A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BIOMECÂNICA PÉ E TORNOZELO O pé é considerado como uma das mais importantes articulações do corpo, pois além de possuir importantes funções no suporte.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BIOMECÂNICA PÉ E TORNOZELO O pé é considerado como uma das mais importantes articulações do corpo, pois além de possuir importantes funções no suporte."— Transcrição da apresentação:

1 BIOMECÂNICA PÉ E TORNOZELO O pé é considerado como uma das mais importantes articulações do corpo, pois além de possuir importantes funções no suporte de peso e na marcha, ele é causa de várias patologias, instabilidades ou desequilíbrios em todo o sistema músculo-esquelético

2 O pé é composto de 26 ossos e 30 articulações

3 Articulação do Tornozelo Tornozelo: Complexo articular distal do MMII; “Juntura da Perna com o Pé” Articulação Tibio-társica Articulação subtalar Articulação medio-társica

4

5 Articulação Tibio-társica Articulação em dobradiça – Plano sagital Para medir os graus de amplitude de movimento do tornozelo, o joelho deve estar flexionado. Com o joelho fletido, o tornozelo pode ser dorsifletido cerca de 20º, já com o joelho estendido, essa amplitude diminui para 15º, isso devido a maior ou menor tensão do músculo gastrocnêmio. A amplitude de movimentação em flexão plantar do tornozelo é de aproximadamente 45º

6 Articulação subtalar Inverção é um movimento combinando supinação, adução e flexão plantar. Everção é um movimento combinando pronação, abdução e dorsiflexão.

7 Articulação medio-társica Adução é o movimento do antepé em direção medial. Abdução é o movimento do antepé na direção lateral. Desta maneira, pode-se concluir que o complexo articular do tornozelo possui movimentos nos 3 planos: sagital, frontal e transverso.

8 Articulações do Pé ART. SUBTALAR (TALOCALCÂNEA) ART. MEDIOTÁRSICA (TRANSVERSA DO PÉ) ART. TARSOMETATÁRSICA ART. METATARSOFALANGEANA ART. INTERFALANGEANA

9 Pé – Arcos Plantares  São arcos formados pelos pontos de apoio do pé, são importantes para a distribuição de peso de forma adequada na planta do pé. Arco Longitudinal Medial Arco Longitudinal Lateral Arco Transverso

10 Pé – Arcos Plantares Arco Longitudinal Medial

11 Pé – Arcos Plantares Arco Longitudinal Lateral

12 Pé – Arcos Plantares Arco Transverso

13 Pé  Retro-pé (calcâneo e talus)  Medio-pé (Ossos do tarso – Estruturas ósseas: Navicular, Cubóide, 1º,2º,3º Cuneiformes)  Ante-pé (metatarso e falanges)

14 Anatomia e Biomêcanica de pé e tornozelo MOVIMENTOS RETROPÉ

15 Articulações - Mediopé  Estruturas ósseas: Navicular, Cubóide, 1º,2º,3º Cuneiformes  Em eversão: absorção de choques e adaptação às superfícies irregulares.  Em inversão: trava o movimento necessário para aplicação eficiente de força durante estágios finais do apoio.  Pé plano: tende a reduzir a carga sobre o antepé.  Pé cavo: aumenta de maneira significativa a carga imposta sobre o antepé

16 Articulações - Antepé  Formado pelos ossos metatársicos e falanges e as articulações;  Função: flexibilidade do primeiro metatarso;  Lado medial mais alto = supinação;  Lado medial abaixo do plano neutro = pronação;  Movimento da articulação tarsometatársica;  Articulação metatarsofalangiana Movimentos de flexão, extensão, adução e abdução; Função primária: apoio sobre os dedos

17 Articulações Interfalangeanas  Classificação Sinovial Dobradiça – Gínglimo Movimentos (Flexão-Extensão) Graus 0-20

18 Articulações Interfalangeanas  Articulações interfalangeanas  Do 2º ao 5º dedos Interfalangeana proximal, média e distal  Hálux Interfalangeana proximal e distal

19 Ligamentos Ligamento colateral medial 1)Talotibial (anterior e posterior) Obs: profundos com pouca importância biomecânica 2)Deltóide (muito importante – protege de entorse em eversão) A tensão dos ligamentos varia com a posição do tornozelo. Em dorsiflexão, os feixes posteriores estão tensionados e os anteriores estão relaxados. Na flexão plantar ocorre o contrário.

