A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O SISTEMA DE REGISTO NACIONAL DE HEMOFILIA E OUTRAS COAGULOPATIAS CONGÉNITAS GUIA RÁPIDO DE UTILIZADOR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O SISTEMA DE REGISTO NACIONAL DE HEMOFILIA E OUTRAS COAGULOPATIAS CONGÉNITAS GUIA RÁPIDO DE UTILIZADOR."— Transcrição da apresentação:

1 O SISTEMA DE REGISTO NACIONAL DE HEMOFILIA E OUTRAS COAGULOPATIAS CONGÉNITAS GUIA RÁPIDO DE UTILIZADOR

2 Índice 1.Entrar no sistema com as credenciais de acessoEntrar no sistema 2.Instruções gerais de navegação no gerais 3.Interface de entrada com módulos disponíveis por o perfil de utilizadorInterface de entrada 4.A. Introduzir dadosIntroduzir dados  Definir o código do paciente Definir o código do paciente  Adicionar novo paciente Adicionar novo paciente  Listar pacientes introduzido (ainda sem registo) e efetuar outras operações sobre o paciente selecionado Listar pacientes introduzido o Introduzir novo registo sobre um paciente Introduzir novo registo o Introduzir dados do FCC consumido sobre um paciente Introduzir dados do FCC  Listar pacientes com registo (o mais recente) Listar pacientes com registo 5.B. Visualizar informação (formato gráfico e formato descritivo)Visualizar informação  Visualizar informação na forma gráfica Visualizar informação na forma gráfica o Alguns exemplos de indicadores  Visualizar informação na forma descritiva Visualizar informação na forma descritiva o Listar FCC consumido (os vários consumos dos vários pacientes) o Listar registos criados (os vários registos dos vários pacientes) o Listar óbitos 6.C. Alterar / Apagar dadosAlterar / Apagar dados New

3 Entrar no sistema com as credenciais de acesso  Abra um browser da Internet e coloque o endereço: https://hemorecord.web.ua.pt/app/login.html https://hemorecord.web.ua.pt/app/login.html  Introduza as credenciais de acesso previamente atribuídas: Utilizador: *********** Palavra-chave : ***********

4 Instruções gerais de navegação no  Ao navegar no sistema, não utilize o menu do browser, como por exemplo o retroceder, mas navegue nos módulos do sistema;  O disponibiliza a sua própria navegação; como por exemplo:  Para voltar ao menu anterior, basta fechar o separador onde se encontra.

5 Apresentação dos módulos de acordo com o perfil de utilizador Clínico do CTH COORDENADOR  De acordo com o perfil que lhe foi atribuído, assim irá encontrar um conjunto de módulos que lhe permite executar um conjunto de funcionalidades de (A) inserção dos dados, (B) visualização de informação, e de (C) alteração de dados.

6 A. Introduzir dados 1. Adicionar novo Paciente Uma vez que todos os dados são registados sobre o Paciente, o módulo que permite a introdução de dados é precisamente o designado por ‘Pacientes’. 2. Listar pacientes introduzido e efetuar outras operações sobre o paciente selecionado 3. Listar pacientes com registo (o mais recente)

7 Passo 1  adicionar novo paciente - Definição do Código do Paciente A B C D Para adicionar um paciente deverá definir um código(código do Paciente), através do qual cada clínico responsável conseguirá identificar o paciente. Este código só é do conhecimento do cilícico, tornando-se anónimo a partir do momento que os dados do paciente são introduzidos no sistema. Cabe ao clínico responsável ter a chave que descodifique os registos. Código do paciente é conseguido através de, no mínimo 13 carateres alfanuméricos, no máximo 14 (quando existem códigos iguais): A.2 primeiras consoantes do primeiro nome B.3 primeiras consoantes do último nome C.data de nascimento. Nota: No caso de o nome não ter as cinco consoantes como definido, deverá colocar a letra ‘O’ na posição da consoante em falta D.Se existirem códigos iguais deverá colocar um número na posição 14 por forma a distinguir. _ _ _ _ _ _ _ Exemplo: Ana Maria Lucas Teixeira nascida a 10/11/1977 Código: NOTXR

