista foi construído no séc. XVI. Está localizado na praça de Santa Maria e fica mesmo por detrás do pelourinho.

46 Chafariz D. João V. Ao estilo rococó encontra-se fora de muralhas e junto ao Santuário do Senhor Jesus da Pedra.

47 Santuário do Senhor Jesus da Pedra. Localizado já fora de muralhas este santuário é verdadeiramente imponente e destaca-se sobretudo pela originalidade da sua planta hexagonal.

48

49 Porta principal de entrada na vila. No seu interior encontra-se a capela de N. Sra. da Piedade padroeira de Óbidos. Esta capela possui um varandim ao estilo barroco e todo ele é forrado com azulejos em azul e branco.

50

51 Artesanato

52 Azulejaria

53 As Charretes turísticas que percorrem toda a vila.

54 A famosa Ginjinha dÓbidos.

55 Muito mais há para mostrar e dizer sobre esta belíssima vila, no entanto espero que lhe tenha despertado o interesse para fazer uma visita a Óbidos !!! Fotos : Pessoais e retiradas do Site : (vários fotógrafos)www.flickr.com Texto : Pesquisa no Site : Música : Dulce Ponte & Ennio Morricone – Amor a Portugal


Carregar ppt "A vila de Óbidos fica no distrito de Leiria e faz parte da Região de Turismo do Oeste. Esta vila guarda séculos de história dentro das suas muralhas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google