A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

133º ENCOMEX: ENCONTRO DE COMÉRCIO EXTERIOR 133º ENCOMEX: ENCONTRO DE COMÉRCIO EXTERIOR EXPORTAÇÃO, DESAFIO OU OPORTUNIDADE ? EXPORTAÇÃO, DESAFIO OU OPORTUNIDADE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "133º ENCOMEX: ENCONTRO DE COMÉRCIO EXTERIOR 133º ENCOMEX: ENCONTRO DE COMÉRCIO EXTERIOR EXPORTAÇÃO, DESAFIO OU OPORTUNIDADE ? EXPORTAÇÃO, DESAFIO OU OPORTUNIDADE."— Transcrição da apresentação:

1 133º ENCOMEX: ENCONTRO DE COMÉRCIO EXTERIOR 133º ENCOMEX: ENCONTRO DE COMÉRCIO EXTERIOR EXPORTAÇÃO, DESAFIO OU OPORTUNIDADE ? EXPORTAÇÃO, DESAFIO OU OPORTUNIDADE ? PALESTRA Belém, 13 de maio de 2009 JOSÉ AUGUSTO DE CASTRO

2 Exportação representa desafio ou oportunidade para as empresas ? Exportação representa desafio ou oportunidade para as empresas ?

3 3 -DESAFIOS DO MERCADO MUNDIAL A GLOBALIZAÇÃO MUNDIAL É UMA REALIDADE CRESCENTE A GLOBALIZAÇÃO ELIMINA BARREIRAS E ABRE MERCADOS FUSÕES E INCORPORAÇÕES MUNDIAIS CRESCEM DIA A DIA EXPORTADORES MUNDIAIS SÃO CADA VEZ MAIS AGRESSIVOS HÁ MAIS EMPRESAS EXPORTADORAS QUE IMPORTADORAS DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO AVANÇA MUITO RÁPIDO NO FUTURO, EXPORTAÇÃO EQUIVALERÁ A VENDA INTERNA

4 FORMAÇÃO DO PREÇO DE EXPORTAÇÃO SETOR FINANCEIRO ACC / ACE PROEX BNDES- exim SETOR EMBALAGEM -PRODUTO -TRANSPORTE SETOR COMERCIAL VENDAS MARKETING DEFINIÇÃO DE VENDA POLÍTICA DE VENDA (prazo,condição,preço) SETOR FISCAL PIS/COFINS ICMS IPI SETOR PRODUÇÃO ÁREA INDUSTRIAL QUALIDADE PRODUTIVIDADE KNOW-HOW PRAZOS SETOR TRANSPORTES TRANSPORTE SETOR CONTÁBIL REGISTROS BÁSICOS 4 - EXPORTAÇÃO: ATIVIDADE INTEGRADA

5 5 - MANDAMENTOS DA EMPRESA EXPORTADORA EXPORTAÇÃO NÃO É DECISÃO TAPA- BURACO MOMENTÂNEO EXPORTAR NA CRISE FALTA PLANEJAMENTO, SOBRA DESESPERO DEFINIR PRÉVIOS OBJETIVOS E MERCADOS-ALVOS. RADAR COML FIXAR PREÇO EXPORTAÇÃO APÓS ANALISAR MERCADOS-ALVOS MERCADOS EXTERNOS SÃO DIFERENTES ENTRE SI, PREÇOS EXPORTAÇÃO PODEM VARIAR CONFORME MERCADO-ALVO PREÇO EXPORTAÇÃO TEM BASE EM CUSTOS, NÃO PREÇO INTERNO EXPORTE REGULARMENTE PELO MENOS 1% DA PRODUÇÃO. AUMENTAR DE 1% PARA 10% MAIS FÁCIL QUE DE 0% PARA 1% CONQUISTAR MERCADO EXTERNO É DIFÍCIL. MANTER MAIS DIFICIL. PERDER MUITO FÁCIL AGENTE EXPORTAÇÃO PROFISSIONAL. CARTÃO VISITA EMPRESA

