A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula dada para uma turma da enfermagem na FIO A dor, de qualquer tipo, tira a dignidade do ser humano, e necessita ser abolida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula dada para uma turma da enfermagem na FIO A dor, de qualquer tipo, tira a dignidade do ser humano, e necessita ser abolida."— Transcrição da apresentação:

1

2 Aula dada para uma turma da enfermagem na FIO

3 A dor, de qualquer tipo, tira a dignidade do ser humano, e necessita ser abolida.

4 Nas sociedades antigas, a dor, sem outra causa aparente como o traumatismo, era atribuída à invasão do corpo por maus espíritos e como punição dos deuses.. A dor continua sendo uma das grandes preocupações da Humanidade. Desde os primórdios do ser humano, o homem busca meios para aliviar a dor. A dor é sempre subjetiva.. A expressão da dor varia não somente de um indivíduo para outro, mas também de acordo com as diferentes culturas.

5 Experiência sensitiva e emocional desagradável associada ou relacionada a lesão real ou potencial dos tecidos. Cada indivíduo aprende a utilizar esse termo através das suas experiências anteriores.” IASP- Internacional Association for the Study of Pain AIED DOR

6 Vencer el dolor, vencer los tabúes Los medios que permiten evitar el dolor en el curso de una intervención quirúrgica son fru­to de una de las más largas series de descubrimientos de la historia.

7 ANESTESIA De origem grega, a palavra quer dizer "sem sensibilidade". É o estado de total ausência de dor durante um procedimento.

8 (1882), de Robert Hinckley.. Ilustra a primeira demonstração pública com êxito de uma anestesia. 16 de outubro de 1846 DIA DO ANESTESISTA

9 Na verdade a primeira anestesia foi esta Michelangelo, (Capela Sistina, Vaticano)

10 Gênesis Então o Senhor Deus fez cair UM SONO PROFUNDO sobre o homem e ELE ADORMECEU Tirou-lhe uma das costelas e fechou o lugar com carne. Depois, da costela tirada do homem, o Senhor Deus formou a mulher e apresentou ao homem.

11 HISTORIA DA ANESTESIA

12 CONTENÇÃO CONCUSSSÃO ESTRANGULAMENTO DORMIDEIRA BEBIDA ALCOOLICA INALATORIA GERAL ENDOVENOSA

13 HISTORIA DA ANESTESIA CONTENÇÃO O cirurgião tinha uma equipe com cinco profisionais para a contenção 2 nos braços 2 nas pernas 1 na cabeça 5 anestesistas

14 HISTORIA DA ANESTESIA CONCUSSÃO COLOCAVA UMA TIGEELA DE MADEIRA SOBRE A CABEÇA E GOLPEAVA ATE O PACIENTE PERDER A CONSCIENCIA O anestesista era treinado para golpear a tigela com força suficiente para quebrar uma amendoa deixando o cranio intacto

15 -3000 A.C. Los asirios conocían un método eficaz para causar "anestesia", aunque no exento de peligro, comprimiendo la carótida a nivel del cuello con la consiguiente isquemia cerebral y la aparición de un estado comatoso lo cual era aprovechado para la cirugía. Usado na Italia no seculo XVII ESTRANGULAÇÃO

16 HISTORIA DA ANESTESIA A.C. A los niños del antiguo Egipto se les administraba adormidera por las noches para que dejaran descansar a sus padres A.C. Hipócrates usa la "esponja soporífera", impregnada con una preparación de opio, beleño y mandrágora. Hipócrates decía que, una vez reconocida la lesión, el cirujano debía "preparar adecuadamente el campo, colocarse en un lugar bien iluminado, tener las uñas cortas y ser hábil en el manejo de los dedos, sobre todo el índice y el pulgar. DORMIDEIRA

17 ESPONJA SOPORIFERA componentes: ópio, suco de amoras amargas, suco de eufórbia, suco de meimendro, suco de mandrágora, suco de hera, sementes de bardana, sementes de alface e sementes de cicuta - uma onça de cada (28,7 g). Modo de preparar e de usar: misturar bem, colocar em um recipiente de cobre com uma esponja, ferver até a evaporação total. Para usar, mergulhar a esponja em água quente por uma hora; a seguir colocá-la sob as narinas do paciente até que ele durma..

