A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PGP 2012 – Algar Telecom Projeto X. PGP 2012 – Algar Telecom Equipe: Objetivo: 1 – Carla Beatriz Cardoso Fedrigo – Coordenação de Negócios Varejo 2 –

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PGP 2012 – Algar Telecom Projeto X. PGP 2012 – Algar Telecom Equipe: Objetivo: 1 – Carla Beatriz Cardoso Fedrigo – Coordenação de Negócios Varejo 2 –"— Transcrição da apresentação:

1 PGP 2012 – Algar Telecom Projeto X

2 PGP 2012 – Algar Telecom Equipe: Objetivo: 1 – Carla Beatriz Cardoso Fedrigo – Coordenação de Negócios Varejo 2 – Neide Fernandes Alvarenga Mamede – Coordenação Gestão de Negócios 3 – Leonardo Alves de Resende – Coordenação de Gestão por Processos 4 – Luciano Marques Sousa – Coordenação de Rentabilidade 5 – Tiago Barros de Souza – Coordenação Técnica de Varejo - Padrinho: Luis Gustavo Santana – Coordenador de Gestão de Negócios Aumentar a virtualização do processo de recargas de fixo e móvel. De forma clara e objetiva, inserir apenas o “objetivo do projeto”... Máximo de duas linhas.

3 PGP 2012 – Algar Telecom Métrica de processos - Percentual de virtualização dos créditos. Métrica financeira - Incremento da receita com recarga. Inserir qual é, ou quais são, as métricas do projeto. A métrica é o nome do indicador ou do dado que mostrará que o projeto gerou ganhos. Aqui, deve-se apenas inserir o nome da métrica usada para medir o resultado final do projeto.

4 PGP 2012 – Algar Telecom Meios de venda de recarga (atual) Meios de venda de recarga Virtuais 76% das vendas POS (máquinas de cartão) Web (via integrador) Recarga orgânica (via CTBC – loja credenciada) TEF (caixas de supermercado) Físicos 24% das vendas Cartões Fonte: Sistema SGP Dados de abril de 2010

5 PGP 2012 – Algar Telecom Receita com recargas (todos os canais) R$ milhão Fonte: Sistema SGP A receita com recarga (todos os canais) apresenta tendência de queda. É possível trabalhar em oportunidades para mudar o comportamento dessa curva. Explicar de forma clara e objetiva, o que se conclui com o(s) gráfico (s)?

6 PGP 2012 – Algar Telecom Receita com recargas (todos os canais) Fonte: Sistema SGP R$ milhão

7 PGP 2012 – Algar Telecom Pré-pago físico Tendência POS Protege POS Medição das vendas por parceiro Fonte: Sistema SGP Dados acumulados de 1/jan/2010 a 31/jul/2010 Parceiros com baixa performance.

8 PGP 2012 – Algar Telecom Pareto – vendas por parceiro (receita bruta) Fonte: Sistema SGP Dados acumulados de 1/jan/2010 a 31/jul/2010 Representatividade das vendas de cartão físico por parceiro Representatividade das vendas de recargas virtuais por parceiro R$ mil

9 PGP 2012 – Algar Telecom Diagrama de Ishikawa ParceirosPDV CTBC

10 PGP 2012 – Algar Telecom Descrição Considerável % de venda de recarga por meio de cartões Receita com recarga (todos os canais) com tendência de queda Falta de recursos para PDV “estocar” recargas Parte dos parceiros com baixa performance Limitação do mix disponível para venda no PDV Métrica [valor] 24%---- Descrição Diminuir o percentual de venda de cartões em função da virtualização Incrementar a receita de recargas Propor novo modelo para atender a essa necessidade Selecionar melhores parceiros e trabalhar incentivos Disponibilidade do mix completo para venda no PDV Métrica [meta] 15%2%--- Situações Situação atualSituação desejada

11 PGP 2012 – Algar Telecom Matriz de decisão Alto 4 Médio 3 Moderado 2 Baixo 1 Excelente 5 Ótimo 4 Bom 3 Regular 2 Ruim 1 PESOS NOTAS Venda via CIELO (Débito e Crédito) Venda dentro do ônibus público Modelo de recarga via celular Venda por bancos onde ainda não atuamos Peso Critérios Atendimento às necessidades dos clientes CTBC A implantação possibilita a venda de recargas para terminais pré-pagos (linhas fixas e celulares) por meio de um terminal celular entregue no ponto de venda. O escopo dessa implantação abrange pontos de venda de varejo onde não existem a venda de créditos de forma virtualizada Aumento da capilaridade Incremento de receita com menor custo de operação Resultado = nota x peso

12 PGP 2012 – Algar Telecom Matriz preventiva de riscos a) Efetivar o monitoramento das recargas entre CTBC (SGP) e o integrador para não gerar reclamações dos clientes; b) Engenharia continuar atuando fortemente para melhoria do QoS (qualidade do sinal) transmitido. Apetite ao risco – para o sucesso do projeto, é preciso:

13 PGP 2012 – Algar Telecom Para implantação o projeto contempla  Previsão com custos com logística para entregar os aparelhos, chip de dados e subsídio do aparelho;  Criação de uma APN (Access Point Name – é um parâmetro da rede celular que identifica os serviços de pacotes que a rede móvel provê aos usuários) dedicada para o chip de dados;  Treinamento dos distribuidores para uso e instalação do software feito pelo integrador;  Treinamento dos pontos de vendas realizado pelos próprios distribuidores.

