A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

er_embedded&v=4UJaHAZz7pM#http://www.youtube.com/watch?feature=play er_embedded&v=4UJaHAZz7pM#! Nx Zero part.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "er_embedded&v=4UJaHAZz7pM#http://www.youtube.com/watch?feature=play er_embedded&v=4UJaHAZz7pM#! Nx Zero part."— Transcrição da apresentação:

1 er_embedded&v=4UJaHAZz7pM#http://www.youtube.com/watch?feature=play er_embedded&v=4UJaHAZz7pM#! Nx Zero part. Chorão - Cedo ou Tarde 0.2 (PROJETO PARALELO) 3:57 Ou

2 Na música... (Nx Zero) Cedo ou tarde A gente vai se encontrar, Tenho certeza, numa bem melhor Sei que quando canto você pode me escutar (Chorão) Eu vou que vou, vou com fé, vou com determinação, Sangue nos olhos do caminho da evolução. Não é fácil encontrar o caminho Mas é bom olhar pro lado e ver que não estou sozinho Que não estou sozinho, que não estou sozinho...

3 Para estudar tal convivência existe a SOCIOLOGIA

4 Ciência que estuda os fenômenos sociais para entendê-los e explicá-los. Surgiu no século XIX do hibridismo latino => socius (companheiro) + Grego=> λόγος (estudo).

5 O termo, foi criado por Auguste Comte, esperava unificar todos os estudos relativos ao homem, inclusive a História, a Psicologia e a Economia.

6 Comte nasceu em Montpellier, França, filho de um fiscal de impostos em 19jan Logo após a Revolução Francesa 14jul

7 c – (UFUB) Surgida no momento de consolidação da sociedade capitalista, a Sociologia tinha uma importante tarefa a cumprir na visão de seus fundadores, dentre os quais se destaca Auguste Comte. Assinale a alternativa correta quanto a essa tarefa. A) Desenvolver o puro espírito científico e investigativo, sem maiores preocupações de natureza prática, deixando a solução dos problemas sociais por conta dos homens de ação. B) Incentivar o espírito crítico na sociedade e, dessa forma, colaborar para transformar radicalmente a ordem capitalista responsável pela exploração dos trabalhadores. C) Contribuir para a solução dos problemas sociais decorrentes da Revolução Industrial, tendo em vista a necessária estabilização da ordem social burguesa. D) Tornar realidade o chamado socialismo utópico, visto como única alternativa para a superação das lutas de classe em que a sociedade capitalista estava mergulhada. E) Nenhuma das anteriores.

8 a- (UEL) O lema da bandeira do Brasil, Ordem e Progresso, indica a forte influência do positivismo na formação política do Estado brasileiro. Assinale a alternativa que apresenta ideias contidas nesse lema. a) Crença na resolução dos conflitos sociais por meio do estímulo à coesão social e à evolução natural da nação. b) Ideais de movimentos juvenis, que visam superar os valores das gerações adultas. c) Denúncia dos laços de funcionalidade que unem as instituições sociais e garantem os privilégios dos ricos. d) Ideal de superação da sociedade burguesa através da revolução das classes populares. e) Negação da instituição estatal e da harmonia coletiva baseada na hierarquia social.

9 c-IFE-RS. Sobre a ideologia positivista da ciência de Comte podemos afirmar que ela propõe uma homogeneidade epistemológica entre as ciências sociais e as ciências naturais. Esta consideração metodológica do conhecimento da realidade remete a que tipo de relação entre ciência e sociedade: A) A uma identidade entre natureza e sociedade e uma explicação da dominação social regida por leis contingentes. B) A uma identidade entre natureza e sociedade e uma explicação da dominação social regida por leis histórica e culturalmente mutáveis. C) A uma identidade entre natureza e sociedade e uma explicação da dominação social como regida por leis naturais invariáveis. D) A uma identidade entre natureza e sociedade e uma explicação da dominação social regida por leis casuais. E) A uma identidade entre natureza e sociedade e uma explicação da dominação social regida por leis transcendentes dadas por Deus.

10 a-IFE-RS. Auguste Comte ( ), iniciador do positivismo francês e pai da sociologia, têm um projeto de reforma universal, que abrange além da ciência, outros setores da vida humana. Segundo esse projeto a humanidade segue uma "grande lei fundamental", constituída de três estágios, que são: A) O teológico, o metafísico e o positivo; B) O metafísico, o científico e o sociológico; C) O metafísico, o teológico e o positivo; D) O religioso, o humanista e o científico; E) O politeísta, o monoteísta e o positivista.

