A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Correlação dos resultados histopatológicos com o sistema BI-RADS ® em ultra-sonografia, nas lesões submetidas à biópsia percutânea.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Correlação dos resultados histopatológicos com o sistema BI-RADS ® em ultra-sonografia, nas lesões submetidas à biópsia percutânea."— Transcrição da apresentação:

1 Correlação dos resultados histopatológicos com o sistema BI-RADS ® em ultra-sonografia, nas lesões submetidas à biópsia percutânea. CEPEM- Centro de Estudos e Pesquisas da Mulher. Rio de Janeiro, Brasil AUTORES:Gusman L; Zaiden L; Sondermann V.R.M.; Leitao Y;Castro R.R.S.; Caldoncelli V.D.A.; Fernandes M.;Gama M.; Feld L.; Machado D.; Schueller K; Dutra V.M.P.; Almeida A.C. Pasqualette H.A.P.; Soares-Pereira P.M PASQUALETTE LAZARUS BI-RADS Introdução: A crescente utilização da ultra-sonografia como método complementar à mamografia tem possibilitado a identificação de um maior número de lesões, bem como auxiliado o diagnóstico naqueles casos em que já se tem a identificação de uma lesão pela mamografia. Pode ainda ser útil na investigação de áreas palpáveis, assim como no estudo direcionado após uma ressonância magnética. Estas lesões quando necessitam de investigação podem ser abordadas através da biopsia per cutânea, procedimento seguro, pouco invasivo e certamente com grandes vantagens quando guiada pela ultra-sonografia. Objetivo: O objetivo deste trabalho é correlacionar os resultados histopatológicos de carcinoma com as imagens classificadas pelo sistema BI-RADS® de ultra-sonografia em categorias 3, 4A, 4B, 4C e 5. Material e método: Nesta instituição foram realizadas 815 biópsias percutâneas orientadas por ultra-sonografia no período de Março a Agosto de 2007.Os procedimentos foram realizados com pistolas Bard com agulhas de 14 gauge e 15 ou 22mm de avanço; Pistola Vacora com agulhas de 11 gauge,ou dispositivo Mammotome com agulhas de 11 gauge. Os procedimentos foram realizados a partir da solicitação dos médicos das pacientes, e todas as lesões foram classificadas no momento da biópsia de acordo com o sistema BI-RADS® de ultra-sonografia. Foram utilizados equipamentos Logic 7 com sonda linear matricial (7,5 a 13 mhz). Os critérios avaliados foram: forma, margens, ecogenicidade, limites, orientação , presença ou não de fenômeno acústico posterior, presença de sinais secundários. As lesões palpáveis, mesmo com características de benignidade foram enquadradas como categoria 4. Os resultados obtidos para câncer de mama foram comparados aos da literatura e estão relacionados na tabela abaixo; CATEGORIAS 3 0,5 % < 2 % 4A 10,9 % 6% 3 a 94% 4B 25,6% 15% 4C 53 % 5 90 % 91% > 95 % PASQUALETTE LAZARUS BI-RADS E COLS ET AL ACR Os casos de classe 3 , 4 A e 4B com diagnóstico de benignidade se encontram em acompanhamento.Nos casos de “double-test” incompatível, foi indicada a ressecção cirúrgica das lesões. Os dois caso de carcinoma em lesões categoria 3 se tratavam de um carcinoma mucinoso e de um carcinoma colóide. Os cinco casos que não apresentaram diagnóstico de carcinoma em lesões de categoria 5 se tratavam de: 1 caso de Radial Scar, 1 caso de processo inflamatório,2 casos de tumor Filóide benigno, 1 caso de Papiloma. Todos foram encaminhados a cirurgia. Resultados: As 815 biópsias percutâneas mamárias orientadas por ultra-sonografia, foram classificadas em : Conclusão: O sistema BI-RADS de classificação possibilita uma maior uniformidade em relação aos aspectos descritivos das lesões, à adequada categorização das imagens avaliadas e conseqüentemente às orientações de conduta correspondentes a cada classe. Desta forma permite definir um risco diferenciado para carcinoma, reduzindo o número de biópsias desnecessárias. Os resultados obtidos em nossa instituição são semelhantes aos encontrados na literatura. CATEGORIAS LESÕES % CARCINOMAS 3 445 54,6 2 0,5 4A 212 26,0 23 10,9 4B 74 9,0 19 25,6 4C 34 4,2 18 53 5 50 6,2 45 90 Referências Bibliográficas; American College of Radiology. Breast imaging reporting and data system, breast imaging atlas – ultrasound.1 ed,Reston, VA,American College of Radiology, 2003 Bi-Rads Lexicon for US and mammography: Interobserver variability and Positive Predictive value. Lazarus E. et al. Radiology 2006;239 number 2:


Carregar ppt "Correlação dos resultados histopatológicos com o sistema BI-RADS ® em ultra-sonografia, nas lesões submetidas à biópsia percutânea."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google