A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Correla ç ão dos resultados histopatol ó gicos com o sistema BI-RADS ® em ultra-sonografia, nas lesões submetidas à bi ó psia percutânea. Introdução: A.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Correla ç ão dos resultados histopatol ó gicos com o sistema BI-RADS ® em ultra-sonografia, nas lesões submetidas à bi ó psia percutânea. Introdução: A."— Transcrição da apresentação:

1 Correla ç ão dos resultados histopatol ó gicos com o sistema BI-RADS ® em ultra-sonografia, nas lesões submetidas à bi ó psia percutânea. Introdução: A crescente utiliza ç ão da ultra-sonografia como m é todo complementar à mamografia tem possibilitado a identifica ç ão de um maior n ú mero de lesões, bem como auxiliado o diagn ó stico naqueles casos em que j á se tem a identifica ç ão de uma lesão pela mamografia. Pode ainda ser ú til na investiga ç ão de á reas palp á veis, assim como no estudo direcionado ap ó s uma ressonância magn é tica. Estas lesões quando necessitam de investiga ç ão podem ser abordadas atrav é s da biopsia per cutânea, procedimento seguro, pouco invasivo e certamente com grandes vantagens quando guiada pela ultra-sonografia. Objetivo: O objetivo deste trabalho é correlacionar os resultados histopatol ó gicos de carcinoma com as imagens classificadas pelo sistema BI-RADS ® de ultra-sonografia em categorias 3, 4A, 4B, 4C e 5. Material e método: Nesta instituição foram realizadas 815 biópsias percutâneas orientadas por ultra-sonografia no período de Março a Agosto de 2007.Os procedimentos foram realizados com pistolas Bard com agulhas de 14 gauge e 15 ou 22mm de avanço; Pistola Vacora com agulhas de 11 gauge,ou dispositivo Mammotome com agulhas de 11 gauge. Os procedimentos foram realizados a partir da solicitação dos médicos das pacientes, e todas as lesões foram classificadas no momento da biópsia de acordo com o sistema BI-RADS® de ultra-sonografia. Foram utilizados equipamentos Logic 7 com sonda linear matricial (7,5 a 13 mhz). Os critérios avaliados foram: forma, margens, ecogenicidade, limites, orientação, presença ou não de fenômeno acústico posterior, presença de sinais secundários. As lesões palpáveis, mesmo com características de benignidade foram enquadradas como categoria 4. Resultados: As 815 biópsias percutâneas mamárias orientadas por ultra-sonografia, foram classificadas em : AUTORES:Gusman L; Zaiden L; Sondermann V.R.M.; Leitao Y;Castro R.R.S.; Caldoncelli V.D.A.; Fernandes M.;Gama M.; Feld L.; Machado D.; Schueller K; Dutra V.M.P.; Almeida A.C. Pasqualette H.A.P.; Soares-Pereira P.M Referências Bibliográficas; 1) American College of Radiology. Breast imaging reporting and data system, breast imaging atlas – ultrasound.1 ed,Reston, VA,American College of Radiology, ) Bi-Rads Lexicon for US and mammography: Interobserver variability and Positive Predictive value. Lazarus E. et al. Radiology 2006;239 number 2: CATEGORIASLESÕES % CARCINOMAS % ,620,5 4A21226,02310,9 4B749,01925,6 4C344, ,24590 Conclusão: O sistema BI-RADS de classificação possibilita uma maior uniformidade em relação aos aspectos descritivos das lesões, à adequada categorização das imagens avaliadas e conseqüentemente às orientações de conduta correspondentes a cada classe. Desta forma permite definir um risco diferenciado para carcinoma, reduzindo o número de biópsias desnecessárias. Os resultados obtidos em nossa instituição são semelhantes aos encontrados na literatura. CATEGORIAS 3 0,5 % < 2 % 4A 10,9 % 6% 3 a 94% 4B 25,6% 15% 4C 53 % 5 90 % 91% > 95 % PASQUALETTE LAZARUS BI-RADS Os casos de classe 3, 4 A e 4B com diagnóstico de benignidade se encontram em acompanhamento.Nos casos de double-test incompatível, foi indicada a ressecção cirúrgica das lesões. Os dois caso de carcinoma em lesões categoria 3 se tratavam de um carcinoma mucinoso e de um carcinoma colóide. Os cinco casos que não apresentaram diagnóstico de carcinoma em lesões de categoria 5 se tratavam de: 1 caso de Radial Scar, 1 caso de processo inflamatório,2 casos de tumor Filóide benigno, 1 caso de Papiloma. Todos foram encaminhados a cirurgia. Os resultados obtidos para câncer de mama foram comparados aos da literatura e estão relacionados na tabela abaixo; PASQUALETTE LAZARUS BI-RADS E COLS ET AL ACR CEPEM- Centro de Estudos e Pesquisas da Mulher. Rio de Janeiro, Brasil


Carregar ppt "Correla ç ão dos resultados histopatol ó gicos com o sistema BI-RADS ® em ultra-sonografia, nas lesões submetidas à bi ó psia percutânea. Introdução: A."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google