A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Simone B. Bolognini Escola Curumim. A designação deste filo revela o aspecto mais distintivo destes animais (l. mollis = mole). Mais de 50.000 espécies.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Simone B. Bolognini Escola Curumim. A designação deste filo revela o aspecto mais distintivo destes animais (l. mollis = mole). Mais de 50.000 espécies."— Transcrição da apresentação:

1 Simone B. Bolognini Escola Curumim

2 A designação deste filo revela o aspecto mais distintivo destes animais (l. mollis = mole). Mais de espécies viventes fósseis.

3

4 Juntamente com os artrópodes, os moluscos apresentam a maior variedade de adaptações ao meio de todos os invertebrados. A maioria dos moluscos é de vida livre, movendo-se lentamente e em relação íntima com o substrato.

5 Estes animais apresentam tipicamente uma cabeça anterior, um pé ventral e uma massa visceral dorsal. O corpo é mais ou menos coberto por um manto fino, carnudo e em regra protegido por uma concha externa.

6 Simetria bilateral Corpo mole Geralmente coberto por uma concha calcária, produzida pelo manto. O corpo pode ser dividido nas seguintes partes: Cabeça Massa visceral Pé Manto APRESENTAM:

7 Contêm gânglios nervosos associados a órgãos dos sentidos por vezes complexos. A boca apresenta uma rádula, membrana sobre a qual se dispõem filas de dentes córneos virados para trás, que funciona como um raspador para retirar alimentos;

8 Concentra a maioria dos sistemas (digestivo, excretor, reprodutor, etc.);

9 Órgão musculoso utilizado na locomoção, captura de presas, natação, etc., pelo que pode ser extremamente modificado;

10 Prega de tecido da parede dorsal do corpo que recobre a massa visceral e contém glândulas que segregam a concha. O manto delimita uma cavidade, do manto ou paleal, onde se localizam os órgãos respiratórios;

11 Completo, com boca e ânus, e com órgãos diferenciados (faringe, esôfago, estômago, intestino e glândulas digestivas anexas); – exceto nos cefalópodes, o sistema circulatório é aberto, ou seja, parte do trajeto do sangue é feito fora de vasos sanguíneos, em espaços designados lagunas, o que para animais de movimento lento será suficiente. O coração localiza-se dorsalmente

12 Nos moluscos há casos de hermafroditismo, mas geralmente são de sexos separados. Nos hermafroditas ocorre fecundação cruzada, como nos caracóis e caramujos que,que ao copularem, se estimulam mutuamente enterrando um no outro o dardo do amor. Além disso, possuem uma gônada hermafrodita, a ovotestis. Essa glândula pode produzir espermatozóide e óvulos.

13 A copulação e recíproca; o pênis de cada caracol penetra na vagina do outro conjugante, transferido o espermatozoide. O desenvolvimento dos ovos é direto.

14 CLASSE CEPHALOPODA CLASSE GASTROPODA CLASSE BIVALVIA

15

16 Entre os cefalópodes encontram-se os maiores, mais rápidos e mais inteligentes de todos os invertebrados. Podem apresentar tamanho relativamente reduzido, cerca de 2 a 3 cm de comprimento, ou atingir os 16 metros (dos quais 10 correspondem aos tentáculos) ou mesmo mais, das lulas gigantes.

17 Os cefalópodes (gr. kephale = cabeça + podos = pé) apresentam o pé transformado em tentáculos, oito ou dez, providos de ventosas e que rodeiam a boca. Nos chocos, além dos oito tentáculos vulgares, como nos polvos, existem dois com que capturam as presas, que podem ser projetados com grande rapidez. Nas lulas também existem dois tentáculos especializados na captura de presas mas estes não são retráteis.

18 Muitos, como o polvo, não apresentam concha, enquanto outros apresentam concha interna, pouco desenvolvida e achatada (chocos e lulas). Os únicos cefalópodes atuais que apresentam concha externa pertencem ao gênero Náutilus. Neste gênero, a concha é enrolada em espiral e formada por câmaras contíguas, vivendo o animal apenas na última, que é a maior. As amonites eram cefalópodes fósseis que também apresentavam concha externa.

19 Lula Nautilus Polvo

20 Os cefalópodes, ao contrário dos restantes moluscos, deslocam-se velozmente, devido a um sistema de propulsão a jacto, usando o seu sifão, fato que não pode ser dissociado do seu eficiente sistema circulatório fechado. Esta situação permite explicar a perda de concha, dado que era necessário libertar o manto desse material rígido para que este pudesse funcionar como bomba de água.

21 Grupo muito especializado dos moluscos, todos marinhos.A maioria com adaptações para um modo de vida mais ativo. São predadores e nadam com relativa rapidez Cabeça grande, com olhos bem desenvolvidos Presença de tentáculos ou braços com ventosas Concha pode ser externa, interna ou ausente Capacidade de camuflagem/presença de uma glândula de tinta

22 Além de excelentes predadores, são igualmente eficientes na fuga e na camuflagem, devido á sua capacidade de mudar a cor e a textura do seu revestimento, bem como devido à bolsa do ferrado, que produz uma tinta negra que perturba um possível atacante.

23 Os cefalópodes têm os sexos separados, a fecundação é interna e formam ovos ricos em vitelo, dos quais emergem jovens por desenvolvimento direto. O acasalamento é procedido de rituais complexos, geralmente envolvendo brilhantes demonstrações de cor e luz (algumas espécies são bioluminescentes).

24 Em lulas é igualmente frequente os progenitores morrerem imediatamente após o acasalamento, deixando os ovos envoltos em finas membranas ancorados no fundo arenosos do oceano.