18 BEBERRAGEM Muito usada ASIA - papoula +ópio ROMA – mandrágora +vinho GRECIA - gotas de papoula Bebida alcoólica muito usada Filadélfia – Álcool para relaxar a musculatura e reduzir fraturas Vinho o mais usado Deram até para Cristo pregado na cruz

19 Tendo Jesus tomado o vinagre, disse: `Tudo está consumado'. E, inclinando a cabeça, rendeu o espírito". Jo. 19, 30

20 A mais antiga referência escrita sobre anestesia que se conhece foi encontrada no tratado de Trinitate de St. Hilaire de Poliers (cerca de 350 A.C), que escreveu: “A alma pode ser levada ao sono por medicamento e, assim, superar à dor e produzir na mente um esquecimento em seu poder de percepção, semelhante à morte". REFERENCIA A ANESTESIA

21 HISTORIA DA ANESTESIA INALATORA JOSE PRIESTLEY 1773 HUMPHRY DAVY 1779 Jackson 1844 Wells 1844 HENRY HICKMAN 1924 LONG 1942 MORTON 1846 J H SMITH 1863

22 PROTOXIDO DE NITROGENIO 1773 JOSEH PRIESTLEY FARMACEUTICO INGLES -USAVA O N02 PORQUE ERA AGRADAVEL E FAZIA RIR - GAS HILARIANTE DEIXOU ESCRITO 1799 “ O GAS HILARIANTE TEM A PROPRIEDADE DE ACALMAR A DOR E DEVERIA SER EMPREGADO NA MEDICINA “ HUMPHRY DAVY MICHEL FARADAY “O ETER POSSUI EFEITOS ESTUPEFACIENTE E PODE SER USADO NA MEDICINA”

23 HENRY HICKMAN 1924 CIRURGIÃO INGLES USAVA O PROTOXIDO EM ANIMAIS ( CAMPANULAS COM P ROTOXIDO + OXIGENIO) A MEDICINA LONDRINA NÃO PERMITIA EM HUMANOS FOI PARA A FRANÇA, TENTAR USAR EM HUMANOS A SOCIEDADE DE PARIS, NÃO PERMITIU MANDOU DE VOLTA FOI ENCONTRDO MORTO POUCO DIAS DEPOIS

24 MEDICO – GEORGIA- USAVA ETER EM FESTAS DOS ESTUDANTES FORMADO PASSOU A USAR NA MEDICINA DIA 30 MARÇO 1842 – NA PRESEÇA DE MUITAS PESSOAS RETIROU UM TU CERVICAL E AMPUTOU DOIS DEDOS DE UM MENINO, Usava éter aplicado a um pedaço de pano, e o paciente não se queixou de dor. FEZ MAIS OITO CIRURGIAS COM ETER PROVANDO O VALOR DO ETER MESMO ASSIM FOI PROIBIDO DE CONTINUAR USANDO ETER No entanto, Long talvez não percebendo a importância de seu feito, não se preocupou em publicar seu experimento

25 E ntusiasmado, dirigiu-se à Boston, onde conseguiu permissão para fazer uma demonstração perante professores e estudantes da Faculdade de Medicina de Harvard. Um estudante se ofereceu como cobaia e a demonstração foi um fracasso. O estudante gritou de dor e Wells foi posto para fora como charlatão e impostor. Ao fazer nova tentativa em sua cidade, administrou quantidade excessiva de gás e o paciente teve parada respiratória e por pouco não morreu. Desanimado, abandonou suas experiências WELLS 1844 Nos espetáculos de inalação de gás hilariante WELLS,DENTISTA percebeu que o N2O causava insensibilidade. Teve, então, a idéia de utilizá-lo em extrações dentárias. Fez uma experiência em si mesmo solicitando a um seu colega DENTISTA DR RIGGS que lhe extraísse um dente após inalação do N2O. Não somente não sentiu dor como experimentou uma sensação de euforia e bem-estar.

