A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Aldo Lacerda Brasileiro Incidência de trombose venosa profunda de membros inferiores em pacientes submetidos à operação para tratamento da obesidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Aldo Lacerda Brasileiro Incidência de trombose venosa profunda de membros inferiores em pacientes submetidos à operação para tratamento da obesidade."— Transcrição da apresentação:

1 1 Aldo Lacerda Brasileiro Incidência de trombose venosa profunda de membros inferiores em pacientes submetidos à operação para tratamento da obesidade mórbida Projeto de pesquisa apresentado a Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina para a obtenção do titulo de mestre em ciências. São Paulo

2 2 1. Introdução 1.1.Contexto –Vários relatos de óbito após operação para tratamento da obesidade. –48% dos cirurgiões da Sociedade Americana Cirurgia Bariátrica têm pelo menos um óbito por TEV (Wu, 2000). Wu EC, Barba CA. Current practices in the prophylaxis of venous thromboembolism in bariatric surgery. Obes Surg 2000; 10:7-14.

3 3 1. Introdução 1.1.Contexto –Derivação gástrica - Baixo incidência de Trombose Venosa (Printen, 1978). –Enoxaparina 60mg/dia – 5,4% TVP x 80mg/dia – 0,6% TVP (Scholten, 2002). Printen KJ, Miller EV, Mason EE. Venous thromboembolisn in the morbily obese. Surg Gynecol Obstet 1978; 147: Scholten DJ, Hoedema RM, Scholten SE. A comparison of two different prophylatic dose regime of low molecular weight heparin in bariatric surgery. Obes Surg 2002; 12:

4 4 1. Introdução 1.1.Contexto –Mulheres obesas em uso de contraceptivo hormonal, têm risco 10 vezes maior para TVP (Abdollahi, 2003). Abdollahi M, Cushman M, Rosendal FR. Obesity: risk of venous thrombosis and the interaction With coagulation factor levels and oral contracepitive use. Thromb Haemost 2003; 89:

5 5 1. Introdução 1.2. Hipótese –A incidência de trombose venosa profunda de membros inferiores em pacientes submetidos a operação para tratamento da obesidade é 6% Objetivo –Determinar a incidência de trombose venosa profunda de membros inferiores em pacientes submetidos à operação para tratamento da obesidade mórbida.

6 6 2. Métodos Comitê de Ética em Pesquisa CEP do HSR nº 08/04 aprovado 16/09/04 CEP da UNCISAL nº 279 aprovado 13/10/04 Resolução 196/96 Declaração de Helsinque 2.1. Tipo de Estudo: –Estudo de Incidência Local do Estudo: –Hospital privado de cuidados terciários (Hospital São Rafael – Salvador BA). Hospital com 345 leitos, 3 unidades de terapia intensiva, 3 unidades semi-intensiva, 2 centros cirúrgicos, todas as especialidades, residências médicas.

7 7 2. Métodos 2.3. Amostra – Critérios de inclusão: Pacientes com índice de massa corpórea ≥ 35 kg/m 2 submetidos à operação – IMC = peso (kg) / altura (m2)  OMS Pacientes maiores de 18 anos

8 8 2. Métodos Classe de obesidadeIMC Sub-peso< 18,5 Normal18,5 – 24,9 Sobrepeso25 – 29,9 ObesidadeI ,9 ObesidadeII35 – 39,9 Extremo ObesoIII≥ 40 IMC Peso(kg) / Altura(m 2 )  OMS INS

9 9 2. Métodos 2.3. Amostra – Critérios de inclusão: Cirurgia IMC ≥ 35kg/m 2 – Mal absorção DBP (scopinaro, 1996) – Restritiva: gastroplastia (banda gástrica) Balão gástrico – Combinada: Derivação gástrica – gastrojejunostomia e reconstrução em “Y de Roux”

10 10 2. Métodos 2.3. Amostra – Critérios de exclusão Pacientes com diagnóstico prévio de trombose venosa profunda de membros inferiores. Pacientes com distúrbio psiquiátrico. População indígena. Pacientes gestantes. Pacientes menores de 18 anos

11 11 2. Métodos 2.3. Amostra – Amostragem Inclusão consecutiva por conveniência de pacientes que irão submeter-se à operação para tratamento da obesidade mórbida.

12 12 2. Métodos 2.3. Amostra – Consentimento livre e esclarecido: Pacientes serão abordados pelo pesquisador principal e informado sobre a pesquisa.

13 13 2. Métodos 2.4. Variáveis – Variável Primária: Trombose Venosa Profunda de Membros Inferiores. –A trombose venosa profunda é a formação aguda de trombo no sistema venoso profundo.

14 14 2. Métodos 2.4. Variáveis – Variável Primária: Aparelho Toshiba – Modelo Eccocee SSA 340A. Transdutores linear de 7,5 MHz e convexa de 3,5 MHz.

15 15 2. Métodos 2.4. Variáveis – Variável Primária: Paciente em decúbito dorsal: Femoral Paciente sentado: poplítea, tibiais e musculares.

16 16 2. Métodos 2.4. Variáveis – Variável Primária: –Ultrassonografia com Doppler: Compressão, Doppler Colorido.

17 17 2. Métodos 2.4. Variáveis – Variável Primária: Será investigada pelo pesquisador principal e pelo pesquisador secundário. Pré operatório, 2ª semana pós-operatório, 5ª semana pós-operatório

18 18 2. Métodos 2.4. Variáveis Variáveis Secundárias Sexo, idade, raça, grupo sanguíneo Embolia pulmonar Doenças associadas à obesidade Tipo de cirurgia Tipo de profilaxia para TVP Óbito

19 19 2. Métodos 2.5. Método Estatístico – Cálculo do tamanho da amostra –Estimando uma população de obesos operados –Esperando uma incidência de 6% –Com variação da incidência de ±5% –Nível de confiança de 95% Se estimou um tamanho amostral de 122 pacientes Colton T. Statistics in Medicine. Little Brown & Co Feinstein AR. Principles of Medical Statistics. New York: Chapman & Hall/CRC 2002.

20 20 2. Métodos 2.5. Método Estatístico – Análise estatística Na descrição das variáveis contínuas será usada a média com o desvio padrão, podendo ainda ser usada a mediana e a moda. Variáveis categóricas serão descritas através de percentuais. Colton T. Statistics in Medicine. Little Brown & Co Feinstein AR. Principles of Medical Statistics. New York: Chapman & Hall/CRC 2002.

21 21 2. Métodos 2.5. Método Estatístico – Análise estatística Teste de hipóteses comparativas –Variáveis contínuas - será utilizado o teste t de Student ou o Mann-Whitney –Variáveis categóricas - será utilizado o teste do qui- quadrado ou o teste exato de Fisher O erro tipo alfa será de 5% com avaliação bicaudal e o intervalo de confiança de 95% Colton T. Statistics in Medicine. Little Brown & Co Feinstein AR. Principles of Medical Statistics. New York: Chapman & Hall/CRC 2002.


Carregar ppt "1 Aldo Lacerda Brasileiro Incidência de trombose venosa profunda de membros inferiores em pacientes submetidos à operação para tratamento da obesidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google