6 6 - MANDAMENTOS DA EMPRESA EXPORTADORA – CONT. INCENTIVOS EXPORTAÇÃO SÃO IGUAIS. DETALHE GERA LUCRO VENDER MERCADO INTERNO REQUER CADASTRO COMPRADOR. EXPORTAR PRECISA CADASTRO DO IMPORTADOR E DO PAÍS DESONESTO HÁ MUNDO TODO. NORMAL PEDIR CARTA CRÉDITO FALAR INGLÊS É IMPORTANTE E AJUDA. NÃO É INDISPENSÁVEL RESPONDER CARTAS DEMONSTRA INTERESSE, SERIEDADE, CREDIBILIDADE E PASSA CONFIANÇA NA EMPRESA EMBARQUE PRODUTO IGUAL AMOSTRA E NO PRAZO COMBINADO NÃO PROMETA SE NÃO PODE CUMPRIR. DIGA NÃO INVÉS TALVEZ EXPORTAR GERA RACIONALIZAÇÃO, CRIA PRODUTOS ESPECIAIS, MELHORA CONTROLE QUALIDADE, ALTERA MÉTODO PRODUÇÃO, GERA RESISTÊNCIA, CIÚME E CONCORRÊNCIA DENTRO EMPRESA RESULTADO NA EXPORTAÇÃO NÃO É IMEDIATO. PERSISTÊNCIA.

7 MODALIDADES DE PAGAMENTO FINANCIAMENTOS À EXPORTAÇÃO (ACC/ACE/PROEX/BNDES) ISENÇÃO DE TRIBUTOS ( IPI / ICMS / PIS / COFINS ) IMPORTAÇÃO SOB REGIME DRAWBACK DRAWBACK VERDE-AMARELO MAIOR PRODUTIVIDADE DO CAPITAL EXPORTAÇÃO FINANCIA PAGAMENTO IMPOSTOS INTERNOS 7 -ESTÍMULOS FISCAIS E FINANCEIROS À EXPORTAÇÃO

8 VENCIMENTO/ M. PRIMAPRODUÇÃOVENDA RECEBIMENTO 20 dias25 dias30 dias 75 dias EXPORTAÇÃO/ M. PRIMAPRODUÇÃO RECEBIMENTO VENCIMENTO 20 dias25 dias0 45 dias MERCADO INTERNO 360 dias : 75 = 4,8 GIROS capital/ano x $ 20 lucro/giro = $ 96 LUCRO FINAL EXPORTAÇÃO 360 dias : 45 = 8 GIROS capital/ano x $ 15 lucro/giro = $ 120 LUCRO FINAL 8 - PRODUTIVIDADE DO CAPITAL 1 - MERCADO INTERNO 2 - EXPORTAÇÃO 3 – PRODUTIVIDADE DO CAPITAL

9 9 - EXPORTAÇÃO FINANCIA TRIBUTOS INTERNOS MERCADO INTERNO CAUSAS VENDAS A PRAZOS DE 30, 60, 90 DIAS OU MAIS PAGAMENTO DE TRIBUTOS NO MÁXIMO EM 30 DIAS EMPRESA PAGA TRIBUTOS COM RECURSOS PRÓPRIOS EMPRESA IMOBILIZA CAPITAL DE GIRO EM IMPOSTOS EMPRESA RECORRE A BANCO E PAGA JUROS ELEVADOS CONSEQÜÊNCIAS ELEVAÇÃO DE CUSTOS E/OU REDUÇÃO DE LUCROS ATRASA PAGAMENTO DE TRIBUTOS E CONTRIBUIÇÕES FALTA CAPITAL DE GIRO E REDUÇÃO DE ATIVIDADES DIFICULDADE EM ELEVAR NÍVEL DE EMPREGO RESISTÊNCIA A NOVOS INVESTIMENTOS ATRASO NA AQUISIÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS A B

10 10 - EXPORTAÇÃO FINANCIA TRIBUTOS INTERNOS (Cont.) EXPORTAÇÃO NÃO PAGA TRIBUTOS DIRETOS EMPRESA NÃO IMOBILIZA CAPITAL EM TRIBUTOS PRAZO RECEBIMENTO EXPORTAÇÃO PODE SER MENOR MECANISMOS DE FINANCIAMENTO PERMITEM ANTECIPAR RECEBIMENTO DE FATURAS, FINANCIANDO PRODUÇÃO E / OU REDUZINDO CUSTOS FINANCEIROS EXPORTAÇÃO GERA RECURSOS PARA PAGAR TRIBUTOS INTERNOS, SIGNIFICANDO REDUÇÃO CUSTOS FINANCEIROS INTERNOS, MAIOR LUCRO E/OU MAIOR LUCRATIVIDADE EXPORTAÇÃO

