A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CHRYSO ® CI Inibidor de Corrosão CHRYSO Autor :Ignacio de la Fuente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CHRYSO ® CI Inibidor de Corrosão CHRYSO Autor :Ignacio de la Fuente."— Transcrição da apresentação:

1 CHRYSO ® CI Inibidor de Corrosão CHRYSO Autor :Ignacio de la Fuente

2 2 CHRYSO ® CI Inibidor de corrosão CHRYSO ® CI é um inibidor de corrosão de tipo Anódico, que reduz a velocidade de reacção no ânodo, estabilizando a capa passiva das armaduras. O produto inibidor reage com os produtos de reacção da corrosão para formar um recobrimento protector na superfície do metal. CHRYSO ® CI é introduzido directamente na água da amassadura e torna-se activo em meio alcalino como é o do betão. CHRYSO ® CI é compatível com a utilização de outros aditivos para betão

3 3 CHRYSO ® CI Inibidor de corrosão CHRYSO ® CI é um inibidor de corrosão que actua criando uma fina capa sobre a superfície do aço, o que o protege dos elementos corrosivos. Em caso de ataques por cloretos, as moléculas que compõem CHRYSO ® CI competem com os iões Cl- pelos iões de ferro do ânodo, formando-se os óxidos férricos, muito estáveis, reduzindo assim a velocidade de corrosão. CHRYSO ® CI é um efectivo inibidor da corrosão, observando-se que a sua efectividade aumenta quando se reduz o valor da relação água/cimento por baixo de 0,5. CHRYSO ® CI favorece a passivação natural do aço, aumentando o tempo necessário para que se inicie a corrosão.

4 4 Resultados Experimentais – Eduardo Torroja Ensaios realizados sobre argamassas Areia / cimento = 3 A/C = 0,5 O agente agressivo é uma solução de KCl ; 2,0 % de cloretos sobre peso do cimento CHRYSO ® CI é incorporado a 3 dosificações (% / pc) : 1,3 2,6 3,9 Barras de aço 6 mm de diâmetro + contra eléctrodo em grafite CHRYSO Aditivos, em colaboração com o Instituto Eduardo Torroja (CSIC) realizou uma série de ensaios para verificar a acção e funcionamento de CHRYSO ® CI.

5 5 Resultados Experimentais Eduardo Torroja Provetas 5,5 x 8 x 2 cm

6 6 Resultados Experimentais Velocidade de corrosão vs dosificação de CHRYSO ® CI (%/pc) Tempo (dias) I corr (μA/cm 2 ) ,01 0,1 1,0 10,0 XX X X XXX 0 % 1,3 % 2,6 % 3,9 %

7 7 Resultados Experimentais Potencial de corrosão vs dosificação de CHRYSO ® CI (%/pc) E (mV) vs. Ag/AgCl X X X XX X X % 1,3 % 2,6 % 3,9 % Tempo (dias)

8 8 Conclusões CHRYSO ® CI permite reduzir em grande medida a velocidade de corrosão e o potencial de corrosão das armaduras embebidas no betão. A eficácia de CHRYSO ® CI cresce com a dosificação, de 0 a 3,9 % / peso de cimento Maiores prestações em doses compreendidas entre 1,3 e 2,6 % A partir de 2,6% : zona de segurança frente à corrosão.

9 9 Referencias de obras realizadas com CHRYSO ® CI Pavilhão de embalamento de cloro em Hernani, Guipuzcoa. Elementos protegidos com inibidor de corrosão: Pilares, vigas. Depósito de água potável em Galar, Navarra. Elementos protegidos com inibidor de corrosão: Painéis alveolares. Naves Industriais Zona Industrial de Gava (Barcelona). Protecção de elementos estruturais e de pisos, por proximidade a ambiente marítimo. Elementos protegidos com inibidor de corrosão: Pilares, vigas e painéis alveolares.


Carregar ppt "CHRYSO ® CI Inibidor de Corrosão CHRYSO Autor :Ignacio de la Fuente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google