8 Passo 1  adicionar novo paciente 1 – clique em ‘Pacientes’ 4 – clique no botão Criar 3 – Preencha os campos 2 – clique em ‘Criação de Paciente’

9 Após a introdução do paciente, este irá aparecer na lista, podendo a partir daí, e para cada um deles:   registar dados clínicos e de tratamento (registo evolutivo no tempo).  registar o FCC consumido num determinado ano civil (registo anual).  Passo 2  Listar pacientes introduzido (ainda sem registo) e efetuar outras operações sobre o paciente selecionado 1 – clique ‘Operações sobre Pacientes’

10 Passo 2.1  Introduzir novo registo sobre um paciente 1 – Após selecionar o paciente, clique no botão ‘Criar Registo’ Nota: o registo criado irá ser feito sore o paciente selecionado. A introdução do registo está distribuída em nove interfaces, percorrendo-as através do botão ‘Próximo’. Quando finalizar a operação, clique no botão ‘Terminar’ Não é obrigatório o preenchimento das dados todos. Só deverá utilizar a opção ‘Criar Registo’ quando pretender criar um novo registo. Cada paciente comporta um conjunto de registos com o histórico clinico. Para alterar um determinado registo terá que recorrer a outra opção (ver slide para alterar). A partir do segundo registo de um paciente, o sistema repõe os dados anteriores na interface, por forma a reduzir o esforço, tendo que introduzir apenas o que há de novo para registar.ver slide para alterar

11 Passo 2.2  Introduzir dados do FCC consumido sobre um paciente 1 – Após selecionar o paciente, clique no botão ‘Criar Consumo’ Nota: o registo criado irá ser feito sore o paciente selecionado A introdução do FCC consumido é feita anualmente Para além da lista de consumos, é necessário introduzir o Peso médio do paciente e ano a que se referem os dados. Para introduzir cada consumo deve : 1.Clicar em ‘Adicionar Consumo’ 2.Introduzir os dados na linha aberta 3.Clicar em ‘Save’ Repetir as 3 operações anteriores por cada linha de FCC que se pretende registar No fim deve clicar em ‘Criar’

12 Passo 3  Listar pacientes com registo (o mais recente) Após a introdução de registos no paciente, este irá aparecer na lista de pacientes com referencia aos dados mais recentes.  exportar dados   filtrar dados   ordenar dados  1 – clique ‘Listar Pacientes’ Nota: Esta interface apresenta a lista de pacientes com registo à data atual. A partir daqui é possível recuperar registos em datas anteriores, tendo para isso que filtrar os dados segundo a data pretendida na coluna ‘Último Registo’.

13 B. Visualizar informação Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Módulo Descritivo Filtros e exportação Módulo Descritivo Filtros e exportação Visualizar o estado atual Possibilidade de reproduzir estados do passado Visualizar o estado atual Nota: A informação pode ser visualizada de duas maneiras: formato gráfico e formato descritivo.

14 B.1 Visualizar informação na forma gráfica Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Visualizar o estado atual Nota: Este formato mostra um conjunto de indicadores gráficos com dados atuais., estando separados em dois tipos de estatística: locais (por CTH) e Nacionais.

15 B.1 Visualizar informação na forma gráfica Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Distribuição de Pacientes por coagulopatia Exemplo

16 B.1 Visualizar informação na forma gráfica (cont.) Distribuição de Pacientes por distrito de residência Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Exemplo

17 B.1 Visualizar informação na forma gráfica (cont.) Evolução do número coagulopatias por ano de deteção Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Módulo Gráfico Estatísticas Nacionais Estatísticas Locais Exemplo