20 Ligamentos Ligamento colateral lateral 1)Talofibular (anterior e posterior) – fixam-se na fíbula (maléolo lateral) e no talus. Lesão: Entorse em inversão do tornozelo 2) Calcaneofibular (médio) – parte do maléolo lateral e dirigi-se para baixo e para trás fixando-se no calcâneo Lesão : Entorse em inversão do tornozelo

21 Estrutura muscular do tornozelo Como já foi visto anteriormente, o tornozelo exerce uma função primordial na locomoção do ser humano. Além de sustentar o peso corporal do indivíduo, deve adaptar-se para absorver forças e acomodar-se frente a superfícies irregulares. Com essa quantidade de tensão, é melhor que o corpo humano tenha um grande sistema de apoio muscular, ajudando os ligamentos a estabilizar a articulação.

22 Vários músculos apóiam o tornozelo e o sistema esquelético do pé inteiro. Eles são responsáveis pela atividade normal do tornozelo e por sua estabilização ativa. Dois tipos musculares atuam sobre o pé e o tornozelo: músculos extrínsecos e os músculos intrínsecos.

23 Anteriores: Tibial anterior (dorsiflexão, adução e inversão do pé) Extensor longo dos dedos ( extensão do 2 ao 5 dedos) Extensor longo do hálux ( extensor do hálux, dorsiflexão e inversão do pé) Fibular anterior ( eversão do pé) Músculos extrínsecos

24 Lateral: Fibular longo (Flexão plantar e eversão do pé) Fibular curto (Flexão plantar e eversão do pé) Músculos extrínsecos

25 Posterior (superficial): Gastrocnêmio medial e lateral (Flexão do joelho e flexão plantar do tornozelo) Sóleo (Flexão plantar do tornozelo) Posterior (profundo): Flexor longo dos dedos (Flexão plantar e inversão do tornozelo, flexão do 2º ao 5º dedos) Flexor longo do hálux (Flexão do hálux, flexão plantar e inversão do tornozelo ) Tibial posterior (Flexão plantar e inversão do pé ) Músculos extrínsecos

26 Músculos do pé: Extensor curto dos dedos; Extensor curto do hálux; Flexor curto do hálux; Abdutor e abdutor do hálux; Abdutor do mínimo; Flexor curto do mínimo; entre outros.... Músculos intrínsecos

27 LESÕES DO TORNOZELO As entorses mais comuns podem envolver os ligamentos laterais e ligamentos mediais As entorses do tornozelo são classificadas em três graus: Grau I envolve uma lesão microscópica do ligamento. Grau II envolve uma lesão macroscópica. Grau III uma completa ruptura do ligamento. Sintomas: Dor, geralmente no lado exterior do tornozelo. A dor pode ser tão intensa que se tem dificuldade em andar ou que praticar desporto. Em alguns casos, a dor é constante e persistente; Dificuldade que anda em terreno irregular ou em saltos altos; Um sentimento de instabilidade; Inchaço; Rigidez;

28 EXERCÍCIOS PARA FORTALECIMENTO MUSCULAR DA ARTICULAÇÃO DO TORNOZELO

29

30 Anormalidades do pé e patologia mecânica clínica ante- pé varo e valgo, retro- pé varo e valgo, pé equino, outros. Anomalia

31

32 Patologias 1)Fasciíte plantar = inflamação de um tecido fibroso conhecido como fásia plantar ( tecido que recobre a musculatura do pé e se estende do calcâneo até os dedos)  associado a sobrepeso ou excesso de atividade física (corredores); dor no retro-pé (calcanhar); em pés pronados; dor irradia para o médio pé ; dor ao se levantar (primeiros passos)medicamentoso e melhor biomecânica do pé;

33 Patologias 2) Esporão de calcâneo = É a degeneração do osso causada por artrose ou artrite resultando numa espícula óssea, que se desenvolve na parte anterior ou posterior do calcâneo ( esporão (galo) ósseo ao raios X) associada a uma faciíte plantar. desenvolvimento de uma proeminência óssea na fácia plantar no calcâneo; ocorrem em pessoas com pé cavo ou plano; exame radiográfico; tratamento conservador (Alongamento do tendão de Aquiles e fáscia plantar; a utilização de palmilha de silicone é fundamental e cirúrgico;

34 Testes especiais 1)Gaveta anterior e posterior Sentado com joelho fletido 90°; segura o calcanhar e traciona o pé em sentido anterior; a percepção de um “ clunk” (deslizamento anterior do talo) é sinal de positivo para TALOFIBULAR ANTERIOR

35 2) Ruptura do tendão de aquiles: decúbito ventral ; joelho a 90°, movimenta o tendão para realizar movimentos de flexão planta e dorsiflexão); positivo se não movimentar. Teste de thompson

36 Testes especiais 1)Teste de kleigerSentado com joelho fletido 90°; segura o pé do paciente e tenta abduzir o ante-pé; sinal de positivo para lesão do ligamento deltoide se houver queixa de dor medial.


Carregar ppt "BIOMECÂNICA PÉ E TORNOZELO O pé é considerado como uma das mais importantes articulações do corpo, pois além de possuir importantes funções no suporte."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google