A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Habilidades para a vida Rosa Macedo e Equipe. Habilidades para a vida Auto-conhecimento Empatia Relações Interpessoais Manejo de emoções e sentimentos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Habilidades para a vida Rosa Macedo e Equipe. Habilidades para a vida Auto-conhecimento Empatia Relações Interpessoais Manejo de emoções e sentimentos."— Transcrição da apresentação:

1 Habilidades para a vida Rosa Macedo e Equipe

2 Habilidades para a vida Auto-conhecimento Empatia Relações Interpessoais Manejo de emoções e sentimentos Manejo de tensões e stress Auto-conhecimento Empatia Relações Interpessoais Manejo de emoções e sentimentos Manejo de tensões e stress

3 Habilidades para a vida Comunicação assertiva Pensamento crítico Pensamento criativo Solução de problemas Tomada de decisões Comunicação assertiva Pensamento crítico Pensamento criativo Solução de problemas Tomada de decisões

4 Habilidades para a vida Auto-conhecimento –Conhecer melhor nosso ser, caráter, fortalezas, oportunidades, atitudes, valores. Construir sentimentos de si mesmo, das outras pessoas e do mundo em que vivemos Auto-conhecimento –Conhecer melhor nosso ser, caráter, fortalezas, oportunidades, atitudes, valores. Construir sentimentos de si mesmo, das outras pessoas e do mundo em que vivemos

5 Dinâmica de auto-conhecimento Frases dentro das bexigas: –Eu gosto de.... –Minha comida predileta é... –Me irrito quando... –Fico alegre... –Eu sou capaz de... –Minha característica mais positiva é... –Eu sou um sucesso quando... –Fico triste quando... Frases dentro das bexigas: –Eu gosto de.... –Minha comida predileta é... –Me irrito quando... –Fico alegre... –Eu sou capaz de... –Minha característica mais positiva é... –Eu sou um sucesso quando... –Fico triste quando...

6 Habilidades para a vida Empatia –“Colocar-se no lugar” de outra pessoa, a fim de compreendê-la melhor e responder de forma solidária, de acordo com as circunstanciais. Empatia –“Colocar-se no lugar” de outra pessoa, a fim de compreendê-la melhor e responder de forma solidária, de acordo com as circunstanciais.

7 Dinâmica - Cosme e Damião Objetivos: - ajudar a conhecer de forma não ameaçadora. - explorar sentimentos do "tornar-se" a outra pessoa. - explorar as dimensões de um encontro curto. - aprender a escutar. Tempo: - 10 – 12 minutos, alunos de 2 em 2. Processo: - de 2 em 2 trabalhar no conhecimento mútuo para focalizar as características pessoais de cada um. Após 10 minutos, formar um círculo maior cabendo a cada participante apresentar o seu colega. Para a apresentação fica-se atrás do colega e fala na primeira pessoa, como se fosse o outro. Término: - discussão focalizando o que cada um sentiu durante o exercício. Objetivos: - ajudar a conhecer de forma não ameaçadora. - explorar sentimentos do "tornar-se" a outra pessoa. - explorar as dimensões de um encontro curto. - aprender a escutar. Tempo: - 10 – 12 minutos, alunos de 2 em 2. Processo: - de 2 em 2 trabalhar no conhecimento mútuo para focalizar as características pessoais de cada um. Após 10 minutos, formar um círculo maior cabendo a cada participante apresentar o seu colega. Para a apresentação fica-se atrás do colega e fala na primeira pessoa, como se fosse o outro. Término: - discussão focalizando o que cada um sentiu durante o exercício.

8 Habilidades para a vida Relações Interpessoais –Estabelecer e conservar as relações interpessoais significativas, assim como ser capaz de terminar aquelas que impedem o crescimento pessoal. Relações Interpessoais –Estabelecer e conservar as relações interpessoais significativas, assim como ser capaz de terminar aquelas que impedem o crescimento pessoal.

9 Dinâmica Redes –Cada um em uma folha de sulfite montar seu mapa de redes (Família nuclear, extensa, vizinhos, trabalho, recursos da comunidade, amigos, escola, igreja, etc) – Pizza do meu tempo! Cada participante recebe uma folha de sulfite com um círculo desenhado no meio e deverá marcar quanto tempo do seu dia gasta nas suas diferentes atividades. Redes –Cada um em uma folha de sulfite montar seu mapa de redes (Família nuclear, extensa, vizinhos, trabalho, recursos da comunidade, amigos, escola, igreja, etc) – Pizza do meu tempo! Cada participante recebe uma folha de sulfite com um círculo desenhado no meio e deverá marcar quanto tempo do seu dia gasta nas suas diferentes atividades.

