A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIRIGENTE: Sim, a VIDA é bonita e é bonita. É bonita a VIDA que vemos em cada um de vocês. É bonita a VIDA expressa na alegria do reencontro. É bonita.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIRIGENTE: Sim, a VIDA é bonita e é bonita. É bonita a VIDA que vemos em cada um de vocês. É bonita a VIDA expressa na alegria do reencontro. É bonita."— Transcrição da apresentação:

1

2 DIRIGENTE: Sim, a VIDA é bonita e é bonita. É bonita a VIDA que vemos em cada um de vocês. É bonita a VIDA expressa na alegria do reencontro. É bonita a VIDA que se abre para acolher tantos rostos novos, que aos poucos vão sendo identificados em sua singularidade e riqueza. É a VIDA que é bonita e é bonita.

3 E é por acreditarmos na VIDA, em sua beleza, em seu VALOR insubstituível, que com muita alegria nos reunimos aqui, para juntos, celebrarmos a abertura do nosso Ano Letivo de 2008, que teve início no dia 07 deste mês, mas que hoje, de maneira muito especial, queremos com Paula Montal, Fundadora das Irmãs Escolápias, optarmos pela VIDA, assim como nos pede a Campanha da Fraternidade deste ano, que tem como LEMA: Escolhe, pois, a vida.

4 DIRETORA: Com esta mesma alegria, queridos alunos, professores, funcionários e Irmãs Escolápias quero dar a cada um de vocês as boas vindas ao nosso Colégio São José.

5 De coração repleto de vida, nos reunimos para louvarmos a Deus o mais precioso dom que Ele nos dá, a VIDA. E de maneira muito especial, queremos também agradecer ao nosso bom Deus, a VIDA exemplar de Madre Paula Montal, que hoje celebramos. A exemplo dela queremos este ano de 2008 optarmos pela VIDA.

6 E, ESCOLHER A VIDA, como nos convida e nos estimula da Campanha da Fraternidade deste ano, significa como mesmo nos aponta seu o objetivo geral, defender e promover a vida humana, desde a sua concepção até a sua morte natural, compreendida como dom de Deus e co-responsabilidade de todos na busca de sua plenificação, a partir da beleza e do sentido da vida em todas as circunstâncias, e do compromisso ético e do amor fraterno.

7 Para alcançarmos tão amplo objetivo, precisamos em nossa ação cotidiana, dia- a-dia termos uma atitude de ACOLHIDA a toda e qualquer manifestação da VIDA que nos rodeia. Somos convocados a acolher-nos mutuamente. Acolher o outro que vem ao nosso encontro, acolher o outro que, às vezes se retraí e necessita de minha aproximação, acolher o outro com respeito, com amizade, com amor e compreensão.

8 Que nossas relações aqui em nossa Escola, em nossas famílias, em nosso círculo social sejam expressões de nossa OPÇÃO pela VIDA; pois sabemos e experimentamos que a VIDA é DOM, mas que necessita de nosso carinho e atenção.

9 COORDENADORA: A missão de cuidar da VIDA, de vivê-la plenamente, com dignidade é um compromisso que recebemos desde o momento de nosso nascimento. Ao olharmos um pouco para trás, descobriremos em nossa história personalidades que souberam dizer sim a VIDA, demonstrando esta sua escolha em sua ação diária, em seu modo de ser, de se posicionar diante dos desafios que a própria vida nos coloca. Relembremos algumas destas personalidades:

10 PROFESSORES: Jesus Cristo, Gandhi, Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dorothy Stang, João Paulo II, Martin Luther King, Madre Paula Montal,... DIRIGENTE: Hoje, pensemos um pouco na vida de Paula Montal. Mulher de nacionalidade espanhola, que a seu tempo e, em meio aos conflitos de sua época, soube escolher a VIDA e por ela trabalhar.

11 COORDENADORA: Provavelmente, estamos nos perguntando: de que forma Paula Montal viveu? Onde ela se inspirou e, como aprendeu a escolher a VIDA? Acompanhemos o que nossos alunos têm para nos dizer de Paula Montal e com certeza descobriremos qual foi a sua fonte inspiradora.

12 ALUNA: Bem- aventurados os pobres de espírito... (Mt 5,3) Paula Montal encontrou somente em Deus sua riqueza, se entregou com amor aos simples e às crianças, deu de graça o que recebeu de graça... e sua vida foi um morrer para ajudar a crescer.

13 Paula Montal viveu com serenidade e alegria... e aceitou das mãos de Deus-Pai os acontecimentos de cada dia. ALUNO: Bem-aventurados os mansos... (Mt 5,4)

14 Paula buscou preferentemente o pobre e o débil, a quem mais necessitava de ajuda, e com suas escolas quis libertar o ser humano da ignorância. ALUNA: Bem-aventurados os que choram... (Mt 5,5)

15 Paula sempre teve fome e sede de Deus, de que teu nome fosse louvado por infinitos corações. ALUNO: Bem-aventurados os que têm fome e sede...(Mt 5,6)

16 Escolápia que revelou às crianças e aos que lhe rodeavam o amor do Pai, rico em misericórdia, doando-se a todos, especialmente aos mais necessitados de amor. ALUNA: Bem-aventurados os misericordiosos... (Mt 5,7)

17 ALUNO: Bem-aventurados os limpos de coração... (Mt 5,8) Mulher que buscou a retidão e a verdade com um coração simples, porque apoiou sua fidelidade na fidelidade de Deus... porque para Ele foi todo inteiro seu coração.

