A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DESENVOLVENDO OS CAMINHOS PARA A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO MARIA REGINA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DESENVOLVENDO OS CAMINHOS PARA A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO MARIA REGINA."— Transcrição da apresentação:

1 DESENVOLVENDO OS CAMINHOS PARA A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO MARIA REGINA

2 Saúde é um estado de completo bem estar físico, mental e social, não apenas a ausência de doença ou enfermidades.” OMS “ A saúde para cada homem, mulher é ter meios de traçar um caminho pessoal e original, em direção ao bem-estar físico, psíquico e social.” C. Dejour

3 A saúde é antes de tudo uma sucessão de compromissos com a realidade. São compromissos que assumimos, e que mudam, que reconquistamos, redefinimos, onde perdemos e ganhamos. A saúde não é um estado de estabilidade, o predominante no funcionamento do organismo humano é a mudança.

4 Saúde é algo que se constrói através do exercício consciente da não agressão a si próprio, e da informação independente e crítica.

5 INFORMAÇÃO É PODER  POSSO ESCOLHER OS CAMINHOS POSSÍVEIS  POSSO REMOVER OS OBSTÁCULOS

6 Teste da Qualidade de Vida - Associação Brasileira de Qualidade de Vida ABQV 1. Procuro realizar alguma atividade física por, pelo menos, 30 minutos por dia, cinco vezes por semana. 2. Escovo os dentes após as refeições e vou ao dentista todos os anos. 3. Procuro alongar-me por, pelo menos, 5 minutos por dia. 4. Procuro manter o meu peso em níveis adequados. 5. Procuro alimentar-me com, pelo menos, cinco porções de frutas e vegetais (uma unidade ou meia xícara), todos os dias. 6. Evito comer alimentos ricos em gorduras, como frituras, carnes gordas, leite integral. 7. Evito fumar. 8. Procuro dormir de 6 a 8 horas por dia. 9. Procuro ir ao médico anualmente, para os exames de rotina. 10. Protejo minha pele da exposição excessiva aos raios solares.

7 11. Procuro praticar um gesto de gentileza, pelo menos, uma vez por mês. 12. Procuro resolver os conflitos com as outras pessoas de maneira positiva e respeitosa. 13. Procuro estabelecer metas realistas para minha vida. 14. Procuro manter-me informado sobre o que se passa no mundo social, político e atualidades. 15. Procuro aprender coisas novas em livros, revistas, jornais e internet. 16. Procuro manter e melhorar as relações com a família e os amigos 17. Procuro sempre aproveitar as oportunidades para aprender e ganhar experiência. 18. A minha vida tem sentido. 19. Procuro me interessar em conhecer o ponto de vista das outras pessoas e gosto de compartilhar conhecimentos 20. Participo de atividades na minha comunidade.

8 Nossos problemas mais sérios de saúde e de doença estão ligados com o estilo de vida e o comportamento. Estes são os principais responsáveis papel bem-estar individual e pelo nível de qualidade de vida de uma comunidade A saúde é determinada por um conjunto de fatores agrupáveis em quatro categorias:

9 ORGANIZAÇÃO DA ATENÇÃO A SAUDE AMBIENTE INCUÍDO O DO TRABALHO ESTILO DE VIDA SAÚDE HUMANA

10 ? Promoção de Saúde na Carta de Ottawa (1986): Um processo que visa criar condições que permitam aos indivíduos e aos grupos controlar a sua saúde, a dos grupos onde se inserem e ao mesmo tempo, agir sobre os fatores que a influenciam

11 . NR-32. OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO Esta NR tem por finalidade estabelecer as diretrizes básicas para a implementação de medidas de proteção à segurança e à saúde dos TRABALHADORES EM SERVIÇOS DE SAÚDE, bem como daqueles que exercem atividades de promoção e assistência à saúde em geral.

12 Para fins de aplicação desta NR entende- se por serviços de saúde qualquer edificação destinada à prestação de assistência à saúde da população, e TODAS AS AÇÕES DE PROMOÇÃO, RECUPERAÇÃO, ASSISTÊNCIA, PESQUISA E ENSINO EM SAÚDE em qualquer nível de complexidade

13 Atendimentos Atendimentos médicos Trabalhador da enfermagem % Outros % Total % Perícias médicas5.2% Exames periódicos7,5% Das 20 categorias de diagnósticos obtidos, 13 podem relação com o trabalho. A relação entre doença e trabalho ocorreu em 18,15% dos diagnósticos o que significa que a cada 5, 1 é relacionado ao trabalho. Indica poucas ações preventivas 92,5% ações curativas

14 Atendimentos psicológicos Trabalhador da enfermagem 54,9% Outros45,1% Total100% Indica sofrimento psíquico no trabalho

15 DO QUE ADOECEM OS TRABALHADORES DA SAÚDE? 1.) DOENÇAS OSTEOMUSCULARES RELACIONADAS AO TRABALHO – DORT/LER; 2.) DOENÇAS MENTAIS; 3.) ACIDENTES DE TRABALHO –  FERIMENTOS PÉRFURO-CORTANTES;  TÍPICOS. 4.) OUTRAS -  DOENÇAS INFECCIOSAS RELACIONADAS AO TRABALHO;

16 CONDIÇÕES RELACIONADAS AO TRABALHO QUE PROPICIAM DOENÇAS OCUPACIONAIS condições do ambiente físico: agentes de risco físico, ruídos, vibrações, temperaturasanormais,pressõesanormais,r adiações ionizantes,radiações não- ionizantes,iluminação e umidade; agentes de risco químico, substância, compostos ou produtos químicos em suas diversas formas de apresentação: líquida, sólida, plasma, vapor, poeira, névoa, neblina, gasosa e fumo. (manipulação de quimioterápico antineoplásico é o mais grave); agentes de risco biológico, microrganismos,geneticamente modificados ou não; as culturas de células; os parasitas; as toxinas e os príons. 