10

11 Habilidades para a vida Manejo de Emoções e Sentimentos –Propor-se a aprender e a navegar pelo mundo das emoções e sentimentos, conquistando maior sintonia com o próprio mundo afetivo e o das outras pessoas, a fim de enriquecer a vida pessoal e as relações interpessoais. Manejo de Emoções e Sentimentos –Propor-se a aprender e a navegar pelo mundo das emoções e sentimentos, conquistando maior sintonia com o próprio mundo afetivo e o das outras pessoas, a fim de enriquecer a vida pessoal e as relações interpessoais.

12 Dinâmica - Barbante Resolvendo um problema – possibilidade ou impossibilidade? Objetivos: Promover a integração dos integrantes do grupo; Propiciar um contexto de auto-reflexão e autoconhecimento; Refletir sobre habilidades para um trabalho com famílias. Resolvendo um problema – possibilidade ou impossibilidade? Objetivos: Promover a integração dos integrantes do grupo; Propiciar um contexto de auto-reflexão e autoconhecimento; Refletir sobre habilidades para um trabalho com famílias.

13 Dinâmica - Barbante PROCEDIMENTOS: Dividir a turma formando duplas de pessoas que não se conheçam; Distribuir pedaços de barbante para os participantes medindo mais ou menos 60 cm; Dar as seguintes instruções: (passos 1 e 2 da ilustração): –Todos deverão amarrar as pontas do barbante nos pulsos, sendo que um dos parceiros deverá passar o seu barbante por cima do barbante do outro parceiro, antes de amarrar nos pulsos. –Demonstrar em uma dupla; –Todos deverão se soltar do parceiro sem desamarrar os pulsos, afrouxar ou cortar o barbante; –Deixar que as duplas tentem se soltar por mais ou menos 20 minutos; –Observar e, se possível, registrar e fazer observações de todos os comentários para que seja explorado no momento da discussão sobre a vivência. PROCEDIMENTOS: Dividir a turma formando duplas de pessoas que não se conheçam; Distribuir pedaços de barbante para os participantes medindo mais ou menos 60 cm; Dar as seguintes instruções: (passos 1 e 2 da ilustração): –Todos deverão amarrar as pontas do barbante nos pulsos, sendo que um dos parceiros deverá passar o seu barbante por cima do barbante do outro parceiro, antes de amarrar nos pulsos. –Demonstrar em uma dupla; –Todos deverão se soltar do parceiro sem desamarrar os pulsos, afrouxar ou cortar o barbante; –Deixar que as duplas tentem se soltar por mais ou menos 20 minutos; –Observar e, se possível, registrar e fazer observações de todos os comentários para que seja explorado no momento da discussão sobre a vivência.

14 Dinâmica - Barbante RESOLUÇÃO DO PROBLEMA (Passos de 3 a 5 da ilustração) (passo 3): um dos parceiros deverá passar o barbante por cima da mão do outro; (passo 4): Depois passar o seu barbante por baixo do barbante da mão do outro parceiro (A) e encaixar a mão desse parceiro na fenda que se formará (B); (passo 5): O parceiro que faz as passagens do barbante deve puxar o barbante. (passo 6) O problema está solucionado. RESOLUÇÃO DO PROBLEMA (Passos de 3 a 5 da ilustração) (passo 3): um dos parceiros deverá passar o barbante por cima da mão do outro; (passo 4): Depois passar o seu barbante por baixo do barbante da mão do outro parceiro (A) e encaixar a mão desse parceiro na fenda que se formará (B); (passo 5): O parceiro que faz as passagens do barbante deve puxar o barbante. (passo 6) O problema está solucionado.

15 Habilidades para a vida Manejo de tensões e sentimentos –Identificar oportunamente as fontes de tensão e estresse na vida cotidiana; saber reconhecer suas distintas manifestações e encontrar maneiras de eliminá-las de forma saudável. Manejo de tensões e sentimentos –Identificar oportunamente as fontes de tensão e estresse na vida cotidiana; saber reconhecer suas distintas manifestações e encontrar maneiras de eliminá-las de forma saudável.