11 PODE RECEBER EXPORTAÇÃO À VISTA OU ANTECIPADA (ACC/ACE) PROPORCIONA ESTABILIDADE NAS RECEITAS OPERACIONAIS FINANCIA PAGAMENTO INDIRETO DE TRIBUTOS INTERNOS REDUZ OU ELIMINA INADIMPLÊNCIA MAXIMIZA CAPITAL DE GIRO REDUZ CUSTO FINANCEIRO MELHORA FLUXO DE CAIXA DEMONSTRA QUALIDADE DA EMPRESA E DOS PRODUTOS INDICA QUE EMPRESA TEM PREÇOS COMPETITIVOS REPRESENTA MARKETING E STATUS CONSTITUI DECISÃO POLÍTICA E ESTRATÉGICA DESENVOLVE CONSCIÊNCIA DE CONTROLE DE QUALIDADE MELHORA OPERACIONALIDADE DE TODA A EMPRESA ELEVA PRODUTIVIDADE DA EMPRESA A - MELHORIAS FINANCEIRAS B - MARKETING, STATUS E ESTRATÉGIA C - QUALIDADE E OPERACIONALIDADE 11 - BENEFÍCIOS EXPORTAÇÃO PARA EMPRESA E MERCADO

12 CONCENTRAR ATIVIDADES ÚNICO MERCADO REPRESENTA RISCOS DILUI RISCOS COMERCIAIS E ECONÔMICOS ENTRE MERCADOS REDUZ INSTABILIDADE EVENTUAL ALTERAÇÃO POLÍTICA ECONÔMICA GERA MAIOR SEGURANÇA NA PROGRAMAÇÃO DA EMPRESA PERMITE PLANEJAR LONGO PRAZO E FAZER NOVOS INVESTIMENTOS D – REDUÇÃO DA INSTABILIDADE E DILUIÇÃO DE RISCOS E – AMPLIAÇÃO DE MERCADO E ECONOMIA DE ESCALA CRIA MERCADOS ALÉM FRONTEIRAS TORNA MERCADOS INFINITOS PERMITE CRIAR ECONOMIA DE ESCALA POSSIBILITA REDUZIR CUSTOS INDIRETOS DE FABRICAÇÃO REDUZ CUSTOS FIXOS UNITÁRIOS DE INSUMOS E PRODUTOS PODE AUMENTAR LUCROS MERCADOS MAIOR PODER AQUISITIVO F – IMPORTAÇÃO DE TECNOLOGIA OCULTA PROPORCIONA ALTERAR PRODUTO (DESIGN, EMBALAGEM, ETC) GERA IMPORTAÇÃO INDIRETA TECNOLOGIA OCULTA, SEM CUSTO 12 - BENEFÍCIOS EXPORTAÇÃO PARA EMPRESA E MERCADO

13 EXPORTAÇÃO significa DIVISA DIVISA significa INVESTIMENTO INVESTIMENTO significa TECNOLOGIA TECNOLOGIA significa PRODUTIVIDADE PRODUTIVIDADE significa COMPETITIVIDADE COMPETITIVIDADE significa REDUÇÃO DE CUSTOS REDUÇÃO DE CUSTOS significa MAIS VENDAS MAIS VENDAS significa MAIS PRODUÇÃO MAIS PRODUÇÃO significa MAIS LUCROS 13 - FLUXOGRAMA CAUSAL DE EXPORTAÇÃO

14 NENHUMA EMPRESA EXPORTA POR PATRIOTISMO, MAS PARA ATENDER SEUS INTERESSES ECONÔMICOS E FINANCEIROS REALIDADE

15 15 - TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS COM A GLOBALIZAÇÃO MUNDIAL, EMPRESA QUE NÃO SE INTEGRAR, VAI SE ENTREGAR

16 16 - CONCLUSÃO A EXPORTAÇÃO REPRESENTA DESAFIOS E OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS.

17 JOSÉ AUGUSTO DE CASTRO VICE - PRESIDENTE Associação de Comércio Exterior do Brasil – AEB Avenida General Justo, º andar – Centro Rio de Janeiro – Cep: Fone: (21) – Fax: (21)


Carregar ppt "133º ENCOMEX: ENCONTRO DE COMÉRCIO EXTERIOR 133º ENCOMEX: ENCONTRO DE COMÉRCIO EXTERIOR EXPORTAÇÃO, DESAFIO OU OPORTUNIDADE ? EXPORTAÇÃO, DESAFIO OU OPORTUNIDADE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google