14 PGP 2012 – Algar Telecom Principais marcos do projeto Milestones Planejamento (medição dos dados e análise das alternativas) Análise de InvestimentoCriação de APN dedicadaImplementação e testesDistribuição dos aparelhosMonitoramento dos resultados Planejado fim Janeiro/2010 a Maio/2010Maio/2010Maio/2010 a Junho/2010Junho/2010 a Julho 2010Agosto/2010 a Junho/2011Agosto/2010 a Julho/2011

15 PGP 2012 – Algar Telecom Inovação Tecnológica a serviço do incremento de receita Conexão de Dados GPRS / 3G GGSN PDV Cell FW Servidor Web Do Parceiro Internet ACL APN (Access Point Name) é um parâmetro da rede celular que identifica os serviços de pacotes que a rede móvel provê aos usuários; No projeto PDV Cell, a APN é a chave que liga os celulares nos “Pontos de Venda”, ao portal de recarga dos nossos parceiros.

16 PGP 2012 – Algar Telecom Workflow macro do processo DISTRIBUIDOR Distribuidor compra créditos CTBC CTBC Realiza o Faturamento e disponibiliza créditos para o distribuidor INTEGRADOR Disponibiliza créditos para o ponto de venda integrando o distribuidor

17 PGP 2012 – Algar Telecom Meios de venda de recarga Virtuais 82% das vendas PDV Cell POS (máquinas de cartão) Web (via integrador) Recarga orgânica (via CTBC – loja credenciada) TEF (caixas de supermercado) Físicos 18% das vendas Cartões Fonte: Sistema SGP Dados de setembro de 2011 Novos meios de venda de recarga (após implantação) Antes [76%] Antes [24%]

18 PGP 2012 – Algar Telecom Protege POS PDV Cell Tendência POS Fonte: Sistema SGP Dados acumulados após implantação PDV Cell em ago/2010 a jul/2011 Resultado do foco: medição das vendas por parceiro

19 PGP 2012 – Algar Telecom Resultado do foco – vendas por parceiro Fonte: Sistema SGP Dados acumulados após implantação PDV Cell em ago/2010 a jul/2011 R$ mil Nova representatividade das vendas de cartão físico por parceiro Nova representatividade das vendas de recargas virtuais por parceiro R$ mil

20 PGP 2012 – Algar Telecom Fonte: Sistema SGP Dados acumulados após implantação PDV Cell em ago/2010 a jul/2011 Pareto – PDV Cell (receita bruta)

21 PGP 2012 – Algar Telecom R$ milhão Fonte: Sistema SGP Comparativo da receita com recargas (2010 e 2011)

22 PGP 2012 – Algar Telecom Fonte: Sistema SGP PGP IMAIA R$ milhão Receita com recargas (todos os canais): após implantação O PDV Cell contribuiu com o incremento da receita

23 PGP 2012 – Algar Telecom R$ milhão Fonte: Sistema SGP Contribuição do projeto com incremento de receita Incremento de receita real líquida de R$ 2,3 milhões para empresa em 12 meses Incremento de receita real bruta R$ 3,2 milhões em 12 meses Representati- vidade média de 4% do incremento da receita total

24 PGP 2012 – Algar Telecom Ganho financeiros: evolutivo da receita bruta do PDV Cell Deixamos de fabricar aproximadamente mil cartões Do faturamento total do PDV Cell, 85% representa incremento de receita e 15%, substituição de receita Incremento de receita com Inovação e sustentabilidade R$ mil

25 PGP 2012 – Algar Telecom Demonstração do ganho do projeto Contabilização apenas do incremento da receita (85% do faturamento do PDV Cell) Análise do sistema de medição:

26 PGP 2012 – Algar Telecom Aderência aos objetivos estratégicos PDV Cliente  Ascesso ao mix de recarga p/ venda;  Garantia de sempre ter a recarga p/ venda – isenção de “estoque”;  Ausência de roubos;  Incremento na venda de recarga;  Aumento do números de clientes no estabelecimento.  Acesso ao mix de recargas p/ compra;  Garantia de sempre ter a recarga p/ compra;  Aumento de pontos p/ compra da recarga – aumento da capilaridade. CTBC  Aumento da virtualização de recargas;  Redução com a fabricação de cartões.

27 PGP 2012 – Algar Telecom Obrigado!


Carregar ppt "PGP 2012 – Algar Telecom Projeto X. PGP 2012 – Algar Telecom Equipe: Objetivo: 1 – Carla Beatriz Cardoso Fedrigo – Coordenação de Negócios Varejo 2 –"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google