A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os Domínios de Filipe II. Defendiam o Mare Liberum (Hugo Grócio) -Opunha-se ao Mare Clausum (mar fechado) -Qualquer país tinha o direito a navegar pelos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os Domínios de Filipe II. Defendiam o Mare Liberum (Hugo Grócio) -Opunha-se ao Mare Clausum (mar fechado) -Qualquer país tinha o direito a navegar pelos."— Transcrição da apresentação:

1 Os Domínios de Filipe II

2 Defendiam o Mare Liberum (Hugo Grócio) -Opunha-se ao Mare Clausum (mar fechado) -Qualquer país tinha o direito a navegar pelos mares; - Qualquer país tinha o direito de fazer comércio com qualquer povo/zona do mundo. Defendiam o Mare Liberum (Hugo Grócio) -Opunha-se ao Mare Clausum (mar fechado) -Qualquer país tinha o direito a navegar pelos mares; - Qualquer país tinha o direito de fazer comércio com qualquer povo/zona do mundo. O Império Holandês Tornaram-se os principais intermediários do comércio europeu – fazem os Fretes Tolerância política e religiosa – Muitos judeus vão emigrar para este país burguesia forte e empreendedora Companhias de Comércio -Companhia da Índias Orientais (Malaca, Indonésia, Japão) -Companhia das Índias Ocidentais (Atlântico)

3 -Companhia da Índias Orientais especiarias, porcelana, chá e sedas; -Companhia das Índias Ocidentais - comércio do açúcar e escravos Amesterdão torna-se a principal cidade comercial europeia Companhias de Comércio: sociedades comerciais que se dedicavam ao tráfico ultramarino

4 Império Inglês Comércio: açúcar, rum e escravos ; Depois do domínio dos mares e à guerra de corso sucedeu-se a ocupação territorial – Antilhas; Golfo da Guiné; Antigas feitorias portuguesas no Oriente

5 Derrota da Invencível Armada de Filipe II Fim do Mare Clausum

6 1. Acto de Navegação (1651) o o transporte de mercadorias de outros países e das colónias inglesas, para Inglaterra só poderia ser feito por navios ingleses ou pelos navios de origem dos produtos. o Objectivos :  arruinar a frota holandesa e desenvolver a construção naval e a marinha mercante inglesas. Londres passou a ser o maior entreposto do comércio do mundial.

7 O comércio colonial proporcionava acumulação de capitais Os produtos coloniais, produzidos a baixo custo, eram vendidos na Europa com altas margens de lucro. Capitalismo comercial - sistema económico através do qual os lucros obtidos por meio de actividade mercantil eram novamente reinvestidos proporcionando novos lucros (as mais-valias). Banco - estabelecimento de carácter financeiro onde se realizam operações de depósito, câmbio, desconto ou empréstimo, e, em alguns casos, emissão (de notas).

8 Política de transporte – Os lucros/produtos das colónias eram trocados por produtos transformados, fazendo com que a riqueza não ficasse nos seus países. Esta política prejudicou a indústria e as profissões daqueles países (Portugal e Espanha) Política de Investimento – Capitalismo Comercial (Holanda e Inglaterra)

9 Comércio Triangular O tráfico negreiro era muito lucrativo. Os escravos eram trocados por produtos de baixo valor no litoral africano, sendo depois vendidos a altos preços nos mercados de escravos da América

10

11 o Engenho:  Local onde se encontravam os aparelhos destinados ao fabrico do Açúcar ; O Brasil passou a ser a jóia da coroa do Império Português. Primeiro por causa do açúcar e mais tarde por causa do ouro.

12 o Explorar o território brasileiro; o Marcação de Fronteiras; o Capturar escravos fugidos; o Descoberta de ouro o e diamantes. Acção dos Bandeirantes

13


Carregar ppt "Os Domínios de Filipe II. Defendiam o Mare Liberum (Hugo Grócio) -Opunha-se ao Mare Clausum (mar fechado) -Qualquer país tinha o direito a navegar pelos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google