11 Frases: "Tudo é relativo, eis o único princípio absoluto" (1819) Porém, mais tarde Lei dos Três estados => "Todas as concepções humanas passam por três estágios sucessivos - teológico, metafísico e positivo -, com uma velocidade proporcional à velocidade dos fenômenos correspondentes.

12 Teológico, metafísico e positivo... Onde os fatos observados são explicados pelo sobrenatural, por entidades cuja vontade arbitrária comanda a realidade. Assim, busca-se o absoluto e as causas primeiras e finais ("de onde vim? Para onde vou?"). A fase teológica tem várias subfases (traçada pela história da Humanidade): o fetichismo (+- animismo), o politeísmo e monoteísmo. escolhe-um-papa-em-90-segundos/ / Ex: Como se escolhe um Papa...1:48

13 Teológico, metafísico e positivo... Transição e mistura entre as duas fases. Tenta-se de entender a realidade porém com abstrações que fogem do mundo físico (meta- física), de caráter ainda absoluto: "a Natureza", "o éter", "o Povo", "o Capital". 26

14 Teológico, metafísico e positivo... Seria o apogeu que os dois anteriores prepararam progressivamente. Neste, os fatos são explicados segundo leis gerais abstratas, de ordem inteiramente positiva, em que se deixa de lado o absoluto (que é inacessível) e busca-se o relativo. O poder espiritual passa para as mãos dos cientistas (químicos, engenheiros e médicos)...

15 Além de Auguste Comte, outro importante fundador da Sociologia é Émile Durkheim... (ir slide)...

16 Principais correntes são: (1) Positivista-Funcionalista de Auguste Comte e Émile Durkheim, como funciona a sociedade que já existe. (2) Compreensiva ou histórica de Max Weber, como foi formada a sociedade. (3) Crítica ou dialética, como superar a sociedade capitalista, iniciada por Karl Marx que mesmo não sendo um sociólogo, deu início a uma profícua linha de explicação sociológica.

17 22. (Uem 2013) Uma das questões centrais no pensamento sociológico desde suas origens tem sido a análise teórica das relações entre indivíduo e sociedade. Sobre esse assunto, assinale o que for correto. 01) Para Karl Marx, as pessoas deveriam ser analisadas individualmente nas sociedades modernas, uma vez que teriam sido elas que produziram o sistema capitalista a partir de relações de trabalho livres e harmônicas. 02) Ao analisar os processos de ensino, Émile Durkheim observa que crenças e comportamentos individuais são instituídos pela sociedade por meio de uma herança que é passada às gerações futuras pela educação familiar e, sobretudo, pela escolar. 04) Em Max Weber, as relações entre indivíduo e sociedade poderiam ser compreendidas por meio dos sentidos que as pessoas conferem às suas ações, pois eles seriam formulados conforme as expectativas que criamos diante das ações de outros indivíduos. 08) Segundo Norbert Elias, assim como um conjunto de tijolos forma uma casa, um conjunto de indivíduos forma a sociedade; por isso, as sociedades seriam mais bem compreendidas se cada pessoa fosse analisada individualmente. 16) Ao analisar os processos de socialização, Pierre Bourdieu verifica que categorias e valores dominantes em determinados campos sociais, ao mesmo tempo em que orientam as práticas individuais, são reestruturados por estas práticas.

18 Para Durkheim o Objeto de estudo da sociologia é: O FATO SOCIAL É: 1) GERAL2) EXTERIOR 3) COERCITIVO

19 1) Geral Se repete em todos os indivíduos, ou, pelo menos, na maioria deles; Exemplos: os sentimentos de indignação com notícias que afetam a moral coletiva...

20 2) Exterior Os fatos sociais existem e atuam sobre os indivíduos, independentemente de sua vontade ou de sua adesão consciente. Exemplos: o sistema de sinais de que me sirvo para exprimir pensamentos >> FUNCIONAM INDEPENDENTEMENTE DO USO QUE DELES FAÇO

21 3) Coercitivo A força que os fatos exercem sobre os indivíduos, levando-os a conformarem-se às regras da sociedade em que vivem, independentemente de suas vontades/escolhas; Exemplos: idioma e a moeda usados no meu país; o modo de se vestir no meu país e na minha classe social; as leis (com necessária repressão para os que afetam a normalidade)...