16 Dinâmica - TÉCNICA DE SAÍDA Objetivos: Libertar de inibições pessoais contraídas; tirar o bloqueio das pessoas que se sentem imobilizadas, incapazes de mexer-se ou de fazer o que gostariam de fazer. Como Fazer: 1. O coordenador convida umas dez a doze pessoas para formar um círculo apertado, com os braços entrelaçados. 2. A seguir convida um participante, possivelmente uma pessoa contraída, para que fique de pé dentro do círculo. Objetivos: Libertar de inibições pessoais contraídas; tirar o bloqueio das pessoas que se sentem imobilizadas, incapazes de mexer-se ou de fazer o que gostariam de fazer. Como Fazer: 1. O coordenador convida umas dez a doze pessoas para formar um círculo apertado, com os braços entrelaçados. 2. A seguir convida um participante, possivelmente uma pessoa contraída, para que fique de pé dentro do círculo.

17 Dinâmica - TÉCNICA DE SAÍDA 3. Uma vez bem formado o círculo, a pessoa que está dentro recebe ordens para procurar sair do jeito que puder, por cima, por baixo ou arrebentando a corrente de braços. Os componentes do círculo tentam ao máximo contê-la e não deixá-la romper o cerco 4. Após uma tentativa de uns quatro a cinco minutos, pode-se prosseguir o exercício, trocando a pessoa que se encontra no meio do círculo. 5. Finalmente, uma vez terminada esta vivência, prosseguem-se os comentários.. 3. Uma vez bem formado o círculo, a pessoa que está dentro recebe ordens para procurar sair do jeito que puder, por cima, por baixo ou arrebentando a corrente de braços. Os componentes do círculo tentam ao máximo contê-la e não deixá-la romper o cerco 4. Após uma tentativa de uns quatro a cinco minutos, pode-se prosseguir o exercício, trocando a pessoa que se encontra no meio do círculo. 5. Finalmente, uma vez terminada esta vivência, prosseguem-se os comentários..

18 Habilidades para a vida Comunicação assertiva –Expressar-se com clareza e de forma apropriada ao contexto e à cultura em relação aos seus sentimentos, pensamentos e necessidades Comunicação assertiva –Expressar-se com clareza e de forma apropriada ao contexto e à cultura em relação aos seus sentimentos, pensamentos e necessidades

19 Dinâmica - Assertividade Procure imaginar como você se sentiria nas situações propostas e responda, numa escala de 0 a 10, onde 0 é totalmente confortável, e 10, totalmente desconfortável. - Pedir um favor a alguém - Pedir ajuda - Dizer a alguém de quem gosta que ele/ela fez algo que incomodou - Admitir seu desconhecimento sobre um assunto em discussão - Perguntar a alguém se você o ofendeu - Discutir com uma pessoa que criticou seu comportamento

20 Dinâmica - Assertividade –Expressar opinião diferente da pessoa com quem conversa - Criticar um amigo - Criticar o cônjuge - Expressar sua opinião com alguém que você não conhece muito - Contradizer alguém mesmo sabendo que vai decepcioná-lo - Cumprimentar alguém por sua competência ou criatividade Se você totalizar mais de 59 pontos, está com dificuldade de lidar com as situações e seria importante se você verificasse de que maneiras essas dificuldades estão interferindo em sua vida. –Expressar opinião diferente da pessoa com quem conversa - Criticar um amigo - Criticar o cônjuge - Expressar sua opinião com alguém que você não conhece muito - Contradizer alguém mesmo sabendo que vai decepcioná-lo - Cumprimentar alguém por sua competência ou criatividade Se você totalizar mais de 59 pontos, está com dificuldade de lidar com as situações e seria importante se você verificasse de que maneiras essas dificuldades estão interferindo em sua vida.

21 Habilidades para a vida Pensamento crítico –Ser capaz de chegar a conclusões próprias sobre a realidade. A pessoa crítica se pergunta, investiga, e não aceita as coisas sem questionamentos Pensamento crítico –Ser capaz de chegar a conclusões próprias sobre a realidade. A pessoa crítica se pergunta, investiga, e não aceita as coisas sem questionamentos

22 Dinâmica - Tribunal Objetivos: A partir de um tema polêmico, dois grupos, um contra e outro a favor do tema defendem seu pontos de vista em relação ás suas posições. Tema: aborto /porte de armas Como Fazer: Cada grupo discute entre si seus argumentos e se prepara para o debate. O coordenador serve de mediador do debate. Depois os grupos mudam de posição e quem defende passa a ser do contra e quem era do contra passa a ser a favor. Objetivos: A partir de um tema polêmico, dois grupos, um contra e outro a favor do tema defendem seu pontos de vista em relação ás suas posições. Tema: aborto /porte de armas Como Fazer: Cada grupo discute entre si seus argumentos e se prepara para o debate. O coordenador serve de mediador do debate. Depois os grupos mudam de posição e quem defende passa a ser do contra e quem era do contra passa a ser a favor.

