A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Larissa Arruda, 2PPM “Viver sozinho estimula a interação social.”

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Larissa Arruda, 2PPM “Viver sozinho estimula a interação social.”"— Transcrição da apresentação:

1 Larissa Arruda, 2PPM “Viver sozinho estimula a interação social.”

2 Jovens entre 20 a 30 anos Classe B e C Homens e Mulheres Publico Alvo:

3 “Eu mesmo cozinho durante a semana, mas nos finais de semana sempre saio para hambueguerias, bares e lanchonetes. Procuro DIVERSÃO! Não saio muito preocupado com o lugar, ou o que vai ter nele, me importo com a galera que vai estar, porque ela que faz a festa ou o lugar ficar ruim ou bom”. Nilton Souza, 26 anos

4 Frequentam restaurantes, bares, lanchonetes e espaços públicos. A maioria dos entrevistados passa pouco tempo em casa, a maior parte do tempo estão no trabalho e na faculdade. Publico Alvo:

5 “Quando saio busco a interação com meus amigos, afinal a semana é bem corrida, merecemos algumas horas de lazer como shows de música, teatros, exposições de arte, programas evangélicos!!!” Tiago Monteiro, 28 anos

6 São jovens responsáveis que cumprem com suas responsabilidades, e em seu tempo livre gostam de estar em lugares animados com boa comida e boa companhia. Tendem a se alimentar fora de casa e estão cada vez mais preocupados com a saúde. Publico Alvo:

7 “Como faço academia, vi que o mais importante é se alimentar bem, nem tanto o treino, então, quando vou fazer compras procuro alimentos saudáveis e carnes magras”. Nilton Souza, 26 Anos “Sempre que vou comprar algo, vejo a tabela nutricional, para saber o que estou colocando pra dentro, porque você é o que você come”. Elias Mendes, 21 Anos “E geralmente o que mais agrada ao paladar, evito alimentos não saudáveis, mas não compro tudo light ou diet. O que mais tem peso na escolha é sem dúvida a qualidade”. Mayara Vaz, 24 Anos “Hoje procuro boa alimentação na questão almoçar e jantar...isso não impede que eu vá em uma lanchonete as vezes”. Tiago Monteiro, 28 Anos

8 A tendência de morar sozinho molda também nossas cidades e economias. Jovens frequentam mais restaurantes, bares, teatros, festas e eventos, um luxo que quem sustenta uma família, muitas vezes, não pode se dar. Relevância do Tema “A energia que esses ‘solitários’ trazem para a cidade suporta nossa vida coletiva”.

9 Os hábitos de consumo de jovens que moram sozinhos influenciam na revitalização da vida urbana. Eles procuram interação com os amigos em lugares agradáveis e estão cada vez mais preocupados com a qualidade da alimentação. Eles controlam melhor o seu dinheiro, mas na hora de comprar preferem optar por marcas especificas e pela qualidade do produto independente se esse produto é mais caro ou não. Problemática:


Carregar ppt "Larissa Arruda, 2PPM “Viver sozinho estimula a interação social.”"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google