22 d. (Uel 2013) Leia o texto a seguir. Sentir-se muito angustiado com a ideia de perder seu celular ou de ser incapaz de ficar sem ele por mais de um dia é a origem da chamada nomofobia, contração de no mobile phobia, doença que afeta principalmente os viciados em redes sociais que não suportam ficar desconectados. Uma parte da população acha que, se não estiver conectada, perde alguma coisa. E se perdemos alguma coisa, ou se não podemos responder imediatamente, desenvolvemos formas de ansiedade ou nervosismo. (Adaptado de: O medo de não ter o celular à disposição cria nova fobia. Disponível em:. Acesso em: 9 abr ) Com base no texto e nos conhecimentos sobre socialização e instituições sociais, na perspectiva funcionalista de Durkheim, assinale a alternativa correta. a) A nomofobia reduz a possibilidade de anomia social na medida em que aproxima o contato em tempo real dos indivíduos, fortalecendo a integração com a vida social. b) As interações sociais via tecnologias digitais são uma forma de solidariedade mecânica, pois os indivíduos uniformizam seus comportamentos. c) O que faz de uma rede social virtual uma instituição é o fato de exercer um poder coercitivo e ao mesmo tempo desejável sobre os indivíduos. d) O uso de interações sociais por recursos tecnológicos constitui um elemento moral a ser compreendido como fato social. e) Para a nomofobia ser considerada um fato social, faz-se necessário que esteja presente em uma diversidade de grupos sociais.

23 a. (Interbits 2013)

24 Na tirinha acima, quase todas as pessoas possuem um comportamento similar. Nesse caso específico, pode-se dizer que o consumo se tornou, segundo a abordagem durkheimiana: a) Um fato social. b) Uma anomia social. c) Um erro social. d) Uma morte social. e) Uma modalidade social.

25 c. (Unioeste 2013) O sociólogo francês Émile Durkheim ( ), em sua obra As Regras do Método Sociológico, ocupou-se em estabelecer o objeto de estudo da sociologia. Entre as constatações de Durkheim, está a de que o fato social não pode ser definido pela sua generalidade no interior de uma sociedade. Nessa obra, Durkheim elabora um tratamento científico dos fatos sociais e cria uma base para a sociologia no interior de um conjunto coeso de disciplinas sociais, visando fornecer uma base racional e sistemática da sociedade civil. Sobre o significado do fato social para Durkheim, é correto afirmar que a) os fenômenos sociais, embora obviamente inexistentes sem os seres humanos, residem nos seres humanos como indivíduos, ou seja, os fatos sociais são os estados mentais ou emoções dos indivíduos. b) os fatos sociais, parecem, aos indivíduos, uma realidade que pode ser evitada, de maneira que se apresenta dependente de sua vontade. Nesse sentido, desobedecer a uma norma social não conduz o indivíduo a sanções punitivas. c) a proposição fundamental do método de Durkheim é a de que os fatos sociais devem ser tratados como coisas, ou seja, como objeto do conhecimento que a inteligência não penetra de forma natural, mas através da observação e da experimentação. d) Durkheim considera os fatos sociais como coisas materiais. Pode-se afirmar, portanto, que todo objeto de ciência é uma coisa material e deve ser abordado a partir do princípio de que o seu estudo deve ser abordado sem ignorar completamente o que são. e) os fatos sociais são semelhantes aos fatos psíquicos, pois apresentam um substrato semelhante e evoluem no mesmo meio, de maneira que dependem das mesmas condições.

26 a. (Ufu 2013) Os crescentes casos de violência que, recorrentemente, têm ocorrido em nível nacional e internacional, diuturna e diariamente noticiados pela imprensa, convidam a pensar em uma situação de patologia social. No entanto, para Durkheim, o crime, ainda que fato lastimável, é normal, desde que não atinja taxas exageradas. É normal, porque existe em todas as sociedades; para o sociólogo, o crime seria, inclusive, necessário, útil. Sem pretender fazer apologia do crime, compara-o à dor, que não é desejável, mas pertence à fisiologia natural e pode sinalizar a presença de moléstias a serem tratadas. O crime seria, pois, para Durkheim, socialmente funcional, porque a) exerce um papel regulador, contribuindo para a evolução do ordenamento jurídico e possível advento de uma nova moral. b) é fator de edificação e fortalecimento da solidariedade orgânica, que se estabelece nas sociedades complexas. c) legitima a ampliação do aparelho repressivo e classista do Estado burocrático nas sociedades baseadas no sistema capitalista. d) contribui para o crescimento de seitas e de religiões, nas quais as pessoas em situação de risco buscam proteção.


Carregar ppt "er_embedded&v=4UJaHAZz7pM#http://www.youtube.com/watch?feature=play er_embedded&v=4UJaHAZz7pM#! Nx Zero part."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google