A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Clique Diziam os Pajés Tupis-Guaranis que, há muitos anos, em uma tribo indígena, contava-se que a Lua - “Jaci”, era uma deusa que ao despontar na noite,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Clique Diziam os Pajés Tupis-Guaranis que, há muitos anos, em uma tribo indígena, contava-se que a Lua - “Jaci”, era uma deusa que ao despontar na noite,"— Transcrição da apresentação:

1

2 Clique

3 Diziam os Pajés Tupis-Guaranis que, há muitos anos, em uma tribo indígena, contava-se que a Lua - “Jaci”, era uma deusa que ao despontar na noite, beijava e enchia de luz os rostos das mais belas virgens índias da aldeia - “as cunhantãs” (moças). Sempre que ela se escondia atrás das montanhas, levava para si as moças de sua preferência, e as transformava em “estrelas” no firmamento. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

4 Uma linda jovem virgem da tribo, a guerreira Naiá, vivia sonhando com este encontro e mal podia esperar pelo grande dia em que “Jaci” a chamasse. Os anciãos da tribo alertavam Naiá: “depois de seu encontro com a sedutora deusa, as moças perdem seu sangue e sua carne, tornando-se luz e transformam-se em Estrelas no Céu”!

5 Mas quem a impediria? Naiá queria, porque queria, ser levada pela Lua! À noite, cavalgava pelas montanhas atrás dela, sem nunca alcançá-la... Todas as noites eram assim, e a jovem índia definhava, sonhando com o encontro sem desistir. Não comia e nem bebia nada... Tão obcecada ficou, que não havia pajé que lhe desse jeito.

6 Um dia, tendo parado para descansar à beira de um lago, viu em sua superfície a imagem da deusa amada: “a Lua refletida em suas águas...” Cega pelo seu sonho, lançou-se ao fundo e se afogou. A lua, compadecida, quis recompensar o sacrifício da bela jovem índia, e resolveu transformá-la em uma estrela diferente. “Diferente de todas aquelas que brilham no céu!”

7 Transformou-a, então, numa "Estrela das Águas”, única e perfeita, que é a “Vitória Régia”. Assim, nasceu uma linda planta, cujas flores perfumadas e brancas, só abrem à noite, e ao nascer do sol ficam rosadas, com um inebriante perfume e pétalas que se abrem nas águas para receber em toda sua superfície, “a luz da lua...”

8 Naiá foi transformada na “Vitória Régia”, a grande flor amazônica de águas calmas que só abre suas pétalas, ao luar... Pesquisa by NURA SLIDES “Folclore Amazônico” by

9 A maior lili aquática no mundo é a Vitória Régia, nativa da bacia do Rio Amazonas. Suas folhas arredondadas atingem até 2 m de diâmetro e possuem as bordas pronunciadas e levantadas. A vitória régia flutua graciosamente na água e pode sustentar o peso correspondente ao tamanho de um pequeno animal. Quando floresce, suas pétalas são brancas ou levemente rosadas, com bordas esverdeadas.

10 Formatação by Brasília - DF Brasil Música: “Delice Klavier gut”


Carregar ppt "Clique Diziam os Pajés Tupis-Guaranis que, há muitos anos, em uma tribo indígena, contava-se que a Lua - “Jaci”, era uma deusa que ao despontar na noite,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google