18 Paula viveu a paz e a alegria, sinal da presença de Deus e, soube semear em torno de si estes valores tão preciosos. ALUNA: Bem-aventurados os pacíficos... (Mt 5,9)

19 ALUNO: Bem-aventurados os que padecem perseguição... (Mt 5,10) Paula Montal enfim, encontrou em sua obra, a Escola Pia, a cruz da solidão e do esquecimento... e a levou com alegria, unido-se à cruz de Cristo Jesus.

20 DIRIGENTE: Como nos foi apresentado, Paula Montal, mulher sábia e atenta aos sinais de seu tempo, viveu sua vida apoiada e orientada pela Palavra de Deus, sobretudo na vivência das bem- aventuranças. TODOS: Ajudá-nos Senhor, a viver como Paula Montal, apoiados em sua PALAVRA.

21 DIRIGENTE: Como acompanhamos, a vida se manifesta em nós de diversas formas. Cada um de nós tem a responsabilidade e o compromisso de conduzir a sua própria vida, dando a ela o seu devido valor. Pois, o ambiente que vivemos, o mundo que temos é construído dia a dia com a participação individual de cada um de nós. E a sociedade que temos, é a sociedade que queremos? É uma sociedade que promove e opta pela VIDA? Qual é a minha participação nesta realidade?

22

23

24

25

26

27 PROFESSOR: O que podemos fazer diante de tão deprimente realidade? Temos alternativa a não ser nos acostumar com tanta violência, tanto desrespeito e descaso com a VIDA? Temos forças para reagir e mudar este retrato? Podemos fazer alguma coisa? Como?

28 DIRETORA: Sim, não desanimemos diante destes inúmeros desafios. Podemos sim modificar esta situação. A transformação começa em cada um de nós e, em cada ação responsável diante do maior dom que temos, a VIDA. Vejam como a VIDA ainda prevalece. A VIDA que clama de nós a atenção, o respeito, a fraternidade, a solidariedade, o compromisso, o cuidado, a opção por continuar VIVENDO.

29

30

31

32

33

34

35 TODOS: Eis aqui o mundo que queremos continuar construindo. Uma sociedade que respeita a individualidade de cada ser, que cuida da natureza, que promove a paz, que estabelece relações sinceras, fraternas, solidárias e, que enfim sabe e quer ESCOLHER A VIDA.

36 DIRIGENTE: Paula Montal é a mestra que nos ensina a ESCOLHER A VIDA. É a Mestra que sempre escolheu a VIDA, porque sempre sonhou. Sempre teve sonhos que a impulsionasse, que não a deixava cruzar os braços diante dos desafios e obstáculos que a realidade lhe apresentava.

37 Paula Montal é a mestra que firmou os pés no chão, na realidade que a rodeava, mas que também soube fixar os seus olhos e coração nos céus, na plenitude e, assim encontrar forças para realizar seus sonhos, seus propósitos em favor de cada VIDA que a rodeava. Aprendamos dela: firmar nos pés nos chão e, colocar nosso olhar em Deus que nos chama para ESCOLHER A VIDA.

38 Põe os pés na terra, coração e cabeça no céu, e então tu verás um milhão de pombinhas voando. Não há outra lei que o amor, para amar estamos feitos: é o que te faz crescer, Deus nos quer realizando sonhos. Porque vale a pena sonhar, reinventar o que crês já tão certo, é a vida como um mar em contínuo movimento.

39 Quisera dedicar minha vida às meninas, argila sem modelar: elas serão meu empenho, elas serão meu mar. Imagina-as, mulheres completas, mestras que ensinam a amar; com Deus cada família será vida e altar. Porque vale a pena sonhar, reinventar o que crês já tão certo, é a vida como um mar em contínuo movimento.

40 Põe os pés na terra, coração e cabeça no céu, e então tu verás um milhão de pombinhas voando. Não há outra lei que o amor, para amar estamos feitos: é o que te faz crescer, Deus nos quer realizando sonhos. Porque vale a pena... SONHAR.

41 DIRETORA: Neste ano de 2008, assim como fez Madre Paula Montal há mais de 175 anos, queremos continuar sonhando; pois, são nossos sonhos que nos motivam, nos impulsionam a voar em direção da paz, do amor, do diálogo, do respeito, da vida. E, em sinal deste nosso compromisso com a vida, como irmãos de um mesmo PAI, rezemos juntos a oração que o próprio Cristo nos ensinou. Pai-nosso...


Carregar ppt "DIRIGENTE: Sim, a VIDA é bonita e é bonita. É bonita a VIDA que vemos em cada um de vocês. É bonita a VIDA expressa na alegria do reencontro. É bonita."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google