26 LONG viveu o resto de sua vida arrependido por não ter divulgado sua descoberta, realizada em 1842, portanto, quatro anos antes de Morton, e faleceu subitamente aos 63 anos de idade. Aqui jaz W.T.G. MORTON, o descobridor e inventor da anestesia. Antes dele, a cirurgia era sinônimo de agonia. Por ele foram vencidas e aniquiladas as dores do bisturi. Depois dele a ciência é senhora da dor. Erigido pelos cidadãos reconhecidos de Boston. Jackson, ao tomar conhecimento deste epitáfio, sentiu-se finalmente derrotado, tornou-se alcoólatra e terminou seus dias em um Hospício, onde morreu em 1880, aos 75 anos de idade WELLS - Fracassado, drogado viciado,abandonou a odontologia e suicidou se num presidio MORTON em disputa para recuperar o dinheiro perdido por causa do do Dr Jackson, enfartou indo para a casa do Jackson em Nova York

27 Morton cursando o segundo ano de medicina, obteve permissão para uma demonstração no Massachusetts General Hospital. Assim chegamos ao dia 16 de outubro de Ao término da histórica operação que mudou o destino da Cirurgia, Warren proferiu as seguintes palavras: Daqui a muitos séculos, os estudantes virão a este Hospital para conhecer o local onde se demonstrou pela primeira vez a mais gloriosa descoberta da ciência., W T Gn Morton, dentista em Boston, perseverou no propósito de obter extrações dentárias sem dor e sem colocar em risco a vida do paciente. Substituiu o NO2 por éter, ORIENTADO pelo seu professor de Química, Charles Thomas Jackson, que lhe recomendou usar somente éter. Morton

28 Como escreveu Fülöp Muller, dir-se-ia que uma estranha maldição pairava sobre todos os que consagraram sua vida e sua obra a lutar contra a dor.

29 Segundo a tradição, São. Lucas era médico, além de historiador, e teria estudado medicina em Antióquia. Possuindo maior cultura que os outros evangelistas, seu evangelho utiliza uma linguagem mais aprimorada que a dos outros evangelistas, o que revela seu perfeito domínio do idioma grego. SÃO LUCAS 18 DE OUTUBRO DIA DO MEDICO 16 DE OUTUBRO DIA DO ANESTESIOLOGISTA BRASIL EEUU 30 DE MARÇO DIA DO DO MEDICO LONG WELLS

30 O clorofórmio logo caiu nas graças das mulheres e a própria rainha Vitória solicitou os préstimos de Simpson, que pôs no mundo os príncipes Leopoldo e Beatriz, os dois últimos filhos da soberana da Inglaterra.Mais tarde descobriram ambos nasceram hemofílicos. Os adversários do "Doutor Clorofórmio" acusaram-no de causar o mal nas crianças, dizendo que um castigo de Deus se abatera sobre elas. Hoje se sabe que a acusação era bobagem.. Em 1847, ele realizou o primeiro parto sem dor da história, A IGREJA foi contra DARAS A LUZ COM DOR A mãe da menina, no entanto, ficou para lá de agradecida e batizou a criança com o nome de ANESTESIA J H SIMPSON

31 J H SMITH DENTISTA 1865 SMITH renasceu o uso do N2O COM EXTRAÇÕES DENTARIAS SEU USO GENERALIZOU NOS EEUU EM ODONTOLOGIA E EM ANESTESIA GERAL MUITO USADO ATUALMENTE

32 1903 ADRENALINA + COCAINA 1911 BARBITURICOS 1928 TETRACAINA 1933 CICLOPROPANO 1943 XILOCAINA 1956 HALOTANO 1959 METOXIFLUORANO 1981 ISOFLURANO 1899 PROPOFOL 1992 DESFLURANO 1996 SEVORANE JOSE MARQUES APOLINARIO TSA-SBA


Carregar ppt "Aula dada para uma turma da enfermagem na FIO A dor, de qualquer tipo, tira a dignidade do ser humano, e necessita ser abolida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google