A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Psicologia do Jogo Teorias Psicológicas sobre a Brincadeira Introdução.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Psicologia do Jogo Teorias Psicológicas sobre a Brincadeira Introdução."— Transcrição da apresentação:

1 Psicologia do Jogo Teorias Psicológicas sobre a Brincadeira Introdução

2 Todos nós sabemos que a brincadeira infantil é divertida e excitante! Os sorrisos e gargalhadas que acompanham um episódio de brincadeira atestam o fato que este é um acontecimento divertido.

3 Menos óbvia é a idéia de que a brincadeira é uma forma de desenvolvimento infantil. E existem diferentes opiniões para esta questão. Para muitos teóricos da Psicologia, a brincadeira é uma forma de contribuição para o desenvolvimento, não deixando por isso de ser prazerosa e divertida.

4 Existem dois grupos de teorias sobre o brincar: As teorias clássicas – originárias do século XIX As teorias modernas – desenvolvidas depois de 1920 e entre as quais estão as teorias psicológicas

5 Teorias clássicas da brincadeira TEORIAAUTORFUNÇÃO DA BRINCADEIRA Energia extraSchiller & Spencer Eliminar energia RecreaçãoLazarusRegenerar energia gasta no trabalho RecapitulaçãoHallEliminar instintos PráticaGrossAperfeiçoar habilidade para a vida adulta

6 As teorias clássicas deixaram marcas importantes que influenciam até hoje o que se pensa sobre a brincadeira Algumas delas têm um forte apelo e são atualmente aceitas pelo senso comum

7 Mas como as teorias psicológicas trabalham estas idéias sobre o brincar? Que contribuições a psicologia deu ao estudo da brincadeira e à forma como esta é tratada? O quadro a seguir mostra as principais teorias psicológicas sobre o brincar e sua idéia-chave.

8 As teorias modernas da brincadeira TEORIAPAPEL DA BRINCADEIRA NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL PsicanalíticaLidar com experiências traumáticas; lidar com frustrações Cognitiva / Piaget Praticar e consolidar habilidades e conceitos VygotskyPromover o pensamento abstrato; gerar zona de desenvolvimento proximal; auto-regulação Bruner / Sutton-Smith Gerar flexibilidade no comportamento e no pensamento; imaginação e narração SingerModular a taxa de estimulação interna e externa BatesonPromover uma habilidade de compreensão de múltiplos níveis de significado

9 Na nossa interdisciplina, vamos explorar as três principais teorias psicológicas que abordaram a brincadeira infantil: Psicanálise Piaget Vygotsky

10 Teoria Psicanalítica Fundada por Freud, é uma teoria de personalidade de caráter clínico, ou seja, estuda o ser humano preocupando-se com suas patologias e formas de cura. Acredita que a brincadeira desempenha uma função importante no desenvolvimento emocional das crianças. Freud acreditava que a brincadeira permite que a crianças trabalhe sentimentos negativos associados a eventos traumáticos.

11 Por exemplo, uma criança brincando de faz- de-conta consegue suspender temporariamente algumas regras da vida real e repensar o episódio que aconteceu com ela. Brincando de boneca, a crianças consegue elaborar situações da sua vida real ao se colocar no lugar da mãe, pai, médico etc. Para a psicanálise, repetindo uma história ruim num faz-de-conta, a criança consegue lentamente assimilar emoções negativas que foram de fato vivenciadas.

12 Teoria de Piaget O psicólogo suíço Jean Piaget (1962) propôs uma teoria detalhada sobre o desenvolvimento intelectual das crianças. Segundo Piaget, as crianças crescem passando por uma série de estágios cognitivos durante os quais o seu processo de pensamento se torna gradativamente mais complexo. As crianças engajam-se em brincadeiras de acordo com seu estágio de desenvolvimento cognitivo (o que veremos a seguir).

13 Para a teoria de Piaget, a brincadeira não só reflete o nível de desenvolvimento cognitivo da criança, mas ela também estimula o desenvolvimento. No entanto, este estímulo se da na medida em que a criança exercita habilidades recentemente adquiridas, o que seria perdido se não fosse consolidada.

14 Teoria de Vygotsky Vygotsky (1976) foi um psicólogo russo que acreditava que a brincadeira tem um papel direto no desenvolvimento cognitivo. Para Vygotsky, é a partir da brincadeira que as crianças desenvolvem o pensamento abstrato. Ou seja, quando elas conseguem pensar no significado das coisas sem ver tal coisa em si. Por exemplo, a criança começa a fazer um representação do que é um carro sem precisar ver um carro real na sua frente.

15 O ponto de vista de Vygotsky sobre a brincadeira é holístico. Ele acreditava na importância da brincadeira para o desenvolvimento social e emocional tanto quanto cognitivo. Além disso, Vygotsky via na brincadeira uma forma de a criança entrar em contato com conteúdos e desafios além da sua capacidade atual, o que também estimula o seu desenvolvimento. Vygotsky via a brincadeira como uma lente que revela potenciais futuras habilidades antes que estas se tornem atuais em outras situações, como na escola.

16 Agora que você já conhece as principais teorias sobre a brincadeira, vamos aprofundar? Volte para a nossa página e siga a ordem proposta!!! Divirta-se!!!!!!


Carregar ppt "Psicologia do Jogo Teorias Psicológicas sobre a Brincadeira Introdução."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google