23 Habilidades para a vida Pensamento criativo –Utilizar-se da razão e da paixão (emoções, sentimentos, intuição, fantasias e instintos, entre outros) a fim de perceber as situações sob diferentes perspectivas, que permitam inventar, criar e empreender com originalidade. Pensamento criativo –Utilizar-se da razão e da paixão (emoções, sentimentos, intuição, fantasias e instintos, entre outros) a fim de perceber as situações sob diferentes perspectivas, que permitam inventar, criar e empreender com originalidade.

24 Dinâmica Nove pontos (Watzlawick) Cada participante recebe uma folha de jornal dobrada em (4 ou ao meio??) e deve recortar a folha de modo que ela passe pelo seu corpo Nove pontos (Watzlawick) Cada participante recebe uma folha de jornal dobrada em (4 ou ao meio??) e deve recortar a folha de modo que ela passe pelo seu corpo

25 Ligar os 9 pontos através de 4 segmentos sem tirar o lápis do papel

26

27 Habilidades para a vida Solução de problemas e conflitos –Lidar com os problemas e conflitos da vida diária de forma flexível e criativa, identificando nestas dificuldades oportunidades de mudança e crescimento pessoal e social Solução de problemas e conflitos –Lidar com os problemas e conflitos da vida diária de forma flexível e criativa, identificando nestas dificuldades oportunidades de mudança e crescimento pessoal e social

28 Dinâmica

29 Habilidades para a vida Tomada de decisão –Avaliar as diferentes possibilidades, levando em conta as necessidades, critérios e as conseqüências das decisões, não somente na própria vida como também na do próximo Tomada de decisão –Avaliar as diferentes possibilidades, levando em conta as necessidades, critérios e as conseqüências das decisões, não somente na própria vida como também na do próximo

30 Dinâmica – A fuga Material: caneta e papel Objetivo: Aprender a tomar decisão Buscar alternativas e soluções para um problema Deve-se desenvolver uma situação imaginária difícil (como sair de uma cela onde se está preso) para a qual existem diversas opções, mas apenas uma é a correta e será descoberta aplicando a lógica. Se escolher outra, sofrerá as conseqüências. Material: caneta e papel Objetivo: Aprender a tomar decisão Buscar alternativas e soluções para um problema Deve-se desenvolver uma situação imaginária difícil (como sair de uma cela onde se está preso) para a qual existem diversas opções, mas apenas uma é a correta e será descoberta aplicando a lógica. Se escolher outra, sofrerá as conseqüências.

31 Um amigo nosso foi para um país da África e teve a péssima idéia de ir colher tâmaras da palmeira real, a coisa mais proibida no país. Ele foi pego e condenado a duzentos anos de reclusão na prisão de máxima segurança do reino. A prisão tinha 4 saídas, todas conectadas com a cela e cujas portas sempre estavam abertas. Agora, bem, entre a cela de nosso amigo e a liberdade havia uns quartos, cada um mais perigoso que o outro. Um amigo nosso foi para um país da África e teve a péssima idéia de ir colher tâmaras da palmeira real, a coisa mais proibida no país. Ele foi pego e condenado a duzentos anos de reclusão na prisão de máxima segurança do reino. A prisão tinha 4 saídas, todas conectadas com a cela e cujas portas sempre estavam abertas. Agora, bem, entre a cela de nosso amigo e a liberdade havia uns quartos, cada um mais perigoso que o outro.

32 No primeiro quarto havia 3 ferozes e famintos leões; no segundo mais de 20 serpentes venenosas esperando que alguma coisa caísse; no terceiro, o teto era uma enorme lupa que multiplicava os raios do sol por mil e torrava tudo o que passasse por baixo dela; finalmente, no último quarto esperavam 4 guardiões de uma tribo de canibal que estavam cansados de só comer verdura.

33 O nosso amigo tinha que ir para Londres, a negócios, depois de alguns dias. Portanto estudou o assunto e encontrou uma forma de fugir sem sofrer danos irreparáveis. Como ele fez? O nosso amigo tinha que ir para Londres, a negócios, depois de alguns dias. Portanto estudou o assunto e encontrou uma forma de fugir sem sofrer danos irreparáveis. Como ele fez?


Carregar ppt "Habilidades para a vida Rosa Macedo e Equipe. Habilidades para a vida Auto-conhecimento Empatia Relações Interpessoais Manejo de emoções e sentimentos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google