A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROCESSO PRODUTIVO INÍCIO- CRIAÇÃO MODELAGEM PILOTAGEM/PROVA DE ROUPA ENFESTO RISCO/CORTE PRODUÇÃO ACABAMENTO/DPA REUNIÃO LOTEAMENTO GRADAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROCESSO PRODUTIVO INÍCIO- CRIAÇÃO MODELAGEM PILOTAGEM/PROVA DE ROUPA ENFESTO RISCO/CORTE PRODUÇÃO ACABAMENTO/DPA REUNIÃO LOTEAMENTO GRADAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 PROCESSO PRODUTIVO INÍCIO- CRIAÇÃO MODELAGEM PILOTAGEM/PROVA DE ROUPA ENFESTO RISCO/CORTE PRODUÇÃO ACABAMENTO/DPA REUNIÃO LOTEAMENTO GRADAÇÃO

2 OBJETIVO: Reproduzir as formas e medidas do corpo humano adaptadas ao estilo proposto pelo designer, que são executados a partir da análise do desenho técnico e das demais especificações do projeto (JONES, 2006). Proporcionar à peça a ser produzida um melhor ajustamento e total qualidade, através da avaliação de peças piloto. MODELAGEM

3 TIPOS PLANA TRIDIMENSIONAL

4 É sinônimo de moulage palavra de origem francesa derivada de moule que quer dizer forma. Draping, palavra da língua inglesa, significa dar forma e caimento ao tecido. (CRAWFORD, 1996). MODELAGEM TRIDIMENSIONAL OU MOULAGE

5 CONCEITO É uma técnica de modelagem de peças do vestuário que se processa diretamente sobre o corpo, modelo vivo, forma ou manequim, onde são construídos os modelos em telas ou tecidos permitindo visualizar de imediato o resultado final do produto (FILGUEIRAS, 1997).

6 Possibilitar a visualização e o desenvolvimento de uma peça do vestuário, fazendo mudanças e variações na modelagem concomitantemente à montagem, de acordo com a necessidade. Obter moldes básicos perfeitos, como os blocos de moldes das indústrias de confecções. Obter a peça piloto com alto padrão de qualidade na forma do corpo. FUNÇÕES

7 HISTÓRIA Grécia antiga 600 a.C a 100 a.C e Império Romano 275 a.C a 330 d.C – Tecidos retângulares Quiton Peplos Túnicas Stola Palla Toga

8 Após o declínio do Império Romano A partir do séc. XII Peças toda tridimensional surgiram só à partir do séc. XIV Em 1858 surgi Charles Frederick Worth

9 Madeleine Vionnet, nos anos 1920,

10

11

12 Manipular o tecido para a obtenção do modelo idealizado no momento preciso.

13 Testes feitos no tecido (de baixo custo); Obtenção do resultado pretendido com maior precisão e qualidade; Permite otimizar e maximizar o tempo de criação para obtenção do molde perfeito; visão imediata do layout do molde. Por exemplo: em modelos drapeados e em busca de novos cortes e feitios originais.

14

15 MODELO FEMININO

16

17

18

19

20

21 DETALHES DA FORMA Revestimento alfinetável Braços acopláveis opcionais Altura regulável

22 Estrutura de pé fixa Estrutura interna em fibra de vidro e encapamento em brim cru Marcação do corpo em quadrantes e grade para marcação de meia coxa e joelho

23 Pés com rodízios e travas nos modelos de perna longa

24 FERRAMENTAS E UTENSÍLIOS NECESSÁRIOS: Tesoura para tecido; Fita métrica; Giz de Alfaiate / Lápis 2B Carretilha Alfinetes inox nº 29 Régua de 60 cm Régua de quadril Régua francesa Esquadro Tecido – tela (ALGODÃO CRU) Fita cetim 0.5 cm OBS: Aluno que não estiver com o material da aula prática, não irá entrar na sala!


Carregar ppt "PROCESSO PRODUTIVO INÍCIO- CRIAÇÃO MODELAGEM PILOTAGEM/PROVA DE ROUPA ENFESTO RISCO/CORTE PRODUÇÃO ACABAMENTO/DPA REUNIÃO LOTEAMENTO GRADAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google