17 agentes de risco ergonômico, esforço físico excessivo, levantamento, transporte e descarga manual de peso, controle rígido de produtividade, ritmo excessivo de trabalho, jornadas de trabalho prolongadas, trabalho em turno e noturno, monotonia, repetitividade, postura inadequada de trabalho, mobiliário e equipamentos impróprios, condições ambientais dos postos de trabalho e organização do trabalho. agentes de risco de acidente, são ligados à proteção das máquinas, arranjos físicos, ordem e limpeza do ambiente de trabalho, sinalização, rotulagem de produtos e outros que podem levar a acidentes de trabalho

18 CONDIÇÕES RELACIONADAS AO TRABALHO QUE PROPICIAM DOENÇAS OCUPACIONAIS condições ambientaisemocionais(organizacionais ergonômicos e psicossociais) situações críticas, sobrecarga de trabalho; precariedade de meios para executar as tarefas; falta de treinamento para o trabalho; falta de reconhecimento profissional baixos salários sem benefícios adicionais; ausência de plano de carreira e/ou incentivos

19 carga mental (relações interpessoais e situações dramáticas); carga afetiva, ambiente de trabalho envolto em dor, sofrimento e morte; esquema de trabalho, trabalho em turnos e noturno (o isolamento); relação de trabalho precária (temporário, terceirizados, cooperativados, sem garantias trabalhistas). condições pessoais: físicas e emocionais

20 RESULTADOS OBTIDOS - PESQUISAS INTERNACIONAIS Resultados positivos obtidos com a implantação da Ginástica Laboral: Para cada dólar investido em Ginástica Laboral retornam 4 dólares para a empresa (PAIXÃO, 1999); GENERAL MILLS verificou um aumento de 69% do absenteísmo em colaboradores não participantes da Ginástica Laboral e observou um decréscimo de 19% no absenteísmo nos participantes do programa (WOOD, 1999); A CONTROL DATA dos EUA economizou $1.8 milhões de dólares em 7 anos com a redução de gastos médicos e absenteísmo após o início do programa de Ginástica Laboral (JOSÉ, 1999); A JOHNSON & JOHNSON dos EUA economizou $378 dólares por empregado após o início do programa de Ginástica Laboral (JONES, 1999).

21 A SAÚDE DO TRABALHADOR DA SAÚDE Profissional de saúde não fica doente Doença é para o paciente. Para mim não! Ir ao médico? Eu não! Sou médico, enfermeiro, fisioterapeuta, técnico, de Raio X, de enfermagem, sei como me cuidar..... Viu a fulana? Para mim ela não tem nada, é puro pirepaque e do cruzado. Fraturou? Com um tombinho daquele?

22 O CAMINHO PARA A MUDANÇA REVISÃO DE CONCEITOS QUEM CUIDA PRECISA SER FORTE. VIVO COM A DOENÇA SOU IMUNE A ELA. ESTOU AQUI PARA CUIDAR, NÃO PARA SER CUIDADO. AQUILO QUE CURA NÃO VAI ME CAUSAR DANO MENTIRAS – AUTO ENGANO

23 O CAMINHO PARA A MUDANÇA REVISÃO DE CONCEITOS DESCASO: DA PRÓPRIA PESSOA; DE QUEM CUIDA DO TRABALHADOR; DOS COMPANHEIROS DE TRABALHO; DA FAMÍLIA; DA SOCIEDADE

24 O CAMINHO PARA A MUDANÇA Para os trabalhadores de saúde  ADOECE COMO TODOS OS OUTROS.  ACIDENTA-SE COMO TODOS.  SOFRE COM A DOR COMO TODOS.  EMOCIONA-SE COMO TODOS 

25  NÃO MAIS RELATAR UMA DOR DESCULPANDO-SE POR ESTAR COM ELA REVISÃO DE CONCEITOS O CAMINHO PARA A MUDANÇA RESGATE DO HUMANO NO TRABALHADOR DE SAÚDE

26 VISÃO PROFISSIONAL DA SAÚDE DO TRABALHADOR DE SAÚDE QUEM CUIDA, OU QUEM CONTRIBUI PARA O CUIDAR TAMBÉM ADOECE

27 Ainda que eu tivesse o dom da profecia, o conhecimento de todos os mistérios e de toda a ciência; ainda que eu tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tivesse o amor, eu não seria nada. I Cor 13,2


Carregar ppt "DESENVOLVENDO OS CAMINHOS PARA A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO MARIA REGINA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google