18 B.1 Visualizar informação na forma gráfica (resumo)  Possibilita a visualização de determinados indicadores permitindo a leitura do estado atual da hemofilia em Portugal. 1. Distribuição de PcH&oCC  Por Coagulopatias  Por Variante de DvW  Por CTH  Por Distritos de Residência  Por Tipo de Tratamentos  Com HA e HB por severidade  Com HA e HB por tipo de FCC  Com HA e HB em Tratamento Domiciliário 2. Evolução  Coagulopatias por ano de deteção  Número de óbitos por causa 1. Distribuição de PcH&oCC  Por Coagulopatias  Por Variante de DvW  Por CTH  Por Distritos de Residência  Por Tipo de Tratamentos  Com HA e HB por severidade  Com HA e HB por tipo de FCC  Com HA e HB em Tratamento Domiciliário 2. Evolução  Coagulopatias por ano de deteção  Número de óbitos por causa Estatísticas Nacionais 1. Distribuição de PcH&oCC  Por Coagulopatias  Por Variante de DvW  Por CTH  Por Distritos de Residência  Por Tipo de Tratamentos  Com HA e HB por severidade  Com HA e HB por tipo de FCC  Com HA e HB em Tratamento Domiciliário 2. Evolução  Coagulopatias por ano de deteção  Número de óbitos por causa 1. Distribuição de PcH&oCC  Por Coagulopatias  Por Variante de DvW  Por CTH  Por Distritos de Residência  Por Tipo de Tratamentos  Com HA e HB por severidade  Com HA e HB por tipo de FCC  Com HA e HB em Tratamento Domiciliário 2. Evolução  Coagulopatias por ano de deteção  Número de óbitos por causa Estatísticas Locais

19 B.2 Visualizar informação na forma descritiva Módulo Descritivo Filtros e exportação Módulo Descritivo Filtros e exportação  Listar FCC Consumido  Listar todos os Registos  Listar Óbitos Nota: Este formato mostra um conjunto de listas em formato de tabela com possibilidade de ordenar os dados, filtrar com determinados critérios e exportar para MS-Excel.

20 B.2 Visualizar informação na forma descritiva Módulo Descritivo Filtros e exportação Módulo Descritivo Filtros e exportação Listar todo o FCC consumido  ordenar dados  filtrar dados  exportar dados

21 B.2 Visualizar informação na forma descritiva Módulo Descritivo Filtros e exportação Módulo Descritivo Filtros e exportação Listar todos os registos criados  ordenar dados  filtrar dados  exportar dados

22 B.2 Visualizar informação na forma descritiva Módulo Descritivo Filtros e exportação Módulo Descritivo Filtros e exportação Listar óbitos  ordenar dados  filtrar dados  exportar dados

23 C. Alterar / Apagar dados A alteração dos dados é feita nas listagens correspondente, clicando nas opção ‘Alterar’ ou ‘Apagar’: 1.Alterar/ apagar pacientes Na interface de entrada Clique em ‘Pacientes’  Clique em ‘Operações sobre Pacientes’  Selecione um paciente  (se tiver autorização sobre esse paciente)  ver os botões ‘Alterar’ e ‘Apagar’ ativados  Clique no botão que pretender. Atenção!!!! Só é possível apagar um paciente, se antes forem removidos todos os registos desse paciente, bem como todas as linhas de FCC consumido e registado em nome daquele paciente 2.Alterar/ apagar FCC consumido Na interface de entrada Clique em ‘Lista de FCC Administrado’  Selecione a linha que pretende alterar ou remover  (se tiver autorização sobre esse paciente)  irá ver os botões ‘Alterar’ e ‘Apagar’ ativados  Clique no botão que pretender. 3.Alterar/ apagar Registos Na interface de entrada Clique em ‘Lista Registos’  Selecione a linha que pretende alterar ou remover  (se tiver autorização sobre esse paciente)  irá ver os botões ‘Alterar’ e ‘Apagar’ ativados  Clique no botão que pretender. Atenção!!!!! – só aqui é possível alterar registos passados (ver opção que permite criar novo registo).ver opção que permite criar novo registo

24 GUIA RÁPIDO DE UTILIZADOR por Leonor Teixeira - Universidade de Aveiro O SISTEMA DE REGISTO NACIONAL DE HEMOFILIA E OUTRAS COAGULOPATIAS CONGÉNITAS


Carregar ppt "O SISTEMA DE REGISTO NACIONAL DE HEMOFILIA E OUTRAS COAGULOPATIAS CONGÉNITAS GUIA RÁPIDO DE UTILIZADOR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google