25

26 Os gastrópodes (gr. gaster = ventre + podos = pé) são o grupo de moluscos mais numeroso e diversificado, representando mais de 4/5 das espécies do filo. São gastrópodes, além dos caracóis, as lesmas, lebres do mar (também conhecidas por tintureiras), lapas e búzios.

27 Apesar de algumas espécies serem terrestres, a maioria é aquática, principalmente marinha. O seu tamanho é muito variado, desde minúsculos caracóis aquáticos com 1 mm a uma espécie australiana com 70 cm de comprimento. Este grupo de moluscos são os que mais se assemelham ao molusco generalizado, descrito anteriormente, exceto no fato de apresentarem geralmente uma concha espiralada, que os torna assimétricos.

28 A maioria dos gastrópodes apresenta uma concha univalve, achatada ou espiralada, no interior da qual se aloja a massa visceral. Algumas espécies têm um opérculo, que tapa a entrada da concha quando o animal se recolhe. No entanto, existem muitas exceções, como as lesmas marinhas ou nudibrânquios, que não apresentam concha, dependendo de elaboradas defesas químicas para a defesa.

29 Os gastrópodes marinhos respiram por brânquias localizadas na cavidade paleal, enquanto os terrestres não as apresentam. Neste caso, as trocas gasosas são realizadas pelo manto, que se encontra muito vascularizado na cavidade paleal, que funciona como um pulmão.

30 A maioria dos gastrópodes apresenta os sexos separados, mas existem formas hermafroditas (caracóis, por exemplo) e, em outros casos, os animais podem mudar de sexo ao longo da vida.

31

32 Bivalves, também chamados de Lamellibranchia ou Pelecypoda, são a segunda maior Classe de moluscos com aproximadamente espécies. São um grupo exclusivamente aquático, bilateralmente simétricos, caracterizados por um corpo comprimido lateralmente com uma concha externa composta por duas valvas. Algumas espécies contudo, como as que vivem presas a algum substrato, como as ostras, não são bilateralmente simétricas e umas poucas possuem uma concha interna.

33 Sua anatomia diverge consideravelmente do plano básico de um molusco, por não possuir cabeça ou rádula. A maior parte dos bivalves é filtradora, mas também podem ser necrófagos (carniceiros) e até predadores.

34 Vivem principalmente enterrados em substratos arenosos ou lodosos, podendo movimentar-se com o uso de seu pé, embora não seja tão eficiente como o dos gastrópodes. Outros como as ostras e mexilhões vivem presos a substratos sólidos e outros podem penetrar em madeira ou até em pedras. Alguns Pectinides são um exemplo de bivalves que podem nadar por curtas distâncias, fechando rapidamente suas valvas, o que causa deslocamento de água que o impulsiona promovendo uma fuga rápida de predadores.

35 O esqueleto é representado pela concha externa Univalve ou bivalve Nas lulas - Há só um vestígio de concha, em forma de pena, no interior do corpo. E nas lesmas - Locomoção através do pé musculoso,que pode ser modificado para rastejar, cavar ou nadar. Polvo e lula - Utilizam-se dos braços com ventosas, podem emitir jatos dágua pelo sifão de propulsão

36 O sistema digestivo é completo. Alguns filtram alimentos nas brânquias. Os não filtradores são herbívoros e carnívoros Raspam o alimento através de uma placa de dentes Rádula

37 Circulação Na maioria há a hemocianina no sangue Circulação em geral é aberta, mas nos Cephalopodes é fechada. Respiração Brânquias ou pulmões ou pela epiderme.

38 ÓRGÃOS DOS SENTIDOS Estruturas e órgãos sensoriais: Células sensíveis ao tato na epiderme Estatocistos (equilíbrio) Osfrádios (quimiorreceptores-mecanorreceptor) Olhos (fotorreceptores). Olho com íris e cristalino já aparece nos cefalópodes

39 Os moluscos interferem na saúde humana porque muitos deles são usados como alimentos. As vezes muitos deles são contaminados pela água do mar, e podem representar grande risco para a saúde humana, causando muitas intoxicações nos alimentos além de doenças.

40 Muitos moluscos têm grande aplicação econômica. Entre eles estão os bivalves que têm capacidade de produzir pérolas. A produção da pérola é iniciada quando uma partícula estranha que é como um grão de areia penetra na concha.

41

42 Bivalve com Pérola

43 A espessura e a forma das conchas dos moluscos estão relacionadas com a adaptação com o ambiente em que elas vivem. Os caracóis possuem uma concha fina, que não prejudica sua locomoção em ambiente terrestre. O caramujo tem uma concha mais espessa, capaz de resistir ao choque das ondas. Os pelecípodes apresentam conchas achatadas de duas valvas, prendendo-se as rochas e resistindo a força da água. Os polvos e as lulas não possuem conchas externas e isso permite uma locomoção ágil por propulsão com jatos de água.

44 Os polvos têm boa visão e cérebro grande. São, provavelmente, os mais inteligentes entre os invertebrados. Podem lembrar formas e cores e são muito eficientes para conseguir alimento. Como as lulas, os polvos movem-se com rapidez jogando para trás um jato de água por meio de um funil.

45

46 biologia.ifsc.usp.br superelimites.blogspot.com websmed.portoalegre.rs.gov.br


Carregar ppt "Simone B. Bolognini Escola Curumim. A designação deste filo revela o aspecto mais distintivo destes animais (l. mollis = mole). Mais de 50.000 espécies."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google