A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Www.univel.br/nilson1 Aula 08 Movimentos de Pré-Independência e Vinda da Família Real.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Www.univel.br/nilson1 Aula 08 Movimentos de Pré-Independência e Vinda da Família Real."— Transcrição da apresentação:

1 Aula 08 Movimentos de Pré-Independência e Vinda da Família Real

2 O que foram os Movimentos de Pré-independência?

3 Os séculos XVIII e XIX caracterizaram-se, por um lado, pela crise do mercantilismo e dos estados absolutistas e, por outro, pela hegemonia das idéias liberais e pelo desenvolvimento do capitalismo industrial.

4 Na Colônia, as restrições metropolitanas, o controle do comércio e, principalmente, o arrocho tributário geravam descontentamentos.

5 Os movimentos de Pré- Independência refletiram esse estado de insatisfação e procuraram o rompimento com a Metrópole, desfazendo-se o Pacto Colonial.

6 Quais Foram os Principais Movimentos de Pré-independência?

7 Inconfidência Mineira (1789)

8 Este movimento ocorreu em um contexto de decadência das minas, arrocho fiscal e administrativo e ameaças da Metrópole, como a decretação da derrama, ou seja, a cobrança compulsória dos impostos atrasados.

9 Na segunda metade do século XVIII, a produção de ouro dava claros sinais de “cansaço”.

10 Nos anos 80, a dívida acumulada com a Coroa chegou a 384 arrobas. A solução era intensificar as derramas.

11 A elite mineira, influenciada pelas idéias iluministas e pelo exemplo da Independência dos Estados Unidos, passou a conspirar para livrar a região do domínio português.

12 O Tiradentes, imaginou em romper com Por tugal e proclamar uma República.

13 Inconfidência Mineira estabeleçer a capital em São João del Rei; criar uma universidade em Vila Rica; acabar com o monopólio da exploração de diamante; estabeleçer o serviço militar obrigatório.

14 A questão da escravatura gerou debates.Tiradentes e Peixoto propuseram a abolição. Os demais inconfidentes, no entanto, foram contra.

15 Porém, a insurreição não ocorreu. Liderados por Joaquim Silvério dos Reis, três inconfidentes delataram o movimento e o governador procedeu à prisão de praticamente todos os envolvidos.

16 Tiradentes foi executado no Rio de Janeiro, no dia 21 de abril de Após a execução, seu corpo foi esquartejado.

17 Conjuração Baiana ou Revolta dos Alfaiates (1798)

18 Ao contrário da Inconfidência Mineira, esse movimento teve uma importante participação das camadas humildes da população – soldados e alfaiates.

19 Tinham propostas mais radicais, tais como: proclamação da República; igualdade jurídica entre as pessoas; liberdade de comércio; fim da escravidão; liberdade religiosa e participação política da população.

20 O movimento, assim como a Inconfidência Mineira, não passou da fase dos planos. Seus líderes foram delatados e o Governador, D.Fernando José de Portugal, ordenou a prisão de todos.

21 Dos seis condenados à morte – todos humildes – quatro foram executados em 8 de novembro de 1799 e, a seguir, esquartejados.

22 Revolução Pernambucana de 1817

23 Único movimento de Pré­ Independência a passar da fase dos planos e a ganhar a adesão de grupos em várias outras províncias do Nordeste.

24 Houve também uma considerável influência da Maçonaria e da Igreja, por meio da destacada ação dos padres Roma e Miguelinho, que promoviam reuniões no seminário de Olinda.

25 Tomado o poder, no curto período em que o movimento deu certo, os membros do Governo Provisório aboliram títulos de nobreza, confeccionaram a bandeira da nova república e enviaram emissários às províncias vizinhas e aos EUA, Inglaterra e Argentina.

26 A participação popular no movimento revolucionário foi restrita.

27 Reafirmando o direito de propriedade e a escravidão, os líderes do movimento pernambucano deixaram a população mais humilde à margem do processo.

28 Aproximadamente dois meses após o seu início, as tropas fiéis ao príncipe regente D. João – que estava no Brasil desde 1808 – sufocaram a Revolução Pernambucana.

29 Por que o Príncipe Regente D. João Encontrava-se no Brasil neste Período?

30 A vinda de D. João ocorreu em virtude da luta entre França e Inglaterra.

31 monarquias absolutistas “sofriam” com as investidas das idéias da Revolução Francesa “exportadas” pelo Imperador Francês.

32 O único país onde as forças francesas não obtiveram êxito foi a Inglaterra, cuja marinha impedia a ação de Napoleão.

33 Como não conseguiu submeter os ingleses pelas armas, o governante francês resolveu asfixiar o país economicamente, decretando o Bloqueio Continental.

34 Napoleão proibiu, sob pena de invasão, a prática de comércio de todos os países europeus com a Inglaterra.

35 O bloqueio deixou Portugal em uma situação delicada, pois dependia economicamente da Inglaterra.

36 O rompimento significaria a falência do Estado português, mas não romper teria como resultado a invasão francesa.

37 A solução acabou sendo a transferência da Família Real para o Brasil, aliás proposta até pelo próprio governo inglês ao regente D. João.

38 A vinda da Família Real foi, na verdade, uma fuga, já que Napoleão ficou sabendo das intenções de D.João e ordenou a invasão de Portugal.

39 A fuga ocorreu no dia 27 de novembro de Quinze mil pessoas espremeram-se nas embarcações, que zarparam em meio a uma tempestade, sendo possível ouvir ao longe o som dos canhões das tropas francesas.

40 A acidentada viagem durou quase dois meses. Somente em 22 de janeiro de 1808 a estropiada Família Real desembarcou em Salvador.

41 Como foi a Administração Joanina no Brasil?

42 D. João decretou, em 28 de janeiro, a abertura dos portos às nações amigas.

43 Fim Pacto Colonial e a independência econômica do Brasil em relação a Portugal, além de um grande alívio para a economia inglesa.

44 Em 1810, D. João assinou o Tratado de Aliança e Amizade, Comércio e Navegação, consolidando a primazia da relação econômica com a Inglaterra:

45 Os ingleses aqui residentes teriam plena liberdade religiosa e seriam julgados em qualquer caso por juízes ingleses.

46 O governo português compro metia-se a abolir gradualmente o trabalho escravo.

47 Os produtos ingleses pagariam tarifas alfandegárias de 15% sobre os seus produtos. Os portugueses pagariam 16% e as demais nações, 24%.

48 O Príncipe Regente criou a Imprensa Régia, a Academia Real Militar, a Biblioteca Pública, o Banco do Brasil, o Jardim Botânico.

49 Em 1815, o Brasil foi elevado à condição de Reino Unido, e D. João determinou que a capital do “novo” reino seria o Rio de Janeiro.

50 Enfim, o Príncipe Regente ainda encontrou tempo para invadir a Guiana Francesa – em represália à invasão napoleônica a Portugal – e anexar a Província Cisplatina.

51 O que Eslava Acontecendo em Portugal durante o Período Joanino ?

52 Até 1815, Portugal ficou sob domínio francês. Com a queda de Napoleão, a Inglaterra passou a administrar o reino.

53 A elite portuguesa e o povo não suportaram a situação e tentaram livrar-se da incômoda e humilhante condição. FIM.


Carregar ppt "Www.univel.br/nilson1 Aula 08 Movimentos de Pré-Independência e Vinda da Família Real."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google