A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Direcção-Geral de Armamento e Equipamentos de Defesa Oportunidades nacionais Lei de Programação Militar Viegas Filipe Vice-Almirante DGAED 30 de Março.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Direcção-Geral de Armamento e Equipamentos de Defesa Oportunidades nacionais Lei de Programação Militar Viegas Filipe Vice-Almirante DGAED 30 de Março."— Transcrição da apresentação:

1 Direcção-Geral de Armamento e Equipamentos de Defesa Oportunidades nacionais Lei de Programação Militar Viegas Filipe Vice-Almirante DGAED 30 de Março 2009

2 Sumário Contexto da Intervenção do Estado –Objectivos para aquisições da Defesa Nacional –Posicionamento MDN/DGAED –Intervenção do Estado Enquadramento Estratégico –Desenvolvimento do Plano de Armamento –Objectivos e conteúdo do Plano de Armamento

3 Contexto da intervenção do Estado Objectivos para Aquisições de Bens e Serviços da Defesa Nacional Objectivo 1 Preencher lacunas ou satisfazer necessidades das Capacidades Militares a Curto, Médio e Longo prazo Objectivo 2 Contribuir para o desenvolvimento do Sistema Científico e Tecnológico Nacional e consequentemente para melhoria da economia

4 Posicionamento MDN/DGAED FORÇAS ARMADAS SOCIEDADE CIVIL ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS COOPERAÇÃO (BI)/(MULTI)LATERAL Capacidades - Necessidades - Oportunidades Oferta / Potencial Posicionamento institucional

5 Intervenção do Estado Promotor Cliente Facilitador Base Tecnológica e Industrial de Defesa (BTID) Desenvolvimento de uma BTID competente e competitiva Estratégias para a BTID e R&T Procurement Nacional e Cooperativo Planeamento de Capacidades Desenvolvimento de Capacidades Perspectivas de Intervenção do Estado Valorização do Sistema Científico, Tecnológico e Industrial Nacional Oportunidades Mercado de Defesa Nacional e Europeu Melhoria da economia

6 Sumário Contexto da Intervenção do Estado –Objectivos para aquisições da Defesa Nacional –Posicionamento MDN/DGAED –Intervenção do Estado Enquadramento Estratégico –Desenvolvimento do Plano de Armamento –Objectivos e conteúdo do Plano de Armamento

7 Enquadramento Estratégico Plano de Desenvolvimento de Capacidades Plano de Cooperação Plano I&D de Defesa Estratégia I&D de Defesa Estratégia para o Base Tecnológica e Industrial de Defesa Orientação Política para I&D e Indústria Oportunidades nacionais Actividades I&DActividades para a IndústriaProcurement nacional e cooperativo Lei de Programação Militar - Suporte financeiro Plano de Armamento

8 Desenvolvimento do Plano de Armamento

9 Objectivos do Plano de Armamento Objectivos do Plano de Armamento:  Consolidar a definição dos Projectos de investimento para as Forças Armadas;  Controlar e acompanhar as aquisições;  Optimizar e consolidar processos de planeamento com base no ciclo de vida;  Promover e divulgar oportunidades para a BTID e I&D nacional;  Harmonizar os instrumentos e processos e processos associados à gestão material e financeira dos Projectos de armamento.

10 Conteúdo do Plano de Armamento Enquadrado no Plano de Edificação de Capacidades, o Plano de Armamento orienta-se pelo ciclo de vida dos equipamentos e sistemas

11 Conteúdo do Plano de Armamento Elementos documentais Com os elementos documentais do Plano obtém-se uma perspectiva sobre o planeamento e o tipo de Projectos previstos

12 Conteúdo do Plano de Armamento Actividades decorrentes para I&D e Indústria Do plano dos Projectos decorrem actividades que à partida se afiguram como essenciais para alinhar objectivos e divulgar oportunidades

13 Conteúdo do Plano de Armamento Tipo de Oportunidades Aquisição directa de Bens e Serviços nacionais; Incorporação de componentes ou sistemas nacionais no fabrico de meios militares; Divulgação das Oportunidades no âmbito de entidades externas, designadamente EDA e NATO; Divulgação das Capacidades do Sistema Científico Tecnológico e Industrial nacional junto de entidades externas (EDA, NATO, outros países)

14 Suporte financeiro das actividades Lei de Programação Militar: –Só por si não gera Oportunidades; –Constitui o suporte orçamental para a execução das actividades previstas nas Estratégias e Planos de Acção;

15 FIM Questões…


Carregar ppt "Direcção-Geral de Armamento e Equipamentos de Defesa Oportunidades nacionais Lei de Programação Militar Viegas Filipe Vice-Almirante DGAED 30 de Março."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google