A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SAÚDE - Para a OMS o conceito de saúde diz que: “é um estado de completo bem- estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de distúrbios ou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SAÚDE - Para a OMS o conceito de saúde diz que: “é um estado de completo bem- estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de distúrbios ou."— Transcrição da apresentação:

1

2 SAÚDE - Para a OMS o conceito de saúde diz que: “é um estado de completo bem- estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de distúrbios ou doenças”, SAÚDE AMBIENTAL – para a OMS (2006): “conjunto de consequências na saúde da interação entre a população humana e o meio ambiente físico (natural e o transformado pelo homem) e o social”.

3 A qualidade de vida de uma população depende de suas condições de existência, do seu acesso a certos bens e serviços econômicos e sociais: emprego e renda, educação básica, alimentação adequada, acesso a bons serviços de saúde saneamento básico, habitação, transporte de boa qualidade etc.....

4 URBANIZAÇÃO E CIDADES SAUDÁVEIS A saúde na cidade fica restrita a problemas de poluição ambiental e a falta de serviços para uma determinada porção da população, isso se deve ao processo de rápida urbanização. A ocupação do espaço urbano de maneira desordenada e sem planejamento provoca a falta de estruturação para a totalidade da população.

5 URBANIZAÇÃO E CIDADES SAUDÁVEIS Os processos de urbanização e a industrialização, fizeram aumentar a quantidade e variedade de contaminantes químicos eliminados no meio ambiente, alterando o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas.

6 Rápida ocupação do espaço urbano.

7 Atribuindo-se a degradação ambiental como a principal causadora de doenças relacionadas ao ambiente, considerou-se que os cuidados com o ambiente nas cidades deveria ser organizado e fiscalizado, de maneira a contribuir o bem-estar social. Poluição urbana – no solo (dejetos humanos e lixo), na água (dejetos humanos e industriais) e no ar (fumaça e poluidores industriais).

8

9 AMBIENTE E DEGRADAÇÃO AMBIENTAL Mais de um bilhão de habitantes da Terra não tem acesso a habitação segura e serviços básicos de saneamento como: abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto e coleta, tratamento e destinação adequada dos resíduos sólidos. A falta de todos esses serviços, além de trazer altos riscos para a saúde, são fatores que contribuem para a degradação do meio ambiente.(BRASIL, FUNASA, 2006)

10 Um grama de fezes pode conter 10 milhões de partículas virais, um milhão de bactérias, mil cistos de parasitas e 100 ovos de parasitas.

11

12

13 A água passa a ter papel importante na dinâmica social de uma cidade. Segundo a FUNASA (2006) algumas comunidades captam água subterrânea para abastecimento público, mas a maioria delas se aproveita de águas superficiais que após o tratamento é distribuída para as residências e indústrias.

14 FORMAS DE CAPTAÇÃO DAS ÁGUAS

15 Localização de Fossa seca A água pode ser contaminada dentro dos cursos de água pelo processo de captação mal feito ou mesmo pela construção de fossa em locais inadequados.

16 DOENÇAS DE VEICULAÇÃO HÍDRICA Doenças de transmissão feco-oral 1. Diarréia 2. Febres entéricas 3. Hepatite A 1.Infecções por salmonella, Cólera, Shigelose, Infeções intestinais bacterianas, amebíase, infecções por protozoários, doenças intestinais provocadas por vírus. 2. Febre tifoide e Febre paratifóide Doenças transmitidas através de contato com água. 1. Esquistossomose 2. Leptospirose

17 Modo de propagação de doenças por excretas humanas

18

19

20

21 RESIDUOS - São considerados materiais inerentes das atividades humanas, que devem ser depositados adequadamente uma vez que são poluentes ambientais, seja pela sua degradação e deteriorização, como pela sua ação antiestética no ambiente. Os resíduos sólidos são materiais heterogêneos, (inertes, minerais e orgânicos) resultantes das atividades humanas e da natureza, os quais podem ser parcialmente utilizados, gerando, entre outros aspectos, proteção à saúde pública e economia de recursos naturais.

22 Manutenção do ambiente urbano livre de resíduos sólidos – roçar, coletar lixo ou pintar o meio fio são formas de manutenção ambiental.

23 VETORESFORMAS DE TRANSMISSÃO DOENÇAS RELACIONADAS AO LIXO RATO E PULGAMordida, urina, fezes e picada Leptospirose, peste bubônica e tifo murino. MOSCASAsa, patas, corpo, fezes e saliva Febre tifóide, cólera, amebíase, desinteria, giardíase, ascaridíase. MOSQUITOSPicadaMalária, febre amarela, dengue e leishmaniose BARATAAsas, patas, corpo e fezesFebre tifóide, cólera e giardíase GADO E PORCOIngestão de carne contaminada Teníase e cisticercose CÃO E GATOUrina e fezesToxoplasmose.

24 A limpeza urbana assume assim um caráter de organização e preservação não só da estética da cidade mas também da saúde de seus habitantes. Diminui o risco de contaminação e transmissão de doenças, melhora a estética e a característica das habitações.

25 AÇÕES E PROGRAMAS DE PROMOÇÃO A promoção á saúde definida na Carta de Ottawa é entendida como: “processo, através do qual a população se capacita e busca os meios para conseguir controlar os fatores que favorecem seu bem-estar e o da comunidade ou que a podem estar pondo em risco, tornando-a vulnerável ao adoecimento e prejudicando sua qualidade de vida.”

26 CONSIDERAÇÕES FINAIS Contato: Luciana Silva Engenheira Sanitarista/Mestre em Engenharia de Edificações e Ambiental Tel: (65)


Carregar ppt "SAÚDE - Para a OMS o conceito de saúde diz que: “é um estado de completo bem- estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de distúrbios ou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google