A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Urubuzada o caralho... Nóis somo é borboletinha!!! Torcida do Flamengo é a mais gay do Brasil Flamengo tem maior torcida desde 2008, quando a pesquisa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Urubuzada o caralho... Nóis somo é borboletinha!!! Torcida do Flamengo é a mais gay do Brasil Flamengo tem maior torcida desde 2008, quando a pesquisa."— Transcrição da apresentação:

1 Urubuzada o caralho... Nóis somo é borboletinha!!! Torcida do Flamengo é a mais gay do Brasil Flamengo tem maior torcida desde 2008, quando a pesquisa começou a ser realizada Uma recente pesquisa realizada pelo IBEC (Instituto Brasileiro de Estudo Comportamentais) traçou o perfil homossexual das torcidas de futebol do Brasil. Segundo um relatório divulgado nesta semana,a torcida gay do flamengo possui os números mais expressivos que corroboram uma tendência da homossexualização da massa rubro negra. Os resultados apontam que cerca de 38% da torcida do Flamengo é homossexual, apesar de quase a metade dos entresvistados terem se classificados como enrustidos. A dançarina Lacraia, flamenguista declarada, comemora os dados. Estou muito feliz em saber que a torcida do mengão esta soltando a franga! Vamos botar para quebrar e mostrar para o Brasil que somos a torcida mais alegre e colorida! Lacraia teria fundado recentemente a TOGAF (Torcida Organizada Gay do Flamengo), uma organização que visa representar os interesses da porção homossexual da torcida. Entre as primeiras renvindicações do polêmico grupo – que se alto entitula As bimbas da Gávea – está um documento encaminhado recentemente a diretoria do clube solicitando a mudança do mascote de urubu para uma borboleta com o distintivo e as cores do time. Segundo o grupo, o inseto representa melhor essa nova fase da torcida, e poderia ser usado como elemento decorativo nas arquibancadas de futebol. Outra pauta do documento solicita a mudança de critério na contratação de jogadores. Segundo o texto enviado, a anatomia das coxas e das regiões glúteas dos jogadores deve ser levada em conta na formação do elenco. Para o grupo, a motivação de assistir as partidas do Flamengo vai além do puro futebol e a beleza dos jogadores deve ser sempre colocada em primeiro plano.

2 Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Flagay Flagay Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Flagay foi o nome adotado pela primeira torcida organizada gay de um time de futebol brasileiro, no ano de Foi fundada no Rio de Janeiro, sob os auspícios do carnavalesco Clóvis Bornay, e dedicada ao Clube de Regatas Flamengo. Homofobia e futebol O ambiente masculino do futebol, no Brasil - onde a prática feminina do esporte chegou a ser proibida durante longo tempo - mantém viva a homofobia nos estádios. Apesar disto, algumas outras torcidas foram organizadas visando atingir o público homossexual, a exemplo da chamada "Coligay", do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense[1] Na época de sua fundação, a novidade teve grande repercussão em todo o país, como se pode depreender pela crônica do jornalista Samuel Celestino, em dezembro de 1979, onde informa que um conhecido seu pretendia fundar também a "Bagay" e o "Vigay" - respectivamente para torcer pelo Esporte Clube Bahia e Esporte Clube Vitória[2]. A despeito da luta pelo reconhecimento, outras torcidas organizadas do mesmo clube carioca reagiram, procurando coibir a manifestação dos membros da Flagay, como o episódio registrado em 2003, onde a Associação das Torcidas Organizadas do Flamengo (AtorFla), procurou impedir que a Flagay estendesse sua faixa no Maracanã[3] "Urubu gostoso" Sendo o urubu o animal que serve de mascote para o time rubro-negro, a torcida Flagay elege anualmente o jogador que, em sua opinião, é o mais bonito da equipe.

3

4 Uma imagem vale mais que mil palavras... Flagay


Carregar ppt "Urubuzada o caralho... Nóis somo é borboletinha!!! Torcida do Flamengo é a mais gay do Brasil Flamengo tem maior torcida desde 2008, quando a pesquisa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google